Flammea: banda oitentista retorna às atividades com nova formação

flammea

Formada no finalzinho dos anos 80, mais precisamente 1989 em Brasília/DF, a banda Flammea não demorou para chamar a atenção do público em geral e da mídia especializada, não só por ser uma banda integrada somente por mulheres, mas também por mesclarem com maestria Hard Rock, Heavy Metal, Thrash Metal e até elementos do Death Metal.

O grupo lançou dois materiais oficiais – “Dark Brain” (1990) e “First Scream” (1993) – e algumas demos autointituladas, inclusive um split álbum com a banda Volkana, com diferentes formações, mas em 1994 a Flammea teve que encerar suas atividades devido a problemas internos, retornando para apenas uma apresentação em 2010.

No ano de 2015, a banda voltou a dar sinais de um possível retorno, vendo a positiva repercussão do relançamento dos álbuns “Dark Brain” e “First Scream” remasterizados via Rock Brigade Records, intitulado “A História da Flammea”.

Hoje a Flammea conta com duas novas integrantes, Aline Lakiss (vocalista) e Luciana Boas (guitarrista), e também com as integrantes fundadoras Rosane Galvão (baixo e backing vocal) e Ana A. Lima (bateria e backing vocal).

Contato: analimaflammea@yahoo.com.br

Links relacionados:
Facebook: https://www.facebook.com/FlammeaOfficial/ 
Rock Brigade Records: http://rockbrigade.com.br/lojinha/index.php/flammea-dark-brain-first-scream.html
Contato para shows e assessoria: www.sanguefrioproducoes.com/contato

BlackForce: disponibiliza seu primeiro EP “Slaves to Reality” para Streaming e Download

BlackForce EP 2016.jpg

Lá se vão 2 anos de banda: reformulação, eventos, investimentos, de tudo um pouco. Tendo isso em mente, a banda BlackForce resolve lançar seu primeiro EP “Slaves to Reality”, e dar as caras ao mundo. Produzido, mixado, gravado pela própria banda, e dedicado aos amigos.

Em meio a tantos lançamentos nacionais e internacionais, uma banda de Niterói levanta a bandeira da cena independente e divulga seu próprio trabalho. Influenciado pelo Thrash Metal da década de 80, o registro foi produzido com a mentalidade de modernizar a sonoridade da cena. Riffs rápidos, bateria acelerada, guturais, porém com técnicas de mixagem do século XXI.

O EP, que foi gravado dentro do Home Estúdio/QG da banda, aposta na ideia de que qualquer banda pode ser auto suficiente, por isso a banda dedica o seu tempo a divulgar e vender o EP por conta própria, com o apoio de bandas conterrâneas e amigos, em shows, em blogs, páginas das redes sociais e sites.

Ouça o EP na íntegra:

Formação:
Felipe Teixeira – Vocais
Matheus Leandro – Guitarra
Caio Kattenbach – Guitarra
Glauber Pontes – Baixo
Alexandre Fernandes – Bateria
 
 
Telefones:
+55 21 97136-1301 – Caio Kattenbach
+55 21 99312-7798 – Matheus Leandro
 
Links relacionados: