Mocho Diablo: banda promove audição do novo álbum, “Sungazer”

Mocho - Sungazer_small

“Sungazer”, o terceiro álbum da banda paulistana Mocho Diablo, é um registro plural. Extrapola o Stoner do lançamento anterior, “Monochrome” (2015), e transborda num Rock Visceral repleto de fuzz, experimentos com theremin e efeitos lo-fi. Nesta sexta-feira, 30 de novembro, os integrantes do Mocho Diablo estarão no Molotov Bar, em São Paulo, para fazer a audição oficial do disco junto à imprensa e convidados. O evento é aberto ao público e começa às 19 horas.

Dia 30 de novembro é também a data em que “Sungazer será lançado, de forma independente, em todas as plataformas de streaming. Para 2019, a banda ainda planeja editar o álbum em vinil, mas, por enquanto, a distribuição das sete faixas será exclusivamente digital e gratuita, assim como os lançamentos anteriores da banda.

Sungazer é a materialização de um longo processo de composição e gravação de Guilherme Klaussner (vocal/theremin), Maurício Peruche (guitarra), Murilo Silva (baixo) e Thiago Pinho (bateria) junto ao produtor Billy Comodoro. As composições do novo lançamento foram originadas, elaboradas e terminadas em ritmo de ensaio, com todos, ao mesmo tempo, arrancando a complexidade da virtuose e da doutrina musical e agregando boa dose do que é sentido no momento. Joga-se a ênfase nos riffs, altos e pesados, não importando se conduzidos pela guitarra ou pelo baixo. Tudo bem amarrado por uma linha melódica encharcada da crueza Punk.

E nestas sete faixas o que paira no ar, ou melhor, a aura do disco, é a vibe do Rock Garagem, uma dinâmica que torna a audição orgânica, inclusive com o suporte de velhos amplificadores valvulados, que enfatiza o fuzz timbrado do baixo e guitarras. Essencial também ao resultado final é a percussão gravada por Lienio Medeiros, o novo baterista, que entrou para a Mocho Diablo no lugar de Pinho ao longo do processo.

O primeiro single “A.L.M.A.” teve inspiração nas paisagens desérticas da costa pacífica sul-americana. Uma geografia que transmite calma e ao mesmo tempo desespero, elementos que estão estampados em cada acorde e estrofe da faixa.

mocho_diablo

Audição oficial do disco Sungazer
Eventohttps://www.facebook.com/events/1153859031437843/
Data: 30 de novembro de 2018
Horário: 19 horas
Local: Molotov Bar
Endereço: Rua Joaquim Antunes, 1092, Pinheiros, São Paulo, SP

Mais informações:

Melyra: banda convida para uma fuga da realidade em disco de estreia

Melyra 2018

Maturidade e peso se refletem nas 10 faixas de “Saving You From Reality”, o disco de estreia da Melyra. O álbum conceitual traz como temática central a  fuga da realidade como forma de escapar dos problemas, ou mesmo de não enlouquecer. Atual e pulsante, o disco mostra que o Metal nacional continua firme, forte e necessário.

“É um grande passo e uma grande conquista. Estamos felizes por conseguirmos expressar esses sentimentos em música! Esse álbum contém muitas das nossas questões e muitas das nossas respostas, que andam lado a lado. Sentimos que com ele estamos prontas para alçar voos mais longos e crescer como banda”, explica Fe Schenker, guitarrista e backing vocal.

Além de Fe, a Melyra é formada por Nena Accioly (baixo e guturais), Roberta Tesch (guitarra e backing vocal), Verônica Vox (voz) e Drika Martins (bateria). O grupo carioca ficou conhecido no cenário do Metal nacional após abrir o show do Arch Enemy, no Circo Voador (RJ) e participar do disco em tributo aos 25 anos de carreira de Edu Falaschi, ex-vocalista do Angra. No currículo elas também trazem o EP “Catch Me If You Can” (2014) e os singles “Run and Burn” e “Dead Light”.

A fuga da realidade abordada no disco não foi premeditada. Após o processo de composição, durante a fase de seleção das músicas é que a temática surgiu.

“Em estúdio, nós costumamos sentar juntas pra ‘montar’ a música como achamos que ela deve soar, sempre com a colaboração de todas. Depois partimos pros arranjos com todos os instrumentos e linha vocal. Normalmente começamos pelos riffs de guitarra, mas não é uma regra. A “Poison of Myself” começou da letra”, exemplifica Fe.

Gestado durante dois anos, o álbum de estreia reflete as emoções e pensamentos das integrantes da banda.

“Assim como todo mundo, travamos nossas lutas diárias em busca da melhor resposta que poderíamos dar para nós mesmas e para o mundo. Porém, alguns dias precisamos fugir da realidade. São uns dias que a gente precisa se desligar de tudo pra poder sobreviver até a noite seguinte”, define Fe.

O álbum “Saving You From Reality” foi produzido, gravado, mixado e masterizado por Celo Oliveira, do estúdio Kolera. As composições para bateria são de Ana de Ferreira. A capa foi criada por Carlos Fides (Evergrey, Noturnal, Almah, Edu Falaschi), enquanto o encarte é de Daniel Accioly e as fotos de Gabriel Peres.

Ouça “Saving You From Reality”
 
Mais informações:

Crucifyce: confira o lyric vídeo do single “Extinction”

Crucifice

A banda Crucifyce apresentou em 2018 o single “Exctinction”

Confira o Lyric Video do Single “Extinction” da Crucifyce.

Conheça mais sobre a banda Crucifyce:

A banda Crucifyce foi fundada em dezembro de 2012, em Uberaba (MG), pelo atual guitarrista Carlos Augusto e o antigo baixista Cristian Lionel, e a partir dessa época começaram a compor e tocara músicas próprias com o intuito de expressar ideias a respeito de diversos temas como guerras, perversidade humana, vícios entre outros.

O estilo musical executado pela banda é variado, que vai desde o Death Metal/Thrash Metal até o Hardcore, Deathcore, adicionando várias influências e características de cada membro.

O nome Crucifyce não existe em nenhum idioma atual, foi um nome pensado aleatoriamente na busca de um nome curto e fácil de ser decorado.

A banda iniciou a produção do segundo álbum, intitulado “Human Waste”, o qual tratará de temas como fome, pobreza, suicídio, decepções e algumas questões sobre a segunda guerra mundial.

Em Setembro de 2017 foi lançado o segundo videoclipe, também intitulado “Human Waste”, que expressa sobre problemas sociais, sofrimento humano e da crueldade dos nazistas na segunda guerra mundial.

O Crucifyce é formado por:
Tayssa – (Vocal e Baixo)
Carlos – (Guitarra)
Mayron – (Bateria)

A banda se apresentou em muitos eventos na cidade de Uberaba (MG), Uberlândia (MG), Araguari (MG), São José do Rio Preto (SP), Monte Azul Paulista (SP) e Ribeirão Preto (SP). Em todos os eventos, os resultados foram positivos.

No entanto, procuramos divulgar bastante nosso trabalho, buscamos oportunidades e desenvolvemos o nosso som de forma que contribua para a valorização do Metal Nacional.

Siga e ouça a Crucifyce:
Videoclip Human Waste:
Videoclip Freedom Is Gone: https://youtu.be/KH7nS6ohaLs
Video Lyric What Life Is: https://youtu.be/kdxOOrtxVm8
Video Lyric Extinction: https://youtu.be/kcbPSkZ4rT0

Agony Voices: banda lança álbum “Mankind’s Glory” em todas as plataformas de Streaming pelo selo digital Roadie Metal

Agony VOices

O Agony Voices é considerado um dos nomes mais importantes do Progressive Death/Doom Metal do Brasil. Um dos motivos que os credenciam a isso, é o álbum “Mankind’s Glory” que fora lançado oficialmente em 2015 e até o presente momento é aclamado dentro e fora do país.

O sucesso do disco proporcionou ao grupo o lançamento internacional do registro, sendo disponibilizado em formato físico por um selo mexicano que distribuiu o álbum por toda a América do Norte, Europa e Ásia.

Aproveitando o momento positivo, após o lançamento do clipe da música “Desire For Pain”, que está inclusa no álbum “Mankind’s Glory”, o Agony Voices informa que o álbum em sua integra, está disponível para audição em mais de 40 plataformas de streaming através do lançamento digital do registro com o selo da Roadie Metal.

Agora os fãs da banda e novos seguidores, podem conferir o registro em várias plataformas diferentes, abaixo listamos algumas que você poderá encontrar facilmente, ou, acessando diretamente o link:

 
TrackList:
01 – Mankind’s Glory
02 – Nocturnal Minds
03 – A New Beginning
04 – No Traces
05 – World of Devastation
06 – Desire for Pain
07 – Mysteries of Fear
08 – Labirynth
09 – Delusions of Death
10 – Abyss of Despair
 
Agony Voices é formado por:
Jonathan – Vocal
Barasko – Guitarra
Silvia – Guitarra
Valda – Baixo
Luiz – Bateria
 
Mais informações: