Sangue de Bode: a morbidez sonora do grupo, em lançamento de disco

Sangue de Bode

Sangue de Bode é uma banda de Metal extremo fundada na região serrana do Rio de Janeiro, no final de 2017, por João (Baixo e Voz), Fontes (Guitarra) e Gabriel (Bateria). Sem rédeas na língua e indo estritamente ao ponto, o trio aborda relatos, angústias, e uma realidade tão crua que até o melhor dos estômagos se esforça para digerir, apresentando uma atmosfera obscura e densa, sem perder a pegada experimental que o Sangue de Bode aborda em seu universo. 
 
Começando 2020 surtado, Sangue de Bode lança seu primeiro álbum. O full conta com 12 faixas bem resolvidas, que tratam desde dias conturbados à críticas sociais e revolta. Sobre traumas pessoais, e problemas de todo mundo. “A sombra que me acompanhava era a mesma do Diabo”, foi o nome dado ao trabalho, que acaba de ser lançado em todas as plataformas de streaming via Electric Funeral Records.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e texto

Confira aqui “A sombra que me acompanhava era a mesma do Diabo”:
 
Mais informações:
Phone: +55 21 996292220

 

Tigersharks: grupo apresentará seu Skate Punk no “Descarrego Festival”

download

Power-trio faz o 1º show do ano no Rio Grande do Sul

Nascido em Porto Alegre, o power-trio Tigersharks, formado por Leonardo Schmittt (bateria), Filipi Barbosa (baixo) e Rodrigo Neves (Voz e Guitarra) apresenta um Skate Punk Rock avassalador, com riffs pesados e rápidos podendo notar as influências que formam o som da banda, que navega desde do Punk Rock ao Stoner e não deixa de passar pelo Hardcore em sua pegada. 
 
A banda que lançou no fim de 2019 o single e lyric vídeo da faixa  “Smoking Kills“ em todas as plataformas de streaming via Electric Funeral Records, promove seu primeiro show de 2020, que acontecerá no Descarrego Festival em Caxias do Sul, Rio Grande do Sul. 

 

O festival acontece no Bar & Hamburgueria Maximos dia 22 de fevereiro ás 16h30, e conta também com os shows das bandas Timore, Arkhaik e Outra Providência.

 

Visualização da imagem

Mais informações:

 

 

Sangue de Bode: grupo anuncia lançamento de disco inédito em fevereiro via Electric Funeral Records

Sangue de Bode

Power Trio lança primeiro full álbum

Começando 2020 surtado, Sangue de Bode lança seu primeiro Álbum. O full conta com 12 faixas bem resolvidas, que tratam desde dias conturbados à críticas sociais e revolta. Sobre traumas pessoais, e problemas de todo mundo. “A sombra que me acompanhava era a mesma do Diabo”, foi o nome dado ao trabalho, e seu lançamento está previsto para o dia 17 de fevereiro de 2020 em todas as plataformas de streaming via Electric Funeral Records.

Sangue de Bode é uma banda de Metal extremo fundada na região serrana do Rio de Janeiro, no final de 2017, por João (Baixo e Voz), Fontes (Guitarra) e Gabriel (Bateria). Sem rédeas na língua e indo estritamente ao ponto, o trio aborda relatos, angústias, e uma realidade tão crua que até o melhor dos estômagos se esforça para digerir, apresentando uma atmosfera obscura e densa, sem perder a pegada experimental que o Sangue de Bode aborda em seu universo.
 
Confira o último trabalho lançado pela banda:
“Comendo Lixo”: https://youtu.be/-POmOoaDk_8
 
Mais informações:
Phone: +55 21 996292220

Headhunter D.C.: grupo finaliza versão de “To Tame a Land” para tributo ao Iron Maiden

Headhunterdc

O Headhunter D.C. escolheu uma das músicas menos usuais do Iron Maiden em turnês. No detalhe, Sérgio ‘Baloff’ nas sessões de gravação no Massa Sonora Studio, em Salvador (BA) | Foto: Richard Meyer

Após participar da “Sabbath Brazil Sabbath – The Brazilian Tribute To Black Sabbath” (2018), da Secret Service Records com a canção “Electric Funeral”, o Headhunter D.C. mais uma vez participará de uma coletânea da gravadora. Dessa vez será lançada a “Somewhere in Brazil… The Brazilian Tribute to Iron Maiden”, e a banda baiana apresentará sua versão para “To Tame a Land” do álbum “Piece of Mind” (1983). “Eu já tinha essa versão na cabeça há vários anos, sempre quis gravá-la, então o convite para o tributo ajudou a colocar os planos em prática”, revelou o vocalista Sérgio “Baloff” à Brauna Music Press.

Sérgio também comentou como foi fazer uma versão extrema para uma música tão detalhista. “É uma música supercomplexa e seria um tanto complicado reproduzi-la em nossa afinação, mas como eu já tinha essa versão Death Metal na cabeça, incluindo os arranjos em nosso estilo, tudo correu bem naturalmente em todo o desenvolvimento e concepção da releitura”. Para a parte vocal, Baloff teve que trabalhar mais para se adequar ao instrumental. “Sim, criar uma vocalização gutural pra ela também foi outro aspecto complicado, pois não mexemos em sua estrutura original, todas as melodias do instrumental foram mantidas intactas”, disse.

Fã confesso de Iron Maiden, o vocalista do Headhunter D.C. ficou muito entusiasmado em participar de mais um projeto da Secret Service, sobretudo regravar um de seus hinos preferidos da “Donzela”. “Acabou sendo também uma realização pessoal para mim, pois sou fã dos primeiros álbuns do Maiden e ‘Piece of Mind’ é o melhor deles para mim. Sempre pensei que, se for para um dia gravar uma música dos mestres, que seja logo a melhor ‘lado B’ do mundo (risos), além de que, gostamos de desafios, então por que ser mais uma banda a gravar versões para ‘Aces High’ ou ‘The Trooper’?”, questiona.

A versão do Headhunter D.C. para “To Tame a Land” teve a participação de Fernando Costa do Insaintfication no baixo e foi finalizada em novembro de 2019. A Brauna Music Press teve acesso ao áudio da releitura e constatou que a versão Death Metal que a banda fez prima pela qualidade, respeito e dignidade de fazer tributo a um dos maiores nomes do Heavy Metal mundial. Em breve a Secret Service publicará o dia do lançamento.

Atualmente Headhunter DC é formada por:
Sérgio “Baloff” Borges – Vocal
George Lessa – Guitarra
Tony Assis – Guitarra
Zulbert Buery – Baixo
Daniel Brandão – Bateria
 
Acompanhe a banda pelo streaming:
 
Mais informações:

Corona Nimbus: grupo anuncia lançamento de full álbum em fevereiro

1234

Após o excelente lançamento dos singles “Path To Self” e “Beyond Chaos” com participação de Cris Botarelli (Far From Alaska), a banda promete lançar um intenso full álbum em fevereiro via o selo Electric Funeral Records.
 
O duo formado por Júlio Baros e Junior Vieira, xplora o conceito de dualidade expresso pelos integrantes, usando referências como o yin e yang, o velho e o novo, o pesado e o leve, calor do deserto e o frio das profundezas oceânicas, assim, trazendo à tona também através desses elementos, o lado mais íntimo, o desejo mais profundo e verdadeiro do ser humano.
 
Em seu primeiro disco autointitulado “Corona Nimbus” a banda de Teresina-PI, traz muito mais que boa música; são onze faixas de puro Rock, Metal, música alternativa e nuances de ritmos regionais e brasileiros, abordando a dualidade, o bem e o mal, a dádiva de se estar vivo, produzindo e se renovando a cada novo ciclo. A banda se materializa nas personalidades dos músicos que mostram em suas músicas a que vieram e que sabem bem o que estão fazendo!
 
Com excelente aceitação do público e midia especializada, Corona Nimbus, fez sua estréia em território nacional em grande estilo e já entra no páreo em 2020 como uma das grandes revelações da música nacional, e com um disco que com certeza irá integrar em listas de melhores do ano.
 
Confira o último trabalho lançado da banda “Beyond Chaos”:
 
Mais informações:
Phone: +55 21 996292220

Bull Control: grupo anuncia lançamento de disco com participações inéditas

Bull Control-25

Banda acaba de assinar com Electric Funeral Records

Formada em 2015, por Giovanni (Guitarra), Digão (Voz), Thiago (Baixo) e Leandro (Bateria), o Bull Control chega pra mostrar um som sem rótulos e sem querer demandar influências.
 
Apresentando uma sonoridade agressiva, sem frescura e pra não deixar ninguém parado, a banda lança em julho o full álbum intitulado “União e Respeito” em todas as plataformas de streaming via Electric Funeral Records.
 
O disco conta com participações de Sandro Turco da Cannon Of Hate, Milton Aguiar do Bayside Kings, Zeca Ruas da Gagged, Vital Cavalcante do Matanza INC, Carlos James do Facada, Sandro Juliatti do Mukeka di Rato e Haru Cage Corja-Ce.
 
O disco “União e Respeito” conta com 7 tracks inéditas e mais 4 bônus track do EP “Mundo Paralelo” e foi gravado, mixado e masterizado no estúdio Esconderijo pelo produtor e baterista da banda Leandro Osterne, entre abril e novembro do ano passado. 
 
Mais informações:

Aphorism e Rabujos: lançam Split

 

grind

Aphorism e Rabujos acabam de lançar split em conjunto,. O novo trabalho está disponível para distribuição via streaming em todas as plataformas digitais e será distribuído em mídia física em agosto 2019.

Dois nomes conhecidos do Grindcore do Nordeste se unem para uma lançamento pra lá de Brutal. Um Split CD contendo 12 pedradas incluindo um cover que cada banda fez pra outra, em formato digipack.

grind - capa

Os responsáveis pelo petardo são os selos Electric Funeral Records,  Resistência Underground Distro e Prod. , Insulto REX, Cospe Fogo Gravações, Entorte Discos, Metal Island, Burn Records e Tropical Death.

A Mixagem e masterização ficou por conta de Miguel Tereso no estúdio Demigod Recordings em Caxarias, Portugal, a belíssima arte foi criada por Pedro Felipe (Ars Moriendee) e o projeto gráfico ficou a cargo de Alcides (Burn Artworks).

Ouça “Unidos pelo Grind!”:

 

Mais informações: