Accept lança videoclipe e anuncia a entrada de novos integrantes!

accept nova formaçâo 2015

A banda alemã Accept confirma que está com uma nova formação, contando com músicos para os postos deixados por Stefan Schwarzmann e Herman Frank. Os novos integrantes são Uwe Lulis (guitarra, ex-Grave Digger, Rebellion), e Christopher Williams (bateria). O anúncio foi feito com o lançamento de um novo videoclipe.

O vídeo é para a faixa “Fall of the Empire”, uma das músicas do mais recente álbum de estúdio do grupo, “Blind Rage”.

Apesar da entrada dos novos integrantes, o grupo não fez nenhum pronunciamento além de mostra-los através do videoclipe. O Accept também anuncia a segunda parte da turnê mundial de divulgação de “Blind Rage”. Essa nova etapa de shows inclui a América Latina, com shows pelo Brasil ainda este mês.

Um desses shows é no festival Monsters of Rock, em São Paulo, no próximo dia 26 de abril.

Confira o vídeo abaixo:

Anúncios

Percy José Weiss ex-vocalista do grupo Made in Brazil morre em acidente de carro!

Morreu nesta terça-feira (14), em um acidente de carro na Rodovia dos Bandeirantes, o músico, de 60 anos, ex-vocalista do grupo Made in Brazil e integrante das bandas Harppia e Patrulha do Espaço.
O acidente ocorreu na Rodovia dos Bandeirantes, em Franco da Rocha. De acordo com a concessionária Autoban, que administra a via, o acidente aconteceu na altura do km 42, no sentido interior. O músico perdeu o controle do veículo e acabou capotando no canteiro central. Ele morreu ainda no local. O roqueiro morava em Campinas (SP) e retornava de São Paulo.
Socorristas tentaram reanimar o músico, mas a morte foi registrada às 14h43. O que teria causado a perda do controle na direção não foi relatado no boletim de ocorrência e segue sobre investigação.
O músico estava prestes a começar os trabalhos de um álbum novo, só com músicas inéditas, e já tinha garantido a participação de Robertinho de Recife, grande guitarrista brasileiro, que chegou a mencionar o fato no mês passado em entrevista ao programa de web rádio Combate Rock.

O baixista e fundador do Made In Brazil, Oswaldo Vecchione, comentou sobre o acidente em seu Facebook:

“Nosso grande amigo, irmão, grande cantor do Made, Patrulha e outras bandas, faleceu hoje à tarde em decorrência de acidente na Rodovia dos Bandeirantes. Sem palavras!” A participação de Percy em shows futuros do Made in Brazil era esperada pelos fãs, já que ele participou das gravações do álbum Massacre, censurado em 1977, e lançado recentemente em vinil.

A banda Patrulha no Espaço também se lamentou sobre:

“É com imenso pesar que participamos aos nossos fãs e amigos que o grande e inesquecível mestre dos vocais Percy Weiss nos deixou no dia de hoje. Tivemos o prazer e a honra de contar com seu talento em algumas formações da Patrulha, cremos porém que a mais significativa tenha sido essa formação de 1979, fica aqui nossa homenagem ao artista eterno e nossos sentimentos à família”.

Carioca radicado havia anos em Campinas, tinha completado 60 anos no mês passado. Começou cedo na música, em 1972, aos 17 anos de idade, com a banda de baile U.S. Mail, nas domingueiras do Clube Banespa, em São Paulo.

percyweiss 1

Dave Mustaine: há 32 anos atrás era demitido do Metallica!

Metallica-Mustaine

Como ser chutado para fora de uma banda por ser um bêbado selvagem quando essa mesma banda iria dar-se ao apelido de alcoólica?

Para o Metallica, o problema não era a quantidade que ele estava consumindo, foi a forma como o álcool o afetou. Seus colegas de banda – James Hetfield , Lars Ulrich e Cliff Burton – eram barulhentos e estúpidos quando bebiam, eles foram travessos, mas Mustaine poderia tornar-se volátil e desequilibrado depois de beber alguns.

“Quando você está em torno de um grande número de pessoas que gostam de beber e ficar bobo, eles só querem se divertir, ” Mustaine explica. “Gostava de beber e se divertir até alguém ir contra a algo que eu tinha dito, então era uma guerra baby. Eu ficava agressivo e brigava, porque eu era um bêbado violento. Eu perdia todas as inibições quando eu estava bebendo.”

O fim veio em 11 de Abril de 1983 para Mustaine ele veio sem aviso prévio. O Metallica já havia contratado Kirk Hammett como seu novo guitarrista. Por volta das 9:00 da manhã, Hetfield, Ulrich e Burton acordaram Mustaine, que estava sofrendo de uma ressaca feia, e disse que ele estava fora da banda.

“A única coisa que realmente me chateou foi que eles nunca me deram um aviso e eu nunca tive uma segunda chance”, diz Mustaine. “Foi apenas, ‘Ei, cara. Você está fora. Te vejo mais tarde.”

Quando Mustaine pediu seu vôo de volta para a Califórnia, foi-lhe dito que ele não iria voando. Ele iria de ônibus numa viagem de quatro dias. Pior ainda, o ônibus estava programado para sair do terminal de ônibus em Nova York, Port Authority uma hora depois ele foi demitido. Perplexo, Mustaine so com uma mala de viagem e, em seguida, Hetfield levou-o do Edifício Música em Queens 42 e Rua Eighth Avenue, em Manhattan.

Na época, Mustaine estava compreensivelmente furioso, não só tinha sido expulso de uma banda que ajudou a fundar, mas ele estava sendo mandado embora com uma mera passagem de ônibus, enquanto seus ex-companheiros de banda passou a gravar seu álbum de estréia, Kill ‘Em All – para a qual escreveu algumas das melhor material – com outro guitarrista.

Durante a viagem de ônibus aparentemente interminável, ele se irritou por um tempo, e então resolvi escrever algumas novas letras. Como ele não tinha nenhum papel, ele escreveu no verso de um folheto do senador Alan Cranston. A mensagem na parte dianteira do cartão, que se refere ao armazenamento de armas nucleares ler, “O arsenal de megadeath não pode se livrar.” Depois de muita reflexão, Mustaine decidiu que megadeath séria um nome legal para uma banda de metal, especialmente se fpsse digitado incorretamente como Megadeth.
Com décadas de retrospectiva, Mustaine ainda sente que ele deveria ter sido avisado antes, mas ele aceitou seu papel nos eventos que ocorreram.

“Eu tinha sido fisicamente imprudente, e tinha havido um monte de empurra-empurra da minha parte com todo mundo na banda”, diz ele. “Eu era muito imprevisível e tinha envergonhado todos ao meu redor. Eu ainda olho para trás todos esse anos depois principalmente me divertido, mas com o tempo ia chegar ao ponto em que a violência poderia ocorrer e eu estava caminhando para um apagão. Isso continuou por muito tempo depois que saí Metallica e foi a principal razão pela qual, em 1988, eu decidi que eu vou parar. Ele apenas tomou um longo tempo para obter o trem mais lento. “

Black Sabbath cancela gravação do novo álbum e show de despedida!

Depois de Ozzy Osbourne revelar, em entrevista a ISTOÉ online que as gravações do novo álbum da banda estão canceladas, parece que o show de encerramento da carreira do grupo no Ozzfest Japan também não será realizado.

Apesar de não ter se manifestado oficialmente, de acordo com o site Blabbermouth, o nome do Black Sabbath não está mais entre as atrações divulgadas na programação do festival que acontece em novembro em Tóquio, Japão. Segundo o site, a apresentação será substituída pela performance solo de Ozzy.

O motivo para o cancelamento dos compromissos da banda é, provavelmente, o estado delicado de saúde de Tommy Iommi. Lutando contra o câncer desde 2012, o guitarrista declarou recentemente ao jornal britânico The Mirror que seu futuro é incerto:

“Esta é minha vida agora. O cirurgião disse para eu não esperar que o câncer vá embora. Há 30% de chance de isso acontecer, mas é mais que provável que ele volte e isso pode acontecer a qualquer momento. Eu vejo a vida de maneira diferente agora. Eu posso estar aqui por mais 10 anos ou apenas por mais um ano, não sei.”

 

black-sabbath

Twisted Sister – Dee Snider diz “comportamento irresponsável” de AJ Pero levou o baterista a morte.

Em vídeo o frontman conversou com TMZ sobre sua frustração com o baterista falecido AJ Pero , que morreu no mês passado com a idade de 55 anos de um ataque cardíaco fulminante. No clipe, Snider diz que ele está chateado que Pero não fez nada para detectar, prevenir ou tratar a sua doença cardíaca.
Seu pai morreu em seus primeiros 60 anos de doença cardíaca, e AJ nunca fez o próprio check-out e quando fizeram a autópsia ele tinha 95% de bloqueio em quatro artérias.

“Basicamente, eu sinto que é um comportamento irresponsável da parte dele.”

Snider expressou um sentimento similar em uma declaração que ele emitiu a The House of Hair website. Ele escreveu que ele está com raiva que Pero não teve a clarividência de verificar a sua saúde ou para obter suas finanças e imobiliária em ordem, enquanto ele estava vivo.

Veja sua declaração na íntegra abaixo:

“Esta é a triste realidade do comportamento irresponsável dos adultos. Não só AJ Pero têm uma história familiar de doença cardíaca, o que ele não forem corrigidas, mas ele não tinha uma vontade, deixou para trás duas ex-esposas, a namorada de longa data, quatro crianças entre os três e uma bagunça de uma propriedade para ser resolvido. Agora, não há brigas, desconfiança e discórdia entre os membros da família sobre como lidar com a vida após a AJ. Que confusão. Enquanto as legalidades da situação estão sendo resolvido, Twisted Sister está fazendo um show para levantar algum dinheiro para ajudar a família no curto prazo. Esta situação infeliz deve ser uma lição de vida para toda a assumir a responsabilidade para o mundo que nós criamos e vai deixar para trás quando se foram.”

Twisted Sister anunciaram que estarão tocando dois tributos para Pero, um no dia 13 de junho, no Starland Ballroom, em Nova Jersey, que será um show para captação de recursos.
também anunciaram outro show para 30 de maio em Las Vegas em homenagem ao baterista. Esse show será no Hard Rock Hotel and Casino e será filmado para broadcast.
Em um comunicado a imprensa, Twisted Sister anunciou que Mike Portnoy vai substituir Pero em todos os shows restantes 2015. Eles também anunciaram que uma turnê em 2016 será a despedida da banda.

dee snider

Johnny Solinger: depois de 15 anos vocalista deixa o Skid Row!

Johnny Solinger vocalista do Skid Row, anunciou nesta segunda-feira, 06 de abril 2015 através de sua página no Facebook, que deixou a banda, a justificativa foi que a parti de agora ele irá focar em sua carreira solo.

Há 15 anos Johnny estava a frente da banda que já teve Sebastian Bach, que também saiu em carreira solo.

O vocalista se mostrou muito agradecido pela oportunidade veja a declaração dele abaixo.

“Eu decidi deixar o Skid Row para focar em minha carreira solo. Nos últimos 15 anos tive grandes experiências e agradeço a oportunidade de ter sido vocalista de uma das maiores bandas nos anos 90 e ter dividido os palcos com nomes como Aerosmith, Bon Jovi e KISS e me apresentado para milhões de pessoas ao redor do mundo. Eu desejo ao Skid Row toda sorte em seus projetos futuros.”

skidrow