Grave Digger: titãs icônicos do Heavy Metal, lançam lyric vídeo para “Barbarian”

Após o lançamento do 20º álbum de estúdio dos heróis do Heavy Metal alemão Grave Digger, no seu jubileu de 40 anos, a banda em torno do cantor Chris “Reaper” Boltendahl, lançou o quarto vídeo tirado de “Fields Of Blood”, “Barbarian”. Riffs pesados, tambores trovejantes e vocais distintos nos remontam a 1746 – ao campo de batalha de ‘Culloden’ nas montanhas escocesas, onde os jacobitas foram derrotados em uma sangrenta batalha pelo duque de Cumberland – o “bárbaro”.

Grave Digger comentou sobre o novo single:

“Bárbaro … o novo single “Barbarian”, do Grave Digger, do álbum “Fields of Blood” é o aço teutônico em sua forma mais pura. Não há prisioneiros aqui … você pode sentir como Cumberland aperta as” Highland Cleanings “e como vilarejos inteiros está sendo destruído. Ele viola as mulheres das montanhas e mata tudo à sua maneira. Sua indescritível crueldade é incomparável na história da Escócia. “Bárbaro” se tornará outra banda clássica O coro será martelado em sua cabeça … ‘Assassino de sangue frio, Assassino dos jacobitas, açougueiro de Culloden, Cumberland, o bárbaro. “

Assista ao lyric vídeo de “Barbarian”:

40 anos de puro aço teutônico, 40 anos do icônico Grave Digger, 2020 marca o glorioso aniversário de uma das bandas de metal mais distintas do Heavy Metal alemão! Esses titãs lançaram seu 20º álbum de estúdio, “Fields Of Blood”, que não é apenas um álbum de aniversário muito especial, depois de “The Clans Will Rise Again” e “Tunes Of War”, esta é a parte final da trilogia épica de Scottish Highlands do Grave Digger!

“Fields Of Blood” nos leva a uma jornada emocional pela história escocesa e por paisagens sonoras explosivas. Riffs de condução e refrões épicos encontram os famosos “Great Highland Bagpipes”, nas Highlands, nos campos de batalha de Stirling, Bannockburn e Culloden, o ouvinte se vê numa montanha-russa entre luto e triunfo novamente, perdas e vitórias com os combatentes da liberdade escoceses em uma batalha auditiva de metal tradicional único.

Depois de lançar três singles anteriores – o hino de metal “Lions Of The Sea”. O impiedoso “All For The Kingdom”. E a emocionante balada de metal “Thousand Tears” com Noora do Battle Beast – hoje, o Grave Digger nos apresenta “Barbarian”!

Tracklist:
1 – The Clansman’s Journey
2 – All For The The Kingdom
3 – Lions Of The Sea
4 – Freedom
5 – The Heart Of Scotland
6 – Thousand Tears
7 – Union Of The Crown
8 – My Final Fight
9 – Gathering Of The Clans
10 – Barbarian
11 – Fields Of Blood
12 – Requiem For The Fallen

Mesmo 40 anos após a formação da banda, seu ethos não mudou, e o Grave Digger soa moderno e atemporal como nunca antes. Eles ainda permanecem fiéis à sua tradicional marca de metal sem frescuras, com aço puro inabalável, que, no entanto, oferece surpresas e comemora um aniversário tão especial de um dos pioneiros do Heavy Metal alemão mais bem-sucedido e mais glorioso do estilo!

Grave Digger é formado por:
Chris Boltendahl – Vocal
Axel Ritt – Guitarra
Jens Becker – Baixo
Marcus Kniep – Bateria

Mais informações:
WebSite: https://www.grave-digger-clan.de/
Facebook: https://www.facebook.com/gravediggerofficial/
Instagram: https://www.instagram.com/gravediggerband/
Twitter: https://twitter.com/GRAVEDIGGERclan
Napalm Records: https://label.napalmrecords.com/grave-digger

Chipper: grupo lança seu álbum de estreia “Self Patrón”. Confira!!

chipper

O grupo de Heavy Rock, Chipper, formado em Thessaloniki, Grécia, no ano de 2017, por Nick Antoniadis (vocais, guitarra), Nick Karamanidis (vocais, guitarra), Chris Nalbantidis (baixo) e John Charalabidis (bateria). Tem suas influências musicais que variam entre o  Hard Rock, Heavy Rock e o Stoner, com atitude Rock n ‘Roll.

O grupo já se apresentou na maioria dos principais locais de sua cidade natal, apoiando renomadas bandas de Rock e Punk. Em fevereiro de 2020, eles tocaram com a Deaf Radio e Bonzai, duas das bandas gregas mais promissoras do momento. 

Durante esse período eles lançaram seu álbum de estréia, intitulado “Self Patron”. O álbum é composto por oito faixas e foi gravado no Valve Studio. Através da bateria forte, guitarras “sujas” e vozes cada vez mais alternadas, Chipper molda sua inquietação musical e identidade criativa, como foi formada nos últimos anos.

Ouça o álbum “Self Patron”, pelo Spotify:

 

Tracklist:
01 – Self Patron
02 – Lonesome Killer
03 – Burning
04 – Expresso
05 – R.A.T.S
06 – Silverstone
07 – Brains on the Railings
08 – Chipper
 
Links relacionados:

 

Crashkill: banda lança primeiro álbum e fecha com a Brauna Music Press

CRASHKILL ART BAND04

Jean Pinheiro, Fernando Gonçalves, Renato Ferreira, Valter “DoomRiff” e Buson “Drummer” lançaram o álbum “Consumed by Biomechanics” em abril de 2020

Guerra e caos social fazem parte do tema central que traduz a mensagem da Crashkill, banda que expressa em sua música peso, velocidade, agressividade e ódio. O quinteto formado por Renato Ferreira (vocal), Jean Pinheiro e Valter“DoomRiff” (guitarras), Buson “Drummer” (bateria) e Fernando Gonçalves (baixo) iniciou sua trajetória na cidade de Fortaleza/CE, em 2016.

Desde o primeiro momento, a banda se dedicou em compor e ensaiar temas para o primeiro trabalho, que veio na forma do EP “Hate Zone (2017) com um som brutal e pontual na melodia. A rapidez desse lançamento se igualou ao respeito e à moral da Crashkill sobre a cena local, que renderam apresentações em festivais importantes como ‘Garage Sounds’, ‘Praça do Rock’ e ‘Rock Cordel’. Pouco tempo depois, a liberação do single demo “Killing Peace” (2019) preparava o público para mais surpresas.

2019 foi marcado por contratempos, como a saída de membros e busca por novos músicos, ocasionando atraso nas gravações do primeiro álbum, mas os obstáculos foram vencidos pela atual formação que liberou mais dois singles “Chaos Was Created” e “This is Crashkill”, finalizando em seguida o debut “Consumed by Biomechanics”, lançando-o em 2020. O CD possui nove faixas que ampliam as influências do grupo. O processo de criação do full length foi bem simples e elaborado a partir de uma das canções de “Hate Zone”, o conceito baseia-se em um futuro apocalíptico gerado pela revolta das máquinas às atitudes nocivas do ser humano.

Visualização da imagem

Atualmente, a Crashkill que é ovacionada por quem curte Thrash Metal, Death Metal e Hardcore, assinou com a assessoria de imprensa Brauna Music Press para reforçar a divulgação de “Consumed by Biomechanics”. A banda também segue com a agenda aberta para novos shows pelo Brasil e exterior.

Crashkill é formado por:
Renato Ferreira – Vocal
Jean Pinheiro – Guitarra
Valter “DoomRiff” – Guitarra
Fernando Gonçalves – Baixo
Buson “Drummer” – Bateria
 
Mais informações:
 
Links relacionados:

 

 

Monstractor: banda lança single inédito, “Taken”, em todas as plataformas digitais

Monstractor - 05

O Monstractor, veterana banda de Thrash Metal do estado do Rio de Janeiro, está ativamente em trabalho de divulgação de seu próximo disco de estúdio, “Back From The Junkyard” e algumas novidades exclusivas sobre essa obra, são oficialmente apresentadas pelo grupo.

Uma confirmação feita pelos músicos, é que, o disco já está finalizado e toda a parte de produção e masterização foram devidamente concluídas, restando apenas definir uma data para o lançamento do registro.

Monstractor - Taken

Outro ponto informado pelo grupo é sobre o lançamento de lyric vídeo que está pronto e será devidamente lançado no canal oficial da banda no YouTube. A grande novidade para essa semana, além das que foram informadas acima, é a liberação de mais um single do novo disco em todas as plataformas digitais.

A banda que disponibilizou cerca de 30 dias atrás, o single “Against All”, agora libera a segunda música inédita desse novo registro. “Taken” já se encontra disponível em todas as plataformas digitais e usuários de Spotify (link abaixo), Deezer, Apple Music, Tidal, YouTube Music e várias outras, podem conferir mais uma pedrada que foi composta pelo Monstractor:

 

Monstractor é formado por:
Christian Klein – Vocal/Baixo
Diego Monsterman – Guitarra
Thomas Abrantes – Guitarra
Demetrios Maia – Bateria
 
Mais informações:

 

Quantika: se você é fã de Symphonic Metal, precisa conhecer esta banda..!!

Quantika

Quantika é uma banda Brasileira de Metal Sinfônico fundada em Porto Velho-RO, por Caroline Ferreira, Patrik Correa e Alexandre Rotuno em Janeiro de 2017, mais tarde contaria com Marcio Henrique na Bateria e Rafael Vasconcelos no Baixo.

A banda utiliza vocal operístico e gutural. O som da Quantika pode ser descrito como uma mistura do Heavy Metal, Death Metal e orquestrações. Em suas letras retratam os mais diversos temas filosóficos e globais, temas como a guerra e a desigualdade.

O primeiro EP do grupo intitulado “Questions, Thoughts & Knowledges”, foi lançado digitalmente em fevereiro deste ano. E está disponível nas principais plataformas digitais.

Ouça “Questions, Thoughts & Knowledges” pelo o Spotify:

 

Contato: emmanagementoficial@gmail.com

Links relacionados:

 

Chaotic System: a incansável máquina carioca de Crust lança full lenght

Chaotic System

Duo apresenta um som visceral e de técnica impecável

Depois do lançamento dos aclamados EPs “Baixada Morta” (2018), “Help Brasil” e “Human Decay” (ambos de 2019), a incansável máquina carioca de Crust Chaotic System lança seu primeiro “full lenght”, o álbum “Rise” em todas as plataformas de streaming via Electric Funeral Records.

Criado na cidade de Duque de Caxias/RJ, a banda sempre tendo a frente seu fundador, o guitarrista/vocalista Magno Vieira, e após várias formações conta agora com a presença de Eduardo Martins (baixo/vocais, ex-Vox Mortem) no line up.

Os integrantes já adiantam: a proposta segue a mesma, som bruto indicado a fãs de Extreme Noise Terror, Disrupt, Napalm Death. O baixista/vocalista Eduardo “Dudu” Martins alerta: “quem acompanha a gente vai perceber que terão alguns elementos diferentes porém eles estão sempre a serviço da agressão sonora”. O que não há de surpresas são as letras contundentes recheadas de crítica político/social contra o sistema.

O disco contém 14 faixas entre inéditas e regravações de músicas presentes nas primeiras demos no início da carreira do Chaotic System. Segundo Magno Vieira, guitarrista/vocalista e fundador do grupo, “já era hora daquelas faixas receberem o tratamento correto. Seria injusto deixá-las no passado sem uma produção bacana. Agora elas estão do jeito certo”.

A banda segue a parceria dos EPS anteriores, já que o disco foi gravado no mesmo HCS Estúdios no Rio de Janeiro e teve a produção de Marco Anvito, do Hicsos. Mantendo o espírito “do it yourself”, a arte do disco ficou mais uma vez a cargo de Eduardo Martins.

Confira “Rise” pelo Spotify:

 

Mais informações:
Phone: +55 21 996292220

Hellrastru: EP de estreia “Blood Eagle” disponibilizado em todas as plataformas digitais

hellrastru 2020 1

A banda HellrastrU de Recife/PE, segue divulgando o seu primeiro EP intitulado “Blood Eagle”, que está disponível em todas as plataformas digitais.

A banda consiste em um power trio, formado por Tiago Xaves (Vocal/Guitarra), Rafael Medeiros (bateria) e Sola (Baixo). Com influências em bandas como Gojira e Mastodon, o grupo busca transmitir uma sonoridade moderna apesar da forma orgânica de produção.

Abordando fortes temáticas como depressão e religião, o EP busca uma reflexão existencialista sobre a sociedade caótica dos dias de hoje.

Tracklist:
01 – Intro… Mass Illusion
02 – Godless
03 – My Assassin Fury
04 – Bird Eyes
 
Ouça o EP “Blood Eagle”:
 
Mais informações:

 

Bailout: lançado o segundo álbum do grupo “Road to redemption”

boilout

O grupo finlandês Bailout, lançou seu segundo álbum “Road to Redemption” hoje 21 de fevereiro.

A banda existe desde 2010 e eles pensam que seu som está começando a estar onde deveria estar: Rock pesado, cativante, com uma pitada de Rock Progressivo, trompete e metal dos anos 90. Os vários estilos e gostos musicais da banda foram forjados com sucesso para uma expressão musical natural e única.

“Road to Redemption” é uma jornada colorida, como a faixa de abertura “Just a Ride” parece implicar. Ganância, desesperança, nostalgia, afundando nas profundezas da mente, virando a página – o que vem a seguir? O álbum é um marco importante para a banda em termos de expressão musical e composição de músicas. A partir de agora a banda sente que não há limites e tudo é possível. O álbum inicia um novo capítulo na história do Bailout.

A imagem pode conter: atividades ao ar livre, possível texto que diz "BALUUT ROAD TO REDEMPTION REDEMPTION"

Tracklist:
01 – Just a Ride
02 – Ozymandias
03 – Road to Redemption
04 – Desert of Ecstasy
05 – 1999
06 – A Crack in the Mirror
07 – Into the Light
08 – Accelerated Evolution
09 – Raison D’etre

 

Ouça o álbum “Road to Redemption” pelo streaming:
Spotify: https://spoti.fi/37KVuMT
Apple Music:https://apple.co/32fi3YO
Amazon: https://amzn.to/2ukv6vy
Deezer: https://www.deezer.com/us/album/129378942
Tidal: https://listen.tidal.com/album/129791398

Mais informações:

 

Sangue de Bode: a morbidez sonora do grupo, em lançamento de disco

Sangue de Bode

Sangue de Bode é uma banda de Metal extremo fundada na região serrana do Rio de Janeiro, no final de 2017, por João (Baixo e Voz), Fontes (Guitarra) e Gabriel (Bateria). Sem rédeas na língua e indo estritamente ao ponto, o trio aborda relatos, angústias, e uma realidade tão crua que até o melhor dos estômagos se esforça para digerir, apresentando uma atmosfera obscura e densa, sem perder a pegada experimental que o Sangue de Bode aborda em seu universo. 
 
Começando 2020 surtado, Sangue de Bode lança seu primeiro álbum. O full conta com 12 faixas bem resolvidas, que tratam desde dias conturbados à críticas sociais e revolta. Sobre traumas pessoais, e problemas de todo mundo. “A sombra que me acompanhava era a mesma do Diabo”, foi o nome dado ao trabalho, que acaba de ser lançado em todas as plataformas de streaming via Electric Funeral Records.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e texto

Confira aqui “A sombra que me acompanhava era a mesma do Diabo”:
 
Mais informações:
Phone: +55 21 996292220

 

Mental Disaster: grupo lança novo álbum “The Repulsive Abomination” em abril através da Death to Music

Mental Disaster

The Repulsive Abomination é o novo álbum da banda norueguesa Mental Disaster.

“The Repulsive Abomination” é uma mistura pesada de Death Metal baseado no Groove, com bateria técnica, vocais guturais e temas tradicionais de Death Metal. Esta é uma ótima mistura do que chamamos de som “escandinavo” cruzado com Deicide, Slayer e o clássico Morbid Angel. Para citar uma das resenhas: “A banda executa um Death Metal de primeira classe transformado em um resultado preto, misantrópico, canibalístico e blasfemo, com a antítese de que o resultado final é ótimo para os fãs desse gênero.”

Confira no link abaixo o teaser do álbum “The Repulsive Abomination”:

Assim como seus amigos locais do Blood Red Throne, Mental Disaster é uma das poucas bandas norueguesas que tocam esse estilo duro e pesado, em vez de ceder às tendências de pintura de cadáveres do Black Metal. Vindo da cidade altamente ativa de Kristiansand, é notável que Bernt Sorensen (guitarras) também toca na banda local In The Woods , Jan Åge Lindeland (vocal) e Bengt Orstad (baixo) tocam no Blot e David Olsen (bateria) toca no Faanefjell.

A banda divulgou hoje a arte e a tracklist de “The Repulsive Abomination” (veja abaixo). O álbum será lançado pela Death To Music Productions (Reino Unido) em 10 de abril.

Tracklist:
01 – The Repulsive Abomination
02 – Disciples of Ignorance
03 – High Priest of Doom
04 – Bow to the Blade
05 – Graveyard Symposium
06 – Sword of Vengeance
07 – Testify and Repent
08 – Mauled Beyond Belief
09 – Berserker Rage Unfold
10 – Sapiens So Pure
 
Mental Disaster é formado por:
Jan Åge Lindeland – Vocal
Bernt Sørensen – Guitarra
Bengt Orstad – Baixo
David Olsen – Bateria
 
Mais informações: