Cangaço Rock Informativo: disponibilizada a versão digital

cangaço

Após quase um ano do lançamento da versão física da primeira edição do nosso zine “Cangaço Rock Informativo”, agora disponibilizamos também a versão digital.

O Cangaço Rock Informativo surge como mais uma ferramenta em prol da propagação do underground e que tem com o objetivo principal promover a divulgação de bandas undergrounds com entrevistas, resenhas (cds, dvds, shows e etc.), notícias, matérias especiais, divulgação de álbuns, biografias, turnês e muito mais. De underground para underground!

Nesta primeira edição o Cangaço Rock Informativo reúne grandes nomes da cena nacional, assim como grandes nomes da música pesada internacional.

Entrevistas: Aske, Fusileer, Holocausto, Imperador Belial, Malefactor, Martyrdom, Orgullo Nativo (Colômbia) e Masacre (Colômbia).

Biografia: Fulminante
 
Resenhas: Warshipper, Havok 666, Somberland BM, Hate Embrace, Miasthenia, Impiedoso, Evil Sense, Motherwood, Scalped, Tenebrario, Witchour (Argentina), Morcrof, Obskure, Silentio Mortis, Belphegor (Áustria), Cradle of Filth (Inglaterra), Destruction (Alemanha), Metal Requiem (Guatemala), Nuclear Warfare (Alemanha), Lord Blasphemate e Silent Empire.
 
Edição Editorial: Cristiano Borges | Diagramação: Tiago Siqueira (Akkeldama Zine/Rip Ride Zine)
 
Apoio: The MetalVox – The Voice Of Metal, Rock Vibrations, Songs For Satan, ThunderGod Zine, Urussanga Rock Music e Akkeldama Zine.
 
Adquira sua cópia: cangacoradiorock@gmail.com
 
O informativo custa 15 R$ 💵 com o frete incluso!
 
Em breve teremos a segunda edição… Bandas interessadas em enviar material, envie para o e-mail: cangacoradiorock@gmail.com
 
Links Relacionados:
 
Anúncios

Direito De Defesa: novo álbum é lançado nas principais plataformas digitais

direitosimbolo

Após quinze anos sem gravar, a veterana carioca Direito De Defesa entrega em 2019 o novo álbum de estúdio, “Cultura da Impunidade”. O sucessor de “Na Cara Deles… ” (2004) é fruto da reformulação da banda que, após parar em 2011, retorna em 2014 e hoje segue firme com Marcos Rhamirez (vocal), Alexander Xavier (guitarra), Walter Alpeer (bateria) e Leonardo Medeiros (baixo).

Com grande dose de Rock’n’Roll constituída por guitarras nervosas, climas empolgantes e letras de protesto, “Cultura da Impunidade” chega até você pelas pistas de streaming, contando um pouco da realidade comum de muitos brasileiros, inclusive do próprio vocalista. “As músicas são baseadas nas minhas experiências de vida, nada que escrevo eu não tenha vivenciado, então transmito para as músicas o meu cotidiano”, revela Marcos.

Vivendo em um cenário propício a muitas reflexões, o músico conta que extrai com facilidade os temas para suas criações. “No Rio de Janeiro não é difícil você não ter assunto para escrever, está sempre acontecendo algo que te leva a relatar, a passar para o papel – a música que faço me deixa quase como se fosse um contador de história, conto minhas histórias”, complementa.

Sobre concepção da capa de “Cultura da Impunidade”, Marcos decidiu criá-la após analisar o contexto histórico do Brasil a partir de 2013. “A capa eu imaginei depois desses acontecimentos políticos que se sucederam no país depois de 2013, então foi uma coisa bem simples, o Brasil pegava fogo, tive a ideia de trocar a frase ‘Ordem e Progresso’ por ‘Cultura da Impunidade’, isso simboliza bem o nosso país, a nossa cultura desde que os portugueses colocaram os pés por aqui”.

direito de defesa

Confira “Cultura da Impunidade” por algumas das principais plataformas
 
 
Contato:
Whatsapp:
(21) 99435.3010 / (21) 99797.1451
Site oficial:
 
 

Hellish War: grupo divulga capa e track list de novo álbum, “Wine Of Gods”

Hellish War 2019

O quarto disco de estúdio do Hellish War tem financiamento pelo Proac Editais, iniciativa da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo

“Wine Of Gods”, novo disco de estúdio do Hellish War já está pronto! O trabalho foi gravado no Omni Studio em Cosmópolis/SP e no Reverbera Studio em Santos/SP e mixado e masterizado no Piccoli Studio em Londres, Inglaterra, por Ricardo Piccoli, com quem a banda havia trabalhado em seu disco anterior, “Keep It Hellish”.

