O Grito: surge no país os novos “mutantes”, confira a música “Paranoia” com nuances lisérgicas e influências nos anos 60 e 70

O Grito

Emergentes de um estilo que está cada vez mais em evidência, a banda “O Grito”, surge como um dos novos nomes a mesclar estilos clássicos com a lisérgica fase setentista. Para os músicos da banda, não basta apenas soar rústico, tem que ter aquela energia de grandes bandas que surgiram no final dos anos 60 e início dos anos 70.

Após lançarem o EP “ Amálgama de Cores”, os músicos começam a intensificar a divulgação das quatro faixas que fazem parte do trabalho, além de soarem com a proposta que nos remetem a bandas como Jimi Hendrix Experience, Mutantes, Yes e outros gigantes da era clássica do Rock, os músicos apresentam como principal diferencial, identidade intelectual as letras da música, incluindo até releituras de músicas de Tom Jobim à Paralamas do Sucesso.

o grito amalgamaaaa

A música “Paranoia” é a primeira a ser liberada oficialmente no canal do YouTube do grupo, o mesmo foi criado recentemente e tem como objetivo, divulgar todo trabalho visual e artístico do grupo, banda informa que em breve todas as faixas que fazem parte do primeiro EP, estarão sendo disponibilizadas. A letra de “Paranoia” faz uma alusão sobre estar a beira de um colapso, buscando como refúgio o consumo de álcool e drogas para entorpecer suas frustrações em ser um simples operário, a ideia central é “gritar” através do poder do Rock and Roll, toda a loucura dos tempos modernos e entregar alguma esperança de ordem através de um ritmo rebelde que é intercalado entre guerra e paz.

A banda convida a todos que se identificarem com sua musicalidade, a seguirem o canal oficial do grupo, em breve novidades estarão sendo divulgadas através de vídeos e novas músicas do grupo sendo liberadas pelo mesmo.

Formação:
Edu Raddi (bateria e vocal);
Pedro Roque (Guitarra e vocal);
Kelvin Queiroz (baixo).
 
Mais informações:

Anúncios

Xico Picadinho: banda se apresenta pela primeira vez no Coletivo La Migra Fest.

xico.jpg

Mantendo as tradições, o projeto Underground Brasileiro Coletivo La Migra vem no mês de maio com mais uma grande produção, levando para a principal rua noturna do estado de São Paulo, a sua quarta edição do ano, desta vez, a produção La Migra apresenta quatro grandes nomes da cena Grindcore e Death Metal paulistana.

Uma das atrações desta noite do dia vinte de maio, é o quarteto Grindcore da cidade de São Paulo-SP, esses monstros nomeados de Xico Picadinho, vêm representando a vertente com unhas e dentes desde 2008 com a sua grande fúria e desenvoltura em palco, uma banda que não fica parada, sempre presente em diversos eventos espalhados por todo o estado e fora dele, levando toda a sua ira por onde passam, carregados de boas influências como Napalm Death, Lock Up, Regurgitate, Exhumed, Cannibal Corpse, Flesh Grinder, Facada e Hutt, esses destruidores de tímpanos, sabem muito bem o que estão fazendo.

 Após uma demo, 5 way, um EP e algumas trocas na formação, Xico se mantém forte com uma formação atual sólida e muito forte com Rafael (Jabu) na guitarra e Henrick Marques (Rot) na bateria e vocal, sendo os membros originais da banda e com Bruno Floriano (Agaglock) no baixo e Hugo Ribeiro (Dead Cops) no vocal, somando na brutalidade. Esses caras já tocaram ao lado de grandes nomes do gênero como Facada, Hutt, Obitto, Western Day, Implore (Alemanha) e muitas outras bandas. A proposta da banda é continuar fazendo muito barulho, tocando em alguns shows e se preparar, pois, em breve um split com a Lástima (RJ) será lançado.

Confira agora cartaz oficial do evento:

Coletivo La Migra Fest 20 de maio

Serviço:
Data: 20 de maio de 2017
Horário: 23horas
Entrada: R$20,00 (Somente a Dinheiro na Porta) / R$15,00 (Antecipado)
Local: Augusta 339
Endereço: Rua Augusta, Número 339, Bairro Centro, Cidade São Paulo, Estado SP.
Atrações: Devastação Sob Terror / Cruscifire / Rectal Collapse

Marque sua presença no evento oficial no facebook: https://www.facebook.com/events/1665304640432543/

Os ingressos podem ser adquiridos de forma antecipada até o dia 19 de maio 2017 através do e-mail oficial do evento: ingressoslamigrafest@gmail.com.

Os ingressos antecipados podem ser pagos via cartão de crédito, transferência ou deposito bancário.

Os aniversariantes do mês de maio não pagam entrada no evento do dia 20 de maio, os aniversariantes devem encaminhar seus respectivos nomes, rg e data de nascimento para o e-mail oficial do evento até 19 de maio de 2017.

Assista agora o vídeo gravado ao vivo durante sua apresentação no centro cultural zapata:

Mais informações:

Syn TZ: duas músicas da banda tocando na Rádio FM

Syn Tz.jpg

A banda de Heavy Metal Syn TZ que lançou recentemente o seu primeiro álbum “Heavy Load” terá duas faixas do álbum listadas na programação da Rádio Univali FM, de Itajaí-SC.

As músicas “Mirror” e “Headbanger” que fazem parte do álbum de estreia da banda “Heavy Load” farão parte da programação da Rádio Univali FM neste mês de Maio. Para quem é da região basta sintonizar em 94,9 MHz e para quem é de outras regiões é possível acessar através do site: www.univali.br/radio.

Syn TZ radio (1)

Syn TZ, de Balneário Camboriú, iniciou seu trabalho em 2012 e traz neste álbum de estréia 11 faixas, sendo 8 faixas inéditas e 3 faixas bônus, material em Digipack e com capa em alto relevo!

A banda está com show de lançamento do álbum novo marcado para o dia 27/05 na Open Rock Bar em Balneário Camboriú/SC

Acesse o evento: https://www.facebook.com/events/257783331351874/

O CD já está disponível para venda através da página da Banda no facebook e na Roots Records no Centro Comercial ARS no centro de Florianópolis/SC. Em breve mais pontos de venda serão anunciados.

A partir do dia 29/05 o álbum já estará disponível no Itunes e em plataformas digitais!

Assista o novo clipe “Decline” lançado pela Over Metal TV

A Syn TZ está com a agenda disponível para shows da Turnê Heavy Load.

Para agendamentos de shows o contato é:
Tel/Whats: 1299116-4664

Mais informaçoes:

Cruscifire: banda se apresenta no próximo dia 20 de maio no Coletivo La Migra Fest.

Cruscifire

Formada na cidade de Atibaia-SP no ano de 2004 esses monstros do Death Metal nacional vêm multiplicando a sua história a mais de 13 anos, idealizadores dos álbuns “A New Bloody Day”, “Chaos Season”, “Hateful” e “Hellspawn” a banda vem se mantendo em sua melhor forma, praticando diversos shows por todo o estado paulista e destruindo tudo por onde passam, assim não podendo de forma alguma ficar de fora do Coletivo La Migra Fest.

Neste mês de maio esses destruidores de tímpanos vêm para a principal rua noturna da cidade de São Paulo para mais uma edição do Coletivo La Migra Fest, esses monstros estarão juntos com as bandas Xico Picadinho, Devastação Sob Terror e Rectal Collapse na noite mais Death Metal e Grindcore da cidade de São Paulo.

Confira agora o cartaz oficial do evento:

Coletivo La Migra Fest 20 de maio.jpg

Serviço:
Data: 20 de maio de 2017
Horário: 23horas
Entrada: R$20,00 (Somente a Dinheiro na Porta) / R$15,00 (Antecipado)
Local: Augusta 339
Endereço: Rua Augusta, Número 339, Bairro Centro, Cidade São Paulo, Estado SP.
Atrações: Devastação Sob Terror / Cruscifire / Rectal Collapse

Marque sua presença no evento oficial no facebook: https://www.facebook.com/events/1665304640432543/

Os ingressos podem ser adquiridos de forma antecipada até o dia 19 de maio 2017 através do e-mail oficial do evento: ingressoslamigrafest@gmail.com.

Os ingressos antecipados podem ser pagos via cartão de crédito, transferência ou deposito bancário.

Os aniversariantes do mês de maio não pagam entrada no evento do dia 20 de maio, os aniversariantes devem encaminhar seus respectivos nomes, RG e data de nascimento para o e-mail oficial do evento até 19 de maio de 2017.

Ouça agora o álbum “Hellspawn” lançado em 2016 na integra:

Mais informações:

Canábicos: “Intenso”, quarto e novo disco, é lançado pela Monstro Discos

Canábicos_Low

O álbum foi produzido por Gustavo Vazquez no Rock Lab em Goiânia e já está disponível em todas as principais plataformas digitais.

Entre as bandas do triângulo mineiro, os Canábicos, de Araguari, são certamente uma das mais produtivas e criativas. O grupo é liderado pelo guitarrista Murcego González (também integrante do Uganga) e pelo vocalista Clandestino – os dois já haviam tocado juntos na banda Anil.

Formada em 2013, os Canábicos, que ainda contam com Mestre Mustafá na bateria e o baixista MM, lançaram três discos em três anos: “La Bomba” (2013), “Reféns da Pátria” (2014) e “Alienígenas” (2015).

Qualitativa e não apenas quantitativa, as obras do grupo logo renderam resultados. Em 2015 foram vencedores do Fun Music, maior festival universitário de música do Brasil.

“Foi fantástico vencer o Fun Music”, conta Murcego. “Me lembro de anos atrás termos vencido um pequeno festival com nossa banda anterior, o Anil, em nossa cidade. Ganhar o Fun Music, que não se compara em termos de estrutura e relevância, foi como receber a certificação de que tomamos as melhores decisões de lá pra cá e que e estamos no caminho certo agora com os Canábicos.”

E o caminho agora aponta para “Intenso”, quarto e novo disco de estúdio dos Canábicos que acaba de ser lançado pela Monstro Discos.

Canabicos Intenso.jpg

“Intenso” foi gravado no estúdio RockLab em Goiânia sob produção de Gustavo Vazquez (Uganga, Black Drawing Chalks, Hellbenders) e reúne oito músicas inéditas, entre as quais algumas escritas há mais de dez anos.

“Ter um produtor voltado à linguagem do hard rock foi essencial para o que buscávamos, e o Gustavo era certamente a pessoa indicada”, conta Clandestino. “Para a seleção do repertório, eu e o Murcego priorizamos as músicas com mais pegada. Algumas faixas como “Eu não sei o que vai ser de mim”, “Lei do Cão” e “Viagem Espacial” foram compostas há mais de 10 anos. Outras, como “Rotina”, surgiram poucas semanas antes das gravações. Acho que isso difere um pouco esse disco dos demais: geralmente gravávamos as músicas que vínhamos compondo naquele momento, sem pensar muito em estilo; dessa vez buscamos dentro de todo o nosso repertório as músicas num estilo mais hard rock, que é como eu definiria o Intenso na nossa discografia”.

Hard/Classic Rock com referências que vão de Beatles a Black Sabbath, ou de Rolling Stones a Led Zeppelin, cantados no bom e velho português. Essa foi a receita que chamou a atenção da Monstro Discos e que lhes rendeu um contrato com a gravadora.

O vigor e o power rock dos Canábicos me chamaram a atenção”, diz o sócio-fundador e diretor executivo da Monstro Discos, Leo Bigode. “Eles fazem rock como tem que ser, sem firulas, reto, direto, e ainda conseguem ter partes harmônicas. Banda criativa e intensa.”

“Intenso”, dos Canábicos, já está disponível em todas as principais plataformas digitais:

Google Play – http://bit.ly/2ptumPL

Um videoclipe da faixa “Planeta Estranho” também está disponível no canal oficial da Monstro Discos no Youtube:

Mais Informações:

Tupi Nambha: entrevista em vídeo apresenta o conceito da banda em levar ate o público a história de guerreiros indígenas da tripo “Tupinambá”

Tupi

No último sábado (29/04), a banda Tupi Nambha, concedeu entrevista ao programa Roadie Metal, o mesmo foi ao ar ao vivo e com transmissão pelos canais oficiais do Facebook e YouTube.

A banda que tem em sua temática levar a história dos guerreiros indígenas da tripo Tupinambá, contou o conceito criado na ideia por trás das letras, inspirações, fontes de pesquisa, projetos futuros e claro, não poderiam faltar, o programa comandado por Gleison Junior, tocou o álbum “Invasão Alienígena” inteiro para deleite do público.

A entrevista foi concedida pelo guitarrista Rogério Delevedove e o vocalista Marcos Loiola.

Se você não assistiu ao programa, segue abaixo link de toda a transmissão para você acompanhar.

A banda Tupi Nambha, pode ser acompanhada pelo link abaixo:

Burnkill: confira o vídeo de estreia do novo baixista “Pedro Hoffmann”

thumbnail_Pedrinho

A banda Burnkill liberou um vídeo caseiro do ensaio que marca oficialmente a estreia do novo baixista, Pedro Hoffmann.

O grupo passa ser um quarteto e mostra que mesmo com uma guitarra a menos, o peso e a técnica continuam intactos.

No vídeo é possível ver os músicos tocando a música “Guerra e Destruição” que fazem parte do primeiro álbum lançado na carreia dos músicos.

Formação:
Antony – Vocal
Lucas Maia – Guitarra
Pedro Hoffman – Baixo
Anderson de Lima – Bateria
 
Mais informações: