No Gracias: discografia disponível nas plataformas digitais

No Gracias 2

Acompanhando as mudanças tecnológicas que influenciam o consumo da música globalmente, a banda No Gracias disponibilizou recentemente a sua discografia nas principais plataformas digitais.
 
Os EPs “2016” e “Vista do Jogo”, além do novo single “Ponte para o Passado”, estão disponíveis para compra e audição nos aplicativos Spotify, Dezzer, Google Play, Amazon Music, Tidal e Youtube.
 
Confira os links:
Amazon Music: https://goo.gl/1FfQzR
 
 
Formada em 2007 pelo guitarrista e vocalista, Pablo Gusmão Rodrigues, e pelo guitarrista Rafael Midugno, a banda No Gracias, que já conta o baterista Rodrigo Corrêa desde 2008, consolidou sua formação atual em 2014, com a entrada do baixista Igor Lopes.
 
Com a formação completa, o grupo resolve entrar em estúdio para gravar seu primeiro registro oficial. O EP “2016” traz quatro composições próprias cheias de atitude e contestação social. O trabalho conta com produção do músico e produtor gaúcho, Egisto Dal Santo.
 
Após diversas apresentações em cidades do Rio Grande do Sul e também no Rio de Janeiro, a banda volta ao estúdio para a gravação de seu novo trabalho. O EP “Vista do Jogo” é lançado em março de 2017 e traz a banda revigorada, expandindo a sua sonoridade. O novo álbum foi gravado, mixado e masterizado no estúdio Hurricane e produzido por Sebastian Carsin. O trabalho foi considerado um dos melhores do ano pelo portal O Subsolo, na categoria EP Rock / Hard Rock.
 
Em junho deste ano, o grupo lançou seu novo trabalho, o single “Ponte para o Passado”. A música repete a parceria com o produtor Sebastian Carsin e traz a banda explorando seu lado mais pesado, unindo a atmosfera sombria da melodia com a acidez e crítica social de sua letra.
 
Mais informações:
 
 
Anúncios

Hawake: participa de festival como banda de apoio para Pompeu (Korzus)

Hawake-100_Edit (1)

O já tradicional festival da banda de Thrash Metal, Numbness (Numbness Fest V) acaba de confirmar a participação da banda Hawake no cast do evento. O festival acontece em Manaus no próximo dia 7 de setembro.

O Hard-Rock Progressivo da Hawake vai ser uma das bandas de suporte para a participação de Marcelo Pompeu (Korzus) que vai cantar clássicos do Slayer, e do Metal Mundial. “Vai ser uma experiência emocionante! Sobretudo, por que somos fãs de Pompeu e do seu trabalho no Korzus” lembra o vocalista e líder da banda Hawake, Rod Splater.

A banda está divulgando o seu primeiro disco “Duality of the Universe” gravado no estúdio Fusão (SP) levando a assinatura do produtor musical Thiago Bianchi (Noturnall, Arena, ex-Shaman).

Hawake - cartaz

Serviço:
Numbness Fest V
Data: Sexta-feira, 7 de setembro
Local: Red Dog Pub
Horário: 20:00h
Endereço: Rua Rio Branco, Nº 292 – Vieiralves – Manaus (AM)
Ingresso antecipado: R$ 30.00
 
Hawake é formado por:
Rod Splater – (Vocal)
Fábio Botelho – (Guitarra)
João Almeida – (Baixo/Backing Vocal)
Miguel Pinheiro – (Teclado/Backing Vocal)
Thiago Leão – (Bateria)
 
Mais informações:

Overhead: banda se apresenta em Bauru no dia 12 de agosto

Overhead

A banda Overhead, um dos nomes mais importantes da cena Hard Rock do interior paulista, será uma das atrações do 4º encontro da Turma da Sucata, que será realizado em Bauru, cidade-natal da banda.

Na ocasião, o grupo formado por André Moreno (vocais, guitarras), Bruno Bevenutti (guitarras), Ivo Ferreira (contrabaixo) e Brendel Alba (bateria) apresentará algumas de suas novas composições que estarão presentes no segundo álbum da banda, que tem previsão de lançamento ainda para 2018, bem como músicas já conhecidas do público, registradas nos álbuns A Noite É O Meu Lugar” e “Ressaca”.

Ao lado do Overhead, estarão se apresentando no Encontro da Turma da Sucata as bandas TKR Cara-Pretae o cantor Júnior Batista. Além das atrações musicais, o encontro estará organizando uma exposição de carros antigos, feira de usados e sorteios de vários brindes. O evento será realizado no Sambódromo de Bauru a partir de 08:00. A entrada será somente um quilo de alimento não-perecível.

Overhead 1

Serviço:
4º Encontro da turma da sucata em Bauru
Bandas: Overhead, TKR Cara-Preta e Júnior Batista
Data: 12 de agosto (domingo)
Horário: 08:00
Local: Sambódromo de Bauru, São Paulo
Entrada: 1 Kg de alimento não-perecível

Overhead é formado por:
André Moreno – (Vocal/Guitarra)
Bruno Bevenutti – (Guitarra)
Ivo Ferreira – (Baixo)
Brendel Alba – (Bateria)
 
Links relacionados:

 

Prison Bäit: banda anuncia encerramento das atividades

Prison Bait 4

Viver de música pesada no Brasil é uma tarefa árdua e muito complexa nos dias de hoje, infelizmente, poucas bandas conseguem sobreviver por muito tempo. Agregue a isso, a falta de apoio, incentivo, custos caros de gravações e ensaios, e na maioria dos casos, os músicos precisam ter empregos fora do ramo musical para sustentar famílias, ou, a si mesmos.

Para surpresa geral de muitos fãs, um dos nomes mais importantes e de grande relevância ao cenário nordestino, o Prison Bäit, comunica o fim de suas atividades por tempo indeterminado. O motivo do fim da banda, se deve a inúmeros fatores, nenhum deles por motivo de desavença ou brigas internas, mas sim ao fato de os músicos possuírem diferentes planos para esse segundo semestre de 2018 e 2019.

O Prison Bäit teve sua história iniciado em 2013, quando os amigos Zeno Neto (vocalista), Cleyton Alves (bateria) e Wilson Santos (baixo), fundaram a banda com o proposito de executar músicas autorais e voltadas ao Rock sujo e pesado. Com fortes influências de Motorhead, o grupo lançava em 2014 seu debut álbum, “Who da fuck are you”, um álbum que apresentava ao cenário, um grupo coeso e muito técnico. O disco que teve dois clipes lançados e está disponível em todas as plataformas de Streaming, foi agraciado com resenhas positivas por grande maioria da imprensa brasileira.

No ano de 2017, o Prison Bäit, integrava o guitarrista Tiago Godoy ao grupo. Com essa formação, a banda, dava início as composições do segundo disco da carreira, porém, esse novo álbum acaba sendo engavetado e por hora é anunciado o fim de uma das bandas mais divertidas do país.

Apesar do fim das atividades, o Prison Bäit, não descarta que no futuro uma reunião possa acontecer. No momento cada integrante seguira seu caminho, alguns dentro da música, outros em rumos diferentes profissionalmente. A amizade entre os quatro músicos continua intacta e todos desejam sucesso em suas novas empreitadas.

Interessados em conferir o som da banda, o disco “Who da fuck are you” pode ser encontrado no canal oficial da banda no YouTube, ou, no Spotify, Deezer, ITunes, Google Play, Napster, Amazon e várias outras plataformas de Streaming.

Silverage: EP de estreia disponível nas principais plataformas de streaming

Silverage

O power trio paulistano Silverage, que criou uma incrível fusão de Prog com Hard e Metal, acaba de lançar digitalmente o seu EP de estréia intitulado “Presence”.

Composto pelos experientes Kadu Averbach (ex-Wizards) nas guitarras, Roberto Gutierrez (Hollowmind, FM Solo) no baixo e vocais, e Gustavo Gomes (Living Louder, Electritone) na bateria, o grupo vem colecionando elogios entusiasmados de público e crítica, sendo aclamado já na primeira resenha do disco, feita pelo respeitado Marcos Garcia, do site Heavy Metal Thunder Brasil:

“O Silverage já chegou em alto nível. E ‘Presence’ marca seu lugar no cenário Metal/Rock de uma forma que chega a nos assombrar! Ótima estréia!”

Silverage capa Presence

“Presence” foi gravado em maio de 2018 no Estúdio Fusão e produzido, mixado e masterizado por Thiago Bianchi (Shaman, Noturnall), a arte da capa ficou a cargo de Caio Mendes e Marianne Catafesta (Unsure Studios), um disco que transborda bom gosto, combinando o peso do Hard Rock com o virtuosismo do Progressivo. Surpreenda-se com essas sete músicas excepcionais!

O disco está disponível para download e streaming nas principais plataformas como Spotify, iTunes, Apple Music, Deezer etc.

Confira o EP “Presence” no Spotify:
 
 
Tracklist:
1 – Mohicans
2 – Time is Not
3 – Into the Fire
4 – The Hideaway
5 – Ghost Romance
6 – Presence
7 – First Impressions
 
Formação:
Roberto Gutierrez – (Baixo/Vocal)
Kadu Averbach – (Guitarra)
Gustavo Gomes – (Bateria)
 
 
Mais informações:

Monday Riders: conheça um dos nomes fortes do Hard Rock goiano

Monday Riders Foto de Divulgação

Goiânia é um celeiro de grandes bandas e atividades em prol do Rock and Roll, engana-se, aqueles que pensam que essa terra é só de sertanejo e moda caipira, muito pelo contrário, o cenário é forte, revigorante e possui inúmeras bandas de qualidade em todas as vertentes e segmentos da música pesada, indo, do Rock ao mais brutal estilo metálico, isso sem contar os inúmeros festivais e casas atuantes com temática voltada ao estilo para os moradores da cidade e região.

Um dos nomes que mais chamam a atenção, quando o assunto é Hard Rock, é o Monday Riders. Formada em 2009, a banda, lançou em 2015 seu primeiro trabalho de estúdio, “The King of Highway”, foi um divisor de águas na carreira dos músicos, que a partir desse momento começaram a se apresentar em vários eventos e tradicionais pubs da cidade, rapidamente, se tornando um nome de referência no estilo e com um show alto astral e divertido.

Mondei - Capa The King of Highway 800x800px

O álbum de estreia, “The King of Highway”, está disponível em todas as plataformas de Streaming do mundo e de forma gratuita. Aqueles que se amarram em estilo com muito swing e grooves excelentes, com certeza, irão se amarrar na proposta musical do Monday Riders. Confira abaixo o álbum “The King of Highway” na integra.

Spotify:

 

Após três anos do lançamento do primeiro álbum, o Monday Riders, confirmou através de suas redes sociais, que está ativamente trabalhando nas composições do novo registro de estúdio, e que, o mesmo, será lançado entre o fim de 2018 e início de 2019.

Formação:
Jairo Resenrods: Vocal
Renato Teixeira: Guitarra
Paulo Meneses: Bateria
Rafael Marques: Baixo
 
Links relacionados:

Camus: banda divulga capa do novo álbum e a tracklist de suas composições

Camus-750x400

Além da divulgação de seu novo álbum “Abyssal”, acompanhe no texto abaixo, um pouco da trajetória da banda Camus.

Há oito anos atrás a banda de Recife/PE, Camus iniciou suas atividades de forma inusitada se destacando entre nomes expressivos do Metal. Pegando uma das melhores posições de banda de Metal Pernambucano no evento Bananeira Rock/Moreno/PE, e, também sendo uma das atrações principais da semana de artes da Escola Municipal de Artes João Pernambuco.

E desde então, a banda só vem somando pontos positivos em sua trajetória. Após o Camus lançar a Demo “Inner Struggle” de 2011 e o EP de trabalho intitulado de “Heavy Metal Machine” de 2015, ambos os projetos obtiveram ótimas críticas em mídias especializadas em música extrema, até ganhando uma ponta na estreia do programa Insana Harmonia, onde a banda se destaca por ser uma das pioneiras na difusão do Heavy Metal, no horário nobre de uma TV Pernambucana.

Agora em 2018, o Camus se encontra com uma nova formação: Deniêre Martins (guitarra/vocal), Jones Johnson (guitarra), Thiago Souza (baixo/voz) e na bateria Marcelo Dias, e, entre essa nova parceria está surgindo o seu recente e novo álbum de estúdio “Abyssal”. O disco apresenta composições voltadas às perturbações existentes na mente humana, e, seus próprios demônios, assim como no pesadelo de não saber o que é real ou mera ilusão.

Camus-Abyssal-768x768

Já o “Petardo” está sendo gravado no Mr. Prog Studio, tendo a mão de Nenel Lucena (Evocati, N.O.C). E, ainda o álbum contará com algumas participações especiais, sendo elas, Sandro Barbosa, Sérgio Costa, e do próprio Nenel. Já o trabalho gráfico para arte do disco ficou a cargo do renomado artista Alcides Burn, onde o mesmo captou toda a essência das composições e do conceito por de trás do álbum.
 
Tracklist:
1. The Power Of A Choice
2. Send Me A Sight
3. Offer Of Blood
4. Knights Of Metal (Feat. Nenel Lucena)
5. There’s Nothing In The End (Feat. Sandro Barbosa)
6. Blind Truth
7. War Of Madness (Feat. Sérgio Costa)
8. Empty Life
9 Abyssal   
 
Enquanto o álbum do quarteto não sai, a banda Camus está preparando o lançamento do Single “Knights Of  Metal”, faixa que fará parte das composições do disco “Abyssal”, confiram abaixo a arte do Single, que logo se encontrará disponíveis nas maiores plataformas Streaming do mercado. Fiquem ligados, breve teremos mais informações disponíveis.

Camus-anuncio-single-768x573

Links relacionados:

Mattilha: banda anuncia novo álbum, “Crônicas do Underground”

Mattilha_Promo

Segundo disco da banda paulistana de Hard Rock/Heavy Metal sai dia 10 de agosto, seguido de nova turnê

O quarteto Hard Rock/Heavy Metal Mattilha, uma das formações mais intensas de São Paulo há quase uma década na ativa, agendou para o dia 10 de agosto – uma sexta-feira – o lançamento do segundo álbum, “Crônicas do Underground”. Sairá em todas as plataformas de streaming, numa parceria da banda com o selo e produtora Loud Factory.

O show de lançamento também já tem data: será no sábado do dia 11 de agosto, na quinta edição do próprio festival do Mattilha, o Canil Fest, que acontece no Olga 17 (capital paulista) ao lado do Sioux 66 e Forte Norte. A tour completa do novo álbum será anunciada em breve, que acontecerá sem a presença de Ian Bueno, baterista, compositor e membro fundador, que passará uma temporada fora do Brasil à trabalho. O substituto é Roger Katt, que já acompanha há anos a banda e está 100% familiarizado.

“Crônicas do Underground” é o resultado de quase três anos de produção, começou a ser composto ainda em 2015, durante a turnê do debut “Ninguém é Santo”. As primeiras músicas deste novo disco foram lançadas em 2016, no EP “A Carne é Fraca”. Das nove faixas de “Crônicas do Underground”, quatro são inéditas.

Mattilha_capa_do_novo_albm

É, ainda, um álbum recheado de participações especiais: Fábio Laguna (Angra, Hangar) no órgão de Cachorro Louco, os amigos de longa data da Sioux 66 na faixa “Sem Tempo Ruim”, que celebra uma parceria de mais de 5 anos, e a única balada, “Pronta pra Rodar parte 2”, conta com a participação da cantora paranaense Johaine, e do percursionista Marcos Marques. Na introdução, a faixa título, participa João Paulo Corsini.

Tracklist:
1 – Crônicas do Underground (intro) feat. JP Corsini
2 – Bico Sujo
3 – O Ritmo e o Corre
4 – A Carne é Fraca
5 – Cachorro Louco feat. Fabio Laguna
6 – Qual é o seu Veneno?
7 – Depois das 3 (Rua Augusta)
8- Pronto pra Rodar pt 2 feat. Johaine e Marcos Marques
9 – Sem Tempo Ruim feat. Sioux 66
 
Mattilha é:
Gabriel Martins – (Vocal)
Victor Guilhermei – (Guitarra)
Andrews Einech – (Baixo)
Ian M. Bueno – (Bateria)
 
Links relacionados:
Instagram: @mattilha_crew

Machado de Einstein: banda prepara clipe para música “Won’t You” em Santa Catarina

Machado de Einstein

Machado de Einstein prepara clipe para música “Won’t You” em Santa Catarina

A banda Machado de Einstein lançou no primeiro semestre mais um álbum de inéditas, “Novo Rumo”, o destaque do novo álbum ficou para a distribuição (gratuita) que aconteceu no festival pernambucano, Abril pró Rock no Recife (PE).

Paralelo ao lançamento o grupo participou recentemente da primeira edição do treinamento “Gravando Bandas – Produção Audiovisual de Videoclipes” dirigida pelo renomado produtor, Derick Borba, com a realização da produtora ODM Music em Itajaí – Santa Catarina.

E o que resultou nesse curso foi um clipe inédito para a faixa “Won’t You” gravado num ambiente inusitado que tem tudo haver com a letra da canção da Machado de Einstein. “É uma crítica reflexiva, uma referência aos discursos internos do ser humano, acho que encontramos o clima e local ideal pra passar essa ideia.” garante o líder e vocalista da banda, Daniel Siebert.

O clipe está em fase final de edição e a banda promete disponibilizar em breve nas redes sociais e em seu canal oficial no You Tube.

O disco “Novo Rumo” pode ser conferido através do link:

 

O álbum também pode ser adquirido de forma física. Para ter uma cópia, basta entrar em contato direto com a banda, pelo endereço: https://m.facebook.com/machadodeeinstein/

Formação:
Daniel Siebert – (Vocal/Guitarra)
Edgar Gomes de Souza – (Guitarra)
Rodolfo Moura – (Baixo)
Henrique Lopes – (Bateria)
 
Links relacionados:

 

Magnética: banda apresenta nome e conceito do novo EP

Magnetica - atual

O grupo Magnética lançou no início de 2018 o primeiro trabalho da carreira, o belíssimo disco, “Homo sapiens brasiliensis”, na época a banda tinha uma formação diferente da atual, que por motivos pessoais de alguns integrantes teve que se diluir, perdendo o vocalista que havia gravado o disco logo após o lançamento do mesmo.

O fundador e principal compositor da Magnética, Rafael Musa, não pensou duas vezes e assumiu os vocais do grupo, o mesmo também dividia partes das canções e tem um trabalho paralelo, no qual, ele é o vocalista principal. Tomada essa decisão, a banda, em menos de seis meses, começou a compor novas músicas e vem a público informar o lançamento, ainda para 2018, de um novo trabalho de estúdio, o EP “Frankenstein”, que atualmente está sendo trabalhado no “Under Studio” na cidade de Ribeirão Preto/SP.

“Frankeinstein” terá quatro faixas inéditas e será lançado inicialmente em formato digital, a banda informa que o processo está bem avançado e as músicas ganhando corpo. As músicas já foram gravadas e o processo de masterização está sendo feita pelo renomado produtor Rômulo Ramazini, também guitarrista e vocalista do Necrofobia.

O vocalista e guitarrista, Rafael Musa, explica o que criou para o EP “Frankenstein” e todo sentimento que ele irá carregar: É um álbum que expõe e critica fortemente o comportamento histórico humano em suas diversas ações cotidianas. De cara, Marcas, possível primeira faixa do álbum, retrata o homem como protagonista da própria destruição e responsável por diversas mazelas do mundo. É hora de mudar, antes que seja tarde. Frankenstein expõe a triste natureza humana contextualizada em comportamentos atuais. Sua fraqueza aliada às incertezas do mundo moderno transformam o homem em um ser meticuloso e cheio de interesses pessoais. Locomotivos retrata a violência física e sexual contra mulheres, crianças e adolescente. Traz dados estatísticos alarmantes que expõe está infeliz realidade brasileira. Por fim, a Jornada, cuja parte instrumental é de autoria do ex-membro da banda Elvio Trevizoni, apresenta o problema do homem moderno, escravo das consequências de suas próprias escolhas e, na maioria das vezes, não preparado psicologicamente para elas”.

Ainda não se sabe a data oficial de lançamento, porém, a banda revela que muito em breve estará liberando a arte oficial e o primeiro single para apreciação dos fãs do Rock enérgico e inteligente criado pela Magnética.

Formação:
Rafael Musa – (Guitarra/Vocal)
Kelson Palharini – (Guitarra)
Anderson Pavan – (Baixo)
Marcos Ribeiro – (Bateria)
 
Mais informações: