Dysnomia: confira o teaser do novo webclipe de Anagnorisis

Dysnomia

O registro, produzido por Vitor Bido, mostra a banda executando a faixa-título de seu último álbum, “Anagnorisis”, que tem obtido ótima recepção por parte de público e crítica. A banda de Thrash/Death Metal de São Carlos-SP realiza esse lançamento como parte da divulgação da “Brazilian Anagnorisis Tour 2019”.

O webclip pode ser conferido no canal da Dysnomia pelo link:  

Para quem ainda não conferiu, “Anagnorisis” está disponível nos principais canais de streaming e no canal do YouTube da banda. Interessados em adquirir a versão física do álbum podem entrar em contato através do endereço dysnomiametal@gmail.com

Youtube: https://www.youtube.com/user/Dysnomia666

Spotify: https://open.spotify.com/album/5DQkknAHLjud26yVPenGNf

Deezer: https://www.deezer.com/br/album/69821672

iTunes: https://music.apple.com/br/album/anagnorisis/1421376979

Google Play: shorturl.at/qDNQ2

Mais informações:

 

 

 

Anúncios

Rammstein: vídeo de divulgação do novo álbum do grupo causa desconforto e revolta na Alemanha

Rammstein

A banda alemã de Metal Industrial, Rammstein, causou um certo desconforto e revolta em grupos de judeus e políticos, com a divulgação de um teaser do seu novo álbum, no qual integrantes da banda vestem-se como prisioneiros de um campo de concentração.

O breve vídeo disponível na internet, que mostra integrantes da banda vestidos como prisioneiros de um campo de concentração com nós de forca em volta do pescoço.

Confira o vídeo abaixo:

 

Assista o videoclipe oficial que acabou de ser disponibilizado na integra do single “Deutschland”:

Desde que surgiu em Berlim, na Alemanha em 1995, o grupo coleciona controvérsias em seus álbuns, assuntos que trazem temas polêmicos como: sadomasoquismo, homossexualidade, incesto, abuso, necrofilia, piromania, canibalismo e violência sexual.

Em 2009, o governo proibiu a exibição pública do disco de grande sucesso “Liebe ist Fuer Alle Da”, por causa de suas imagens sadomasoquistas.

Charlotte Knobloch, sobrevivente do Holocausto e ex-presidente do Conselho Central de Judeus da Alemanha, disse ao jornal Bild:
“Com este vídeo, a banda passou dos limites. A instrumentalização e a banalização do Holocausto, como mostradas nas imagens, é irresponsável”.

Darkhaos: a hora e a vez do triunfo

Darkhaos

Oriunda de Fortaleza/CE, a Darkhaos surgiu em meados de 2017 movida pelo desejo comum dos amigos  Erickson Oliveira (guitarra), Eriel Andrade (baixo) e Kallil van Derick (bateria) em fazer um som pesado, empolgante e melódico. Sem pretensão de atuar como protagonista de uma cena agitada e inflamada pela música extrema, como é a da capital cearense, a banda tocava por diversão e satisfação própria, até a entrada do vocalista Renato Ferreira que, a partir deste ponto, pensou em trilhar um caminho mais profissional em busca de novos horizontes.

Com qualidade técnica afiada e temas líricos variados, em 2018 o quarteto passa a trabalhar em composições que pudessem agradar não apenas ao grupo, mas a todos os fãs de Heavy Metal e seus subgêneros. As primeiras canções, “Shouting at your Grave”, “Out of the Door”, “Shadows in my Soul” e “He Who Shall not be Named” foram concebidas em uma rotina de ensaios dedicada a seus novos propósitos, que gerou horas de gravações em sessões de estúdio. Surge então, o EP “Shouting at your Grave” que será lançado no primeiro semestre de 2019.

Darkhaos - capa EP

A música da Darkhaos reflete na personalidade artística de seus membros, que tem como referência nomes como Iron Maiden, Helloween, Judas Priest, Simphony X e Dio, que traçam paralelos a outras influências como Slayer, Megadeth, Sepultura e Obituary.

Após a aquisição do EP “Shouting at your Grave”, a Darkhaos convida você a conhecer ao vivo sua performance de palco, em um show de peso, velocidade, violência sonora e melodia, que são atributos aplicados em seu “debut” e que vale a pena conferir.

Formação
Renato Ferreira – (Vocal)
Erickson Oliveira (Guitarra)
Eriel Andrade (Baixo)
Kallil van Derick (Bateria)
 
Contato:
(85) 98928-6143
 
Links relacionados

Quintessente: banda será uma das atrações do tributo brasileiro ao Deep Purple, confira o teaser oficial e a versão criada para “Sail Away”

Quintessente 09

A gravadora britânica comandada por um brasileiro, “Secret Service”, anunciou em 2018 o encerramento de suas atividades, mas antes, apresentou ao público algumas ações, as últimas, que serão oficialmente lançadas no decorrer de 2019.

Um desses lançamentos será a coletânea física em tributo ao Deep Purple que terá apenas bandas brasileiras no cast e exclusivamente com vocais femininos. Uma das bandas confirmadas é o Quintessente do Rio de Janeiro, a banda de Progressive Death/Doom Metal, ficou responsável por criar uma versão da música “Sail Away” presente no clássico álbum “Burn” lançado oficialmente no ano de 1974 e com a formação que contava com David Coverdale (vocal), Ritchie Blackmore (guitarra), Glenn Hughes (vocal/baixo), Jon Lord (teclados) e Ian Paice (bateria).

Quintessente - Coletânea

A Secret Service é a responsável por lançar outras coletâneas tributos à grandes nomes do metal mundial. Em 2018 foram lançadas as coletâneas do Motorhead, AC/DC e Black Sabbath, ambas contando apenas com bandas brasileiras, para 2019, além do tributo ao Deep Purple que foi oficialmente divulgado, está sendo trabalhado uma edição especial ao Iron Maiden.

Abaixo você confere o teaser oficial, lançado no último dia 30, onde é possível saber sobre todas as bandas participantes e conferir um trechinho de cada uma das versões que estarão disponíveis na edição “Brazilian Tribute To Deep Purple”.

Diferente dos lançamentos anteriores, esse tributo voltado ao Deep Purple, conta com bandas que possuam mulheres como vocalista, no caso do Quintessente, Cristina Müller assumiu os vocais principais, enquanto André Carvalho foi o responsável por fazer a segunda voz da canção. O grupo não se privou em seguir à risca a música original, dando uma nova cara ao clássico “Sail Away” impondo sua personalidade e qualidade incontestáveis.

Quintessente é formado por:
André Carvalho – (Vocal)
Cristina Müller – (Teclado/Vocal)
Cristiano Dias – (Guitarra)
Luiz Fernando – (Baixo)
Léo Birigui – (Bateria)
 
Mais informações:

Seu Juvenal: assista teaser do novo single “O Pior Cego”

seu juvenal 2018_low

Primeira gravação da banda desde o elogiado “Rock Errado” de 2015, a música também fará parte do novo álbum do grupo a ser lançado em 2019

No próximo dia 07 de Fevereiro o Seu Juvenal lança seu novo single: “O Pior Cego”.  Essa é a primeira gravação da banda desde 2015, quando o grupo mineiro lançou o elogiado álbum “Rock Errado” que lhes rendeu uma bem sucedida turnê pela Europa.

“Desde o início, o Seu Juvenal é uma banda que acaba se influenciando por tudo que acontece ao seu redor. Seja politicamente, socialmente, culturalmente. De forma que os fatos mais recentes da política no Brasil com certeza mexeram conosco e transformamos isso em música, tendo como resultado esse novo single, O Pior Cego”, declarou o guitarrista Edson Zacca.

Gravada no estúdio Lab.Áudio na Passagem em Passagem de Mariana/MG, Edson Zacca também assina a produção da nova música. Apesar do lançamento como single em Fevereiro, “O Pior Cego” também estará presente no novo álbum de inéditas a ser lançado pelo Seu Juvenal em 2019.

seu juvenal - o pior cego

“O Pior Cego é uma música tão urgente quanto um manifesto político. Apesar disso, também tem um lado mais leve, menos pretensioso. Afinal, rock ‘n’ roll é para se divertir também. O Pior Cego é a música mais grunge que já fizemos. Tem muito de Nirvana nela. É um punk rock bem gostoso de se escutar”, acrescentou Zacca.

“O Pior Cego” estará disponível nas principais plataformas digitais de música, mas também ganhará videoclipe. Assista o teaser:

Sobre o Seu Juvenal:

O Seu Juvenal foi formado em Uberaba/MG em 1997. Depois do lançamento dos dois primeiros álbuns, “Guitarra de Pau Seco” (2004) e “Caixa Preta” (2008), a banda transferiu-se para a cidade de Ouro Preto/MG.

“Rock Errado”, o mais recente álbum, obteve uma resposta altamente positiva da imprensa de todo Brasil, o que acabou por projetar e consolidar o nome da banda em todo país. O site Rock On Stage, que avaliou o disco com nota 9,5, destacou a pluralidade musical do trabalho: “Poderia dizer que Rock Errado é um disco de Punk, Indie, Alternativo, mas não é…. trata-se de um som elétrico, incansável, ácido, perturbado e que demonstra uma banda sem limites para tocar”. Outras declarações super positivas publicadas na imprensa sobre “Rock Errado” incluem: “Seu Juvenal é Rock Errado, é música da melhor qualidade! Um raro sinal de inteligência no meio do Rock nacional” (A Música Continua A Mesma); “(…) um novo ângulo do gênero, um novo timbre, novos horizontes. O ‘Rock Errado’ que nos leva ao certo” (Riff And Destroy); “Música autoral inteligente”(Zona Punk); “(…) para deixar nos ouvidos algo curioso e novo no repetitivo mercado musical nacional da atualidade” (Consultoria do Rock); “Brilhante” (Heavy And Hell); “(…) produção impecável (…) trabalho primoroso e de muito bom gosto” (Heavy Metal Brasil);  “(…) banda madura que acerta na escolha do repertório, fugindo das fórmulas fáceis… O rock pode estar errado, mas o Seu Juvenal não.” (Blog Na Mira).

A consolidação do sucesso de “Rock Errado” veio com a indicação para o Prêmio Dynamite, a maior e mais tradicional premiação da cena independente brasileira. O Seu Juvenal concorreu na categoria “Melhor Álbum de Rock” onde também figuraram outros grupos de destaque como Far From Alaska, Cidadão Instigado e Nação Zumbi.

Toda essa repercussão de “Rock Errado” no Brasil reverberou-se para a Europa, onde a banda acabou sendo convidada para realizar sua primeira turnê em Setembro de 2017. Foram ao todo oito shows por três países: República Tcheca, Polônia e Eslováquia. A “Rock Errado European Tour” foi financiada pelo “Programa Música Minas”, iniciativa do Governo do Estado de Minas Gerais, por intermédio da Secretaria de Estado de Cultura, que visa apoiar a cadeia criativa e produtiva da música mineira. O projeto de turnê do grupo foi um dos 12 selecionados entre as 51 propostas inscritas para a terceira chamada anual do edital e recebeu apoio financeiro para sua realização.

O Seu Juvenal é formado pelo guitarrista Edson Zacca, o baterista Renato Zaca, pelo baixista Fabiano Minimim e o vocalista Bruno Bastos.

Para ouvir o Seu Juvenal, acesse:
Spotify: https://goo.gl/yzvqZ5
Deezer: https://goo.gl/CAcRVu
Google Play: https://goo.gl/TC8EJv
Amazon: https://goo.gl/oZXfHQ
iTunes: https://goo.gl/kHzFER
Youtube: https://goo.gl/HaAyGr

Mais Informações:
www.seujuvenal.com.br
www.facebook.com/seujuvenalmg
www.twitter.com/seujuvenalmg
www.soundcloud.com/seujuvenal
www.youtube.com/seujuvenalmg

Morcrof: banda anuncia lançamento e disponibiliza making of do novo álbum “.:. CODEX . GNOSIS . APOKRYPHV .:. arcanv . verba . revelatio .:.”.

morcrof - foto by claudio higa

Um dos mais tradicionais expoentes do Dark Metal brasileiro, o grupo paulistano Morcrof, anunciou o lançamento de seu novo álbum “.:. CODEX . GNOSIS . APOKRYPHV .:. arcanv . verba . revelatio .:.”  previsto para fevereiro pela Erinnys Productions. O álbum apresentará oito faixas dentre as quais algumas já são conhecidas por aqueles que acompanharam as apresentações da banda nos últimos shows realizados. A princípio o disco será apenas disponibilizado no formato físico, e posteriormente será distribuído nas principais plataformas digitais.

O grupo divulgou recentemente também o vídeo teaser do novo álbum com apresentação da capa e alguns trechos das músicas que podem ser conferidas a seguir:

 

Em outras notícias, a Morcrof seguirá sua jornada como quinteto, formação composta atualmente por Eziel Kantele-Väinö (Vocal), Bruno Brahms Kermanns (Teclado), R’Bressan (Guitarra), Paullus Moura (Baixo) e R’Herton (Bateria).
 
Contato: morcrof@hotmail.com
 
Links relacionados:

Uganga Oficinas Musicais: projeto de contrapartida do Programa Municipal de Incentivo à Cultura de Uberlândia, acontece gratuitamente na cidade em Fevereiro

Uganga_2018_Wacken Foundation

“Servus”, novo disco do Uganga, está quase pronto. Com produção de Gustavo Vazquez e do vocalista Manu “Joker”, o quinto álbum de estúdio do grupo mineiro, sucessor do aclamado “Opressor” (2014), está sendo financiado por dois relevantes prêmios, o Wacken Foundation, organização alemã sem fins lucrativos idealizada em 2008 pelos produtores do Wacken Open Air – o maior festival de Heavy Metal do mundo – e que apoia projetos de Hard Rock e Heavy Metal de todos os continentes, tendo nomes como o de Alice Cooper entre os doadores, e também pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC) de Uberlândia, Triângulo Mineiro, de onde a banda é originária.

Como contrapartida ao incentivo recebido pela PMIC de Uberlândia, os seis integrantes do Uganga realizam em Fevereiro uma série de oficinas musicais. Serão quatro oficinas gratuitas diferentes: Guitarra, Contrabaixo, Bateria e Estética/Métrica Vocal e Produção Musical. Todas serão ministradas pelos próprios integrantes do Uganga e baseadas nas experiências reais e bem-sucedidas vividas com a banda ao longo de mais de 20 anos de carreira.

As oficinas serão realizadas no Ovelha Negra Pub Bar (Av. Nicomedes Alves dos Santos, 115 – Uberlândia/MG) nas seguintes datas e horários:

16/02 das 14:00 às 15:00 – Guitarra com Christian Franco, Thiago Soraggi e Lucas “Carcaça”;

16/02 das 16:00 às 17:00 – Estética/Métrica Vocal e Produção Musical com Manu “Joker” Henriques

17/02 das 14:00 às 15:00 – Contrabaixo com Raphael “Ras” Franco;

17/02 das 16:00 às 17:00 – Bateria com Marco Henriques + Pocket-Show do Uganga.

uganga - oficinas musicais 2019

As oficinas são voltadas exclusivamente a quem reside em Uberlândia, músico ou não. É possível se inscrever através do email ugangamg@gmail.com ou pelo telefone e WhatsApp (34) 99265-2827. Para se inscrever basta informar nome completo, RG, CPF, endereço, telefone e a oficina desejada.

Essa é a segunda vez que o grupo realiza o projeto “Uganga Oficinas Musicais”. A primeira aconteceu em Fevereiro de 2017 como contrapartida do programa “Música Minas” da Secretaria de Cultura do Estado de Minas Gerais, no qual o Uganga também foi contemplado. As oficinas aconteceram no Vitrola Ambiente Cultural em Araguari/MG. Um vídeo com o resumo das oficinas está disponível no canal do Uganga no Youtube:

Entre outras novidades, o novo álbum “Servus” vai reunir 13 faixas: “Anno Domini” (Intro), “Servus”, “Medo”, “O Abismo”, “Dawn”, “Imerso”, “7 Dedos”, “Couro Cru”, “Hienas”, “Lobotomia”, “Fim de Festa”, “E.L.A. (Elo)” e “Depois de Hoje…”. O desenho da capa foi desenvolvida pelo artista pernambucano Wendell Araújo que já trabalhou com outras bandas de destaque como Ratos de Porão e Cólera.

Uganga_Capa_Servus

“Servus” vai ser lançado em Março em data a ser divulgada, mas no próximo dia 31 de Janeiro o grupo lança o primeiro single do álbum no formato de videoclipe. A música escolhida foi a faixa-título.

Dirigido por Eddie Shumway, o videoclipe de “Servus” foi filmado em três diferentes locações na zona rural de Araguari, triângulo mineiro, próximo à divisa com o estado de Goiás.

Assista o teaser do videoclipe “Servus”:

Mais Informações: 
www.uganga.com.br
www.facebook.com/ugangaband
www.youtube.com/ugangamg
www.twitter.com/uganga
www.instagram.com/uganga
www.wacken-foundation.com
www.uberlandia.mg.gov.br