Anguere: banda apresenta sua nova Simbologia.

Anguere 4

Anguere, evidenciando a cultura do nosso país, o nome teve a origem segundo o dialeto de uma das tribos indígenas brasileiras. O nome Anguere tem o significado da religiosidade onde ha relatos que quando um integrante da tribo considerado covarde e que servisse de mau exemplo morresse, nem sempre seu espírito ia embora para o país dos espíritos, o Anguere ficava rondando a maloca assombrando e atormentando toda a tribo. Neste contexto a banda busca deixar mais claro sua autenticidade.

O símbolo foi criado a partir dos desenhos e grafismos comuns nas pinturas e cerâmicas dos povos indígenas nativos do território conhecido atualmente como Ilha de Marajó. A forma representa ao mesmo tempo um réptil, o instinto de sobrevivência e o conflito com as forças negativas representada pela temida entidade que os antigos chamavam de Anguere.

Dessa forma e contexto anunciamos nosso novo símbolo que representara o nome do Anguere em nossa nova caminha juntamente com nossos novos lançamentos. O símbolo foi criado por Roni Cesar um artista que já criou símbolos para diversas bandas no underground.

Confira nosso símbolo e também a musica que leva o nome “Anguere”:

Mais Informações:
Anúncios

Clemente, dos Inocentes e Plebe Rude, é convidado do Uganga em apresentação neste sábado no Festival Timbre em Uberlândia

Uganga_2016

“Servus”, novo disco do Uganga, está quase pronto. Com produção de Gustavo Vazquez e do vocalista Manu “Joker”, o quinto álbum de estúdio do grupo mineiro, sucessor do aclamado “Opressor” (2014), está sendo financiado por dois relevantes prêmios, o Wacken Foundation, organização alemã sem fins lucrativos idealizada em 2008 pelos produtores do Wacken Open Air  – o maior festival de heavy metal do mundo – e que apoia projetos de hard rock e heavy metal de todas as partes do mundo, tendo nomes como o de Alice Cooper entre os doadores, e também pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC) de Uberlândia, Triângulo Mineiro, de onde a banda é originária.

Paralelamente às gravações do novo álbum, o Uganga vem cumprindo uma agenda cheia de shows, desde o início do ano. Depois de terem sido uma das atrações do Abril Pro Rock em Recife e de terem feito um dos shows de abertura para o Corrosion Of Conformity em São Paulo, o vocalista Manu “Joker”, os guitarristas Christian Franco, Thiago Soraggi e Murcego Gozales, o baixista Raphael “Ras” e o batera Marco Henriques se preparam agora para uma apresentação bem especial no Festival Timbre, em Uberlândia, no próximo sábado dia 15 de Setembro. Na ocasião, o grupo apresentará o show “Uganga Convida Clemente”, onde o sexteto recebe no palco o vocalista Clemente Tadeu para um set especial com clássicos do Inocentes e Plebe Rude.

Para Marco Henriques, a colaboração com Clemente coloca em evidência a influência do punk rock que sempre foi muito presente no som do Uganga. Seja estética ou ideologicamente.

“Para nós será uma honra dividir o palco com um cara tão importante para o punk rock nacional, estilo que tem uma influência muito grande no som do Uganga. Colocamos um pouco da nossa cara nas músicas, aproveitando as três guitarras e a veia Thrash, mas sem perder a essência Punk dos Inocentes. E o resultado ficou foda! Estamos bem ansiosos pra esse show. Vai ser bate-cabeça do começo ao fim.”

Clemente também comentou sobre a parceria com o Uganga.

“Faz tempo que ouço falar do Uganga, e sempre falam bem! Uma banda estradeira, que faz seu som sem se importar com modismos e tendências em voga. O mundo digital me aproximou do som do Uganga, seu trabalho mais recente, “Opressor”, mantém a pegada e atitude. Será um prazer dividir o palco com esses caras.”

Uganga Convida Clemente - Festival Timbre

O show “Uganga Convida Clemente” no 5º Festival Timbre acontece no Esplanada Teatro Municipal em Uberlândia (Avenida Rondon Pacheco, 7070) a partir das 16h. Outros artistas que se apresentam no dia 15, sábado, incluem Elza Soares, Marcelo D2, Karol Conka, Porcas Borboletas e BaianaSystem. O 5º Festival Timbre ainda acontece nos dias 13, 14 e 16 de Setembro com vários outros shows, exposição de artes, palco eletrônico entre outras atrações. Os ingressos para um ou todos os dias podem ser adquiridos através da plataforma IngressoLive: https://www.ingressolive.com/festivaltimbre

Eternal Sacrifice: ouça agora o novo álbum “Ad Tertium Librum Nigrum”!

Eternal Sacrifice - capa 1

Acabou a espera! Um dos álbuns mais aguardados do Black Metal sul-americano, o “Ad Tertium Librum Nigrum” da banda Eternal Sacrifice, já está disponível para audição na íntegra.

O trabalho foi disponibilizado pelo selo responsável em fazer o lançamento físico, Hammer Of Damnation, na sua página oficial do Bandcamp, ouça agora:

https://hammerofdamnation.bandcamp.com/album/ad-tertivm-librvm-nigrvm

“Ad Tertium Librum Nigrum” é o terceiro álbum conceitual do Eternal Sacrifice, e estará disponível para aquisição no formato físico a partir do dia 18/09/2018. Para mais informações, acesse: https://www.hodrecs.com/detalhes_produto.php?cod_produto=3694#.W5j0HM5KjIU

A parte digital ficará a cargo da Sangue Frio Records, e poderá ser encontrado dentre os meses de novembro e dezembro de 2018 nos principais serviços de streaming. Siga a banda em sua plataforma desejada:

Spotify: https://open.spotify.com/artist/7ehRWMm4SxSQ5ZNxlTVLmM
Deezer: https://www.deezer.com/br/artist/14805543
iTunes: https://itunes.apple.com/br/artist/eternal-sacrifice/1385909539
Napster: https://br.napster.com/artist/eternal-sacrifice
Tidal/Wimp: https://listen.tidal.com/artist/9886940

Assista ao lyric vídeo para a faixa “Chapter I – The Three Mashu’s seals – The Conquest of the Ganzir and Arzir Gates (Hazred área)”:

Produtores de qualquer parte do Brasil interessados em levar o Eternal Sacrifice para seu evento, escrevam para eternalsacrifice666@hotmail.com e solicite mais informações.

Contato para assessoria de imprensa: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Links relacionados: 
https://hodrecs.com/
https://www.facebook.com/eternalsacrifice666/
https://sanguefrioproducoes.com/artistas/ETERNALSACRIFICE/59

The Gard: banda comemora boa repercussão de álbum de estreia e anuncia nova formação

The Gard_Madhouse_Capa

Intitulado “Madhouse”, o álbum reúne sete composições autorais e um novo arranjo para “Immigrant Song” do Led Zeppelin

Formada em 2010 por Allan Oliveira (guitarra), Beck Norder (vocal) e Lucas Mandelo (bateria), a The Gard desde o princípio teve como objetivo a música autoral, embora tenham ganhado bastante relevância na região metropolitana de Campinas, de onde é originária, com seu show “Tributo ao Led Zeppelin”. Em meio ao setlist das músicas do Led, a The Gard sempre apresentou suas composições próprias. Com o tempo o interesse do público pelas canções autorais foi crescendo e o espaço para elas, no setlist, aumentando.

“Madhouse”, disco de estreia da The Gard, foi então uma consequência natural. Em oito faixas, o power trio paulista transcende suas referências musicais ao oferecer ao público uma experiência musical onde o Rock Clássico e o contemporâneo convergem, como numa coalização sonora que disponibiliza-se para o futuro, para o desconhecido.

A imprensa especializada tem recebido muito bem o disco e a proposta musical do grupo como apontam algumas resenhas publicadas sobre o álbum:
“Como se não bastasse ser criativo, o The Gard mostrou competência e ousadia” (Leandro Nogueira Coppi – Revista Roadie Crew); “O grupo conseguiu em oito músicas fazer uma junção da sonoridade clássica com a contemporânea da forma mais sensacional que já vi.” (Renan Soares – Whiplash); “Musicalmente, o The Gard é bem maduro, sabe o que fazer com sua música. Ela soa espontânea, diversificada e eclética…” (Marcos Garcia – Heavy Metal Thunder); “Madhouse surpreende desde o primeiro momento…” (Eduardo de Souza Bonadia – Strike); “O que surpreende em cada música é a diversidade, a sensação de estar ouvindo algo que não se parece com nada…” (Eduardo Marques  – Taverna dos Gûaranim); “(…) músicos com know-how, que encaram qualquer parada, não têm medo de profanar o sagrado e se proclamam deuses de seu próprio culto”(Marcelo Vieira – Metal Na Lata); “Um trabalho interessantíssimo!” (Vitor Franceschini – Arte Metal);“Mostrando uma maturidade impressionante para um debut, e com uma música que transborda não só qualidade, como também muita energia e vibração, o The Gard mostra que é possível sim, fazer Classic Rock com cara de século XXI.” (Leandro Vianna – A Música Continua a mesma).

Depois do show oficial de lançamento de “Madhouse” realizado no fim de Agosto no Hey Bulldog em Campinas/SP, o grupo anuncia sua nova formação com as entradas do baixista Enrico Ghirello e do segundo guitarrista Gabriel Miranda.

“A demora para acontecer o show de lançamento se deu pelo fato do nosso guitarrista, e também compositor, Allan Oliveira, estar fora do Brasil”, explica o vocalista Beck Norder. “Foi uma busca infindável encontrar alguém para substituí-lo, que curtisse os sons da banda, tivesse agenda flexível para shows, ensaios e ainda morasse perto para viabilizar tudo isso. Fizemos alguns testes com músicos locais, e de onde menos esperávamos surge um excelente guitarrista que encaixou-se perfeitamente à banda. Desde o primeiro ensaio o Gabriel tocou as músicas de forma impecável. Respeitou as composições e as linhas de guitarra já existentes, ao mesmo tempo que colocou sua própria interpretação. No baixo, desde 2017, tivemos o retorno de Enrico, que havia feito alguns shows com a gente, principalmente os de tributo a Led Zeppelin. Com o lançamento do nosso álbum de estreia, aumentou a exigência para um músico efetivo. E nesse processo de ensaios, e na fantástica apresentação deste último show de Agosto, ficou claro que ganhamos mais que dois subs pra shows, ganhamos dois membros da banda!”.

O The Gard passa então agora a contar, oficialmente, com os seguintes integrantes: Beck Norder no vocal, Allan Oliveira e Gabriel Miranda nas guitarras, Enrico Ghirello no baixo e Lucas Mandelo na bateria.

O próximo compromisso do The Gard acontece no dia 15 de Setembro quando o grupo divide o palco com as bandas Mattilha e Sioux 66 no Echos Studio Bar em Campinas/SP.

Os shows estão programados para acontecer a partir das 22:00 e os ingressos estarão à venda no local na hora do show por R$ 15,00. O Echos Studio Bar fica na Rua Agostinho Pattaro, 54 no bairro Barão Geraldo em Campinas/SP.

“Madhouse” está disponível nas plataformas digitais e também em formato físico em Cd.
Spotify: https://spoti.fi/2JtgkEt
Deezer: https://bit.ly/2r4bfuG
Google Play: http://bit.do/eeSAo
Amazon: https://amzn.to/2HsQR1q
Cd Baby: https://bit.ly/2r3HACT

O CD físico está à venda no Mercado Livre: https://bit.ly/2r0pAJo

Assista também o videoclipe para “Immigrant Song”, primeiro single de “Madhouse”:

Mais Informações:
www.thegardband.com
www.facebook.com/thegardband
www.youtube.com/thegardband
www.soundcloud.com/thegardband
www.instagram.com/thegard_band

Attività Power Trio: homenageia terceira bebida mais consumida do mundo em música

Attivita 03

“A cerveja (do gaulês, através do latim servisia) é uma bebida produzida a partir da fermentação de cereais, principalmente a cevada maltada. Acredita-se que tenha sido uma das primeiras bebidas alcoólicas que foram criadas pelo ser humano. Atualmente, é a terceira bebida mais popular do mundo, logo depois da água e do café. É a bebida alcoólica mais consumida no mundo atualmente”.

Com essa inspiração, uma das músicas do Attività Power Trio, vem se destacando entre os fãs, a faixa “Cerveja”, presente no álbum “Confusão” é uma singela homenagem da banda à bebida alcoólica mais apreciada do mundo. E essa homenagem além de estar disponível no álbum e em todas as plataformas de Streaming, também possuí uma faixa vídeo exclusiva no canal oficial do Attività no YouTube:

O álbum “Confusão” pode ser escutado na integra pelo link:
 
Attività Power Trio é formado por:
Fábio Pimentel – (Guitarra/Vocal)
Glaudiston Couto – (Baixo/Vocal)
Douglas Tupini – (Bateria)
 
Mais informações:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Faces of Death: confira agora o novo single “Priest From Hell”

Faces Of Death - 01

Menos de 30 dias separam o novo álbum do Faces Of Death do público e fã do Thrash Metal“casca grossa” que o grupo paulista executa em sua sonoridade. A banda acaba de brindar seus seguidores com a liberação de duas informações importantes sobre o disco “From Hell”.

O primeiro passo para aguçar ainda mais toda ansiedade e expectativas criadas sobre esse lançamento, é a disponibilização do primeiro single oficial que estará presente no álbum “From Hell”. A faixa de abertura do disco “Priest From Hell” acaba de ser disponibilizada no canal oficial do grupo no YouTube para audição completa. Confira no vídeo abaixo:

Outro importante comunicado é a oficialização do lançamento do novo álbum. O Faces of Death informa que dia 10 de outubro o disco estará disponível em formato físico para que os seguidores, fãs e apreciadores dos trabalhos do grupo, possam adquirir sua cópia em alta qualidade.

Faces Of Death - capa From Hell 2018

O álbum foi todo captado no “Estúdio Coruja” sob os cuidados de Friggi Mad Beats. A criação artística ficou a cargo de Raphael Gabrio que sintetizou com perfeição, a intenção do Faces of Death em apresentar a morte jogando sua sorte em jogos de cartomancia. Interessados em adquirir uma cópia física do álbum “From Hell” já podem fazer sua aquisição antecipada no pré-venda que a banda está disponibilizando através de suas redes sociais. Para saber o custo, entre em contato com o Faces of Death por suas redes sociais no Facebook ou Instagram.

Faces Of Death é formado por:
Laurence Miranda – (Vocal/Guitarra)
Felipe Rodrigues – (Guitarra)
Sylvio Miranda – (Baixo)
Sidney Ramos – (Bateria)
 
Mais informações:

Aberratio: banda lança videoclipe para a música “Nitimur in Vetitum”.

ABERRATIO

A banda mineira de Death Metal Aberratio, lançada pela gravadora Songs For Satan em 2016 acaba de lançar o videoclipe “Nitimur in Vetitum”, música que conta com letra em inglês e latim, e que fala sobre a busca pelo proibido, uma espécie de niilismo.

O vídeo foi gravado em um prédio abandonado e extremamente macabro. O vídeo pode ser conferido através do site oficial da banda: www.aberratio.com.br ou pelo Youtube. Confira abaixo:

Links relacionados: