Escape the Fate: grupo comemora 10 anos do clássico “This War is Ours” em São Paulo

escapa_the_fate_banda

Influente banda norte-americana de Punk/Post-Hardcore toca dia 26 de outubro no The House

Ícone do Post Hardcore/Emo mundial, os norte-americanos do Escape the Fate está de volta ao Brasil, desta vez coma turnê especial de 10 anos do disco “This War is Ours”, um dos mais cultuados lançamentos deste quarteto de Las Vegas e o primeiro com o atual vocalista Craig Mabbitt. O último show da nova turnê pela América Latina é em São Paulo, dia 26 de outubro, no The House. Os ingressos já estão no 2º lote.

Nesta atual turnê, “This War is Ours” é tocado na íntegra. O setlist das apresentações, no entanto, também conta com sucessos de outras fases do Escape the Fate, além de músicas do mais recente lançamento, o dinâmico e melódico “I Am Human” (2018). Algumas resenhas de sites especializados inclusive afirma que este último disco tem diversos momentos que remete à fase Emocore do início de carreira da banda.

O Escape the Fate está desde dezembro do ano passado na estrada com a turnê alusiva aos 10 anos do “This War is Ours”. Desde então, já rodaram a Europa, tocaram na Austrália e realizaram inúmeros shows pelos Estados Unidos, com muitos sold outs.

Em meio à turnê, Craig comentou que o Escape the Fate chega aos 15 anos de carreira em constante evolução e bastante confortável em tanto fazer um tributo ao passado como olhar para novos horizontes. “Estamos envelhecendo e nossas músicas mudam conosco, mas também redescobrimos o que nos torna uma banda”. O frontman também destaca que não se sente tão empolgado desde quando entrou na banda, justamente nas gravações do “This War is Ours”.

Além de Craig, completam o Escape the Fate Kevin “Thrasher” Gruft (guitarra), TJ Bell (baixo) e Robert Ortiz (bateria).

Haverá ainda um Meet & Greet com o Escape the Fate no dia do show da capital paulista. O ingresso custa R$ 150,00 (1º lote) e não vale como ingresso para a apresentação. Venda online: https://pixelticket.com.br/eventos/4040/escape-the-fate-em-sao-paulo-sp. Mais informações serão anunciadas em breve.

ETF flyer

Serviço: 
Escape the Fate dia 26 de outubro em São Paulo
Evento: https://www.facebook.com/events/432684434006449
Data: 26 de outubro de 2019
Horário: a partir das 19 horas
Local: The House (rua Rodolfo Miranda, 110 – Metrô Armênia, SP/SP)
Ingresso: R$ 120,00 (2º lote, pista: meia e promocional); R$ 240 (2º lote, pista inteira); Meet & Greet: R$ 150 (1º lote, não vale como ingresso); Mezanino: ESGOTADO.
Venda online: https://pixelticket.com.br/eventos/4040/escape-the-fate-em-sao-paulo-sp
Venda física: Locomotiva Discos (rua Barão de Itapetininga, 37 – Centro, SP)
Classificação etária: 14 anos
Realização: Gig Music, Hangar 110 e The House

Lyria: grupo destaque do Metal brasileiro, lança videoclipe sobre autismo

Lyria - The Rain (2)

Uma das músicas mais populares do Lyria, “The Rain”, acaba de ganhar um clipe. Inspirada na história de um fã australiano, diagnosticado no espectro do autismo, a canção fala sobre superação e sobre amor. O clipe foi gravado na Casa Santa Ignez, no Rio, e mostra uma série de “easter eggs” relativos ao transtorno, como uma forma de chamar a atenção para a causa. A faixa faz parte do disco “Immersion”, lançado em 2018.

“Gostamos de falar sobre temas emocionais, que merecem atenção e que causam identificação com os ouvintes. ‘The Rain’ é uma das músicas mais queridas do público e fala sobre autismo, sensações, vida e superação.”, revela Aline Happ, vocalista do Lyria.

A canção foi inspirada em um poema escrito por Warren Mayocchi que, junto da letra de “The Rain”, pode ser encontrado no livro “Human: Finding Myself in the Autism Spectrum”. O fã se encontra no espectro do autismo e a canção retrata a superação dos obstáculos enfrentados por sua condição. A música aborda a sensação de isolamento, a dificuldade em se abrir e como o amor pode se tornar uma fonte de segurança e de confiança em si próprio.

O vídeo para “The Rain” é repleto de simbolismos. A começar pelo figurino, os vestidos na cor azul e as capas nas cores azul e vermelho arroxeado remetem à luta pela causa. A própria capa pode ser entendida como um véu que esconde a pessoa e que traz uma sensação de proteção. A chuva caindo remete a uma experiência sensorial única e ao sentimento de liberdade.

Assista “The Rain”:

Ao retirar o capuz e curtir a chuva, é possível ver a entrega às novas sensações. A passagem pela porta mostra a transição entre a infância e a idade adulta. Também nota-se as pernas da criança posicionadas, de forma bem característica, em W. O quebra-cabeça remete à preferência dos autistas por jogos individuais e lógicos, além de ser um dos símbolos do autismo.

O clipe também mostra o encontro da protagonista com sua versão na infância, trazendo um contraponto entre a fascinação infantil e a realidade da vida adulta, entre a liberdade em estar sozinho e o conforto de aprender a se relacionar. A falta de contato visual da criança com o espectador muda quando a criança se torna adulta, superando algumas barreiras para olhar nos olhos de quem a assiste. O adulto se reconecta com a criança de forma a relembrar a sua verdadeira essência, e agora, trazendo o aprendizado de não ter mais que esconder seu verdadeiro eu e nem de tornar-se recluso.

A música “The Rain” foi composta pelo Lyria, enquanto a letra é uma parceria de Aline e Patrick Happ. A Aline mais jovem do vídeo é a atriz Laura Naylor, a maquiagem feita por Aline Happ, que também participou no figurino, junto de Regina Sampaio. O vídeo é de Vinicius Hozara (CS Music Videos). O Lyria agradece à Casa Santa Ignez pelo apoio, confiança e pela disponibilidade do local. E agradecimentos especiais também aos apoiadores do projeto, mencionados por nome na descrição do vídeo, no YouTube.

Lyria é formado por:
Aline Happ – Vocal
Thiago Zig – Baixo
Rod Wolf – Guitarra
Thiago Mateu – Bateria
 
Mais informações:
 

Dysnomia: banda anuncia mudança e segue o trabalho como Power Trio

DYSNOMIA - FOTO PROMO

A Dysnomia anuncia oficialmente o desligamento do guitarrista Fabrício Pereira, após três anos e um álbum gravado, “Anagnorisis”, o segundo da banda, aclamado por público e crítica. A saída se deu de forma amigável.

“Agradecemos ao Fabrício pela contribuição, pela parceria ao longo desses três anos e pelas experiências vividas na estrada, e desejamos sucesso em sua carreira.”

O grupo de São Carlos – SP informa ainda que continuará suas atividades como um trio, com os integrantes remanescentes: Érik Robert (bateria), João Jorge (guitarra/vocal) e Denilson Sarvo (baixo).

O trio segue dando continuidade aos trabalhos da bem-sucedida “Brazilian Anagnorisis Tour”, com o intuito de promover seu segundo álbum, para o qual recentemente foi lançado um webclipe, justamente da faixa-título, “Anagnorisis”.

Para conferir o Webclipe de “Anagnorisis” acesse o link:

Ouça no streaming:
Google Play: shorturl.at/qDNQ2
 
Mais informações: