Claustrofobia: Marcus D’Angelo fala sobre posição política e vários assuntos sobre a carreira do grupo em entrevista para a revista “Fanzine Mosh”

Claustrofobia 018

O vocalista e guitarrista, Marcus Claustro, concedeu uma entrevista exclusiva à revista “Fanzine Mosh”, o fundador de um dos gigantes do Thrash Metal Nacional, o Claustrofobia, bate uma papo sério e objetivo com um dos responsáveis por toda a criação da revista, o jornalista, Clovis Romam.

No bate papo, o músico Marcus Claustro, comenta fatos importantes da história do grupo, entre eles o DVD que comemora 20 anos de carreira, o novo álbum “Download Hatred”, a entrada de Douglas Prado na guitarra, a posição político-social da banda, tours pela Europa, entre outros assuntos pertinentes e que irão agradar em cheio aos fãs da banda.

Fanzine-Mosh-16.1.jpg

Entrevista completa no link: http://fanzinemosh.com/fanzine-mosh-16-edicao-com-king-diamond-sera-fisica/

A revista “Fanzine Mosh” teve sua história iniciada em 1987, após algumas dificuldades enfrentadas para se manter ativa, a mesma ficou hibernada em um hiato profundo de alguns anos, mas em 2015 a mesma se reestruturou e retorna ao cenário nacional, como uma das principais fontes de comunicação entre bandas e público, para a alegria e satisfação dos fãs, a revista anuncia que essa edição #16, terá pela primeira vez na história de suas edições, formato físico com distribuição para as principais lojas do país.

Mais informações sobre a revista: https://www.facebook.com/Fanzine.Mosh/?pnref=lhc

Se você quiser levar o Claustrofobia ate sua cidade, com a tour do álbum “Download Hatred”, enviar email para: contato@claustrofobia.com.br

Formação:
Marcus D´Angelo (Vocal/Guitar)
Douglas Prado (Guitar)
Caio D´Angelo (Drums)
Daniel Bonfogo ( Bass/Backing Vocal)
 
Mais informações:

 

Roadie Metal: abre audições para bandas participarem da Coletânea Roadie Metal Vol.11

thumbnail_Roadie Metal - Plataformas.jpg

Um dos principais veículos de divulgação do Metal Nacional, a Roadie Metal, abre as audições para que as bandas brasileiras enviem seus materiais para participarem da décima primeira edição da maior coletânea feita no país.

 O intuito desse projeto é levar sua música aos principais veículos de comunicação do país, para que sua música chegue ainda mais longe, além de criar um conceito físico em alta qualidade, o material será distribuído em várias plataformas digitais, assim como Itunes, Deezes, SPotify, YouTube, entre vários outros.

Para saber como participar, basta assistir ao vídeo que o idealizador do projeto, Gleison Junior, explica o passo a passo.

Envie sua música em Mp3, Release, foto e link de contato da banda e do músico responsável pelo envio do material.

Não fique de fora da maior coletânea do País, sua música merece ser divulgada por quem entende do assunto, Coletânea de grande expressão só existe uma, a Roadie Metal!

Mais informações:

 

Ruins of Elysium: “Seeds of Chaos and Serenity” ganha todas as plataformas digitais

seeds-of-chaos-and-serenity2

“Seeds of Chaos and Serenity” já provocava expectativa em pessoas do mundo inteiro mesmo enquanto ainda estava apenas em fase de produção. Enfim lançado no início de abril, o disco – que é o primeiro da banda – que vem arrancando empolgantes elogios em resenhas espalhadas pelo mundo agora ganhou todas as plataformas digitais!

Dessa vez ficou muito mais fácil conferir essa belíssima e excêntrica obra do Symphonic Metal brasileiro e mundial: basta acessar uma das plataformas abaixo e se segurar firme para uma se encantar por essa viagem mágica!

• Spotify – http://spoti.fi/2ptUQAX
• Deezer – http://bit.ly/2qnm4Gq
• iTunes – http://apple.co/2qeXMlp
• Google Play Music – http://bit.ly/2pcDqYN
• Amazon – http://amzn.to/2ppPVyK
• YouTube – https://youtu.be/PWgaV9PfqDM
• Bandcamp – https://ruinsofelysium.bandcamp.com/album/seeds-of-chaos-and-serenity
https://ruinsofelysium.bandcamp.com/album/seeds-of-chaos-and-serenity-individual-symphony-arcs

A obra, cujo tempo de duração totaliza pelo menos uma hora e quinze, está deixando pessoas positivamente estupefatas por aí. Confira algumas publicações a respeito, inclusive fora do país:

O Ruins of Elysium executa um diferenciado Symphonic Metal cantado em tenor, e cujas letras se direcionam a todos aqueles que se sentem oprimidos de alguma forma, para que se sintam representados, sejam minorias raciais, LGBT, mulheres ou outros. A formação é de nacionalidade mista, já que membros europeus também deixam suas contribuições de modo integral.

E-mail: ruinsofelysiumofficial@gmail.com

Links relacionados: