Mushroomhead: grupo lança videoclipe cinematográfico pós-apocalíptico para a nova faixa “The Heresy”

Promover o futuro e nutrir a terra
pontos e suturas, divisões na areia
Evacuações em massa, Sanções por terra
É hora de defendermos algo
Andando de mãos dadas

Mushroomhead, líder no ranking do Heavy Rock/Metal, recentemente retornou prodigiosamente com o anúncio de sua mais nova e completa obra de arte, “A Wonderful Life” – o oitavo álbum da carreira do grupo – está agendado para ser lançado em 19 de junho de 2020 pela Napalm Records.

“A Wonderful Life” tem mais de 70 minutos de duração com quatro faixas bônus – num total de 17 composições estelares para os fãs devorarem. Hoje – depois de impactar na rádio Active Rock com a primeira dessas composições a ser lançada, o single “Seen It All”, e receber mais de um milhão de visualizações em seu videoclipe em apenas uma questão de semanas – a banda lançou outro videoclipe oficial de uma nova faixa “The Heresy”, lançada na semana passada para a aclamação de fãs e críticos.

Dinamicamente arrepiante e socialmente inclinado, “The Heresy” é um grito melódico e assustador, apresentando os vocais impressionantes de Jackie, que foram gravados no mundialmente famoso Abbey Road Studios, em Londres. O novo videoclipe mostra a continuidade da banda em sua tradição de lançar videoclipes cinematográficos da mais alta qualidade, desta vez ocorrendo dentro de um bunker pós-apocalíptico! O vocalista J Mann descreveu a faixa como: “A trilha sonora de um delírio distópico, cinematográfico e surreal!”

O mentor e baterista e percussionista do Mushroomhead, Skinny, comentou sobre o vídeo:

“Queríamos fazer algo um pouco mais instigante desta vez. Com o estado atual do mundo indo para o inferno em uma cesta de mão, queríamos incorporar algo que proporcionasse o transporte rápido de certa destruição. A fabricação do poder de guerra e o armazenamento da fé. A destruição intencional do passado, do futuro e, finalmente, da humanidade. ”

Assista ao novo videoclipe oficial de “The Heresy”:

Disponível em vários formatos, “A Wonderful Life” é acentuado pela produção do mentor e baterista da banda Skinny, bem como pela proeza de mixagem de Matt Wallace (Faith No More, 3 Doors Down), também reconhecido por sua trabalho no álbum de destaque da banda, “XIII”.

No começo, um coro sinistro convida o ouvinte a “A Wonderful Life” – a faixa introdutória “A Requiem For Tomorrow”, muda suavemente para um grooving inspirado no Metal Industrial, até o intestino, justaposto com um coro melódico carregado de sintetizadores. Isso prepara o terreno para hinos robustos e dignos de cantar, como “Seen It All” e faixas arrepiantes e politicamente inclinadas, como “The Heresy” e “Carry On”, ambas apresentando o sinistro ataque multi-voz da nova vocalista Sra. Jackie e o vocalista de longa data J Mann, com uma greve extra do mencionado novo vocalista, Sr. Rauckhorst, sobre o último. Faixas como “What A Shame”, “I Am The One” e “Madness Within” serão um mimo para os novos e obstinados fãs do Mushroomhead – desde que os seguidores macabros de inspiração desejem uma dose pesada de bateria e galopes de guitarras.

O Mushroomhead ataca faixa após faixa com um atualizado foco, oferecendo uma seleção cuidadosamente selecionada e certificadas de hits futuros. “A Wonderful Life” recicla a posição da banda como uma das mais consistentes e impactantes da nossa geração.

Tracklist:
1 – A Requiem for Tomorrow
2 – Madness Within
3 – Seen it All
4 – The Heresy
5 – What a Shame
6 – Pulse
7 – Carry On
8 – The Time has Come
9 – 11th Hour
10 – I am the One
11 – The Flood
12 – Where the End Begins
13 – Confutatis
14 – To the Front (Bonus Track)
15 – Sound of Destruction (Bonus Track)
16 – Another Ghost (Bonus Track)
17 – Lacrimosa (Bonus Track)

“A Wonderful Life” estará disponível para compra em vários formatos – incluindo digital, CD digipak e vinil preto ou multicolorido -, bem como em empolgantes pacotes com skates de edição limitada e camisetas com a arte da capa. Além disso, todas as prensas de vinil da primeira edição de “A Wonderful Life” incluem uma máscara Mushroomhead de papelão. Depressa, muitos formatos estão disponíveis em quantidades limitadas e estão saindo rápido!

Mushroomhead é formado por:
Mr. Rauckhorst – Vocal
J Mann – Vocal
Ms. Jackie – Vocal
Tankx – Guitarra
Dr. F – Baixo/Teclados
Stitch – Teclados/Samples
Diablo – Bateria/Percussão
Skinny – Bateria/Percussão

Links relacionados:
http://www.mushroomhead.com/
https://www.facebook.com/mushroomheadofficial/
https://www.instagram.com/mushroomheadofficial/
https://twitter.com/mushroomhead
https://label.napalmrecords.com/mushroomhead

Crazed : “Game Over” já disponível em todas as principais plataformas de streaming.

Crazed

Desde a sua formação em 2012, o Crazed aborda a música pesada de maneira diferente. Adquirindo influências do final dos anos 90 e início dos anos 2000, acrescentando uma nova sensação a ele.

O registro de estréia “Game Over”, foi lançado no dia 25 de abril de 2020 pela Profane Records e está disponível em todas as plataformas de streaming.

Ouça o álbum “Game Over” pelo Spotify:

 

“Game Over” apresenta um som atemporal e distinto que não segue nenhuma tendência ou modelo, oferecendo uma jornada espástica e sônica que aborda tópicos como: questões sociais, crescimento pessoal, auto-reflexão, corrupção, filosofia e tonque-in humor -cheek em vez disso.

Sua música pode ser melhor descrita como: caótica, melódica, vibrante e ainda bastante cativante.

Embora fundada em 2012, foi em 2018 que o Crazed convergiu seriamente para a cena. Enquanto trabalhava em seu álbum de estréia no estúdio FirmPro em De Bilt, a banda fez incansavelmente shows na Holanda e além, o que em 2019 os levou a assinar um contrato com a Profane Records.

Tracklist:
01 – Rise In Rage
02 – Story Teller
03 – Daggers
04 – Tricked
05 – The Brittle Wall Of Dreams
06 – Society Accelerator
07 – Summoning Smoke
08 – Zebra Race
09 – Crossroads
10 – Enemy In Front Of Me
 
Crazed é formado por:
Jasper ‘Capitão D’ Japp ” van der Linden – Vocais
Geno ” Genocide ” Ramdaras – Guitarra/Backing Vocals
Tony van Hussen – Baixo
 
Mais informações:

Concrete Monkey: grupo assina com selo e anuncia data de lançamento de disco

Concrete Monkey

Power-trio irá distribuir material via Electric Funeral Records

A banda composta por Vinícius Rodrigues (bateria), Henrique Stella (baixo, vocal) e Felipe Falci, acaba de anunciar o lançamento de seu full album no fim do mês de março.

O álbum, que leva o nome do single “High in Blue”, lançado em setembro do ano passado, edifica um marco de passagem para uma fase mais profunda e psicodélica da banda, com levadas mais pesadas e técnicas, que buscam uma forte introspecção e questionamento do lifestyle contemporâneo. O álbum mergulha em diversos estilos e subgêneros, transitando pelos movimentos dos anos 90, mas permeando no Progressivo e lisérgico Rock dos anos 70.
 
Composto por 11 faixas, sendo 7 músicas e 4 transições/interlúdios, o trabalho foi captado, editado e mixado no Studio Papiris, em São Paulo, tendo sido produzido pela própria banda e pelo Engenheiro de Som Caio Monfort, que foi o responsável também por todo o trabalho técnico, a masterização no entanto, ficou por conta da Absolute Master, tida como referência em todo território nacional.
 
O novo material será lançado dia 27 de março em todas as plataformas de streaming via Electric Funeral Records.
 
Mais informações:
Phone: +55 21 996292220

 

Shandrah: a ressignificação do Metal Alternativo é o que propõe o grupo paulistano em novo videoclipe “I Forgive You”

Shandrah 2020_Low

Música está no tracklist de “Once”, EP de estreia do grupo lançado no ano passado

Formada na capital paulista em 2017, a Shandrah é, para seus integrantes, a ressignificação de uma banda de Rock. O grupo, que é composto por Leonardo Benaci (vocal), Banes Gonçalves (guitarra), Bruno Sessa (guitarra), Felipe Mendes (baixo) e Thiago Almeida (bateria), nasceu para dar vida a uma nova proposta artística depois de uma longa experiência adquirida com grupos anteriores.

O single “Promises”, lançado como videoclipe no início de 2019, foi o primeiro registro da banda e dissertou muito bem sobre a proposta artística do grupo: uma musicalidade repleta de simbolismos que transita entre o Rock e Heavy Metal e trata de temas plurais, geralmente pela perspectiva de relacionamentos humanos. Românticos ou não.

Sucessor de “Promises”, o EP “Once” foi gravado nos estúdios Loud Factory e Orra Meu por Wagner Meirinho e lançado no segundo semestre de 2019. “Once” reúne quatro faixas: “Back Home”, “By My Side”, “Panic Attack” e “I Forgive You”, que acaba de ganhar um videoclipe.

Shandrah_Capa Once

De acordo com o baterista Thiago Almeida, o videoclipe de “I Forgive You” é a pura expressão do termo “faça-você-mesmo”.

“Resolvemos nós mesmos elaborarmos uma ideia e pegar a câmera”, conta o baterista“As filmagens aconteceram na casa da minha sogra onde tenho um pequeno estúdio. Como na banda, além de músicos, temos também três fotógrafos, o trabalho acabou acontecendo com certa facilidade. Tivemos como ponto de partida uma cena de um seriado, e daí em diante colocamos tudo em prática. A produção/edição é, portanto, totalmente nossa, em especial Leo, Bruno e eu, Thiago, que fiquei responsável pela finalização e edição”.

Assim como “Promisses”, “I Forgive You” também faz muito bem o papel de sumarizar a proposta conceitual e estética da Shandrah.

“Nossas músicas geralmente nascem a partir do instrumental, que acabam por guiar o conceito das letras”, conta o vocalista Leonardo Benaci. “Por conseguinte, as letras abordam temas como depressão, fobias e traumas, situações que, por vezes, se agravam pela perspectiva das decepções e rompimentos de relacionamentos pessoais, por isso essa tendência conceitual. Romantizar esses temas não é exatamente o caso, mas sim tentar enxergar a beleza poética que existe em cada consequência que temos que enfrentar”.

Para assistir o videoclipe “I Forgive You”, acesse:

Para ouvir “Once” nas plataformas digitais de música, acesse:
Spotify: https://spoti.fi/2QU8QzG
Deezer: http://bit.ly/36G7fnV
iTunes: https://apple.co/304MHmw
Napster: http://bit.ly/2R4zUg1
Youtube: http://bit.ly/2R0NCAn

Mais Informações:
www.facebook.com/shandrahofficial
www.instagram.com/shandrahofficial
www.soundcloud.com/shandrah

 

Concrete Monkey: grupo anuncia lançamento de novo single

1234

O Concrete Monkey inicia o ano com lançamento de novo single para o mês de janeiro. A banda irá disponibilizar no dia 17, o terceiro e último single do álbum “High in Blue”,  previsto para ser distribuído em março. A faixa “Happy Loser” trará consigo a última parte da arte que integra o desenho da capa do álbum. 
 
Navegando entre o Grunge, Stoner, Sludge, Metal Alternativo e Hints de Psicodelia, o power-trio se lança no mercado com uma música carregada de criatividade e fluidez sonora que cativa com sua pegada freak e pesada. 
 
Concrete Monkey lançou no final de 2019 o single “Cursed Spit”  em todas as plataformas de streaming, faixa irá ganhar videoclipe ainda no primeiro trimestre de 2020.
 
Confira aqui o último single lançado “Cursed Spit”:

 

 

Concrete Monkey é formado por:
João Mantovani – Voz e Violão
Felipe Falci – Guitarra
Henrique Stella – Baixo
Vinicius Rodrigues – Bateria
 
Mais informações:
Phone: +55 21 996292220

Loneraven: grupo lança single e clipe de “Forsaken”

loneraven-promo

Loneraven, banda de Metal Alternativo, conta com influências do Djent, Nu Metal e Metalcore, acaba de lançar seu primeiro single e clipe intitulado “Forsaken” em todas as plataformas de streaming via Electric Funeral Records.

A banda que surgiu em Agosto de 2017, em um projeto iniciado por Caio Fiuza e Jessé Cerqueira (ex-The Last 4 Things) e Pedro Villa Nova (ex-We Are The Revenge), após um período de conversas definições sobre seus primeiros passos, iniciaram-se as gravações de “Absolute Dark”, o primeiro CD da banda. Durante o processo de gravação, o baixista Thiago Raphael (ex-Harmônico 3) se juntou ao trio. Herberto Neto ( We Are The Revenge e Troia) se junta a banda  logo depois para somar com a ausência física do Jessé Cerqueira, que reside em outro estado.

“Forsaken” é a primeira música de trabalho do álbum conceitual “Absolute Dark”,  a faixa conta com uma participação especial de Gabriel Santos, vocalista da banda Triunfe e foi produzido por Matt Nunes, guitarrista da Roterdan.

A faixa conta as ações e pensamentos de um serial killer fictício (que leva o nome da banda) entre o período do anoitecer e o amanhecer, abordando o despertar do personagem, o momento em que ele libera toda a fúria e angústia que tem dentro de si e abraça o seu pior lado.

O single trás passagens sólidas se intercalando com vocal limpo e gutural, apresentando uma track intensa e virtuosa, em que a banda se desafia e se desconstrói entre melodia, velocidade e técnica.

Loneraven sem dúvida é uma banda de variáveis, marcada por uma complexidade nos riffsrítmicas alucinantes, navegando entre a agressividade do extremo e a suavidade do melódico.

Confira aqui o single “Forsaken”:

https://sl.onerpm.com/7544177091  

loneraven banner

O vídeo clipe foi  roteirizado, filmado e produzido pelo próprio vocalista, com participação da atriz Ana Paes e maquiagem de Mariana Marins, e aborda o assassino espreitando a sua vítima.  A letra conta sobre a perda da fé e o início da insanidade do Loneraven (personagem que leva o nome da banda).

Confira o clipe de “Forsaken”:

Mais informações:

Lacuna: entrevista ao programa “Metal com Batata” vai ao ar dia 09 de março

Lacuna - Metal com batata

Todos os sábados, pontualmente as 23:59, começa o programa “Metal com Batata” sob o comando de Cristiano que oferece espaço para bandas e músicos concederem entrevistas e apresentar oficialmente detalhes sobre seus trabalhos.

No próximo dia 09, a banda da vez, será o Lacuna, nome que vem ganhando cada vez mais destaque no país, após o lançamento do EP “Doce Ilusão”. O programa é transmitido pelo site www.mutanteradio.com e logo após sua transmissão, o mesmo é disponibilizado no Mix Cloud oficial do “Metal Com Batata”.

Não deixe de acompanhar essa excelente banda, abrindo o jogo sobre seu processo criativo e contando detalhes e segredos dos bastidores das criações e futuro do Lacuna.

O Lacuna é formado por:
Denny França – (Vocal/Guitarra)
Lucas Corral – (Guitarra/Backing Vocal)
Willy França – (Baixo/Vocal)
Renato Reish – (Bateria)
 
Mais informações:

Lacuna: comemora 01 ano de lançamento do clipe “Doce Ilusão” e revela detalhes exclusivos para os fãs

Lacuna

Celebrando exato 01 ano de lançamento do clipe “Doce Ilusão”, o Lacuna revela alguns detalhes importantes sobre todo o processo de produção do clipe e alguns detalhes secretos que nem os fãs mais próximos sabiam.

A música “Doce Ilusão”, além de receber o tratamento visual para o clipe, concede nome ao primeiro registro da carreira do Lacuna, essa escolha foi pontualmente definida pela banda, por música, imagem e EP, possuírem um elo que liga o teor lírico e harmônico de forma uniforme dentro da construção de todas as músicas presentes no álbum.

A letra da música “Doce Ilusão” busca apresentar uma reflexão sobre os aspectos humanos e a incessante busca por objetivos que obrigam o ser a atingi-los, mas que nunca são alcançados, apresentando os perigos das ilusões do cotidiano. Essa teoria imposta na letra da música, reflete diretamente nas imagens captadas para o clipe lançado. Os músicos do Lacuna, acreditam que a essência do questionamento sobre as ilusões do dia-a-dia, presentes na letra, se relacionam com o clima de destruição causada por uma guerra interna, onde só quem sofre sabe o que sente.

Confira o clipe “Doce Ilusão” do Lacuna:

Nas palavras da banda, é explicado como foi escolhido o local para as gravações do clipe de “Doce Ilusão” e a real intensão com essa escolha:

“Por se tratar de um primeiro material, buscamos impactar as pessoas com um local que pudesse refletir a nossa identidade sonora e que no primeiro contato com o clipe, as pessoas pudessem entender que se trata de uma banda pesada. Dessa forma, chegamos a algumas possibilidades e optamos pelo Terminus Battlefield, campo de Airsoft na zona leste de São Paulo” (Lacuna).

O clipe obteve todo o cuidado de criação, filmagem, direção e edição, feitos pelo produtor Julio César da Julio Filmes. O renomado produtor tem em seu curriculum trabalho a frente de bandas como Project 46, Cosmos, Human Cracken, entre outras bandas da música brasileira.

O Lacuna é formado por:
Denny França – (Vocal/Guitarra)
Lucas Corral – Guitarra/Backing Vocal)
Willy França – (Baixo/Vocal)
Renato Reish – (Bateria)
 
Mais informações:

Dustt: revela capa e tracklist de novo álbum “Exist”

dustt 2017sesc-baixa

A banda paulista Dustt tem orgulho em divulgar a capa, o conceito e o tracklist do novo álbum “Exist”, que será lançado em breve em todas as mídias digitais. Fundada em 2015 na cidade de Presidente Prudente, no interior de São Paulo, o grupo é formado atualmente por Leandro Dundes (vocal e teclado), Marcelo Matias (bateria), Breno Nezzi (guitarra) e Bozo (baixo).

A capa de “Exist” foi desenhada e criada pelo vocalista do Dustt, Leandro Dundes, que explica como criou a ideia presente no álbum. “O conceito parte naturalmente da própria essência da banda e da visão de mundo de seus integrantes. Acreditamos que todos temos de certo modo uma missão a cumprir, grandes experiências a serem vividas, mas ao mesmo tempo, temos a consciência de todos sermos meros grãos de areia vagando pelo universo, entregues ao poder soberano da natureza”, disse o vocalista.

Dustt capa_final-baixa

Consequentemente as músicas apresentam sonoridade moderna, transitando pelo Post-Rock, Metal e Rock Alternativo. Fusão de peso e harmonia em busca de inovação e impacto, também se aliando as letras como forte destaque. A produção das gravações fica por conta do talentosíssimo produtor Éder Muchiutti. “Tentamos expressar nosso sentimento em relação a esse paradoxo. De um lado a grandeza da vida, a árdua e eterna luta pela sobrevivência, e da outra nossa insignificância perante o tamanho do universo, sem saber de onde viemos, onde estamos, nem para onde vamos. Dentro disso o álbum revela músicas introspectivas e engajadas em tocar as pessoas, transmitindo nossa concepção”, explica Leandro Dudes.

“A Introdução abre o álbum expressando os sons dos elementos básicos, fogo, água, terra e ar, oriundos de uma natureza que alterna entre sua beleza e seu lado obscuro e perigoso. Dentro desse contexto, a sequência das músicas segue uma abordagem, que permeia desde dilemas mais intrínsecos e pessoais, até questões mais universais e filosóficas. Toda essa proposta é carregada por um som, que busque reforçar o objetivo de expressarmos essas sensações e concepções. Até pela diversidade dos temas, a ideia foi ir deixando fluir as mais diversas influências da banda, sem nos prendermos a um só estilo e sempre buscando criar e misturar dentro desse universo tão vasto e cheio de possibilidades”, finalizou o vocalista.

A banda Dustt já lançou 3 singles em todas as plataformas digitais; “Made To Kill”, “Exist” e “Join Forces”, apresentando também destaque visual aliado a videoclipes, além de obter considerável reconhecimento nas redes sociais.

Confira o tracklist de “Exist”:
01 – Intro
02 – Inner Void
03 – Nuc
04 – Made to Kill
05 – Bra$il
06 – Join Forces
07 – Lapses
08 – Exist

 

Conheça a banda com o single “Join Forces”:

Links relacionados:
Site: https://www.dustt.art.br/
Facebook: https://www.facebook.com/dusttband/
Instagram: https://www.instagram.com/dustt_br/

Lasting Maze: a nova revelação do Metal Mossoroense segue firme e almeja quebrar fronteiras.

Lasting Maze - foto banda

A cidade de Mossoró, a Oeste do Rio Grande do Norte tem uma cena relevante e é o berço de várias bandas do cenário potiguar, na conhecida como Capital do Oeste as bandas da nova safra veem ganhando nome no Underground Nacional, dentre elas, a banda Lasting Maze, que é a nova revelação no underground dessa cidade.

Idealizada por Grazy Mesquita (V/K) a banda foi formada em 2014, começando de forma tímida mesclando seus shows iniciais entre músicas autorais e covers de bandas de Metal Melódico, durante esse período a Lasting Maze sofreu algumas mudanças de formação e enfrentou vários obstáculos em sua pequena bagagem underground. Em 2016 a banda lança o EP “Silent Spring” – Lançado de forma independente e que aborda temas cotidianos, as letras foram baseadas no Livro Científico da década de 60 “Primavera Silenciosa”, da Cientista e Bióloga Marinha Norte-Americana Rachel Carson.

LASTING MAZE - Silent Spring.jpg

Apesar de ser dos anos 60, tanto o livro quanto a banda abordam temas extremamente contemporâneos, temas esses que envolvem o meio ambiente e a mente humana que é um verdadeiro labirinto à ser descoberto dia após dia, o EP abriu algumas oportunidades de shows nas cidades que rodeiam Mossoró, e em alguns festivais de peso na região, como Festival DoSol,  Festival Valhalla, Festival Suado, Festival Cobaia, Samm, HGK e o Sana no Ceará, teve matérias publicadas em alguns jornais, sites, blogs e participações em algumas rádios.

Na última mudança de formação, que foi a entrada de Ceffas Fihlo, Grazy, que é o coração e a mais jovem da banda ganhou um novo combustível. Ceffas é Baterista e Produtor Musical, e assim como a Vocalista tem o Rock Pesado “correndo” nas veias, com esse reforço junto a Pedro Anselmo e Isaac Barros, a banda segue na pré-produção do seu Debut, apresentando-se em eventos de Metal, fechando novas datas e em breve abrirá as negociações com selos especializados para o Full-lenght. Para conhecer mais sobre a Lasting Maze, acesse as redes sociais da banda.

Links relacionados: