Alice Cooper: lendário roqueiro lança seu novo álbum “Detroit Stories”, ouça na íntegra

Com o nome da cidade que lançou o grupo Alice Cooper original na estrada para o sucesso, “Detroit Stories” segue o EP “Breadcrumbs” lançado em 2019, como uma homenagem á moderna mais difícil e maluca cena Rock n Roll que já existiu.

Em 1970, o jovem produtor Bob Ezrin entrou em uma casa de fazenda nos arredores de Detroit para trabalhar com a banda Alice Cooper.  Abandonando o flower power de Los Angeles, porque eles eram o oposto do ideal hippie de paz e amor, Alice trouxe sua turma decididamente mais sombria de volta à sua terra natal para a lendária cena do Rock que deu origem ao Hard Rock, Rock de Garagem, Soul, Funk, Punk … e mais. Ezrin ensaiou a banda por 10 horas por dia para definir seu som característico. Sempre que eles tocavam uma música, os presidiários do hospital para criminosos loucos do outro lado da rua gritavam e, assim, o clássico som de Alice Cooper nasceu.

“Detroit era o Heavy Rock central na época”, explica Alice, “Você tocava no Eastown e seria Alice Cooper, Ted Nugent, The Stooges e The Who, por US $ 4! No próximo fim de semana no Grande era MC5, Brownsville Station e Fleetwood Mac, ou Savoy Brown ou Small Faces. Você não poderia ser uma banda de Soft-Rock ou teria seu traseiro chutado. “

“Los Angeles teve seu som com The Doors, Love e Buffalo Springfield” , diz ele,“São Francisco tinha o Grateful Dead e o Jefferson Airplane. Nova York teve The Rascals e The Velvet Underground. Mas Detroit foi o berço do Hard Rock raivoso. Depois de não se encaixar em nenhum lugar dos EUA (musicalmente ou em termos de imagem), Detroit foi o único lugar que reconheceu a guitarra de Alice Cooper, o som de Hard Rock e nosso show louco. Detroit era um paraíso para os rejeitados. E quando eles descobriram que eu nasci no leste de Detroit … estávamos em casa.”

50 anos depois, Alice e Ezrin reuniram alguns músicos lendários de Detroit em um estúdio de Detroit para gravar “Detroit Stories”, o álbum que celebra esse espírito para uma nova era. Se o EP “Breadcrumbs” de 2019 abriu o caminho para a cidade, “Detroit Stories” dirige como um muscle car pela Woodward Ave. Participam do disco o guitarrista do MC5, Wayne Kramer, o baterista do Detroit Wheels Johnny “Bee” Badanjek, o baixista de Jazz e R&B Paul Randolph, além do Motor City Horns. O trabalho foi lançado pela earMusic e já está disponível nas plataformas de streaming.

Tracklist:
1 – Rock ‘N’ Roll
2 – Go Man Go (Album Version)
3 – Our Love Will Change The World
4 – Social Debris
5 – $1000 High Heel Shoes
6 – Hail Mary
7 – Detroit City 2021 (Album Version)
8 – Drunk And In Love
9 – Independence Dave
10 – I Hate You
11 – Wonderful World
12 – Sister Anne (Album Version)
13 – Hanging On By A Thread (Don’t Give Up)
14 – Shut Up And Rock
15 – East Side Story (Album Version)

Ouça “Detroit Stories” o novo trabalho desta lenda do Rock:

Ouça o álbum pelo streaming: https://alicecooper.lnk.to/DetroitStories

Mais informações:
Site: https://alicecooper.com
Facebook: https://www.facebook.com/AliceCooper/
Instagram: https://www.instagram.com/alicecooper/
Twitter: https://twitter.com/alicecooper
Spotify: https://open.spotify.com/artist/3EhbVgyfGd7HkpsagwL9GS

Immortal Guardian: grupo lança videoclipe de “Phobia” com o guitarrista Marcelo Barbosa do Angra

O Immortal Guardian revelou o videoclipe de “Phobia” , o último single de seu aclamado álbum conceitual “Psychosomatic”. O clipe, um vídeo narrativo que se relaciona com o tema inspirado na pandemia do disco, pode ser visto mais abaixo.

O vídeo de “Phobia”, que conta com solo de guitarra convidado de Marcelo Barbosa, do Angra, é o mais recente balanço da banda sobre os acontecimentos que mudaram o mundo em 2020, que impulsionaram todo o processo criativo e produção de “Psychosomatic”.

Assista ao videoclipe de “Phobia”: 

“Quando a pandemia começou, uma coisa que vimos acontecer com todos – incluindo nós mesmos – foi a introdução de novas fobias”, diz o tecladista/guitarrista Gabriel Guardian.“Comecei a ter medo das coisas que gostava ou não tinha medo. Até mesmo o pensamento de estar no meio de uma multidão tem um significado e um sentimento totalmente novos. É uma fobia? Teremos que aprender a lidar com eles ou eles irão embora quando a pandemia acabar? Esta música toca nos tópicos dessas novas fobias.”

Notavelmente, a filmagem de “Phobia” foi afetada por eventos muito reais do mundo exterior, já que o baixista/engenheiro Joshua Lopez e sua esposa contraíram o COVID-19 em janeiro. Lopez gravou suas partes para o videoclipe enquanto ainda estava em quarentena dentro de sua casa no Texas, terra natal da banda. Felizmente, Joshua e sua esposa conseguiram se recuperar após sofrer apenas sintomas leves. O vídeo também viu o baterista Justin Piedimonte contribuindo de sua casa em Montreal, Canadá, e Gabriel Guardian gravando suas partes em sua nova casa em Las Vegas ao lado do vocalista Carlos Zema, que recentemente se mudou do Brasil, depois de ficar preso por muitos meses. 

“Phobia”mostra os vocais altos de Zema e as habilidades estonteantes de Gabriel Guardian para tocar guitarra e teclado simultaneamente. Guardian mostrou sua destreza inacreditável no programa da MTV “Amazingness”, e seus covers de clássicos de instrumentos como Iron Maiden, Pantera e Guns N ‘Roses receberam centenas de milhares de visualizações no YouTube.

O Immortal Guardian começou a construir seus seguidores através de vários EPs lançados antes de assinar com a M-Theory Audio para o lançamento em 2018 de seu primeiro álbum completo, “Age of Revolution”. A banda se apresentou ao vivo ao lado de alguns dos maiores nomes do metal, incluindo Judas Priest, Dragonforce, Kamelot, Symphony X, Sonata Arctica, Slayer, Metal Church, Soilwork e Steve Vai, e em países como Brasil e Rússia, e no alto – eventos de perfil, como os X Games da ESPN, South By Southwest e Fun Fun Fun Fest. A banda apoiou o lançamento de “Age of Revolution”, fazendo turnês incansavelmente ao lado de outros shredders como Marty Friedman, Powerglove e Exmortus, conquistando novos públicos em todo o país.

O Immortal Guardian reuniu-se em Las Vegas no início de 2020 para gravar seu segundo álbum. À medida que a disseminação do COVID-19 e a subsequente pandemia começaram a ocorrer, paralisações ao redor do mundo começaram a ser aplicadas, resultando na banda completamente descartando o álbum em que estavam trabalhando e escrevendo e criando um novo registro temático sobre suas emoções em torno do atual eventos. O resultado final foi um disco verdadeiramente multinacional, com Gabriel permanecendo em Las Vegas, Zema gravando seus vocais de sua casa no Brasil, Piedimonte tocando bateria de Montreal e Lopez gravando do Texas, onde nasceu o grupo.

Arte da capa por Nathalia Suellen (Secret Sphere, Almah, Dark Moor).

Tracklist:
1 – Psychosomatic
2 – Read Between The Lines
3 – Lockdown
4 – Phobia
5 – Clocks
6 – Self-Isolation
7 – Goodbye To Farewells
8 – Candlelight
9 – Find A Reason
10 – New Day Rising

“Psychosomatic” é um produto da turbulência extraordinária de 2020 que afetou milhões de pessoas em todo o mundo, bem como a próxima etapa na fusão estimulante do Immortal Guardian, um Power Metal Melódico com tendências progressivas/ fragmentadas. As edições em CD e em vinil roxo de edição limitada de “Psychosomatic” estão disponíveis em www.smarturl.com/immortalguardian.

Assista aos vídeos lançados anteriormente:
“Read Between The Lines”: https://youtu.be/BAwQVNkTWa8
“Lockdown”: https://youtu.be/5lqkhMNijBk
“Clocks”: https://youtu.be/EWo74OXuomU

Immortal Guardian é formado por:
Carlos Zema – Vocais
Gabriel Guardian – Guitarra/Teclado
Joshua Lopez – Baixo
Justin Piedimonte – Bateria

Mais informações:
M-theoryaudio.com  
ImmortalGuardian.net
Facebook.com/igmetal
Instagram.com/immortal_guardian
Twitter.com/igmetal

Living Louder: novo single “Dynamite” agora disponível em todas as plataformas digitais

O aclamado power trio paulistano de Heavy Rock, Living Louder, acaba de disponibilizar em todas as plataformas digitais o seu novo single “Dynamite”.

‘Dynamite’ chega com mais peso e mais groove sulista do que nunca”. Comentou o baterista Gustavo Gomes.

Ouça o single “Dynamite” pelo Spotify:

Formado em 2016, o Living Louder é um aclamado power trio paulistano que resgata todo o peso e o groove das grandes bandas dos anos 70, mas com uma pegada própria que resulta num som poderoso e extremamente original.

O grupo funde todas as influências de seus experientes integrantes num Heavy Rock repleto de alma, com riffs poderosos e refrãos cativantes, o que faz a experiencia do ouvinte ser algo marcante, inesquecível.

O primeiro álbum do grupo o homônimo de 2017 trouxe repercussão mundial, com elogios unânimes de público e crítica, o segundo álbum ”Corsair”, lançando em 2018, provou definitivamente que a banda é uma das referências mundiais do Heavy Rock setentista.

O Living Louder é formado por:
Ricardo Cagliari – Guitarra/Vocal
Eduardo Assef – Baixo
Gustavo Gomes – Bateria

Contato: livingloudermusic@gmail.com

Mais informações:
Site: http://livinglouderofficial.com/
Facebook: https://www.facebook.com/livinglouderofficial/
YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCbU0pBpGtbvYW2tRy45Ouig

O Preço: banda lança compacto 7” “Sonhos de Televisão”

Após o belíssimo álbum de estreia auto intitulado lançado em 2019 (CD e LP), o agora quarteto paulista O Preço retorna com um novo trabalho. A banda, que conta com Mário Rolim (bateria), Marcos Rolando (baixo), Luccas (guitarra) e Christian Targa, o Gordo (ex-Blind Pigs) na guitarra e vocal, acaba de lançar o compacto 7″ “Sonhos Da Televisão”, um vinil de 45rpm com dois novos singles, a faixa título e o b-side “Futuro Infeliz”.

Pisando firme na velha conhecida estrada DIY (Do It Yourself), O Preço mostra aqui que veio pra ficar. “Sonhos da Televisão” é um lançamento conjunto dos selos Detona Records (@detonarecordsbrasil), Neves Records (@nevesrecords) e Vertigem Discos (@vertigemdiscos), com tiragem limitada a 300 cópias físicas e disponíveis nas cores, azul, vermelha e verde. O disquinho é transparente.

Com quase três décadas de Punk na bagagem, as novas composições do frontman não poderiam caminhar por outras estradas senão aquela onde ele já fez história, seja em canções mais rápidas e agressivas como “Sonhos Da Televisão” – que nos faz lembrar que Targa era um dos compositores dos lendários Blind Pigs; ou mesmo em canções que invocam uma sonoridade mais crua e oitentista – como a agressiva “Futuro Infeliz”, que mostra o lado mais ríspido do conjunto. É Punk Rock, dos bons, feito por quem sabe do riscado.

As músicas do compacto foram gravadas no estúdio Yamamoto em Santana de Parnaíba (SP), por Fabio Yamamoto e Christian Targa, mixado no estúdio Ardanuy (SP) por Atila Ardanuy e Targa, e masterizado por Bruno Pompeo.

Ouça as duas música do compacto 7 polegadas pelo streaming: https://rebrand.ly/opreco_sonhos_de_televisao.

“Sonhos da Televisão” vem com aquela qualidade acima da média, característica que permeou o trabalho anterior do grupo, seja na captação, execução ou mesmo na embalagem. No último dia 20 de fevereiro, O Preço participou de uma live na Mutante Rádio. Foi a primeira Superlive Mutante & Bode Preto.

Totalmente ao vivo, a banda tocou o repertório na íntegra e, entre as músicas, foram anunciados os patrocinadores e apoiadores. A banda também respondeu perguntas sobre o compacto e outras questões da carreira.

O Preço é formado por:
Christian Targa – Vocal/Guitarra
Luccas – Guitarra
Marcos Rolando – Baixo
Mario Rolim – Bateria

Mais informações:
Facebook: https://www.facebook.com/oprecopunkrock
Instagram: https://www.instagram.com/oprecopunkrock/
YouTube: https://www.youtube.com/oprecopunkrock

HellRastrU: confira a Live Session das músicas “Bird Eyes” e “Mass Illusion” gravada no Estúdio Space Invaders

A HellRastrU anuncia o lançamento da Live Session das músicas “Bird Eyes” e “Mass Illusion” gravada no Estúdio Space Invaders. Essa gravação estreia a nova formação da banda que agora conta com Tiago Xaves (Vocal/Guitarra), Lucas Reis(Baixo) e Davi Peste (Bateria).

Ambas as músicas estão presentes no nosso primeiro EP “Blood Eagle” lançado em março de 2020.

Assista “Bird Eyes Live Session”:

Assista “Massa Illusion Live Session”:

Mais informações:
Facebook: https://www.facebook.com/hellrastru/
Instagram: https://instagram.com/hellrastru
Spotify: https://spoti.fi/3bv1zPI
Bandcamp: https://hellrastru.bandcamp.com/releases
YouTube: https://www.youtube.com/channel/UC04kjc24xMBbKCIEhf2MGzQ

Sin Avenue: banda lança novo EP “Against all odds”

Consolidando a atual formação, a banda Sin Avenue acaba de lançar seu novo trabalho. O EP “Against all odds” é composto por três músicas, incluindo a regravação da balada “Alone”, presente no trabalho anterior. As gravações ocorreram no Estúdio Hurricane e no Estúdio Cobaia, em Porto Alegre.

Para este trabalho, as linhas de guitarra, baixo e bateria foram gravadas no Estúdio Hurricane, sob supervisão de Sebastian Carsin. Em seguida foram registradas linhas adicionais de baixo e violão, além dos vocais, no Estúdio Cobaia. A edição final, mixagem e masterização ficaram a cargo de Eduardo Nichele, que assina a coprodução, em parceria com a banda.

“It Came in a Dream” abre o EP e segue a linha Hard n’ Heavy, mais rápida, pesada e animada. Os vocais mais agressivos intercalam com notas altas no pré-refrão, até chegar ao refrão que já gruda na primeira audição. Nesta faixa, o baterista Lupercus Wilges e o baixista Markês Bianchi deixam claro que foram escolhas certeiras para seus respectivos postos.

“The Mirror Of Soul” já demonstra que o grupo busca incorporar referências novas ao som. Com início lento e vozes dobradas, apresenta atmosfera densa. Aos poucos vai ganhando doses de peso em sua composição. Ainda conta com belos arranjos e mudanças de andamento que surpreendem do meio para o fim da faixa. A letra foi escrita pelo poeta José Couto.

O trabalho encerra com a versão acústica e definitiva para a power ballad “Alone”. Suave, intimista e com jeito de clássico. O novo formato caiu muito bem para a canção. Com o instrumental mais calmo, CJ Rebel Son trouxe em seu vocal, uma interpretação marcante, com muita emoção. Vale destacar também o trabalho de percussão de Lupercus, que dá um toque a mais na faixa.

Confira o EP “Against all odds”:

O novo EP é um passo a mais na carreira da Sin Avenue, que poderiam seguir sem problemas o mesmo caminho do primeiro lançamento, bastante elogiado pela crítica e público. Mas a banda preferiu seguir em frente, com coragem para buscar outras possibilidades, com novas formas de fazer música, sem perder a essência.

Enquanto divulga o novo trabalho, o power trio já trabalha na pré-produção do seu primeiro álbum completo. Além de preparar o lançamento de um lyric vídeo para a música “It Came in a Dream”.

Mais informações:
https://www.facebook.com/sinavenuehardnheavy

Drowned: estreia série de vídeos que contará toda a história da banda

Um dos grandes nomes do Death/Thrash brasileiro, o Drowned, acaba de lançar em seu canal de YouTube, a primeira parte de um projeto de documentário que terá como fundamento apresentar aos fãs os motivos que levaram os músicos a formar a banda.

Nesta primeira parte o vocalista Fernando Lima, revelou detalhes do embrião da história do Drowned. No vídeo você poderá conferir como tudo realmente começou e inclusive, depoimentos de músicos dos primórdios que atualmente não fazem mais parte do grupo.

Assista:

Drowned é formado por:
Fernando Lima – Vocal
Marcos Amorim – Guitarra
Rafael Porto – Guitarra
Rodrigo Nunes – Baixo
Beto Loureiro – Bateria

Mais informações:
Site: www.drowned.com.br
Facebook: www.facebook.com/DrownedMetal
Instagram: https://www.instagram.com/drowned_band/
YouTube: https://www.youtube.com/user/drownedmetal

Against Evil: banda lança novo álbum “End of the Line” em 14 de maio

A espera acabou. Against Evil, a força do Heavy Metal da Índia, anunciou hoje a nova arte e a data de lançamento de seu novo álbum “End of the Line”. O álbum será lançado em 14 de maio pela gravadora alemã/suíça Doc Gator Records na Europa e de forma independente no resto do mundo. 3 anos atrás, o Against Evil lançou o aclamado álbum “All Hail the King”, que recebeu ótimas críticas da mídia. Fique ligado no primeiro single que será lançado em 2 semanas!

“Gravar este álbum foi um inferno que nunca esqueceremos. O álbum foi gravado em duas partes. Nosso plano inicial era lançar um EP de 5 faixas em 2020 e, portanto, as faixas 1 a 5 foram gravadas, mixadas e masterizadas entre fevereiro e junho de 2020. Não pudemos lançar o EP devido à pandemia global, mas nos deu tempo para escrever mais músicas e foi quando decidimos adicionar as novas músicas e torná-lo um álbum completo. As faixas 6 e 9 foram gravadas, mixadas e masterizadas entre janeiro e fevereiro de 2021. No final, sentimos que todos os problemas e a espera valeu a pena, porque não poderíamos estar mais felizes com o resultado deste álbum e esperamos que vocês gostem, tanto quanto nós! O álbum será lançado de forma independente em todo o mundo, exceto na Europa, onde será lançado pela Doc Gator Records”. Comentou o guitarrista Shasank.

Tracklist:
1 – The Sound of Violence
2 – Speed Demon
3 – Out for Blood
4 – Call to War
5 – End of the Line
6 – Sword of Power
7 – Metal or Nothin’
8 – Fearless
9 – War Hero (CD Bonus Track: Re-Recorded Version)

Against Evil é uma banda de Heavy Metal formada em Visakhapatnam (Índia) em 2014. Combinando Heavy Metal tradicional, Power Metal e Speed Metal com um som moderno, a música da banda pode ser descrita como indutora de adrenalina, empurra os punhos e esmaga ossos!

A banda lançou dois álbuns – “Fatal Assault” em 2015 e “All Hail the King” em 2018, que foram recebidos com grande aclamação da crítica. Após o lançamento de seu álbum “All Hail the King”, a banda começou a ganhar uma sólida base de fãs em todo o mundo, especialmente na Europa entre os fãs de Heavy Metal tradicional, Power Metal e Thrash Metal, o que levou à colaboração com a gravadora alemã/suíça “ Doc Gator Records ”que mais tarde lançou o álbum na Europa.

Com a ajuda da Doc Gator Records e do grupo de Metal do Facebook “Heavy Metal Fans”, a banda partiu em uma turnê europeia com financiamento coletivo no verão de 2019, apresentando shows em clubes e festivais na Alemanha, Áustria, Bélgica e Suíça e dividindo palcos com lendários bandas como Queensryche, Riot V, Hardline e muitos outros.

Against Evil é formado por:
Siri – Vocal/Baixo
Sravan – Vocal/Guitarra
Shasank – Guitarra
Noble John – Bateria

Mais informações:
Facebook: https://www.facebook.com/againstevil.india
Instagram: https://www.instagram.com/againstevil.india/
Bandcamp: https://againstevil.bandcamp.com/
Spotify: https://open.spotify.com/artist/7KidUKr9UKzJ7SA5RZYCy9
YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCgqAwZKiaExzjgEJktG4Z2Q

Hard Point: grupo lança EP de estreia com influências do Stoner Rock ao Metal Alternativo

A banda carioca Hard Point, segue promovendo seu EP de estreia intitulado “Can You Hear It?”.

As composições da banda transitam por vários estilos, destacando-se a influência do Stoner Rock, do Metal Alternativo e do Grunge.  A mensagem que a Hard Point propaga se encontra dentro do “mal-estar” da modernidade que o próprio nome da banda já anuncia.

O título “Can you heart it?” se apresenta como um trocadilho: você consegue ouvir isso? O “isso” ou “it”, em inglês, pode se referir tanto ao EP, às músicas, à banda, quanto a algo mais… como as vozes da cabeça de todos nós. Ainda nessa temática encontramos na capa do EP (produzida pelo artista Rodrigo Efez) a imagem de uma figura atordoada, com os braços cruzados, dando a impressão de incômodo. A cidade ao fundo da capa faz também parte da estética da banda que se assume dentro dessa perspectiva mais urbana.

A música “The Reckoning”, com uma pegada Stoner inspirada em “Queens of Stone Age”, é um verdadeiro acerto de contas do eu-lírico com as expectativas que o sistema que vivemos estabelece sobre nós.

A segunda música, com uma cara de Funk-Rock que transita entre o Limp Biskit e Rage Against The Machine, traz para o EP uma mensagem de indignação com o que as outras pessoas querem conosco. Essa letra fala muito das expectativas que o próprio indivíduo traz para si. Afinal, “quantas vezes ele precisa repetir a mesma coisa” para ele mesmo entender o que está dizendo?

A terceira música do EP, “No Blood”, escolhida para lançamento do clipe da banda, apresenta uma atmosfera mais “dark” com um som que remete a um stoner mais arrastado e, a partir do backing vocal numa terça menor, relembra os melhores momentos de “Alice in Chains”. A mensagem dessa música fala sobre um eu-lírico que procura emoções reais e que , de alguma maneira, está atordoado e não consegue distinguir o que é ou não real. Não há “sangue” que possa me ajudar ou me curar. É um pedido de socorro.

Por fim, a banda apresenta uma versão mais pesada da banda “Depeche Mode” com a música “Wrong”. Nesse caso, a escolha da banda e da música falam por si só. Já que querem apresentar questões complicadas e que de alguma maneira incomodam as pessoas, nada melhor do que escolher uma música que tem como tema pessoas que estão sempre erradas.

A produção do cd foi feita por Rodrigo Miguez, do estúdio Mira, que faz uma participação nos backing-vocals de “Wrong”.

Confira o EP “Can You Hear It?”: https://album.link/s/3ZgLckpTOPqsclPHCqMw1k

Mais Informações:
Facebook: https://www.facebook.com/hardpointoficial
YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCxVD4Oj6KfBGHeSTXtbzI0g/featured

Sunroad: grupo anuncia Steph Honde como vocalista do novo álbum “Walking The Hemispheres”

O vocalista francês é conhecido pelo seu super projeto de Hard Rock Hollywood Monsters que reúne músicos lendários como Don Airey e Vinny Appice

Não restam dúvidas ao ser afirmar que a banda goiana Sunroad é um dos nomes mais relevantes da cena Hard Rock/AOR de toda a América do Sul. Afinal, são mais de 20 anos de carreira, oito discos lançados, shows por várias regiões do Brasil e outros países da América do Sul, alguns, inclusive, ao lado de grandes nomes do Rock mundial de todos os tempos como Joe Lynn Turner, Doogie White, Petra, Stryper, L.A. Guns, Whitecross, Narnia, etc.

Banda estradeira, o Sunroad estava dando sequência a turnê de divulgação de seu mais recente disco, “Heatstrokes”, indicado ao Prêmio Dynamite de Música Independente como um dos “Melhores Álbuns de Rock de 2019”, quando precisou cancelar várias datas por conta da pandemia do novo coronavírus, inclusive uma turnê que faria por várias regiões do Brasil ao lado do ex-vocalista do Yngwie Malmsteen, Mark Boals.

De forma a manter-se ativa durante o período da pandemia, a banda decidiu voltar aos estúdios e iniciar o processo criativo de seu novo e próximo disco: “Walking The Hemispheres”. Previsto para ser lançado ainda no primeiro semestre de 2021, “Walking The Hemispheres” vai reunir 11 faixas: “Walking The Hemispheres”, “Living In A Dream (Red Sign Mirror)”, “The Tides Patterns”, “Silence Erupting Inside”, “Written In The Mist”, “The Mess And Its Key”, “Halo Of Hearts”, “Detached Picture Of Venus”, “Victim Of Nowhere”, “Shoot The Clock” e o cover do UFO, “Try Me”.

Uma grande novidade é que “Walking The Hemispheres” terá como vocalista o francês Steph Honde. O multi-instrumentista é conhecido pelo seu super projeto de Hard Rock Hollywood Monsters que reúne músicos lendários como Don Airey, Vinny Appice, entre outros. Além de cantar no novo disco do Sunroad, Honde também assina as faixas como coautor.
“Eu tenho gravado algumas demos, basicamente com guitarras, teclado e bateria, algumas vezes incluo alguns vocais, e mando para o Fred no Brasil. Geralmente ele me retorna bem rápido com as letras e melodias”, comentou o músico francês sobre como tem sido o processo criativo.

Honde ainda acrescenta que “Walking The Hemispheres” significará uma possibilidade de explorar toda sua versatilidade como cantor.
“O meu estilo de cantar no Sunroad não será parecido com o Hollywood Monsters ou com meus discos solos. Vai ser bem diferente, uma vez que esse trabalho representa bem a mistura entre meu estilo e do Fred. O som vai estar mais para o UFO, Scorpions, algo de Deep Purple, enfim, hard rock clássico. Esse vai ser um ótimo disco. Eu adoro as músicas e espero que possamos levar esse álbum para o palco.”

Já de acordo com o baterista Fred Mika, a parceria e amizade com Honde foi crescendo e evoluindo ao longo dos anos.
“Já conhecia o Steph Honde há uns cinco anos através do saudoso Milton Arthur, que me incentivou abrir meu próprio selo, MusiK Records, no final de 2016. E um dos primeiros lançamentos do selo foi justamente um álbum do Steph. Anos depois, em 2019, eu fui convidado para regravar uma das faixas para o terceiro álbum de seu projeto fixo, Hollywood Monsters, que tinha vários músicos famosos da cena mundial, o que foi uma honra. Além do mais, ele gostou das artes que vinha desenvolvendo para o Sunroad e acabei por fazer a capa daquele disco, “Thriving On Chaos”. Depois disso, em várias conversas informais que tivemos, eu lhe disse que já estava trabalhando nas composições do próximo disco do Sunroad, uma vez que estávamos inativos para shows por conta da pandemia, foi quando o Steph logo perguntou se poderia participar. E, nesse processo, começamos a trocar ideias e o Steph acabou participando ativamente das composições como coautor em nove das 11 faixas.”

As gravações de “Walking The Hemispheres” estão sendo realizadas simultaneamente no SH Studio em Manosque, França, e no Brasil nos estúdios Musik em Goiânia, sob produção de Fred Mika e Netto Mello. A arte da capa do álbum foi criada pelo desenhista alemão Lars Nilssen.

Apesar de Steph Honde ser o vocalista principal em “Walking The Hemispheres” – além de também ter gravado teclados e guitarra em “Try Me”, cover do UFO -, o Sunroad mantém sua formação atual inalterada com Fred Mika (bateria/percussão/backing vocal), Van Alexandre (baixo/guitarra base), Mayck Vieira (guitarra/baixo) e Warlley Oliver (backing vocals e vocal principal ao vivo).

Mais Informações:
www.facebook.com/sunroadofficial
www.instagram.com/sunroadofficial
www.soundcloud.com/sunroad-group
www.facebook.com/officialmusikrecords