Broken & Boned: novo álbum do grupo já está a caminho

broken

Passado o primeiro ano de lançamento de “Hypocrisy Hymnys” (2018), que fez da Broken & Boned uma das primeiras bandas de extreme Groove Metal do norte do país, o quinteto formado por Rômulo Portela(vocal), Carlos Nava e Marcelo Marshall (guitarras), Lúcio de Paula (baixo) e André Cecim (bateria), se reúne para ensaiar novas canções e outras que, apesar de inéditas aos ouvidos do fã, já são antigas para a banda, mas que não entraram para o full-length.

“Cara, esse novo trampo deu início logo após o final das gravações do ‘Hypocrisy Hymns’, pra falar a verdade, ‘Peste’ e Ególatra’ foram duas músicas que saíram imediatamente após a gente gravar o debut”, revela Nava e continua, “A partir daí, nunca paramos. Acho que somos uma banda hiperativa, Compusemos cerca de 10 músicas partindo desse período até então”.

A banda que começou em 2012 é criteriosa na forma de compor. “Nosso ritmo de ensaios é bem pegado, mas não costumamos apressar a criação das músicas, então, em algumas delas, trampamos por meses até que cheguemos onde estamos. É um trampo bem meticuloso, a gente muda muita coisa e muitas vezes chega a refazer uma música quase do zero”, completa.

O CD da Broken & Boned possui um clima pesado devido a afinação baixa das guitarras e melodioso, devido às doses generosas de groove e, no novo álbum, a banda pretende investir mais nisso. “Essas novas músicas estão bem mais progressivas que as do ‘Hypocrisy Hymns’, algumas músicas batem os 7 minutos. Como eu sou de uma escola um pouco mais progressiva e técnica, eu componho a maioria das coisas com bastante variação de clima, andamento, grooves… no próximo disco a gente vai ‘viajar’ bastante, mas com bastante peso (até mais que o anterior)”, salienta.

No primeiro disco a banda deu ênfase ao tema religião, mas seu sucessor será menos centralizado no assunto, com títulos de música em português. Uma maneira de fazer algo diferente. “Todas as músicas continuam sendo cantadas em inglês, a gente optou por colocar os títulos em português simplesmente pra soar diferente. Faz parte do conceito do próximo disco, que vai abordar mais experiências pessoais, algo como traços e características ruins do ser humano. Achei que os nomes em português dariam um maior destaque pra isso”, explica.

Indagado sobre o nome deste próximo álbum, Nava não escondeu e ainda complementou a informação com mais novidades. “O álbum vai se chamar ‘Lies Inside Delusion’ –, bem, nós o gravaremos em novembro ou dezembro. Provavelmente ele fica pronto por volta de janeiro ou fevereiro, ainda é cedo pra decidirmos como vamos lançar, mas, pelo menos, nas mídias virtuais ele estará”.

Para anteceder a este lançamento, a banda de Marabá (PA) já prepara o primeiro single. “Atualmente estamos dando a última polida nas músicas, vamos também lançar um single antes… de uma música que vai ficar de fora do segundo disco. A música se chama ‘Fútil’, vai ser como um teaser pro segundo disco. Vamos gravar ela em junho para lançarmos até novembro”, encerra.

O último trabalho da Broken & Boned foi o lyric vídeo de “A Fable”, produzido por Marcelo Silva e lançado pela Brauna Music Productions, em janeiro de 2019.

Confira o álbum “Hypocrisy Hymns” pelas plataformas de streaming:
 
Contato para shows:
Lúcio de Paula: (94) 9.8160.8464
André Souza: (94) 9.9177.1131
 
Links relacionados:

 

 

Anúncios

Broken & Boned: banda é atração no “II Circuito Marabense de Skate”, em Marabá/PA

broken

O município paraense Marabá, que fica a 500 km da capital Belém, fará 125 anos de no dia 5 de abril e, no dia 6, está programada para acontecer na Praça Monsenhor Baltazar, a “Etapa Marabá Birthday” do “II Circuito Marabense de Skate” realizada pela Associação Marabaense de Skate (AMASK) e Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEMEL) de Marabá.

A competição será dividida em cinco categorias, e na parte musical terá animação com Voxx DJ estendendo-se às apresentações ao vivo de Eletric Blues Dogs, Kranyon e Broken & Boned que promove o álbum “Hypocrisy Hymns” e seu single “A Fable”. Este será o primeiro evento com a Broken & Boned em sua cidade natal, depois de uma série de compromissos após o lançamento de seu álbum.

A programação será aberta ao público e começará às 09h00. Todas as pessoas estão convidadas a prestigiarem esse evento, que une música e esporte e corrobora para a inclusão social de forma responsável, saudável e participativa.

Serviço:
II Circuito Marabense de Skate – Etapa Marabá Birthday
Data: 6 de abril de 2019
Local: pista de skate da Praça Monsenhor Baltazar
Categorias: Mirim – Femimino – Iniciante – Amador – Master
Participação: Rayssa Leal, A Fadinha do Skate
Animação: Voxx DJ
Bandas: Eletric Blues Dogs, Kranyon e Broken & Boned
 
Confira o álbum “Hypocrisy Hymns” da Broken & Boned pelas plataformas de streaming
 
 
Links relacionados:
 
Contato:
Cel./Whatsapp: (94) 9.8145-5256
 
Assessoria de Imprensa:

SuperSonic Brewer: escute agora “End Times” no YouTube da banda

SuperSonic Brewer - 05

A música “End Times do SuperSonic Brewer é considerada um divisor de águas na carreira do grupo, um dos principais motivos para isso, é que, com essa faixa o grupo ganhou fama nacional e internacional devido ao seu contexto lírico e harmônico.

A música que está presente no disco “Overthrow the Bastards” é uma aula de peso e groove de altíssimo nível, comprovando que o SSB é um dos nomes mais representativos do estilo no Metal Nacional.

Enquanto o novo álbum é finalizado e a banda promete seu lançamento para os próximos meses. Gradativamente é liberado no canal oficial do SuperSonic Brewer, todas as músicas da carreira da banda, e, “End Times” acaba de ser liberada para audição completa. Confira:

Vale lembrar que além dessa versão em áudio, essa música possui um clipe muito bem elaborado e que possui quase 10 mil views no canal da banda. Caso queira conferir o vídeo, acesse logo abaixo:

Formação:
Vinicius Durli – (Vocal/Baixo)
Rodrigo Fiorini – (Guitarra)
Jovani Fracasso – (Guitarra)
Evandro da Silva – (Bateria)
 
Mais informações:
Roadie Metal Press – SuperSonic Brewer: http://roadie-metal.com/press/supersonic-brewer/

Mugo: banda relança álbum “Race of Disorder” em todas as plataformas de streaming pelo selo Roadie Metal

Mugo

Em 2017 chegava ao mercado fonográfico, aquele que é considerado um dos melhores álbuns lançados por uma banda brasileira. O disco “Race of Disorder” do Mugo, rapidamente foi aclamado como um dos álbuns mais pesados e impactantes já lançados por uma banda goiana.

Sendo o terceiro registro da carreira do grupo, “Race of Disorder” é o mais maduro, pesado e sombrio, álbum gravado pelo Mugo, credenciando esse material como o melhor já disponibilizado pela banda. Após pouco mais de 02 anos de seu lançamento, o disco e relançado em todas as plataformas de streaming através do selo digital da Roadie Metal.

Escolha abaixo como você pretende escutar esse soco na cara do renomado nome do Thrash/Death/Groove Metal do Centro-Oeste brasileiro:

 
Tracks:
01 – Race of Disorder
02 – Seeds of Pain
03 – Corruption
04 – Sanguessugas
05 – Deliverence
06 – Think Twice
07 – Terra de Ninguém
08 – Elo Quebrado
 
Mugo é formada atualmente por:
Pedro Cipriano – (Vocal)
Guilherme Leal – (Guitarra)
Faslen de Freitas – (Baixo)
Weyner Henrique – (Bateria)
 
Mais informações:

SuperSonic Brewer: banda libera música “Dirty Ass” no YouTube, mais uma furiosa aula de Thrash/Groove Metal

SuperSonic Brewer - 04

Está cada vez mais próximo o lançamento do novo álbum do SuperSonic Brewer, enquanto isso não acontece, o grupo de Thrash/Groove Metal, disponibiliza em seu canal oficial mais uma faixa do seu segundo disco de estúdio, “Overthrow the Bastards” para audição completa e com a intenção de ir alimentando seus fãs sedentos por novidades com os primeiros trabalhos do grupo.

A bola da vez é a música “Dirty Ass” que possui altas dosagens de influência de Pantera, tudo muito bem elaborado pelo SSB e sem perder a identidade inconfundível do grupo. É nítido o quanto a banda é excelente em criar grooves marcantes e uma linha precisa de riffs potentes e variações impecáveis.

O SuperSonic Brewer é uma das principais forças do estilo no Brasil, sendo reconhecido mundialmente por suas obras e destreza apurada. Os músicos comunicam seus fãs que, muito em breve, o primeiro single oficial do novo álbum será divulgado com exclusividade pela banda, enquanto isso não acontece, confira “Dirty Ass” abaixo:

Formação:
Vinicius Durli – (Vocal/Baixo)
Rodrigo Fiorini – (Guitarra)
Jovani Fracasso – (Guitarra)
Evandro da Silva – (Bateria)
 
Mais informações:
Roadie Metal Press – SuperSonic Brewer: http://roadie-metal.com/press/supersonic-brewer/

Krucipha: confira o lyric vídeo e conceito de “Acceptance”

krucipha

Uma das principais peculiaridades do Krucipha, é apresentar em suas letras uma visão sobre a introspecção humana e como enfrentar os problemas cotidianos e sociais que acabam por afetar diretamente a mente e conduta do ser perante o próximo.

Os álbuns “Hindsight Square One” (2014) e “Inhuman Nature” (2017), possuem ligações em suas letras, conceito, temática e simbolismos. A faixa “Denial”, presente em Hindsight possui em “Inhuman Nature” com a música “Acceptance” uma continuidade que explora o mesmo tema.

Em “Acceptance”, o Krucipha fala sobre a autonegação e auto sabotagem e a superação, mas ao invés de ser em primeira pessoa, a música apresenta uma perspectiva de alguém apontando que não devemos nos render ao medo e à falta de vontade de sermos pessoas melhores dia após dia. Além de explorar o mesmo tema de “Denial”, em “Acceptance”, a banda pegou emprestado alguns riffs da primeira e incluiu em uma atmosfera e estrutura nova e mais pesada.

Para brindar os fãs, o Krucipha liberou em seu canal oficial do YouTube o lyric vídeo da música “Acceptance”, onde você poderá conferir a música e acompanhar a letra em tempo real. Aumente o som e viagem nessa excelente música!

Formação:
Fabiano Guolo – (Voz e Guitarra)
Luis Ferraz – (Guitarra Solo e Voz)
Khaoe Rocha – (Baixo e Voz)
Felipe Nester – (Bateria)
Nicholas Pedroso – (Percussão)
 
Mais informações:

Broken & Boned: álbum “Hypocrisy Hymns” é destaque no Blog Heavy Metal Thunder

Broken & Boned

“Metal Mark” Garcia, ou para quem o segue a mais tempo, “Big Daddy” do Metal Samsara. Hoje, Marcão está à frente do conceituado Blog Heavy Metal Thunder do Brasil. Profundo conhecedor de metal em geral, Garcia ainda colabora com outros veículos respeitados, como a revista eletrônica Rock Meeting e o site estrangeiro Metal Temple.

Conhecido por sua franqueza e senso de justiça sólido para o que é bom ou ruim no underground, tanto em matéria de comportamento como na música, o redator fez críticas positivas ao debut da banda paraense Broken & Boned, “Hypocrisy Hymns” (2018). “De Norte a Sul, de Leste a Oeste, o Metal ainda é o estilo mais cultuado no Brasil, uma vez que o mesmo não se encontra estagnado por limites regionais/estaduais. Ele chega a todos os cantos e move imensas quantidades de fãs. Por isso, um país onde o gênero possui tanto “appeal” tem que mostrar boas bandas. E de Marabá (PA) vem o BROKEN & BONED, um quinteto que mostra talento e peso em seu primeiro disco de estúdio, o feroz ‘Hypocrisy Hymns’”, escancara o jornalista no primeiro parágrafo da resenha.

Observador atento, o crítico musical repara detalhes na produção do álbum que, a seu ver, poderia ganhar mais atenção. “Um trabalho desse tipo precisa de uma qualidade sonora de alto nível, que consiga associar a crueza inerente da banda com uma boa noção de definição sonora. O grupo até conseguiu algo muito bom nesse ponto (…) Não está ruim, não é isso, mas sim que poderia ser melhor”, pontua.

Em linhas gerais, “Hypocrisy Hymns”, que arrancou elogios de repórteres de outras mídias como Roadie Metal, Roadie Crew e Whiplash, não poderia também deixar de fisgar o sincero Mark Garcia. “Em termos de composição, “Hypocrisy Hymns” mostra uma banda raçuda e com sangue nos olhos, com músicas cheias de energia e que são capazes de agradar os mais exigentes fãs de Metal extremo”, dispara e conclui, “No mais, o BROKEN & BONED é muito bom, e ‘Hypocrisy Hymns’ tende a esmagar ossos e pescoços sem dó.”

Para conferir a resenha na íntegra, acesse o endereço:

https://heavymthunder.blogspot.com/2018/11/broken-boned-hypocrisy-hymns.html?spref=fb&fbclid=IwAR2AvZVM8Z0T5xlqeu78Es3TjxHyZ53bEhxcgb31tOVGM9rjGpV0SteqNnw&m=1

Confira o álbum “Hypocrisy Hymns” pelo streaming:

Krucipha: forte nas músicas, forte nos vídeos, entenda

Krucipha 05

Fundada oficialmente no ano de 2010, o Groove/Thrash certeiro do Krucipha, comprova que atualmente o grupo é um dos nomes fortes do estilo no país. Esse fato se deve em muito, ao trabalho sério e dedicado que os músicos da banda carregam consigo, em uma trajetória de pouco mais de 8 anos, o Krucipha lançou um EP e dois full que são aclamados por público e imprensa especializada.

No ano de 2010, o Krucipha estreava com o EP “Preemptive Uproars”, o registro foi rapidamente consumido pelos fãs da banda na cidade de Curitiba. Porém, no ano de 2014, o grupo recebia reconhecimento à nível nacional com o lançamento do aclamado “Hindsight Square One”, o disco foi preterido nas principais listas de melhores do ano, comprovava que um nome de expressão surgia no cenário. O álbum conta com 08 faixas e proporcionou vários shows pelo país, incluindo grandes festivais pelo Brasil.

Através das apresentações que a banda participou após o lançamento de “Hindsight Square One”, o Krucipha aproveitou uma dessas noites inspiradoras sob o palco, para disponibilizar seu primeiro vídeo clipe oficial. A música “Greater Good Parasite” apresenta toda fúria e energia da banda em uma performance ao vivo, impecável.

Confira “Greater Good Parasite” abaixo:

Muita expectativa se criou para o que viria a ser o próximo disco da banda, e acertando em cheio, ainda mais pesado, mais técnico, trabalhado e maduro, o registro “Inhuman Nature” (2017), finca o nome Krucipha como um dos pilares da música pesada no país provindos de Curitiba. O trabalho que ainda está em pleno vigor, proporciona a banda shows pelo Brasil e em alguns países da América do Sul, como o Paraguai.

Com “Inhuman Nature” o Krucipha disponibilizou dois clipes em duas medidas opostas, tudo isso por utilizar metodologias distintas na produção de um para o outro. O primeiro clipe oficial lançado foi “Reason Lost MMXVI”, que possui uma produção impecável, profissional e com um enredo que transmite o conceito da letra para as imagens e toda uma equipe contratada para captar, dirigir e produzir o vídeo. Já o outro clipe, “Victimia”, é uma criação própria do grupo, que se absteve de utilizar recursos financeiros e dirigiu, escreveu, filmou, editou e produziu, todas as imagens do vídeo, provando que mesmo sem grandes verbas, é possível produzir seu próprio material em nível altíssimo de qualidade.

Confira “Reason Lost MMXVI”:

Confira “Victimia”:

Com essas ideias e gana em se manter ativos, o Krucipha vem rapidamente se transformando em um fenômeno da música pesada brasileira por toda sua essência verdadeira e autêntica.

Formação:
Fabiano Guolo – (Vocal/Guitarra)
Luis Ferraz – (Guitarra Solo e Voz)
Khaoe Rocha – (Baixo e Voz)
Felipe Nester – (Bateria)
Nicholas Pedroso – (Percussão)
 
Mais informações:

Rock’Up Festival: evento em Fortaleza reunirá nomes do Metal cearense e paraibano em julho

Rock_Up Festival - fly

Um dos bairros de Fortaleza onde há maior movimentação do underground com realização de eventos é o Conjunto Ceará, localizado no Oeste da cidade. Lá será realizado mais um grande evento que promete entrar de vez para o calendário metálico de Fortaleza, o “Rock’Up Festival”.

O festival chega em 2018 a sua terceira edição, a qual promete ser a maior desde que foi criado. Está escalada como headliner a banda paraibana de Thrash/Death Metal Flamenhell, que vem pela primeira vez a Fortaleza divulgar seu novo trabalho, o álbum Fire Away. Também estão escalados entre as principais atrações a banda de Death/Grind Siege Of Hate (S.O.H.), um dos nomes mais respeitados do país em seu estilo e que também divulga um novo trabalho, o EP Cerco de Ódio, e a veterana Asmodeus, que, fundada em 1984, retornou em 2015 e lançou recentemente seu debut, Parabellum.

As demais atrações ficam por conta da banda de Heavy Metal Heavy Smasher, que volta aos palcos depois de um período afastada por questões pessoais e com novas composições, o Thrash Metal do Viollen, uma das bandas de maior evidência de Fortaleza nos últimos anos, e a banda Violência Sonora, que vem representando a cidade de Pacajus com seu Thrash/Groove Metal.

A 3ª edição do Rock’Up Festival será realizado no dia 07 de julho no Centro Cultural Patativa do Assaré, localizado no polo de lazer do Conjunto Ceará. O fest terá início às 16:00 e a entrada custará somente R$5,00, com bebida, lanches e merchandising no local. O Rock’Up Festival é realizado pelo Eusébio Underground Productions e conta com o apoio da Roadie Metal e do programa Heavy Metal Online.

Serviço:
Rock’ Up Festival 2018

Bandas
: Flamenhell (Paraíba), Siege of Hate (S.O.H.), Asmodeus, Heavy Smasher, Viollen, Violência Sonora
Data: 07 de julho
Horário: 16:00
Local: Centro Cultural Patativa do Assaré. Polo de Lazer do Conjunto Ceará (próx. avenidas Alanis Maria e Min. Albuquerque Lima), Fortaleza/CE
Entrada: R$5,00
Apoio: Heavy Metal Online, Roadie Metal, A Voz do Rock, LP Legado Produções, Estúdio Meddle, Terror Face Productions, Agenda Rock.CE/Brasil e Backstage Rock Bar.
Link do eventohttps://www.facebook.com/events/128367541288712/

Mais informações:

 

 

No Trauma: banda lança um dos melhores clipes do ano, assista agora “Forca”

No Trauma

O grupo No Trauma continua colhendo grandes frutos com o lançamento de “Viva Forte Até Seu Leito de Morte “, o disco que foi considerado por muitos como um dos melhores lançamentos de 2016, proporcionou ao grupo sua primeira tour internacional, sendo mais 40 dias por 04 países diferentes no final de 2017, vários shows pelo país ao lado de nomes como Brujeria e Project 46 e resenhas positivas da grande crítica especializada brasileira.

Para manter essa força criada com seu álbum de estreia, o No Trauma, acaba de disponibilizar ao público um novo vídeo clipe, uma das melhores produções feitas por uma banda nacional. O clipe apresenta uma excelente construção visual e andamento muito bem desenvolto em cada imagem captada. A banda pensando grande, contratou a atriz Eli Ferreira, que recentemente atuou na última novela das 18 horas da rede Globo, “Tempo de Amar”.

Uma das músicas mais fortes de “Viva Forte…”, “Forca”, foi escolhida como a faixa de trabalho e com apenas 02 dias de lançamento já se aproxima das duas mil visualizações no YouTube. Provando toda a força e forte legião de fãs que o grupo possui.

Confira o novo clipe do No Trauma – “Forca”:

Formação:
Hosmany Bandeira – (Vocal)
Tuninho Silva – (Guitarra)
João de Paula – (Baixo)
Marvin Freitas – (Bateria)
 
Mais informações: