Little Quake: o Rock sujo e sem frescura em lançamento do novo EP

Litle quack

Power-duo lança material via Dinamite Records

O power duo Little Quake lançou nesta semana seu primeiro EP em todas as plataformas de streaming via Dinamite Records.

O material que conta com três faixas, apresenta um som único, Sujo, denso, afrontoso, irreverente e barulhento, são esses os adjetivos que ajudam a explicar o som feito por Wysrah Moraes (baixo e vocais) e Dudu Machado (bateria e vocais).

O EP foi gravado no estúdio Costella (SP) sob a direção de Chuck Hipolitho (Forgotten Boys, Vespas Mandarinas, Hit Rock Billy Pops) e assistência de Caio Cruz.

Posteriormente foram acrescentados os vocais no Evil Heart Studios (SP) sob o comando do icônico Paulo Ratkiewicz (Devilish, Baixa Fidelidade, Montanha) o qual inclusive participou como segunda voz em algumas faixas. A mixagem das músicas foi feita pelo produtor gaúcho, Lucas Roma e a masterização ficou por conta do consagrado Jander “Cavalo” Antunes. Já o clipe de “Stone Lucid” foi escrito, produzido e filmado com a produtora De La Mídia (RS) e dirigido por Leonardo Kleinowski e Luiz Klever, junto à banda, em menos de uma semana na cidade natal dos músicos gaúchos durante uma mini tour em setembro deste ano.

Confira Vol I:

 

Mais informações:

Blizterin’ Sun: musicalidade e timbre único em lançamento de novo clipe

Blizterin' Sun

O Blizterin’ Sun, formado por Anna Luísa Moraes (guitarra e vocal) e Rafael Guedes, explora sua musicalidade e timbre único na forma de dois pedais que fazem por si o som pesado das músicas, e uma bateria que estoura todos os pratos na pegada, acompanhada do bumbo com caixa mandando os ritmos. 

Apostando e mesclando diversos gêneros como Rock, Grunge, Stoner e Punk Rock, o duo lança clipe da faixa “Roses n’ Bones” via Dinamite Records.
 
Clipe produzido e dirigido por Anna Luísa Moraes com cenas das últimas apresentações da Blizterin’ Sun, mostra um pouco da pegada da banda ao vivo e toda a energia que a acompanha.
 
“Roses n’ Bones” é uma música com uma letra que expressa questões sentimentais e envolta em uma atmosfera criada com riffs marcantes e pesados.
 
Anna Luísa Moraes com sua guitarra distorcida e sua voz melódica cria o clima onde a bateria agressiva e explosiva composta por Rafael Guedes se encaixa perfeitamente.
 
Confira “Roses n’ Bones”:

 

Concrete Monkey: grupo anuncia lançamento de novo single

1234

O Concrete Monkey inicia o ano com lançamento de novo single para o mês de janeiro. A banda irá disponibilizar no dia 17, o terceiro e último single do álbum “High in Blue”,  previsto para ser distribuído em março. A faixa “Happy Loser” trará consigo a última parte da arte que integra o desenho da capa do álbum. 
 
Navegando entre o Grunge, Stoner, Sludge, Metal Alternativo e Hints de Psicodelia, o power-trio se lança no mercado com uma música carregada de criatividade e fluidez sonora que cativa com sua pegada freak e pesada. 
 
Concrete Monkey lançou no final de 2019 o single “Cursed Spit”  em todas as plataformas de streaming, faixa irá ganhar videoclipe ainda no primeiro trimestre de 2020.
 
Confira aqui o último single lançado “Cursed Spit”:

 

 

Concrete Monkey é formado por:
João Mantovani – Voz e Violão
Felipe Falci – Guitarra
Henrique Stella – Baixo
Vinicius Rodrigues – Bateria
 
Mais informações:
Phone: +55 21 996292220

Machado de Einstein: grupo lança clipe inédito “Semeador”

machado 01

A banda de Rock catarinense, Machado de Einstein, lançou um novo vídeo clipe. É o décimo da carreira do grupo e dessa vez produzido pela própria banda. O tema escolhido que pertence ao disco “Por Amor” lançado este ano, é a faixa “Semeador”.

A banda de Rock autoral independente de Balneário Camboriú, costuma abordar temas sociais e filosóficos atuais, através das suas músicas com letras em português e inglês, que esbanjam energia e peso – o que pode ser percebido com clareza na nova produção áudio-visual recém lançada pelo grupo musical.

Assista ao vídeo clipe de “Semeador”:

No som da Machado de Einstein podem ser percebidas referências bem distintas, como por exemplo o Rap/Rock do O Rappa, o Grunge do Nirvana, e o Hard Rock do Metallica. Em 2017, a banda assinou com a Musikorama Music Records, sub-selo rock da Universal Music e VEVO, e já estão produzindo seu terceiro álbum, previsto para ser lançado em 2020. Quem assina a produção dos discos é Oliver Dezidério.

Machado de Einstein é formado por:
Daniel Siebert – Vocal e Guitarra
Edgar Gomes de Souza – Guitarra
Junior Schirmann – Baixo
Adriano Gooper – Bateria
 
Mais informações:

Venuz: grupo convida fãs para gravação de clipe no Rio de Janeiro

Venuz - Pedro Salles (3)

Evento acontecerá no Garage, com bandas Nebulosa e Slivers

Em noite de cabaré, a Venuz convida os cariocas para uma noite especial, com gravação de clipe e comemoração do aniversário da vocalista. A festa acontece n’O Pecado Mora Ao Lado, no dia 18 de outubro (sexta-feira), às 21h. O local é decorado com temática vintage, e é localizado no “Garage”, na Praça da Bandeira. O evento também contará com a presença das bandas Nebulosa e Slivers. Os ingressos custam 10 reais.

A gravação do clipe é certa, mas a música que será gravada é uma surpresa para os fãs. Formada apenas por mulheres, a Venuz traz para o palco letras com temáticas feministas e uma performance enérgica. A banda traz como influências musicais ícones como Hole, Pitty, Rita Lee e The Runaways. No setlist, as canções do EP “RebELA” (2018) e a versão do funk “Quero que tu vá”, da Ananda. A Venuz é Aila Dap (voz), Renata Guterres (guitarra), Juliana Valente (bateria), Carol Vianna (baixo) e Valentinne (guitarra).

Quem também se apresenta é a banda Nebulosa, que lançou recentemente o disco de estreia, “Placebo Is My Drug Dealer”. Desde 2017 na estrada, a banda traz influências do punk, do post punk e do grunge. A banda é formada por Alex (vocalista), Xandee (guitarrista), PH (baterista) e Nery (baixista).

Subindo pela primeira vez em um palco, a Slivers toca as canções do EP “Outono”, lançado em maio deste ano. Com forte influência do grunge e do rock da década de 90, o grupo é formado por Tiago Grigor (voz e guitarra), Ronaldo Gallucci (guitarra), Igor Khawaja (bateria) e Rodrigo Rodrigues (baixo).

A imagem pode conter: 2 pessoas, texto

Serviço:
Venuz – Gravação de Clipe
Data: 18/10/2019 (sexta-feira)
Horário: 21h
Local: O Pecado Mora Ao Lado
Endereço: Rua Hilário Ribeiro, nº 196 – Praça da Bandeira
– Rio de Janeiro/RJ
Ingressos: R$10

Mayaen: grupo moderniza Rock Alternativo com “Down on Me”

 

mayaen - down

Duo experimenta e solta uma música que transita entre o Rock Garage, Stoner e Grunge

O duo Mayaen solta neste início de julho/2019 o single “Down on Me”, que assim como o EP de estreia, “Mudlord”, chega às plataformas de streaming com a chancela da Abraxas Records. Confira: https://sl.onerpm.com/1903136813.

Fábio Mazzeu (guitarra e vocais, Nove Zero Nove) e André Leal (bateria, Stone House on Fire e Carbo) novamente mostram criatividade e técnica, numa sonoridade que transita entre o Rock Garage, Stoner e Rock Alternativo. O single evidencia a experiência de ambos tanto de instrumentistas como de produtores.

“Down On Me” é impactante, e apesar de referências de bandas como Soundgarden ou Fu Manchu, são quase 4 minutos de um Rock único, com um esperto jogo de guitarras e bateria, que dão a sensação de movimento constante – sem bases. O peso explode no refrão e na enxurrada de riffs criados pelo Mayaen.

O single é apenas o primeiro de uma série de lançamentos de novas músicas ao longo do segundo semestre do ano. Álbum completo, mesmo, só em 2020. Já quanto ao próximo single, uma surpresa: terá a participação da Poliana Marques (ex-Duna, Brisa e Chama), vocalista da Polly Terror, cujo EP de estreia (abril/2019), o experimental e sombrio Speciel Fiend, também saiu pela Abraxas.

Mais informações:

Eduardo Pastore: músico lança EP “Wild Crowd” que mistura Rock, Grunge e Funk

pastore Foto EP - alta

Wild Crowd conta com quatro músicas de puro Rock e Grunge, gravadas com muito cuidado e dedicação, com DNA 100% brasiliense.

Eduardo Pastore é compositor e produtor musical brasiliense. Proprietário do New Orleans Studio, já tocou em projetos de gêneros variados, como Grunge, Indie, latin Rock e eletrônica. Em dezembro de 2017, concluiu o Master Certificate of Songwriting and Guitar na Berklee Institute of Music.

Seu primeiro EP, “Wild Crowd”, foi lançado na última sexta-feira (14). Pastore, em parceria com João Vitor (guitarra), Diego Promessas (bateria) e Bruno Amorim (baixo), três amigos e músicos com vasta experiência na cena musical brasiliense, apresentam um repertório autoral com raízes fincadas no Rock, Grunge e Funk.

“Não poderia deixar de agradecer a todas e todos que têm me acompanhado nessa jornada, faz um ano que comecei essa fase e esse EP não teria sentido sem o entusiasmo de vocês.” – afirma Eduardo.

“Wild Crowd” conta com 4 faixas marcadas por guitarras modernas e letras rápidas, que procuram dar voz aos diversos tipos de amor. Nas próximas 4 sextas-feiras serão lançados videoclipes para as cada uma das músicas do EP no canal do Youtube do músico.

O lyric vídeo da música “Wild Crowd”, faixa que dá nome ao EP, já pode ser conferido no link abaixo:

Escute agora “Wild Crowd”:

https://eduardopastore.hearnow.com/

Links relacionados: