Miasthenia: grupo é um dos nomes participantes da coletânea “Raízes Ancestrais”, lançada no Bandcamp com bandas de Black e Pagan Metal brasileiro

Miasthenia - Raízes Ancestrais - Resistência Pagã

Acaba de ser liberado no Bandcamp, uma coletânea digital que envolve várias bandas de Black/Pagan Metal do Brasil. O trabalho foi construído sob a alcunha de criar uma resistência que lute contra a visão cristianocêntrica e fascista que tenta dominar a arte da música pesada no país.

Nomes de peso como, Miasthenia, Agnideva, Dark Paramount, Katari, Morcrof, Ocultan, Primordial Idol, Profane Souls, Sangue Antigo, Vuduzebu e Vultos Vociferos, apresentam nessa compilação, obras autorais, que criticam ferreamente, toda essa doutrinação alienatória e imposta pela sociedade ao povo.

O material em breve será oficialmente disponibilizado em todas as plataformas digitais. Você pode conferir o material com todas as 15 faixas, acessando o link abaixo:

http://nyarlathoteprecords.bandcamp.com/album/ra-zes-ancestrais-resist-ncia-pag

Tracklist:
01 – Agnideva – Virgin Mother Crone
02 – Dark Paramount – Arokawa
03 – Dark Paramont – Noite de Sabá
04 – Katari – Raise the Unancha
05 – Katari – Black Metal Thorns
06 – Miasthenia – Antípodas
07 – Morcrof – Portae Ex Solis Sursum Aquilonem
08 – Ocultan – Exu Lord of Fire
09 – Ocultan – Father of the True Light
10 – Primordial Idol – Ancestrais
11 – Profane Souls – Almas Profanas
12 – Sangue Antigo – Portadores da Chama Eterna
13 – Vuduzebu – Esú Ota Orisa
14 – Vultus Vocíferos – Rex Infernus
15 – Vultos Vociferos – O Crocitar dos Corvos
 
Em breve será anunciado a data oficial de lançamento do material nas plataformas digitais!
 
 
Links relacionados:

Freesome: grupo lança videoclipe para versão sui generis do clássico “Perfect Strangers” do Deep Purple

Freesome 2019

Já está disponível em todas as plataformas de música e também no Youtube, como videoclipe, a versão que o grupo paulista Freesome gravou para o clássico “Perfect Strangers” do Deep Purple.

Originalmente concebida para a coletânea “Woman From Brazil… The Brazilian Tribute To Deep Purple” a ser lançado pelo selo inglês Armadillo Records, a versão de “Perfect Strangers” do Freesome agradou tanto os músicos que eles decidiram sublinhar o trabalho, lançando-a como single e filmando um videoclipe.

“Rolou um medinho quando recebemos o convite para gravar essa versão de “Perfect Strangers”, afinal, é um dos maiores clássicos não só do Deep Purple, mas do Rock mundial”, conta a vocalista Juh Leidl, que também é artista plástica, velejadora e foi uma das juradas das duas temporadas do programa Canta Comigo da TV Record. “Tratando-se da Freesome, desde o início sabíamos que não iriamos fazer uma cover, mas sim uma versão. O nosso batera, Henrique Matos, surgiu então com aquela pegada meio western na bateria. No início achamos a ideia meio maluca, mas eis então que conseguimos concretizar a introdução que muito nos agradou, até porque a introdução original dessa música é bastante marcante e precisávamos de algo a altura, mas com a nossa cara. Essa pegada jazz/western acabou resolvendo.”

“Perfect Strangers” foi gravada no Estúdio Cajueiro, em Campinas/SP, por Maurício Cajueiro, renomado produtor brasileiro que já trabalhou com alguns dos nomes mais relevantes do mundo como Linkin Park, Steve Vai, Glenn Hughes, Gene Simmons, Stephen Stills, entre outros.

Visualização da imagem

“O Caju foi fundamental para o resultado final”, lembra Juh. “Ele fez um trabalho de produtor de verdade, não só de engenheiro. Contribuiu com ideias, principalmente para a parte da overture, e nos incentivou o tempo todo. Ele foi certeiro!”

Ainda de acordo com Juh Leidl, a interpretação literal da letra de “Perfect Strangers” guiou a narrativa e o roteiro do videoclipe que foi todo produzido por ela mesmo junto ao guitarrista Fred Leidl.

“Tínhamos alguns takes feitos pelo Daniel Gonçalves no estúdio durante as gravações. E como o clipe original do Deep Purple tem muitas cenas de making of, decidimos por usar algumas também, mas não queríamos fazer mais um vídeo de making of! Entre a correria da minha agenda e a do Fred Leidl – eu tinha acabado de gravar o Canta Comigo 2 – nós viajamos por dois dias para captar algumas imagens. Durante a viagem, fomos ouvindo a música prestando especial atenção à letra. Ao contrário do que muitos imaginam, Perfect Strangers trata sobre o indivíduo e de sua relação com o tempo. Quando chegamos até essa interpretação, começamos a pensar como o clipe poderia representar essa ideia através de imagens. Logo de início vieram alguns elementos que são retratados na própria letra da música, como o oceano, o vento, elementos que são mutáveis, fluidos, inconstantes, o que automaticamente nos colocou num ambiente natural. Por fim, a personagem, feminina, que sou eu, é colocada em situações onde lança diferentes olhares para si mesma. Na arte e fotografia, optamos pelo PB, e muita granulação, para fazer referência ao clássico, neste caso, ao Deep Purple e a música.”

Para assistir o videoclipe de “Perfect Strangers” no Youtube, acesse:

Ouça também “Perfect Strangers” nas plataformas de música:
 
Entre outras novidades, a Freesome, que além de Juh Leidl (vocal), Fred Leidl (guitarra) e Henrique Matos (bateria), hoje também conta com o baixista Thiago da Silveira e o guitarrista Bruno Paulinetti, já está de volta aos estúdios gravando novo material. O trabalho será o sucessor do EP “Keep On Naked” e promete aprimorar o Rock autoral do grupo que traz muitas referências de outros gêneros musicais como o Blues, Jazz e o Indie, além das letras ousadas e provocativas, por vezes eróticas.
 
Para ouvir “Keep On Naked” nas plataformas de música, acesse:
 
Dois vídeos também já foram produzidos para o EP:
Lyric-Video de “Sweet Anger”: https://youtu.be/yYhqr_ZI464
Videoclipe de “My Eyes”: https://youtu.be/tF0uV5godLA
 
Ouça também a versão gravada pelo Freesome para “Badlands”, do AC/DC:

Headhunter D.C.: grupo finaliza versão de “To Tame a Land” para tributo ao Iron Maiden

Headhunterdc

O Headhunter D.C. escolheu uma das músicas menos usuais do Iron Maiden em turnês. No detalhe, Sérgio ‘Baloff’ nas sessões de gravação no Massa Sonora Studio, em Salvador (BA) | Foto: Richard Meyer

Após participar da “Sabbath Brazil Sabbath – The Brazilian Tribute To Black Sabbath” (2018), da Secret Service Records com a canção “Electric Funeral”, o Headhunter D.C. mais uma vez participará de uma coletânea da gravadora. Dessa vez será lançada a “Somewhere in Brazil… The Brazilian Tribute to Iron Maiden”, e a banda baiana apresentará sua versão para “To Tame a Land” do álbum “Piece of Mind” (1983). “Eu já tinha essa versão na cabeça há vários anos, sempre quis gravá-la, então o convite para o tributo ajudou a colocar os planos em prática”, revelou o vocalista Sérgio “Baloff” à Brauna Music Press.

Sérgio também comentou como foi fazer uma versão extrema para uma música tão detalhista. “É uma música supercomplexa e seria um tanto complicado reproduzi-la em nossa afinação, mas como eu já tinha essa versão Death Metal na cabeça, incluindo os arranjos em nosso estilo, tudo correu bem naturalmente em todo o desenvolvimento e concepção da releitura”. Para a parte vocal, Baloff teve que trabalhar mais para se adequar ao instrumental. “Sim, criar uma vocalização gutural pra ela também foi outro aspecto complicado, pois não mexemos em sua estrutura original, todas as melodias do instrumental foram mantidas intactas”, disse.

Fã confesso de Iron Maiden, o vocalista do Headhunter D.C. ficou muito entusiasmado em participar de mais um projeto da Secret Service, sobretudo regravar um de seus hinos preferidos da “Donzela”. “Acabou sendo também uma realização pessoal para mim, pois sou fã dos primeiros álbuns do Maiden e ‘Piece of Mind’ é o melhor deles para mim. Sempre pensei que, se for para um dia gravar uma música dos mestres, que seja logo a melhor ‘lado B’ do mundo (risos), além de que, gostamos de desafios, então por que ser mais uma banda a gravar versões para ‘Aces High’ ou ‘The Trooper’?”, questiona.

A versão do Headhunter D.C. para “To Tame a Land” teve a participação de Fernando Costa do Insaintfication no baixo e foi finalizada em novembro de 2019. A Brauna Music Press teve acesso ao áudio da releitura e constatou que a versão Death Metal que a banda fez prima pela qualidade, respeito e dignidade de fazer tributo a um dos maiores nomes do Heavy Metal mundial. Em breve a Secret Service publicará o dia do lançamento.

Atualmente Headhunter DC é formada por:
Sérgio “Baloff” Borges – Vocal
George Lessa – Guitarra
Tony Assis – Guitarra
Zulbert Buery – Baixo
Daniel Brandão – Bateria
 
Acompanhe a banda pelo streaming:
 
Mais informações:

Roadie Metal: apresenta capa, tracklist e data de lançamento da “Coletânea Roadie Metal Vol.13”

Roadie Metal Vol.13 arte divulgaçaõ

Após várias edições aclamadas e divulgadas em extremo, as coletâneas Roadie Metal são consideradas uma das maiores vitrines para bandas divulgarem seus singles de forma aleatória com outros grandes artistas do cenário nacional.

Ao todo são 12 compilações lançadas em áudio, mais duas que celebraram o aniversário de 05 anos da Roadie Metal, uma só com bandas do estado de Goiás e 02 DVDs de clipes oficiais disponibilizados, somando um total de 17 coletâneas lançadas pela empresa, que é, uma das maiores fomentadoras do Metal brasileiro em atividade.

Em processo de avanço e se integrando com atualidade do consumo da música no mundo, a Roadie Metal, apresenta oficialmente a sua décima terceira edição. Não diferente das outras, bandas de diferentes estilos, espalhadas por vários estados diferentes do país, apresentam em 14 músicas, suas obras ao público que gosta de conferir uma ampla diversificação musical.

Um dos nomes confirmados para essa edição e que abre o disco, é o Matanza Inc, renomado grupo de Hardcore brasileiro, que será o responsável por abrir a atual edição da coletânea Roadie Metal Vol.13.

Visualização da imagem

O Heavy Metal tradicional ficará a cargo dos nomes da Ignited, Dogma Blue e Mitsein. O Hard Rock é apresentado pelas incríveis Vellen e Demaverix. O peso do Death/Thrash e marca confirmada com os trabalhos do War Eternal, Cova Raza e When Terror Kills. Para quem curte Crossover, o Ossos Cruzados e o Feios Sujos e Malvados estão presentes nessa edição. Modernidade e peso é trabalho do Lamuriah e o guitarrista instrumental Joe Rotten, também é uma atração nessa edição.

A coletânea Roadie Metal Vol.13 será oficialmente liberada em todas as plataformas digitais no dia 11 de novembro. Usuários de Spotify, Deezer, ITunes, Google Play, Napster, Tidal e várias outras, irão poder conferir as 14 grandes músicas inclusas na melhor e maior coletânea de bandas brasileiras feitas no país.

Tracklist:
01 – Matanza Inc. – A Cena do Seu Enforcamento
02 – Vellen – Saturday
03 – Ignited – Ignition
04 – War Eternal – Life is Suffering
05 – Ossos Cruzados – Palhaços Assassinos do Espeço Sideral
06 – Dogma Blue – Quietus
07 – Mitsein – Revenge
08 – Demaverix – Arise
09 – Feios Sujos e Malvados – O Contrato
10 – Lemuriah – Demônio Interior
11 – Joe Rotten – Thief of Corpses
12 – Mitsein – I Will Find My Way
13 – Cova Raza – Sons de Guerra
14 – When Terror Kills – Dead Man Working
 
Entre em contato conosco:
 
Conheça nossos canais:
Roadie Metal Assessoria: http://roadie-metal.com/press
 

Darkhaos: banda cearense integrará a coletânea “Rock Le Monde! Volume 2”

Darkhaos_(1).png

A coletânea “Mundo Rock” mudou de nome, agora se chama “Rock Le Monde!”, mas o propósito e o serviço prestado ao underground continuam o mesmo. Este é um trabalho coletivo de pessoas do Brasil, México, Colômbia, Chile e Uruguai, mas o alvo não se limita apenas à mostragem de músicas dos países sede, a compilação recebe e divulga materiais de bandas do mundo todo.

A primeira edição da “Rock Le Monde!” sairá no dia 31 de agosto e trará 87 nomes dos mais variados estilos como Blues, Rock, Hardcore e Metal, porém, as audições não param por aí, pois a segunda edição do projeto já está marcada para sair em 1 de novembro. Sim, de antemão, a coletânea sairá duas vezes por ano.

Devido ao grande número de participantes, a “Rock Le Monde!” sairá em formato digital e, além dos áudios das músicas, o ouvinte pode baixar os materiais informativos das bandas, como releases e contatos em arquivos PDF compactados em pasta única, ou individuais. Para você sugerir sua banda ao projeto, mande e-mail com material para rocklemonde.org@gmail.com com o assunto “Rock Le Monde! 2”.

Para conferir o cast do primeiro volume, acesse o link:

http://braunamusicpress.com/rock-le-monde-coletanea-reune-mais-de-oitenta-bandas-pelo-mundo-confira-a-lista.html

mundo do rock

A banda cearense de Heavy/Thrash Metal Darkhaos é a primeira selecionada para sair no Volume 2. Formado por Macedo “Darkness” (vocal), Erickson Oliveira (guitarra), Eriel Andrade (baixo) e Kallil van Derick (bateria), o grupo que absorve influências de nomes como Dio, Iron Maiden, Megadeth, Slayer etc, soltou recentemente o single “Shouting At Your Grave” e se prepara para lançar o primeiro EP de mesmo nome. O single que pode ser conferido pelas plataformas digitais e YouTube, será também incluído na coletânea reforçando o “cartão de visitas” da Darkhaos.

Confira o single “Shouting at Your Grave” pelo streaming:
 
Spotify:
Deezer:
iTunes / Apple Music:
E em muitas outras plataformas digitais.
 
Siga a Darkhaos nas redes sociais:
Facebook:
Instagram:
 
Se inscreva no canal do YouTube:
Darkhaos Official
 
Shows:
(85) 9 9690.7536
 
Assessoria Brauna Music Press:

 

Torture Squad: grupo abre enquete para fãs escolherem faixa de “Asylum of Shadows” para coletânea inédita sobre a trajetória da banda

Torture - asylum of Shadows

No ano de 1999, o Torture Squad apresentava ao mundo seu segundo disco de estúdio. “Asylum of Shadows” proporcionou a banda brasileira, a primeira turnê internacional, onde esteve se apresentando em algumas cidades da Alemanha.

Considerado um divisor de águas na carreira do Torture Squad, “Asylum of Shadows”, se apresentava mais maduro, pesado e agressivo, além de receber uma produção superior ao seu antecessor “Shivering” (1995).

Para celebrar os quase 30 anos de carreira e momento único na belíssima trajetória construída até aqui pelo Torture Squad, está sendo elaborada uma coletânea com faixas de toda a discografia da banda. Essa compilação irá se chamar “Torture Years” e será lançada apenas em formato digital.

Para contemplar seus fãs, o Torture Squad em parceria com o Selo digital Roadie Metal, organizam uma enquete semanal, onde os fãs da banda irão votar e escolher qual música de cada álbum deve estar presente nessa coletânea mais que merecida que será lançada em celebração a história de uma das bandas mais importantes do Metal brasileiro.

O link para você votar na sua música favorita de “Asylum of Shadows” já está disponível e as votações irão até dia 25 de agosto. Para votar é só solicitar participar do grupo Roadie Metal e pronto, escolha qual música tem que estar na coletânea “Torture Years”.

https://www.facebook.com/groups/1501541186730341/

Tracklist:
01 – Convulsion
02 – Shades of Evil
03 – Asylum of Shadows
04 – Murder of A God
05 – Agonies in Your Brain
06 – Mad Illusions
07 – The Hangman’s Call
08 – Come To Torture (Instrumental)
09 – Finally the Disgrace Reigns
 
Formação:
May “Undead” Puertas – Vocal
Rene Simionato – Guitarra
Castor – Baixo
Amilcar Christófaro – Bateria
 
Mais informações:

Rock Soldiers: volume 25 da coletânea será tocado integralmente na Rádio Exmera

Brauna

A UGK Discos que produz a coletânea Rock Soldiers, recentemente firmou parceria com a web radio Exmera de São Paulo/SP e, para brindar esta união, no sábado dia 10 de agosto às 18h, será exibido o programa Especial Rock Soldiers, que tocará o volume 25 da coletânea na íntegra. Você ouvirá o programa pelo link: http://radioexmera.com/.

Confira os nomes das bandas e suas músicas:
 
Avoid/MG – “Ressaca”
Barril De Pólvora/MG – “Som do Trovão”
Chaostitution/SP – “Warhawk”
Conduta/TO – “Ratos e Vermes”
Cova Raza/MG – “Podridão da Terra”
Cruento/SP – “Neurose”
Divine Ruin/POR – “Flesh Recycler”
Eclipse Of Thunder/SP – “No Better Place to Die”
Eutha/SC – “O Carnaval de Satã”
Hate by Hate/DF – “About the Hate”
Khorium/RJ – “Midiocracia”
Malacandra/RJ – “Máscara de Chumbo”
Malice Garden/SC – “Renegade Souls”
Morgaroth/SP – “Panzer
Division War”
Náusea/BA – “Uma Gestão”
Nematomorphos/POR – “Lost Cause?”
Punk Beach/SC – “A bondade e a Justiça”
Punkadaria/RS – “Mortos Vivos”
Repugnados/SC – “Ordem e Progresso” e “Liberdade”
Violência Cega/BA – “A Invasão dos Canibais do Espaço”
 
Na página da coletânea no Facebook, o produtor Marivan Ugoski reforça o convite em vídeo e informa que as audições para o volume 26 estão abertas, confira:

 

Para participar da seletiva a banda ou artista solo deve enviar link de áudio para o e-mail ugoskimarivan@gmail.com ou entrar em contato pelo Facebook e Whatsapp (54) 9 8435.6658.
 
Siga também pelo Instagram:
 
Se inscreva no canal do YouTube:
UGK Discos
 
Assessoria Brauna Music Press: