The Undead Manz: assista ao lyric vídeo de “Only Bad Men” e entenda o conceito criado para essa música

UNDEAD MANZ

Totalmente diferenciado de tudo que já se foi criado no Brasil, a banda The Undead Manz vem se destacando por vários elementos distintos nas elaborações de suas obras. Com dois álbuns lançados, os materiais apresentam uma banda que mescla em sua sonoridade, elementos modernos e que não são cabíveis a um rotulo ou estilo já difundido.

Além dessa elaboração criativa, os músicos vivem sob a alcunha de “Alter Egos” elaborados individualmente para cada um dos integrantes da banda. Outro ponto impactante sobre a obra da “The Undead Manz”, é sua genialidade em elaborar vídeos, clipes, teaser, lyrics, com qualidade impecável e que são capazes de sugar a atenção de seu espectador.

O segundo vídeo que foi liberado pela banda, lá no início de sua carreira, foi “Only Bad Men”, talvez um dos mais simples criados pelo grupo e divulgado aos seus fãs, mas não é a qualidade do vídeo que se destaca, mas sim, a letra dessa faixa que é algo atemporal, fictícia e obviamente, reflexiva para os dias atuais e como vivemos. Para que você entenda melhor, o vocalista Z, revelou os detalhes da faixa e as intenções que a mesma possuí: “O.B.M. retrata em sua temática “os homens que decidem/escolhem, por vontade própria, trilhar o caminho do Mal”, em especial, aqueles que detém algum poder de mudança e influência sobre a vida de alguém, ou de alguns. Logo de cara pensamos nos Governantes, entretanto, estes não são os únicos a dirigir nossas vidas; muitas outras pessoas dotadas deste poder, por vezes, permanecem nas sombras ditando suas vontades acima do bem comum, e permanecendo ocultas exatamente para manterem-se acima da sociedade. “Todo Homem é Mal, por natureza”, o que nos diferencia, entre si, de Mal ou Bons, são as oportunidades que a vida nos impõe, bem como as escolhas que tomamos diante destas oportunidades. O vídeo lírico não recebeu a mesma atenção que os demais, fato este que viria a ser “compensado” no excelente videoclipe, que foi trabalhado e planejado desde o início da banda. Uma curiosidade é que o videoclipe de O.B.M. teve sua produção iniciada, lá em 2016, muito embora tenha sido concluído e lançado apenas após “Fearless” e “The Death”, isso já no final do ano de 2018. Toda a ambientação de sua produção, O.B.M. dá-se nesta temática de “superiores jogando com nossas vidas”, escolhendo quem morre e quem vive, decidindo como nossas vidas poderão ser vividas, e no mais, entupindo a sociedade (acomodada e que aceita ser controlada) de placebos e pela velha política adotada por Cesar de “pão e circo”. É uma letra sombria e assustadora, pois representa uma realidade muito próxima”.

Confira o Lyric de “Only Bad Men”:

Formação:
Z – (Vocals/Guitarra)
Jaws – (Baixo)
A.K. – (Teclados)
Reactor – (Bateria)

Mais informações:
Facebook: https://www.facebook.com/undeadmanzoficial/
Instagram: https://www.instagram.com/undeadmanz/
Roadie Metal Press: http://roadie-metal.com/press/the-undead-manz-2/

 

Anúncios

The Undead Manz: criaturas sombrias e místicas são a base do conceito criado no disco “The Rise of the Undead”

The Undead -capa

A banda The Undead Manz” é muito mais que um simples grupo de Metal brasileiro, toda sua concepção foi elaborada sobre simbologias que discutem assuntos pertinentes sobre a existência humana, sua decadência, alienação, conflitos e demais assuntos que discutem os motivos de existirmos.

Usando essa temática como base, a banda escreveu seu primeiro álbum “The Rise of The Undead” (2017), com um conceito único que apresenta a decadência humana e o surgimento de uma nova espécie. Idealizada pelo vocalista Z, todo o enredo do disco aborda como essas novas criaturas coabitam com as demais pessoas da sociedade. Os novos humanoides são seres sombrios que utilizam de artes místicas e naturais, como fizeram os vampiros em séculos passados.

Segundo o vocalista Z: “O Nascimento dos Undeadz” pode ser considerado um fato histórico na evolução da existência, na evolução do ser humano visto que, enquanto a maioria dos viventes desta Era procura atingir apenas a “satisfação da carne” através da luxuria, de bens materiais e demais futilidades cotidianas, esta nova “raça” faz de sua existência um cátodo energético, distribuindo diretamente no âmago do cosmos um turbilhão de positividade, através da reciclagem de energia negativa adsorvida da própria atmosfera terrena”.

O álbum é o início de uma saga conceitual, “The Rise of The Undead” terá continuidade nos próximos álbuns da banda. O material está disponível para audição completa em todas as plataformas de Streaming. Acesse sua plataforma favorita e confira a obra de uma das bandas mais inovadoras e diferenciadas do momento no Brasil.

Spotify:

Formação:
Z – (Vocal/Guitarra)
Jaws – (Baixo)
A.K. – (Teclados)
 
Mais informações:

Rammstein: vídeo de divulgação do novo álbum do grupo causa desconforto e revolta na Alemanha

Rammstein

A banda alemã de Metal Industrial, Rammstein, causou um certo desconforto e revolta em grupos de judeus e políticos, com a divulgação de um teaser do seu novo álbum, no qual integrantes da banda vestem-se como prisioneiros de um campo de concentração.

O breve vídeo disponível na internet, que mostra integrantes da banda vestidos como prisioneiros de um campo de concentração com nós de forca em volta do pescoço.

Confira o vídeo abaixo:

 

Assista o videoclipe oficial que acabou de ser disponibilizado na integra do single “Deutschland”:

Desde que surgiu em Berlim, na Alemanha em 1995, o grupo coleciona controvérsias em seus álbuns, assuntos que trazem temas polêmicos como: sadomasoquismo, homossexualidade, incesto, abuso, necrofilia, piromania, canibalismo e violência sexual.

Em 2009, o governo proibiu a exibição pública do disco de grande sucesso “Liebe ist Fuer Alle Da”, por causa de suas imagens sadomasoquistas.

Charlotte Knobloch, sobrevivente do Holocausto e ex-presidente do Conselho Central de Judeus da Alemanha, disse ao jornal Bild:
“Com este vídeo, a banda passou dos limites. A instrumentalização e a banalização do Holocausto, como mostradas nas imagens, é irresponsável”.

Heretic: assista ao novo lyric vídeo da faixa “Jihad”

Heretic_logo2

O projeto Heretic formado originalmente em Goiânia pelo músico Guilherme Aguiar, acaba de revelar uma parte importante do próximo álbum que será lançado ainda em 2018 e que carrega o nome de “Barbarism”, esse é o sexto disco de estúdio da banda.

Anteriormente criado como um projeto solo, o Heretic, com as entradas do vocalista Erich Martins e a permanência do baixista Laysson Mesquita, incrementou em sua sonoridade letras inteligentes que abrangem assuntos diversos e vocalização nas novas músicos do grupo. A banda acaba de disponibilizar em seu canal oficial o novo single “Jihad” que estará presente no álbum “Barbarism”.

Buscando influências na cultura indiana, as imagens apresentam como tema principal, Lord Ganesha que representa o mundo dos homens em estado de caos e barbárie. O artista responsável pela criação da arte foi Romulo Dias, renomado artista de São Paulo, que na criação do teaser sintetizou toda a ideia buscada pelo Heretic. Ao assistir o vídeo, é possível notar um céu cortado por raios, fumaça e fogo saindo por trás de um templo, juntamente com dois guerreiros indianos lutando a kalaripayattu, tudo sendo comandado e observado pelo senhor das tropas, “Lord Ganesha”.

Confira o lyric vídeo de “Jihad”:

Além de contar com os músicos mencionados acima o novo registro terá a participação de grandes nomes e referências da música pesada, uma delas é o baterista do Megadeth, Dirk, que gravou as bateras da faixa Holy Dystopia, outras ilustres participações já foram confirmadas por Guilherme Leal, são elas, Nym Rosilir (França), Ayman Mokdad (França), Luís Maldonalle (Brasil) e a cantora Disha (Turquia).

A banda atualmente é formada por:
Erich Martins – (Vocal)
Guilherme Aguiar – (Guitarra/Sintetizadores)
Laysson Mesquita – (Baixo Freetless)
Luiz Maldonalle – (Guitarra Solo – Part. Especial)
Aymann Mokdadd – (Guitarra Solo – Part. Especial)
Nym Rosilir – (Guitarra Solo – Part. Especial)
Dirk Verbeuren – (Bateria – Part. Música: Holy Dystopia)
 
Mais informações:

 

Megaherz: divulgado o primeiro videoclipe do novo álbum

megaherz-to-release-komet-album-in-february-details-revealed-image.jpg

Os alemães do grupo de Metal Industrial Megaherz, depois de ter revelado os primeiros detalhes do novo álbum intitulado “Komet”, agora disponibiliza um videoclipe para a faixa “Vorhang auf”.

A banda fez o seguinte comentário sobre o novo vídeo:

“Vorhang auf” é uma música sobre nossas vidas, o palco, toda a energia que compartilhamos com o público. A dor, a intoxicação, a força. Um sentimento incrédulo que faz nos esquecer de todo o resto. Vamos dançar juntos e esperamos que nunca tenhamos que parar! “

O vídeo foi filmado em Londres, pela Video Ink sob o comando do produtor Adam Barker.

Assista o vídeo de “Vorhang auf”:

O álbum “Komet”, será lançado em  23 de fevereiro de 2018 via Napalm Records.

Mais informações:

 

 

 

All Seven Days: revelada a capa, track-list e nome do novo álbum

all-seven-days

Após um pequeno hiato das mídias sociais, a banda All Seven Days, retorna com novidades pertinentes e importantes na carreira do grupo, entre elas a divulgação oficial da capa, track-list e o nome do primeiro álbum do grupo.

Intitulado de “Synthetic Soul”, o álbum será um retrato da alma da banda, apresentando conceitos divergentes em sua proposta musical, no qual, o grupo atravessa com maestria estilos clássicos e modernos. A ideia é ter uma letra inteligente com a estrutura musical em cima das influencias do grupo, mas mantendo sempre a identidade e personalidade da “All Seven Days”.

O conceito lírico do álbum busca apresentar ao ouvinte uma ideia que vem sendo trabalhada a nos pelo conjunto, o guitarrista Stanley Lima fala um pouco sobre o sentimento imposto nas letras do álbum, “Nós queremos passar a imagem de alguém que depois de muito procurar a liberdade e a realização no mundo externo, percebe que é olhando pra si mesmo que é possível encontrar as respostas”.

O álbum “Synthetic Soul” teve sua produção feita pelo renomado Marcelo Ribeiro que fez todos os trabalhos no “N Studios” em Santo André/SP. A arte gráfica ficou a cargo do também conhecido e experiente, Canuto Jonathan, proprietário da Canuto Artwork.

Com um total de 10 musicas o disco ainda não teve sua data de lançamento revelada, mas a banda garante que isso ocorrerá o mais breve possível, sem contar que todo o material já esta produzido e mixado, restando apenas o trabalho de prensagem industrial.

All 7 Days - Synthetic soul.jpg

Track-List:
01 – Synthetic Soul
02 – Ashes
03 – Black Ruby
04 – Dead End
05 – Enought!
06 – Last Command
07 – Chronus and Kairos
08 – Solace
09 – Cross of Sorrow
10 – Tears of Revolution
 
Formação:
Gui Fonseca – Vocal
Stanley Lima – Guitarra
Dam Gomes – Guitarra
Matheus Carvalho – Baixo/Teclado
Henry Correia – Bateria
 
Links relacionados:


James Woolley: ex tecladista do Nine Inch Nails morre aos 50 anos!

11347_884431291576416_3184430234711135212_n

James Woolley foi tecladista do grupo de Rock/Metal Industrial “Nine Inch Nails”, nas turnês Hate ’90 Tour, de 1990 e a primeira parte da Self Destruct Tour, de 1994. Woolley também aparece em Closure, uma VHS dupla lançado pela banda em 1997 com clipes e versões ao vivo e diferentes das músicas da banda.

A informação foi divulgada pela ex esposa do tecladista Kate Van Buren, em sua pagina no Facebook, confira abaixo:

Depois de sair do Nine Inch Nails em 1994, excursionou com a banda 2wo, um projeto em parceria com Trent Reznor e Rob Halford.

Woolley deixa três filhos. a causa de sua morte não foi revelada.