Direito De Defesa: conheça o “Rock de Rua” do grupo

Direito de defesa

Em meados de 1997 nascia no Rio de Janeiro/RJ, uma banda que hoje intitula seu som como “Rock de Rua”. A história da Direito De Defesa teve início na Zona Norte da capital fluminense, quando amigos amantes do bom e velho Rock’n’Roll, resolveram fazer da música um instrumento de diversão, informação, denúncia e crítica social.

O interesse em mostrar seu som ao maior número de pessoas possível, fez o grupo procurar todos os espaços que estivesse ao seu alcance, levando na bagagem uma mensagem consciente, adornada por uma sonoridade simples, direta e pesada, dando luz a uma melodia singular que se conferiu na demo “Bala Perdida” (2002), elogiada pela revista Roadie Crew.

Nesse período, a banda participou de concursos culturais, conquistando premiações de melhor guitarrista e melhor música com canção “Bala Perdida”. Com o reconhecimento crescendo na cena carioca, a Direito De Defesa passou a receber muitos convites para tocar, inclusive em lugares inusitados, como no Autódromo de Jacarepaguá, durante o Campeonato Mundial de Moto-velocidade, em 3 e 4 de julho de 2004.

No mesmo ano, o grupo finaliza os trabalhos de “Na Cara Deles…” e mais uma vez a mídia especializada cai nas graças da banda, como na edição de agosto de 2004 da Rock Brigade.

Em 2005, junto a outras 64 bandas brasileiras, a Direito De Defesa participa do concurso virtual Duelo de Bandas, promovido pelo site Tosembanda.com, com votação aberta ao público e ficando entre as quatro primeiras colocadas, com a canção “O Que Se Planta, Dá”. Tanta expressão a fez tocar em vários pontos do Rio de Janeiro, até decidir pausar as atividades em 2011. Reformulada, Direito De Defesa retorna em 2014, dividindo o tempo entre apresentações e estúdio para composição de novas canções.

Com os mesmos elementos sonoros e ideias que lhe renderam respeito, o grupo que hoje é formado por Marcos Rhamirez (vocal), Alexander Xavier (guitarra), Walter Alpeer (bateria) e Leonardo Jesus (baixo), liberou no Spotify o álbum “Cultura da Impunidade” (2019), com onze músicas. Atualmente, além de seguir marcando shows, a Direito de Defesa estuda uma data para lançar o CD fisicamente.

Confira o álbum “Cultura da Impunidade”:

 

Links relacionados:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s