“Wine Of Gods” vai incluir 10 faixas: “Wine Of Gods”, “Trial By Fire”, “Falcon”, “Dawn Of The Brave”, “Devin”, “House On The Hill”, “Burning Wings”, “Warbringer”, “Paradox Empire” e “The Wanderer”.

Todas as músicas são inéditas e grande parte nasceu durante o processo de composição que o grupo realizou numa chácara na região de Campinas/SP, de onde a banda é originária.

Para o vocalista Bil Martins, “Wine Of Gods” tem um significado especial, já que é o primeiro álbum do Hellish War em que ele participou ativamente no processo criativo.

“Após o lançamento do “Keep it Hellish”, um pensamento que sempre vinha à mente, era se conseguiríamos produzir um álbum a altura”, comenta o vocalista. “Eu particularmente acho que conseguimos manter o nível em “Wine of Gods”, com as melodias e agressividade que são características marcantes na banda, junto à parte lírica que teve uma atenção especial. Acho que a diferença que nossos ouvintes mais sentirão está justamente na parte vocal, onde eu pude me expressar muito mais e imprimir minha identidade, sem descaracterizar o que o Hellish War já vinha fazendo esses anos todos. Em resumo, acredito que é o trabalho mais maduro da banda e os fãs podem esperar pela pegada de sempre. Heavy Metal puro do início ao fim”.

Completam a formação do Hellish War em “Wine Of Gods” os guitarristas Vulcano e Daniel Job, o baixista JR e o baterista Daniel Person.

Para a capa de “Wine Of Gods” o Hellish War mantém a tradição de continuar trabalhando com o artista Eduardo Burato, responsável por todas as capas dos discos de estúdio da banda, desde o debute “Defender Of Metal” de 2001. A artista-plástica Juh Leidl assina o layout do encarte.

Hellish War_Wine Of Gods

“Wine Of Gods” será lançado em Julho em data a ser divulgada. A distribuição nacional do disco será feita exclusivamente pela Anti Posers Records.

Três shows de lançamento, em Campinas, Sorocaba e Santos, estão programados para acontecer em Agosto.

“Wine Of Gods” foi integralmente financiado pelo Proac Editais, programa de investimento direto do Governo do Estado de São Paulo através da Secretaria da Cultura e Economia Criativa.

Outras informações relacionadas ao álbum serão divulgadas em breve.

Mais Informações:

 

 

Banda Malice: grupo mistura Stoner, Garage Rock, vocais femininos e letras em português em EP de estreia.

IMG_6344.jpg

A mais nova banda de Brasília se chama Malice e une um ótimo Stoner Rock com uma pegada garage, riffs marcantes, vocais femininos e letras em português. O nome vem de uma mistura de “Alice no País das Maravilhas” com a “malícia” existente nas mais intimas situações do cotidiano humano.

A banda formada por Bia Nobre (vocal), Vinícius Eré (baixo), Emerson Barros (bateria) e Gabriel Lira (Guitarra) lançou na terça-feira (28) o EP “Respiro”, primeiro trabalho da banda que chega cheio de atitude e expectativas.

“Respiro é fruto de um trabalho intenso que iniciei com o pessoal do M&V Recording Studio. Fizemos tudo com muito carinho e profissionalismo e ficamos muito satisfeitos com o resultado!” – afirma Bia Nobre.

“Respiro” está disponível em todas as plataformas digitais. A primeira faixa “Utopia” já possui lyric vídeo que pode ser conferido abaixo:

O EP foi gravado no M&V Recording Studio com produção de Fernando Vieira (Maozão) e Francisco Vasconcelos (Xicão).

Ouça o EP “Respiro”:
 
Links relacionados:

Sangue Noise: confira quais as bandas destaques no bloco do programa Comando Noise

SANGUE_NOISE

A nova edição do programa Comando Noise foi ao ar no último domingo, dia 19/05/2019, e acompanhado dele, o bloco SANGUE NOISE, que tem os clientes da Sangue Frio Produções em sua playlist.

Divulgando as bandas Imperious Malevolence, com faixas do “Doomwitness”, Amaduscias, com músicas do clássico “War And Conflicts”, Necromancer com destaque para o debut álbum “Forbidden Art”, Vulcano trazendo o atual trabalho de estúdio “XIV” e The Cross com o atual trabalho “Still Falling”.

Ouça agora o programa de número #90 na íntegra:

https://www.mixcloud.com/comandonoise/90o-comando-noise-19052019/

Confira a programação completa aqui:

https://www.facebook.com/comandonoise/posts/2263635097210089

O programa Comando Noise é apresentado por José Eduardo Brondi, o “Titio Bron Bron”, e vai ao ar todo domingo a partir das 20 horas pelas seguintes Web Rádios:

Radio Baixada Santista: http://www.radiobaixadasantista.com.br/
Skate Metal Old Web Radio: http://skatemetalold.com/
Web Rádio Alternativa Rock: http://radioalternativarock.com/

Bandas interessadas em participar do bloco Sangue Noise escreva para contato@sanguefrioproducoes.com e solicite mais informações.

Contato Comando Noise: titiobronbron@gmail.com

Links relacionados:
https://www.facebook.com/comandonoise/
https://www.sanguefrioproducoes.com/
https://www.comandonoise.com/sanguenoise/

The Undead Manz: criaturas sombrias e místicas são a base do conceito criado no disco “The Rise of the Undead”

The Undead -capa

A banda The Undead Manz” é muito mais que um simples grupo de Metal brasileiro, toda sua concepção foi elaborada sobre simbologias que discutem assuntos pertinentes sobre a existência humana, sua decadência, alienação, conflitos e demais assuntos que discutem os motivos de existirmos.

Usando essa temática como base, a banda escreveu seu primeiro álbum “The Rise of The Undead” (2017), com um conceito único que apresenta a decadência humana e o surgimento de uma nova espécie. Idealizada pelo vocalista Z, todo o enredo do disco aborda como essas novas criaturas coabitam com as demais pessoas da sociedade. Os novos humanoides são seres sombrios que utilizam de artes místicas e naturais, como fizeram os vampiros em séculos passados.

Segundo o vocalista Z: “O Nascimento dos Undeadz” pode ser considerado um fato histórico na evolução da existência, na evolução do ser humano visto que, enquanto a maioria dos viventes desta Era procura atingir apenas a “satisfação da carne” através da luxuria, de bens materiais e demais futilidades cotidianas, esta nova “raça” faz de sua existência um cátodo energético, distribuindo diretamente no âmago do cosmos um turbilhão de positividade, através da reciclagem de energia negativa adsorvida da própria atmosfera terrena”.

O álbum é o início de uma saga conceitual, “The Rise of The Undead” terá continuidade nos próximos álbuns da banda. O material está disponível para audição completa em todas as plataformas de Streaming. Acesse sua plataforma favorita e confira a obra de uma das bandas mais inovadoras e diferenciadas do momento no Brasil.

Spotify:

Formação:
Z – (Vocal/Guitarra)
Jaws – (Baixo)
A.K. – (Teclados)
 
Mais informações:

Eve Desire: grupo lança single e clipe sobre física quântica

Eve Desire - Credito Vini Ramadoni

As leis da natureza mudaram drasticamente no século XX. E é sobre estas alterações que a Eve Desire deseja falar. No single “Quantica”, a relação entre tempo e espaço, e as complexidades das teorias da física quântica são a principal temática. O lançamento conta com um clipe gravado no Estúdio Fusão, com a participação de Maurício Nogueira, guitarrista do Matanza, e também o Madrigal Ever Dream.

Assista “Quantica”:

O single “Quantica” antecipa o clima do disco de estreia, produzido por Thiago Bianchi (Shaman e Arena). De acordo com Arya Medeiros Cappia (voz), a música inaugura a temática conceitual que ligará o álbum:

Single Quantica - Eve Desire - Capa

“A situação do ser humano diante da possibilidade de ter o tempo como uma dimensão palpável, de acordo com a revisão das leis tradicionais da física. Um salto para a humanidade e a necessidade de adaptação. Pureza e agressividade. Belo e chocante”, explica a vocalista.

A Eve Desire é uma banda de Power Metal Sinfônico na estrada desde 2012. O grupo começou como cover de Nightwish e sob o nome de “Ever Dream”, realizaram mais de 100 shows no período de um ano. De lá pra cá, os músicos decidiram pela carreira autoral, com o lançamento do single “Vitruvia” (2013). Além de Arya, a Eve Desire é formada por Wagner Cappia (teclado), Vini Ramadoni (baixo), Lauro Nightrealm (guitarra) e Werner Jr. (bateria).

O single foi gravado, arranjado e produzido por Thiago Bianchi, no Estúdio Fusão, em São Paulo. O clipe foi produzido, dirigido, editado e colorido por Thiago Bianchi e Daniel Mazza. O figurino de Arya e Ramadoni, além da maquiagem foram criados por Josette Blanchard. O coral “Madrigal Ever Dream” é conduzido por Arya Medeiros Cappia e no vídeo conta com as vozes de Alessandra Borges, Emanuella Oliveira, Vanessa Matos e Gilvan Gomes. E ainda, somente no single, contou com as participações de Guilherme Gonçalves, Felipe Berlini, Stephanie Lawrence e Clésio Landini.

Ouça “Quantica” no seu streaming favorito:
 
Mais informações: