Headhunter D.C.: grupo finaliza versão de “To Tame a Land” para tributo ao Iron Maiden

Headhunterdc

O Headhunter D.C. escolheu uma das músicas menos usuais do Iron Maiden em turnês. No detalhe, Sérgio ‘Baloff’ nas sessões de gravação no Massa Sonora Studio, em Salvador (BA) | Foto: Richard Meyer

Após participar da “Sabbath Brazil Sabbath – The Brazilian Tribute To Black Sabbath” (2018), da Secret Service Records com a canção “Electric Funeral”, o Headhunter D.C. mais uma vez participará de uma coletânea da gravadora. Dessa vez será lançada a “Somewhere in Brazil… The Brazilian Tribute to Iron Maiden”, e a banda baiana apresentará sua versão para “To Tame a Land” do álbum “Piece of Mind” (1983). “Eu já tinha essa versão na cabeça há vários anos, sempre quis gravá-la, então o convite para o tributo ajudou a colocar os planos em prática”, revelou o vocalista Sérgio “Baloff” à Brauna Music Press.

Sérgio também comentou como foi fazer uma versão extrema para uma música tão detalhista. “É uma música supercomplexa e seria um tanto complicado reproduzi-la em nossa afinação, mas como eu já tinha essa versão Death Metal na cabeça, incluindo os arranjos em nosso estilo, tudo correu bem naturalmente em todo o desenvolvimento e concepção da releitura”. Para a parte vocal, Baloff teve que trabalhar mais para se adequar ao instrumental. “Sim, criar uma vocalização gutural pra ela também foi outro aspecto complicado, pois não mexemos em sua estrutura original, todas as melodias do instrumental foram mantidas intactas”, disse.

Fã confesso de Iron Maiden, o vocalista do Headhunter D.C. ficou muito entusiasmado em participar de mais um projeto da Secret Service, sobretudo regravar um de seus hinos preferidos da “Donzela”. “Acabou sendo também uma realização pessoal para mim, pois sou fã dos primeiros álbuns do Maiden e ‘Piece of Mind’ é o melhor deles para mim. Sempre pensei que, se for para um dia gravar uma música dos mestres, que seja logo a melhor ‘lado B’ do mundo (risos), além de que, gostamos de desafios, então por que ser mais uma banda a gravar versões para ‘Aces High’ ou ‘The Trooper’?”, questiona.

A versão do Headhunter D.C. para “To Tame a Land” teve a participação de Fernando Costa do Insaintfication no baixo e foi finalizada em novembro de 2019. A Brauna Music Press teve acesso ao áudio da releitura e constatou que a versão Death Metal que a banda fez prima pela qualidade, respeito e dignidade de fazer tributo a um dos maiores nomes do Heavy Metal mundial. Em breve a Secret Service publicará o dia do lançamento.

Atualmente Headhunter DC é formada por:
Sérgio “Baloff” Borges – Vocal
George Lessa – Guitarra
Tony Assis – Guitarra
Zulbert Buery – Baixo
Daniel Brandão – Bateria
 
Acompanhe a banda pelo streaming:
 
Mais informações:

Live For Andre Matos: uma celebração à vida e a obra do maior cantor do Heavy Metal brasileiro

cultura-rock-set-2019

Uma celebração à vida e obra do maior cantor brasileiro (e um dos maiores do mundo) de Heavy Metal, Andre Matos.

Músicos de diversas bandas da região de Campinas e São Paulo (HEAVEN – Choir Metal, Kameratta, Casa das Máquinas, Flying Pumpkins, Heal or Kill, ex-Groovenaria, entre outras) convidam os fãs dos trabalhos do Andre para prestar uma singela homenagem ao Maestro, dias antes da data do seu aniversário.

No repertório serão contemplados clássicos das bandas em que o André participou: Angra, Shaman, Viper, Avantasia e carreira solo.

Serviço:
Festival Cultura Rock
Data: Quinta-feira, 12 de Setembro de 2019
Horário: A partir das 21:00
Cast de bandas: Live for Andre Matos; Persevere; Eu, A Véia e os Caras
Ingresso: Entrada gratuita
Local: Estação Ferroviária – Centro de Artur Nogueira/SP
Apoio: Prefeitura de Artur Nogueira
 
Estrutura de palco incrível, área de alimentação com ótimos bares e muitas surpresas preparadas. Não percam!

Rider: escute tributo ao vocalista Percy Weiss que a banda gravou para a faixa “Guerras”

RIDER 05

Em 2015 foi elaborado um CD em tributo ao lendário vocalista “Percy Weiss”, que foi vocalista da banda Harppia e Made In Brazil. Pelo Harppia, Percy, gravou o clássico disco “SETE” lançado oficialmente em 1987, e, considerado um disco icônico na história do Metal Nacional.

Esse tributo possuí várias bandas elaborando releituras de músicas gravadas com as vozes de Percy Weiss, e uma das músicas presentes, é “Guerra” do álbum “SETE” do Harrpia. Essa faixa recebeu um tratamento especial da banda paulistana “Rider”.

A música apresenta um tributo muito bem desenvolvido, respeitando ao máximo as linhas originais da faixa, mas com uma pegada totalmente autêntica ao estilo da Rider. Caso ainda não tenha conferido, escute agora mesmo no vídeo abaixo.

A banda Rider está em fase final de produção de seu novo álbum “Midnight Line” e muito em breve, irá apresentar aos seus fãs notícias sobre essa obra. Fique antenado nas redes sociais do grupo e não deixe de se manter atualizado e informado sobre o que está por vir.

Rider é formada por:
Cesar Caçador – (Vocal)
Luke D. Couto – (Guitarra)
Fernando Matinandes – (Guitarra)
Klébio Moura – (Baixo)
Alan Caçador – (Bateria)
 
Mais informações:

 

 

Bathory: ouça versão de Man of Iron com May Undead, Olam Ein Sof e Necromesis

Mayara Undead

Em junho de 2004, Quorthon partiu deixando um legado que influenciou milhares de bandas ao redor do mundo. Em 2015 May Undead (Torture Squad), Necromesis e Olam Ein Sof se uniram em uma versão para a icônica música “Man Of Iron”, originalmente lançada pelo Bathory em 1996 no álbum “Blood On Ice”. Nesta versão dos brasileiros a música se desenvolve em duas partes: A música inicia-se com May Undead cantando com vozes limpas e uma mescla de violão, bandolim e instrumentos de cordas de origem sul americana tocados pelo Olam Ein Sof. Já na segunda parte May traz a voz gutural culminando o em uma versão extrema trabalhada pelo Necromesis.

May Undead.jpg

May Undead: Foi vocalista da banda Necromesis, sendo este tributo o ultimo registro feito com a banda antes de se juntar ao Torture Squad.

Necromesis: É uma banda de Death/Thrash metal fundada em 2006 que incorpora vários elementos da música extrema e também da música folclórica do Brasil.

Olam Ein Sof.jpg

Olam Ein Sof: É um duo formado pelos músicos Marcelo Miranda e Fernanda Ferretti. Executam um som autoral único e diferenciado, inspirados na música medieval, renascentista, folk, mitologias diversas e o mundo etéreo.

Confira a música “Man of Iron”: