Honra: banda comunica lançamento de novo clipe para faixa inédita no mês de março

Honra 01

O Honra acaba de disponibilizar uma informação que pegou seus fãs de sobressalto, criando uma gigante expectativa para a tal novidade. O assunto não foi detalhado pela banda, porém, o que se sabe é que um novo vídeo clipe oficial será lançado nos próximos dias.

A escolha feita pela banda, que receberá todo um tratamento visual, será a música “Negativo”, faixa inédita e até o presente momento, não divulgada em nenhum canal do grupo.

A banda não informou qual será a data oficial de lançamento, mas deixa em aberto que isso irá ocorrer agora no mês de março. Portanto, para você fã de um dos nomes mais importantes do Deathcore brasileiro se manter inteirado sobre esse lançamento, corra e siga as redes sociais do grupo, dessa forma, você sempre estará bem informado de todas as novidades e lançamento do Honra.

Formação:
Luidi Pussente – (Vocal)
Luan Vianna – (Guitarra)
Juan Rodriguez – (Guitarra)
Renato Bacelar – (Bateria)
Daniel Santos – (Baixo)
 
Mais informações:
Anúncios

Revolução: banda lança acústico ao vivo dedicado as vítimas de Brumadinho e do Ninho do Urubu

revolução

A banda Revolução lançou um acústico gravado ao vivo no Teatro do Sesc Venda Nova em Belo Horizonte. O breve registro de 5 canções da banda foi dirigido por Paulo Victor de Almeida e Aloisio Júnior. A apresentação foi dedicada aos familiares e vítimas das tragédias em Brumadinho e no Ninho do Urubu, no Rio de Janeiro. Confira abaixo:

“Estamos muito tristes ainda por tudo o que aconteceu, nosso desejo era poder ajudar com dinheiro, mas no momento tudo o que temos são nossos sentimentos, para essas pessoas que estão sentindo na pele as consequências cruéis do jeito brasileiro de ser”, conta Johnny Kiff vocalista do grupo. A Revolução é uma banda de Belo Horizonte de Rock, que está sempre envolvida e cantando sobre políticas e problemas sociais.
 
A gravação ocorreu durante o Rock N’Nova 2019 – Edição Especial de Verão e também recolheu alimentos para o projeto Mesa Brasil, do Sesc. No repertório o grupo apresentou canções de seus três discos, e a mais recente “Fake News”, que deve estar no próximo disco.
 
Links relacionados:
Contato 31 98930-3515
 

Ruína: grupo é confirmado como atração do “Hellssaca 2019”

Ruína 1

Após a realização da bem-sucedida primeira parte da mini tour “Autofagia” pelo Nordeste, passando por quatro estados diferentes, a banda Ruína é confirmada ao lado de grandes nomes da música extrema nordestina no “Hellssaca 2019”.
 
O “Hellssaca 2019” acontecerá no Estelita, no dia 30 de março, em Recife/PE, a partir das 16 hrs. Além do Ruína, o evento ainda contará com as bandas Flamenhell (PB), Exorcismo (PE), Matakabra (PE) e Demoniah (PE). O fest promete estremecer a noite recifense.

 

Serviço:
Hellssaca 2019
Data: 10 de março de 2019
Horário: a partir das 16 horas
Local: Estelita
Endereço: Avenida Saturnino de Brito, 385 – Cabanga, Recife/PE
Ingresso: R$ 10 (antecipado | R$ 15 (na bilheteria).
Organização: Coletivo Linha de Fuga
 
 
Links Relacionados:

Claustrofobia: grupo anuncia “Pandemoniun In The Pit tour” pelos Estados Unidos.

Claustro - USA

Em viagem pelos Estados Unidos desde meados de 2018, o Claustrofobia vem ganhando cada vez mais força e representatividade em solo americano. Após comunicar uma série de shows por locais importantes da Califórnia, o trio mais poderoso do Thrash Metal brasileiro, apresenta aos fãs um tour que irá percorrer vários estados e cidades norte americanas.

A tour intitulada de “Pandemoniun In The Pit” terá início dia 10 de maio de 2019 e contará com 13 datas, sendo o último dia 23 de maio, ou seja, o Claustrofobia em um prazo de 14 dias, estará em 13 cidades diferentes levando todo seu peso e qualidade para os headbangers americanos.

O vocalista Marcus D’Angelus explica como tem sido esse trabalho árduo de levar o nome Claustrofobia pela primeira vez ao E.U.A.: “Quando eu vim pela primeira vez aos Estados Unidos em 2017, para visitar meus endorses em seus escritórios oficiais, eu tive uma recepção muito respeitosa por parte de todos em relação a história do Claustrofobia. Também fui em alguns shows e me encontrei com muitos contatos de anos, sem contar que já tivemos 3 álbuns distribuídos pelo território americano como o “Fulminant, I See Red” e “Download Hatred”. Muitos fãs nos cobravam, perguntando quando estaríamos nos apresentando por aqui. Existem várias burocracias que impediam que a gente viesse logo, e isso levou um tempo para finalmente se concretizar”.

Marcus D’Angelo ainda explica o objetivo de tocar nos Estados Unidos: “Já fizemos alguns tours pela Europa e a gente sempre quis tocar em todos os lugares do planeta possíveis, e os Estados Unidos ao contrário do que dizem tem uma cena muito forte no Death Metal e na música pesada em geral. Finalmente em 2018 viemos para os primeiros compromissos e também para gravar nosso último EP “Swamp Loco”, isso gerou algumas boas oportunidades de trabalharmos por aqui, nós corremos atrás para não deixar que nenhuma pendência burocrática impedisse que viajássemos para uma longa estádia pelos E.U.A e cá estamos nós, muito felizes com tudo que está acontecendo, inclusive com essa turnê que está para acontecer e outras que serão anunciadas muito em breve”.

Marcus D’Angelo não esconde o carinho, respeito e gratidão, que sente pelos seus fãs brasileiros que sempre acompanham a banda e aguardam ansiosamente o retorno de um dos maiores gigantes do Metal Nacional“Só posso confirmar que estamos preparando novidades exclusivas para o Brasil no nosso retorno para o Rock in Rio, pois jamais vamos virar as costas para nossa pátria que tanto amamos e que independente de qualquer problema e injustiça que ocorra, nós do Claustro queremos sempre mostrar as coisas boas desse país que é maravilhoso e não ajudar a manter ele na sarjeta como a maioria tem feito. Fica aqui meu muito obrigado para quem torce por nós, corre com a gente e em breve mandamos mais notícias”.

Confira abaixo as datas e locais que o Claustrofobia estará se apresentando pelo tour “Pandemoniun In The Pit”:

Claustro - Tour - Face

Formação:
Marcus D’Angelo – (Vocal/Guitarra)
Rafael Yamada – (Baixo)
Caio D’Angelo – (Bateria)
 
Links relacionados:

Hellish War: grupo anuncia título de novo álbum

Hellish War

O novo disco tem financiamento pelo Proac Editais, iniciativa da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo

Há mais de 20 anos o Hellish War vem mantendo a tradição de se fazer Heavy Metal à maneira clássica. Novas bandas e novas tendências desapareceram tão rapidamente quanto surgiram, ao passo que o Hellish War segue firme mantendo vivo esse legado. Paralelamente a paixão e o desejo dos músicos de continuarem tocando metal tradicional, o Hellish War teve que se reinventar ao longo dessas mais de duas décadas de carreira para conseguir manter ativa sua produção criativa. Nos bons tempos da indústria fonográfica, o grupo conseguiu, mesmo a margem das expectativas estéticas do mercado à época, assinar contratos de gravação que foram determinantes para que a banda não só pudesse dar manutenção, mas conseguisse ampliar sua formação de público, chegando até a Europa, onde já excursionou duas vezes e se apresentou em importantes festivais.

Quando a realidade dos novos tempos mostrou que o comércio convencional de música já não era mais eficaz e que não haviam mais muitas possibilidades através do mercado, o grupo soube entender que é através das políticas públicas de cultura que um artista ou grupo musical pode encontrar um conjunto de instancias onde é possível produzir e difundir arte e cultura da forma mais ética e responsável.

O grupo então inscreveu um projeto para gravação de seu novo disco no Proac Editais, programa de investimento direto do Governo do Estado de São Paulo através da Secretaria da Cultura e Economia Criativa. Cada edital é direcionado a um determinado segmento artístico e/ou cultural. O Hellish War participou do edital nº 24/2018 – Música Alternativa ou Eletrônica que abrange o segmento “Heavy Metal” e foi contemplado com um valor em reais para financiamento de seu novo álbum.

Já com as gravações em andamento, o Hellish War vem agora anunciar o título do novo álbum: “Wine Of Gods”.

“Assim como em nossos álbuns anteriores, o título deste trabalho é também o nome de uma das músicas do novo álbum”, declara o baterista Daniel Person. “A faixa Wine of Gods traz os elementos clássicos do Hellish War, e já estamos ansiosos para tocá-la ao vivo ao longo desse ano. É difícil dizer se essa será a faixa preferida dos fãs, pois acho que temos um conjunto de várias músicas muito fortes neste novo trabalho. Quem acompanha o Hellish War sabe que não somos uma banda que lança álbuns com grande frequência… Só lançamos um novo disco quando temos certeza de que o trabalho fará jus à história da banda. E sentimos que é chegada a hora de Wine of Gods!”

Wine Of Gods” será lançado em Junho. O disco vai ser mixado e masterizado em Londres, na Inglaterra, por Ricardo Piccoli, com quem o Hellish War já havia trabalhado em seu disco anterior, “Keep It Hellish”.

Três shows de lançamento, em Campinas – cidade natal da banda -, Sorocaba e Santos também estão programados para acontecer em Julho.

Outras informações relacionadas ao álbum serão divulgadas em breve.

Entre outras novidades, no próximo dia 09 de Março o Hellish War será uma das principais atrações do Indaiá Metal Fest 2019.

O festival acontece a partir das 13h no XV Eventos (Av. Presidente Vargas, 296 – Indaiatuba/SP) e além do Hellish War contará com apresentações do Vulcano, Vulture, Conquistadores, Havok 666, Biter, Corporate Death, Antroforce, Evil Sense e Eyeliner. Os ingressos vão de R$ 30,00 à R$ 40,00. Ingressos antecipados podem ser adquiridos através do sistema Sympla: https://www.sympla.com.br/indaia-metal-fest-2019__407119?fbclid=IwAR2gYTVDAOGBOnfMoZXidcydE0A5vRtfOSqbGcjBHq5kmbh9JNhS-WF4tQg
Confirme presença na página do evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/1013212418856389/

Mais Informações:

No Gracias: confira apresentação em Programa de TV

No Gracias 1

A banda No Gracias participou recentemente do Programa Radar, da TVE-RS, com transmissão ao vivo na TV aberta para todo o Rio Grande do Sul, além de também ser transmitida ao vivo na internet. A banda executou três músicas, incluindo seu novo single, “Ponte para o Passado”.

O Programa Radar é um tradicional espaço para bandas e músicos gaúchos, artistas em geral e fomentadores da cultura. Apresentado por Domício Grillo, de segunda a sexta, das 18h às 18h30, o programa é transmitido pela TV Educativa do Rio Grande do Sul (TVE-RS), pertencente a Fundação Piratini. Há mais de vinte e cinco anos no ar, é considerado um dos principais apoiadores e divulgadores de movimento artístico e cultural do estado, com espaço para bandas e músicos apresentarem seus trabalhos ao vivo, entrevistas, agenda, reportagens sobre cultura e exibição de videoclipes.

Essa é a segunda vez que a banda No Gracias se apresenta no programa. A primeira foi em 2017, quando divulgava o EP “Vista do Jogo”, que na ocasião foi tocado na íntegra. Agora, o grupo, que está divulgando o videoclipe do seu novo single “Ponte para o Passado”, além de tocá-la ao vivo, também executou as músicas “2016” do EP (Vista do Jogo) e “Valores” do primeiro EP do grupo (No Gracias).

Confira o vídeo do programa:

Links relacionados:
+55 51 98192-7057

Hamen: liberdade é tema do novo lyric vídeo do grupo

Hamen_Cadu Andrade (1) baixa

Não importa o que pensam de você, a sua liberdade é o que importa. A partir desta mensagem, é que se desenvolve a canção “My True Freedom (Invasive Feelings Part III), da Hamen. A música presente no disco de estreia “Unreflected Mirror” (2018), acaba de ganhar um lyric video, com produção da Signia Digital.

Assista “My True Freedom:

Com um trabalho de arte pensado para encaixar com o conceito de ficção científica do álbum, o encontro de duas realidades (no início do clipe), transmite a dualidade do indivíduo. “O trabalho foi desenvolvido pensando no conceito do álbum. Toda a parte visual foi desenvolvida para que tivesse a maior relação possível com a arte gráfica do cd e consequentemente com a história por trás do álbum.”, explica Matheus Maia, baixista da Hamen.

Criada em 2013, a Hamen é formada por Cadu Puccini (guitarra), Gabriel Pedroso (bateria) e Monica Possel (voz), além de Matheus. O som da Hamen recebe influências de ícones da cena mundial, como After Forever, Epica, Nightwish e Within Temptation, equilibrando o peso das guitarras e o vocal lírico.

O disco “Unreflected Mirror” foi produzido por Matheus Maia e Caio Duarte (produção fonográfica). O álbum traz como temática noções abordadas na ficção científica, como mundos alternativos e também influência das obras literárias de Arthur C. Clarke, autor de “2001 – Uma Odisseia no Espaço”, entre outros clássicos do gênero.

Mais informações: