Cangaço Rock Informativo: disponibilizada a versão digital

cangaço

Após quase um ano do lançamento da versão física da primeira edição do nosso zine “Cangaço Rock Informativo”, agora disponibilizamos também a versão digital.

O Cangaço Rock Informativo surge como mais uma ferramenta em prol da propagação do underground e que tem com o objetivo principal promover a divulgação de bandas undergrounds com entrevistas, resenhas (cds, dvds, shows e etc.), notícias, matérias especiais, divulgação de álbuns, biografias, turnês e muito mais. De underground para underground!

Nesta primeira edição o Cangaço Rock Informativo reúne grandes nomes da cena nacional, assim como grandes nomes da música pesada internacional.

Entrevistas: Aske, Fusileer, Holocausto, Imperador Belial, Malefactor, Martyrdom, Orgullo Nativo (Colômbia) e Masacre (Colômbia).

Biografia: Fulminante
 
Resenhas: Warshipper, Havok 666, Somberland BM, Hate Embrace, Miasthenia, Impiedoso, Evil Sense, Motherwood, Scalped, Tenebrario, Witchour (Argentina), Morcrof, Obskure, Silentio Mortis, Belphegor (Áustria), Cradle of Filth (Inglaterra), Destruction (Alemanha), Metal Requiem (Guatemala), Nuclear Warfare (Alemanha), Lord Blasphemate e Silent Empire.
 
Edição Editorial: Cristiano Borges | Diagramação: Tiago Siqueira (Akkeldama Zine/Rip Ride Zine)
 
Apoio: The MetalVox – The Voice Of Metal, Rock Vibrations, Songs For Satan, ThunderGod Zine, Urussanga Rock Music e Akkeldama Zine.
 
Adquira sua cópia: cangacoradiorock@gmail.com
 
O informativo custa 15 R$ 💵 com o frete incluso!
 
Em breve teremos a segunda edição… Bandas interessadas em enviar material, envie para o e-mail: cangacoradiorock@gmail.com
 
Links Relacionados:
 

Direito De Defesa: novo álbum é lançado nas principais plataformas digitais

direitosimbolo

Após quinze anos sem gravar, a veterana carioca Direito De Defesa entrega em 2019 o novo álbum de estúdio, “Cultura da Impunidade”. O sucessor de “Na Cara Deles… ” (2004) é fruto da reformulação da banda que, após parar em 2011, retorna em 2014 e hoje segue firme com Marcos Rhamirez (vocal), Alexander Xavier (guitarra), Walter Alpeer (bateria) e Leonardo Medeiros (baixo).

Com grande dose de Rock’n’Roll constituída por guitarras nervosas, climas empolgantes e letras de protesto, “Cultura da Impunidade” chega até você pelas pistas de streaming, contando um pouco da realidade comum de muitos brasileiros, inclusive do próprio vocalista. “As músicas são baseadas nas minhas experiências de vida, nada que escrevo eu não tenha vivenciado, então transmito para as músicas o meu cotidiano”, revela Marcos.

Vivendo em um cenário propício a muitas reflexões, o músico conta que extrai com facilidade os temas para suas criações. “No Rio de Janeiro não é difícil você não ter assunto para escrever, está sempre acontecendo algo que te leva a relatar, a passar para o papel – a música que faço me deixa quase como se fosse um contador de história, conto minhas histórias”, complementa.

Sobre concepção da capa de “Cultura da Impunidade”, Marcos decidiu criá-la após analisar o contexto histórico do Brasil a partir de 2013. “A capa eu imaginei depois desses acontecimentos políticos que se sucederam no país depois de 2013, então foi uma coisa bem simples, o Brasil pegava fogo, tive a ideia de trocar a frase ‘Ordem e Progresso’ por ‘Cultura da Impunidade’, isso simboliza bem o nosso país, a nossa cultura desde que os portugueses colocaram os pés por aqui”.

direito de defesa

Confira “Cultura da Impunidade” por algumas das principais plataformas
 
 
Contato:
Whatsapp:
(21) 99435.3010 / (21) 99797.1451
Site oficial:
 
 

Hellish War: grupo divulga capa e track list de novo álbum, “Wine Of Gods”

Hellish War 2019

O quarto disco de estúdio do Hellish War tem financiamento pelo Proac Editais, iniciativa da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo

“Wine Of Gods”, novo disco de estúdio do Hellish War já está pronto! O trabalho foi gravado no Omni Studio em Cosmópolis/SP e no Reverbera Studio em Santos/SP e mixado e masterizado no Piccoli Studio em Londres, Inglaterra, por Ricardo Piccoli, com quem a banda havia trabalhado em seu disco anterior, “Keep It Hellish”.

“Wine Of Gods” vai incluir 10 faixas: “Wine Of Gods”, “Trial By Fire”, “Falcon”, “Dawn Of The Brave”, “Devin”, “House On The Hill”, “Burning Wings”, “Warbringer”, “Paradox Empire” e “The Wanderer”.

Todas as músicas são inéditas e grande parte nasceu durante o processo de composição que o grupo realizou numa chácara na região de Campinas/SP, de onde a banda é originária.

Para o vocalista Bil Martins, “Wine Of Gods” tem um significado especial, já que é o primeiro álbum do Hellish War em que ele participou ativamente no processo criativo.

“Após o lançamento do “Keep it Hellish”, um pensamento que sempre vinha à mente, era se conseguiríamos produzir um álbum a altura”, comenta o vocalista. “Eu particularmente acho que conseguimos manter o nível em “Wine of Gods”, com as melodias e agressividade que são características marcantes na banda, junto à parte lírica que teve uma atenção especial. Acho que a diferença que nossos ouvintes mais sentirão está justamente na parte vocal, onde eu pude me expressar muito mais e imprimir minha identidade, sem descaracterizar o que o Hellish War já vinha fazendo esses anos todos. Em resumo, acredito que é o trabalho mais maduro da banda e os fãs podem esperar pela pegada de sempre. Heavy Metal puro do início ao fim”.

Completam a formação do Hellish War em “Wine Of Gods” os guitarristas Vulcano e Daniel Job, o baixista JR e o baterista Daniel Person.

Para a capa de “Wine Of Gods” o Hellish War mantém a tradição de continuar trabalhando com o artista Eduardo Burato, responsável por todas as capas dos discos de estúdio da banda, desde o debute “Defender Of Metal” de 2001. A artista-plástica Juh Leidl assina o layout do encarte.

Hellish War_Wine Of Gods

“Wine Of Gods” será lançado em Julho em data a ser divulgada. A distribuição nacional do disco será feita exclusivamente pela Anti Posers Records.

Três shows de lançamento, em Campinas, Sorocaba e Santos, estão programados para acontecer em Agosto.

“Wine Of Gods” foi integralmente financiado pelo Proac Editais, programa de investimento direto do Governo do Estado de São Paulo através da Secretaria da Cultura e Economia Criativa.

Outras informações relacionadas ao álbum serão divulgadas em breve.

Mais Informações:

 

 

Banda Malice: grupo mistura Stoner, Garage Rock, vocais femininos e letras em português em EP de estreia.

IMG_6344.jpg

A mais nova banda de Brasília se chama Malice e une um ótimo Stoner Rock com uma pegada garage, riffs marcantes, vocais femininos e letras em português. O nome vem de uma mistura de “Alice no País das Maravilhas” com a “malícia” existente nas mais intimas situações do cotidiano humano.

A banda formada por Bia Nobre (vocal), Vinícius Eré (baixo), Emerson Barros (bateria) e Gabriel Lira (Guitarra) lançou na terça-feira (28) o EP “Respiro”, primeiro trabalho da banda que chega cheio de atitude e expectativas.

“Respiro é fruto de um trabalho intenso que iniciei com o pessoal do M&V Recording Studio. Fizemos tudo com muito carinho e profissionalismo e ficamos muito satisfeitos com o resultado!” – afirma Bia Nobre.

“Respiro” está disponível em todas as plataformas digitais. A primeira faixa “Utopia” já possui lyric vídeo que pode ser conferido abaixo:

O EP foi gravado no M&V Recording Studio com produção de Fernando Vieira (Maozão) e Francisco Vasconcelos (Xicão).

Ouça o EP “Respiro”:
 
Links relacionados:

Sangue Noise: confira quais as bandas destaques no bloco do programa Comando Noise

SANGUE_NOISE

A nova edição do programa Comando Noise foi ao ar no último domingo, dia 19/05/2019, e acompanhado dele, o bloco SANGUE NOISE, que tem os clientes da Sangue Frio Produções em sua playlist.

Divulgando as bandas Imperious Malevolence, com faixas do “Doomwitness”, Amaduscias, com músicas do clássico “War And Conflicts”, Necromancer com destaque para o debut álbum “Forbidden Art”, Vulcano trazendo o atual trabalho de estúdio “XIV” e The Cross com o atual trabalho “Still Falling”.

Ouça agora o programa de número #90 na íntegra:

https://www.mixcloud.com/comandonoise/90o-comando-noise-19052019/

Confira a programação completa aqui:

https://www.facebook.com/comandonoise/posts/2263635097210089

O programa Comando Noise é apresentado por José Eduardo Brondi, o “Titio Bron Bron”, e vai ao ar todo domingo a partir das 20 horas pelas seguintes Web Rádios:

Radio Baixada Santista: http://www.radiobaixadasantista.com.br/
Skate Metal Old Web Radio: http://skatemetalold.com/
Web Rádio Alternativa Rock: http://radioalternativarock.com/

Bandas interessadas em participar do bloco Sangue Noise escreva para contato@sanguefrioproducoes.com e solicite mais informações.

Contato Comando Noise: titiobronbron@gmail.com

Links relacionados:
https://www.facebook.com/comandonoise/
https://www.sanguefrioproducoes.com/
https://www.comandonoise.com/sanguenoise/

The Undead Manz: criaturas sombrias e místicas são a base do conceito criado no disco “The Rise of the Undead”

The Undead -capa

A banda The Undead Manz” é muito mais que um simples grupo de Metal brasileiro, toda sua concepção foi elaborada sobre simbologias que discutem assuntos pertinentes sobre a existência humana, sua decadência, alienação, conflitos e demais assuntos que discutem os motivos de existirmos.

Usando essa temática como base, a banda escreveu seu primeiro álbum “The Rise of The Undead” (2017), com um conceito único que apresenta a decadência humana e o surgimento de uma nova espécie. Idealizada pelo vocalista Z, todo o enredo do disco aborda como essas novas criaturas coabitam com as demais pessoas da sociedade. Os novos humanoides são seres sombrios que utilizam de artes místicas e naturais, como fizeram os vampiros em séculos passados.

Segundo o vocalista Z: “O Nascimento dos Undeadz” pode ser considerado um fato histórico na evolução da existência, na evolução do ser humano visto que, enquanto a maioria dos viventes desta Era procura atingir apenas a “satisfação da carne” através da luxuria, de bens materiais e demais futilidades cotidianas, esta nova “raça” faz de sua existência um cátodo energético, distribuindo diretamente no âmago do cosmos um turbilhão de positividade, através da reciclagem de energia negativa adsorvida da própria atmosfera terrena”.

O álbum é o início de uma saga conceitual, “The Rise of The Undead” terá continuidade nos próximos álbuns da banda. O material está disponível para audição completa em todas as plataformas de Streaming. Acesse sua plataforma favorita e confira a obra de uma das bandas mais inovadoras e diferenciadas do momento no Brasil.

Spotify:

Formação:
Z – (Vocal/Guitarra)
Jaws – (Baixo)
A.K. – (Teclados)
 
Mais informações:

Eve Desire: grupo lança single e clipe sobre física quântica

Eve Desire - Credito Vini Ramadoni

As leis da natureza mudaram drasticamente no século XX. E é sobre estas alterações que a Eve Desire deseja falar. No single “Quantica”, a relação entre tempo e espaço, e as complexidades das teorias da física quântica são a principal temática. O lançamento conta com um clipe gravado no Estúdio Fusão, com a participação de Maurício Nogueira, guitarrista do Matanza, e também o Madrigal Ever Dream.

Assista “Quantica”:

O single “Quantica” antecipa o clima do disco de estreia, produzido por Thiago Bianchi (Shaman e Arena). De acordo com Arya Medeiros Cappia (voz), a música inaugura a temática conceitual que ligará o álbum:

Single Quantica - Eve Desire - Capa

“A situação do ser humano diante da possibilidade de ter o tempo como uma dimensão palpável, de acordo com a revisão das leis tradicionais da física. Um salto para a humanidade e a necessidade de adaptação. Pureza e agressividade. Belo e chocante”, explica a vocalista.

A Eve Desire é uma banda de Power Metal Sinfônico na estrada desde 2012. O grupo começou como cover de Nightwish e sob o nome de “Ever Dream”, realizaram mais de 100 shows no período de um ano. De lá pra cá, os músicos decidiram pela carreira autoral, com o lançamento do single “Vitruvia” (2013). Além de Arya, a Eve Desire é formada por Wagner Cappia (teclado), Vini Ramadoni (baixo), Lauro Nightrealm (guitarra) e Werner Jr. (bateria).

O single foi gravado, arranjado e produzido por Thiago Bianchi, no Estúdio Fusão, em São Paulo. O clipe foi produzido, dirigido, editado e colorido por Thiago Bianchi e Daniel Mazza. O figurino de Arya e Ramadoni, além da maquiagem foram criados por Josette Blanchard. O coral “Madrigal Ever Dream” é conduzido por Arya Medeiros Cappia e no vídeo conta com as vozes de Alessandra Borges, Emanuella Oliveira, Vanessa Matos e Gilvan Gomes. E ainda, somente no single, contou com as participações de Guilherme Gonçalves, Felipe Berlini, Stephanie Lawrence e Clésio Landini.

Ouça “Quantica” no seu streaming favorito:
 
Mais informações:

 

Ignispace: grupo regrava “Viagem Ao Fundo do Ego”, clássico do Rock nacional dos anos 80

Ignispace_Low

Originalmente gravada em 1987 pelo grupo carioca Egotrip, a versão do Ignispace será lançada como single e estará no tracklist do disco de estreia, “The Inner Source”

Formada na cidade de Piracicaba/SP em 2018, a Ignispace é a soma da jovem e talentosa vocalista Larissa Zambon, com três músicos experientes vindos da genial banda progressiva Ansata: o baixista Rafael Romani, o guitarrista Rafael Benato e o baterista Thiago Siqueira.

O EP “Rise Beyond”, lançado também em 2018, é a primeira amostra de que o quarteto sabe disponibilizar a experiência do passado a serviço do presente. Não obstante o saber técnico-musical, com o Ignispace eles sabem bem onde querem chegar: fazer metal que seja acessível para o máximo de pessoas possíveis, não exclusivamente para metaleiros!

“Rise Beyond” tem proposta estética baseada no metal, porém com elementos de outros segmentos, como a música eletrônica, por exemplo. O objetivo dualístico do grupo é de tanto explorar artisticamente como o de construir uma identidade musical plural que permita a aproximação e a fruição a todo tipo de pessoas.

Sucedendo o EP virá o álbum cheio de estreia da Ignispace que está sendo gravado no Ignisound Studio em Rio das Pedras/SP, com previsão para lançamento no segundo semestre de 2019.

O título do álbum já está definido: “The Inner Source”. O disco reunirá 11 faixas e, musicalmente, pretende aprimorar a proposta apresentada em “Rise Beyond”.

Antes, porém, o quarteto lança o primeiro single do álbum: “Viagem Ao Fundo do Ego”.

A música é uma canção original do grupo carioca Egotrip, lançada no álbum homônimo de 1987. A versão do Ignispace, mais pesada, contará com a participação muito mais do que especial de ninguém menos que Nando Chagas, guitarrista/vocalista do Egotrip e um dos compositores da música (ainda faziam parte da genial formação da banda o saudoso baixista Arthur Maia, o saxofonista José Rubens, o guitarrista Francisco Frias e o baterista Pedro Gil, filho de Gilberto Gil, também já falecido).

O guitarrista Rafael Benato explica a ideia de regravar “Viagem Ao Fundo do Ego”.

“Lembro-me de quando eu tinha seis ou sete anos. Na época era exibida a novela “Mandala” na Rede Globo. Essa música, “Viagem Ao Fundo do Ego”, fazia parte da trilha-sonora da novela e tocava muito nas rádios. Ela me chamou atenção de cara! Me atreveria dizer que foi a primeira música que gostei na vida! Obviamente eu não entendia o contexto da letra, porém a melodia, harmonia e o refrão, principalmente, me chamavam muito a atenção e me empolgava demais. As frases “Coragem pra encarar… Coragem pra enfrentar…” despertavam e ainda despertam em mim algo inexplicável. Talvez de forma subconsciente eu já imaginasse o que estava por vir, ou ainda, o que está por vir. Agora na fase adulta, o contexto Jungiano e Platônico fazem sentido. Fiquei muito empolgado quando o Rafael Romani sugeriu que fizéssemos uma versão dessa música. Ter a participação do Nando Chagas é algo que fez correr algumas lágrimas… Me pego aqui agora no auge dos meus 38 anos pensando “uma música que foi tão emblemática e mexia comigo, sendo regravada por nós, e com a participação de um dos compositores…”. Gostaria muito de voltar no tempo e dizer para o meu Eu de seis anos de idade: “Você gosta demais dessa música não é? Daqui uns 30 anos você vai regrava-la!”. Tudo que posso dizer é que é uma emoção, satisfação e orgulho muito grandes ter a oportunidade de fazer esse trabalho. Espero que vocês curtam na mesma proporção que curtimos fazer isso. Foi feita com muito amor.”.

Desenhada pelo artista Ronaldo Corte-Real, a capa do single “Viagem Ao Fundo do Ego” também tem um significado especial para o grupo, como explica o baixista Rafael Romani.

Ignispace_Capa Viagem Ao Fundo do Ego

“Quando decidimos lançar o cover do Egotrip para “Viagem ao Fundo do Ego” como um single, imediatamente lembramos dessa arte que tínhamos guardada, pois ela expressa exatamente nosso entendimento do significado da letra. E como acreditamos que nada é por acaso, e que coincidências não existem, resolvemos usá-la. A capa foi criada há algum tempo pelo artista piracicabano Ronaldo Corte-Real, que infelizmente veio a falecer logo após a criação da arte. Ronaldo, ou Ronex como era mais conhecido, era um grande amigo nosso e responsável pelas artes de nossa banda anterior. Sendo essa sua última criação, é nossa homenagem a ele. O conceito da capa mostra a individualidade do ser humano, cada um como um universo próprio e ainda assim inserido em um plano maior. É preciso olhar para dentro, reconhecendo nossas falhas e encarando nosso ego para assim conhecermos nosso verdadeiro eu e nossa missão aqui, evoluindo e nos conectando ao Todo. Não é fácil conviver em sociedade, sendo cada indivíduo tão único e complexo, mas estamos todos conectados de alguma forma e por isso é imprescindível que cada ser humano trabalhe a si mesmo para que possa então exteriorizar isso e trazer mais equilíbrio e harmonia para o ambiente que o cerca.”

“Viagem Ao Fundo do Ego” será lançado em Junho em data a ser anunciada.

Enquanto o single e o novo álbum não chega, assista o vídeo oficial para a faixa título do EP “Rise Beyond”:

Ouça também o EP “Rise Beyond” na íntegra nas principais plataformas digitais:
 
Mais Informações:

Mofo: música “Montain of Origin” apresenta personagem fictício que mata e tortura por prazer

MOFO PDR2017 (24)

De forma sarcástica e usando muito ironia, a música “Montain of Origin” da banda de Thrash Metal, Mofo, sintetiza em seu conceito elementos de crueldade, alienação, desespero e domínio.

A ideia central era criar uma letra fictícia, onde um personagem representaria o mal e mataria todos que não virassem seus súditos. A história se passa em uma montanha, onde um trono de ossos foi criado e através dele, seu reinado de terror e assassinatos começou, com o único intuito de divertir e saciar suas ânsias por sangue e morte.

A música é a segunda faixa do EP de estreia do grupo. “Empire of Self-Reggard” foi lançado em formato físico e se encontra disponível para audição completa em todas as plataformas de Streaming. O Mofo atualmente está em processo de gravações do seu primeiro full e ainda em 2019, estará liberando oficialmente o novo e aguardado álbum.

Confira a música “Mountain of Origin” no YouTube:

Escute o EP na integra pelo Spotify:

 

Mofo é formado por:
Emiliano Gomes – (Vocal)
Arthur Colonna – (Guitarra)
Rodrigo “Shakal” – (Guitarra)
Pedro Dinis – (Baixo)
João Paulo “Mancha” – (Bateria)
 
Mais informações:

Roadie Metal: em celebração dos 05 anos de existência, é liberada coletânea “Five Years Death” com as bandas de metal extremo assessoradas pela empresa

DEATH

Para celebrar junto aos seguidores da Roadie Metal, preparamos dois presentes para agradecer a todos que fazem parte de nossa história nesses 05 anos de nossa existência.

O primeiro presente acaba de ser liberado, já se encontra disponível a coletânea “Roadie Metal – Five Years Death” que conta com 27 bandas brasileiras e assessoradas pela Roadie. Essa edição contém apenas nomes que trabalham em linhas de Thrash, Death, HC, Core e Breakdown.

O material se encontra disponível em TODAS as plataformas digitais gratuitamente. Abaixo deixamos os links do Spotify para sua audição. Caso utilize outra plataforma, basta buscar por “Roadie Metal – Five Years Death” e escutar no volume máximo. Em breve a edição “Roadie Metal – Five Years Heavy” com bandas de Heavy, Hard, Rock, Classic, também estará disponível para quem curte linhas mais tradicionais.

Fica nossa singela homenagem e agradecimento aos mais de “60 mil likes” em nossa page e “70 mil seguidores” que nos ajudam e apoiam nossos conteúdos! Vocês são Fodas!

Spotify:

Tracks:
 
CD01:
01 – Attomica – Feeling Bad
02 – Claustrofobia – Zica do Pântano
03 – Faces of Death – Priest From Hell
04 – Necrofobia – Rotten Brain
05 – Infector Cell – Corrupção Passiva
06 – R.I.V. – Rainbow Warrior’s Mayday
07 – Jailor – Jesus Crisis
08 – MOFO – We Are Metal
09 – Dfront SA – Retranca
10 – Monstractor – Brazilian Roswell
12 – Exylle – Immortal Dies
13 – Herd – Crushing Demons
 
CD02:
01 – Torture Squad – Blood Sacrifice
02 – Gutted Souls – Organic Portal
03 – Division Hell – Toxic Faith
04 – Quintessente – The Belief of the Mind Slaves
05 – Death Chaos – Forsaken
06 – Grinding Reaction – Recuse a Cegueira
07 – Half Bridge – Full of Hate
08 – Feios Sujos e Malvados – Tortura
09 – Invokaos – Clube da Luta
10 – Honra – Negativo
11 – DxLxM – Festival do Absurdo
12 – Necrowar – Verdict
13 – Inanimalia – Messenger
14 – Saga HC – Malandragem do Covarde
 
Conheça nossos canais:
Roadie Metal Assessoria: http://roadie-metal.com/press