Seven Thorns: banda começa um novo capítulo, com o lançamento do terceiro álbum “Symphony of Shadows”

Seven Thorns

A melhor banda de Power Metal da Dinamarca, Seven Thorns, começa um novo capítulo, com o lançamento de seu terceiro álbum “Symphony of Shadows”! Apimentando seu som com influências mais pesadas e sombrias, como Symphony X e Adagio, eles ainda lembram de suas raízes no neoclássico e clássico Power Metal na veia do Helloween e Stratovarius. O resultado são melodias fortes e cativantes, musicalidade de ponta e um som enorme, escuro e rico, e as 9 faixas deixarão o ouvinte ofegante, ainda que ansioso por mais!

Tendo participado de inúmeros shows e festivais, incluindo o prestigioso CopenHell, agradando o público e a crítica, e tendo dividido palco com bandas como Primal Fear e Freedom Call, a banda é uma força a ser reconhecida. Nas palavras do compositor e guitarrista Gabriel Tuxen: “Queríamos fazer um disco que fosse divertido para tocar no palco, e que entretesse nossa base de fãs, assim como as pessoas que nos vêem pela primeira vez. Acho que conseguimos muito mais”.

Para melhorar a escuridão e o peso do álbum, Seven Thorns trabalhou com a famosa produtora Tue Madsen. Ele acabou por ser o parceiro perfeito para tornar a visão mais viva, garantindo que cada detalhe das complexas paisagens sonoras se sobressaísse com clareza, criando ainda uma parede de som repleta de bassdrums, guitarras pesadas e solos altos que vão satisfazer até os mais exigente fragmento fetichista.

Seven Thorns - capa 2018

Centrado em torno do talento virtuoso do guitarrista e principal compositor Gabriel Tuxen e do tecladista Asger Nielsen, e com a voz carismática e personalidade Björn Asking lidando com os vocais, as ambiciosas melodias e músicas facilmente ganham vida. O low end é mantido apertado e pesado pelo baixista Mads Molbaek e tudo está progredindo hard e rápido pelo baterista e líder da banda Lars Borup.

É Power, é Heavy, é Dark: é a “Symphony of Shadows”

Seven Thorn é formado por: 
Björn Asking – (Vocal)
Gabriel Tuxen – (Guitarra)
Asger W. Nielsen – (Teclados)
Mads Mølbæk – (Baixo)
Lars Borup – (Bateria)

Mais informações: 
http://www.seventhorns.com/ 
www.facebook.com/seventhornsofficial/

Anúncios

Eternal Sacrifice: ouça agora o novo álbum “Ad Tertium Librum Nigrum”!

Eternal Sacrifice - capa 1

Acabou a espera! Um dos álbuns mais aguardados do Black Metal sul-americano, o “Ad Tertium Librum Nigrum” da banda Eternal Sacrifice, já está disponível para audição na íntegra.

O trabalho foi disponibilizado pelo selo responsável em fazer o lançamento físico, Hammer Of Damnation, na sua página oficial do Bandcamp, ouça agora:

https://hammerofdamnation.bandcamp.com/album/ad-tertivm-librvm-nigrvm

“Ad Tertium Librum Nigrum” é o terceiro álbum conceitual do Eternal Sacrifice, e estará disponível para aquisição no formato físico a partir do dia 18/09/2018. Para mais informações, acesse: https://www.hodrecs.com/detalhes_produto.php?cod_produto=3694#.W5j0HM5KjIU

A parte digital ficará a cargo da Sangue Frio Records, e poderá ser encontrado dentre os meses de novembro e dezembro de 2018 nos principais serviços de streaming. Siga a banda em sua plataforma desejada:

Spotify: https://open.spotify.com/artist/7ehRWMm4SxSQ5ZNxlTVLmM
Deezer: https://www.deezer.com/br/artist/14805543
iTunes: https://itunes.apple.com/br/artist/eternal-sacrifice/1385909539
Napster: https://br.napster.com/artist/eternal-sacrifice
Tidal/Wimp: https://listen.tidal.com/artist/9886940

Assista ao lyric vídeo para a faixa “Chapter I – The Three Mashu’s seals – The Conquest of the Ganzir and Arzir Gates (Hazred área)”:

Produtores de qualquer parte do Brasil interessados em levar o Eternal Sacrifice para seu evento, escrevam para eternalsacrifice666@hotmail.com e solicite mais informações.

Contato para assessoria de imprensa: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Links relacionados: 
https://hodrecs.com/
https://www.facebook.com/eternalsacrifice666/
https://sanguefrioproducoes.com/artistas/ETERNALSACRIFICE/59

Heretic: escute agora o novo álbum “Barbarism” em todas as plataformas de Streaming

Heretic - Barbarism

Liberado em todas as plataformas de Streaming, o quinto álbum do Heretic, chega cheio de novidades e elementos novos comparados aos antigos registros já lançados pelo projeto capitaneado por Guilherme Aguiar.

Mantendo o mesmo time de 2017 quando lançou “To the False”, o novo álbum “Barbarism” mantém a ingressão de letras nas músicas do Heretic, firmando que o projeto, mesmo mantendo sua sonoridade como um grande diferencial, mantendo vocais fortes para incrementar ainda mais novos horizontes no trabalho desse projeto.

Incialmente, “Barbarism”, está disponível apenas nas plataformas de Streaming. O álbum que contém 12 faixas, possuí inúmeras participações especiais, entre elas, o renomado baterista do Megadeth, Dirk Verbeuren, que é o responsável pela gravação de seu instrumento na música “Holy Dystopia”.

“Barbarism” conta com duas frentes de produção, sendo que todos os instrumentos foram produzidos e mixados por Guilherme Aguiar entre 2017 e 2018, e os vocais foram produzidos e gravados no Estúdio SantaRosa por Tiago SantaRosa em Liboa Portugal.

Escute agora o novo álbum do Heretic – “Barbarism” nos links abaixo:

Spotify:
 
A arte visual de “Barbarism” foi elaborada pelo artista Romulo Dias da Artwork que conseguiu captar com perfeição a sonoridade do Heretic, junto ao conceito lírico da banda e a imagem transposta na capa do disco.
 
A última faixa, “Careless Whisper”, é uma singela homenagem póstuma feita pelo Heretic ao músico e compositor, George Michael que faleceu dia 25 de dezembro de 2016.
 
Tracklist:
01 – Jihad
02 – Mkultra
03 – Desperation
04 – Hellfire
05 – Hollow
06 – Hammer Falls Again
07 – Holy Dystopia
08 – Demonicide
09 – Oblivion
10 – Vow
11 – Rituals
12 – Careless Whisper
 
Formação:
Erich Martins – (Vocal)
Laysson Mesquita – (Baixo)
Guilherme Aguiara – (Guitarra/ Citara/ Sintetizadores/ Orquestração/ Esraj/ Tapuras/Tablas/ Darbouka/Baglama/ Flautas)
 
Participações especiais:
Ayman Mokdad – Guitarra solo em Hammer Falls Again e Demonicide
Nym Rhosilir – Guitarra solo em Hellfire
Luis Maldonalle – Guitarra solo em Vow e Mkultra
Dirk Verbeuren – Bateria em Holy Dystopia
 
Mais informações:

Hellish War: banda anuncia novo disco com financiamento pelo Proac Editais e faz show no Guaru Metal Fest neste sábado

Hellish War 2

Há mais de 20 anos o Hellish War vem mantendo a tradição de se fazer Heavy Metal à maneira clássica. Novas bandas e novas tendências desapareceram tão rapidamente quanto surgiram, ao passo que o Hellish War segue firme mantendo vivo esse legado.

Paralelamente a paixão e o desejo dos músicos de continuarem tocando metal tradicional, o Hellish War teve que se reinventar ao longo dessas mais de duas décadas de carreira para conseguir manter ativa sua produção criativa. Nos bons tempos da indústria fonográfica, o grupo conseguiu, mesmo a margem das expectativas estéticas do mercado à época, assinar contratos de gravação que foram determinantes para que a banda não só pudesse dar manutenção, mas conseguisse ampliar sua formação de público, chegando até a Europa, onde já excursionou duas vezes e se apresentou em importantes festivais.

Quando a realidade dos novos tempos mostrou que o comércio convencional de música já não era mais eficaz e que não haviam mais possibilidades através do mercado, o grupo soube entender que é através das políticas públicas de cultura que um artista ou grupo musical pode encontrar um conjunto de instancias onde é possível produzir e difundir arte e cultura da forma mais ética e responsável.

O grupo então inscreveu um projeto para gravação de seu novo disco no Proac Editais, programa de investimento direto do Governo do Estado de São Paulo através da Secretaria de Cultura. Cada edital é direcionado a um determinado segmento artístico e/ou cultural. O Hellish War participou do edital nº 24/2018 – Música Alternativa ou Eletrônica que abrange o segmento “Heavy Metal” e foi contemplado com um valor em reais para financiamento de seu novo álbum.

“Depois de todos os processos de avaliação, assinamos o contrato com o Estado de São Paulo na semana passada e dentro de alguns dias o Hellish War recebe a primeira parte do pagamento para começar o processo de gravação de seu novo álbum”, conta o gestor cultural do grupo, Eliton Tomasi. “O art. 215 da Constituição estabelece que o Estado garantirá a todos o pleno exercício dos direitos culturais e acesso às fontes da cultura nacional, e apoiará e incentivará a valorização e a difusão das manifestações culturais. Após essa recente tragédia com o Museu Nacional, o momento é importante para discutir sobre isso. Espero que todos que produzem, difundem e consomem cultura nesse país possam ter conhecimento e procurem fazer vigorar a lei. Em nosso segmento, o rock/metal, que por vezes é considerado, pasmem, como “exceção cultural”, é mais urgente ainda o entendimento desses mecanismos de financiamento para que toda a produção criativa nesse segmento possa voltar a ter dinamismo. É preciso entender, e aceitar, sem ressentimentos, que o mercado se desfez do rock ‘n’ roll depois de ter se apropriado dele durante todos esses anos.”

Já para JR, baixista do Hellish War, ainda é surpreendente receber a notícia da aprovação de um projeto para edital público no Brasil onde o Heavy Metal está longe de ser um segmento musical popular.

“Ganharmos um edital deste tipo é muito gratificante. Isso nos motivou e deu um gás tremendo em nosso processo de composição. Já estamos com metade do novo disco pronto e já iniciamos a pré-produção. Estamos confiantes com o direcionamento deste novo disco.” 

Antes de entrar em estúdio para começar a gravar o sucessor do super elogiado “Keep It Hellish” de 2015, o Hellish War cumpre sua agenda de shows que incluiu uma participação bastante especial no Guaru Metal Fest neste sábado dia 08 de Setembro. O grupo divide o palco com outros importantes nomes do Heavy Metal nacional como Attomica, Centurias, Witch Hammer, Battalion, Selvageria, War Age, Rising, Thunder Spell, Antroforce, Golpe Devastador e Biter. A abertura dos portões está marcada para às 14:00 e a apresentação do Hellish War está prevista para ter início às 22:00. O Guaru Metal Fest será realizado no Clube Recreativo de Guarulhos (Rua Dr Nilo Peçanha 111 – Centro) e os ingressos estão disponíveis no Clube do Ingresso por R$ 70,00: http://www.clubedoingresso.com/guarulhosmetalfest2018

Cartaz Guaru Metal Fest

Links relacionados::
 
Mais informações:

Heretic: banda divulga novo single “Hollow”

Heretic_logo2

Um híbrido musical que vem angariando destaque no Heavy Metal mundial é a mescla do Rock pesado com musicalidade e instrumentos típicos do Oriente Médio, algo que inclusive já ganhou seu próprio gênero, o Oriental Metal. Bandas israelenses como Orphaned Land e Melechesh, além de mais recentemente os tunisianos do Mirath, são os primeiros nomes que vêm a cabeça quando pensamos neste estilo musical. No Brasil, mais precisamente em Goiânia, um projeto liderado por um veterano músico se destaca como a primeira banda do país a praticar o Oriental Metal, o Heretic.

Idealizado pelo guitarrista Guilherme Aguiar (Mugo, ex-Armum), o Heretic existe desde 2010 e surgiu como um projeto instrumental a fim de mesclar Metal Extremo, Progressivo e música do Oriente Médio. Recentemente a banda integrou em suas fileiras o vocalista Erich Martins. Com a formação oficial fechada com o baixista Laysson Mesquita, o Heretic se prepara agora para o lançamento de seu novo full-length, Barbarism.

Recentemente foi liberado o novo single deste álbum, a música Hollow”, em formato de videoclipe no Youtube. Este é o terceiro single do novo álbum; os dois primeiros foram “Jihad” e “Holy Distopia”, que tem a participação de ninguém menos que o baterista do Megadeth, Dirk Verbeuren.

Confira no link a seguir a nova música do Heretic, “Hollow”, e fique atento a mais novidades que surgirão nos próximos dias. O lançamento oficial de “Barbarism” está previsto até o dia 30 de setembro.

Heretic é formado por:
Erich Martins – (Vocal)
Guilherme Aguiar – (Guitarra)
Laysson Mesquita – (Baixo)

Mais informações:
Facebook: https://www.facebook.com/heretic.project/
Site: http://heretika.wixsite.com/hereticbrazil
Roadie Metal Press: http://roadie-metal.com/press/heretic/

War Industries Inc.: banda revela capa do novo álbum, “WWIII”

War Industries

O contexto, motivações, ações e penitências da guerra são rudes, monocromáticas. Ausente, mesmo, de caracteres subjetivos ou chamativos. Esta é a crueza que o power trio de Garage Punk War Industries Inc. traz à capa do segundo disco, “WWIII, cujas músicas abordam a temática bélica, com duras críticas à crescente e enlouquecedora indústria de guerra no mundo. A arte é de Gui Beck, que também assina as criações do encarte – um desenho para cada faixa, assim como a banda fez no debut “Legends of Turtle Island” (2016).

“WWIII” será lançado no dia 21 de setembro pela Abraxas Records nas plataformas de streaming. O álbum também terá uma versão física, em CD, que estará à venda com a própria banda e disponível na banca de merch durante os shows.

O vocalista/guitarrista e idealizador do War Industries Inc., Jim Boone, norte-americano radicado no Brasil, explica a agressividade implícita na arte da capa. “Prepara para o clima de guerra. Parece com concreto, ou um céu envolvido pelas fumaças do fogo de bombas. As cores só aparecem nas páginas internas do encarte, mas ainda assim em sintonia com a temática”.

War Industries - Capa 2018

O show de lançamento do novo disco será no dia 22 de setembro, em Santo André. A banda, também integrada por Will Paiva (bateria) e Carlos Motta (baixo), prepara um set especial para tocar no palco do 74 Club, com a Maddiba como convidada para abrir o evento. “Teremos surpresas no palco, na performance, e será uma apresentação longa, com todas as músicas de “WWIII” e as mais ‘porradas’ do primeiro álbum”, conta Jim. Especial também é o valor da entrada: só R$ 5.

No início do mês, a banda lançou o videoclipe-filme do single “More Casualties”.  Traumas de guerra e a incapacidade de quem uma vez esteve na linha de frente de batalhas em esquecer as mortes e perseguições ao inimigo são algumas facetas do clipe, com estética de filme. Assista:

Bloqueio Mental: banda se apresenta ao lado dos britânicos do The Varukers em Curitiba

Bloqueio Mental - fly

Uma das bandas pioneiras do D-Beat Hardcore/Punk estará em terras brasileiras no mês de novembro. Trata-se da banda The Varukers, fundada em 1979 e considerado um dos primeiros grupos de Hardcore do fim dos anos 70 ao lado de nomes expressivos do estilo como Discharge e Chaos UK.

The Varukers se apresentará em Curitiba/PR no dia 03 de novembro, um sábado pós-feriado, ao lado de bandas importantes do cenário Hardcore paranaense. Dentre elas, a veterana banda Bloqueio Mental, formada por Fábio Malerba (vocais), Deniz Aurélio (guitarras), Bruno Guedes (baixo) e Giovanni Navarro (bateria), que estará divulgando seu novo álbum, “Demente”, atualmente em vias de ser lançado. Além do Bloqueio Mental, estão escaladas para esta celebração ao Hardcore/Punk as bandas Repelentes e Disbiopsia.

O evento será realizado no Pub 92 Graus, situado no bairro São Francisco, em Curitiba. Seu início se dará às 21:00 e o preço das entradas variam de R$60,00 (primeiro lote) a R$70,00 (segundo lote). The Varukers em Curitiba é uma realização da Malerba Produções e tem o apoio da Roadie Metal, do Rock’A Birra, do Dr. Rock Music Wear e do Blasco Clothing.

Serviço:
The Varukers em Curitiba
Bandas: The Varukers (Inglaterra), Bloqueio Mental, Repelentes, Disbiopsia
Data: 03 de novembro (sábado, pós-feriado de Finados)
Horário: 21:00
Local: 92 Graus, The Under Pub.
Endereço: Av. Manuel Ribas, nº 108, São Francisco, Curitiba/PR
Entrada: R$60,00 (primeiro lote), R$70,00 (segundo lote)
 
The Varukers:

Bloqueio Mental:

Bloqueio Mental é formado por:
Fábio Malerba – (Vocal)
Deniz Aurélio – (Guitarra)
Bruno Guedes – (Baixo)
Giovanni Navarro – (Bateria)
 
Mais informações:

Land Of Tears: banda libera mais informações de “The Kings of Creation”

Land-of-tears-750x400

A banda carioca Land Of Tears liberou mais informações de seu próximo disco, intitulado The Kings of Creation, ainda sem data de lançamento.

O disco está sendo gravado e mixado no estúdio Nave Mãe (RJ) com produção de Felipe Marciano juntamente com a banda. A masterização ficará a cargo da empresa Absolut Master.

A capa foi feita pelo artista Rafael Tavares, que já fez trabalhos para nomes como Torture Squad (Brasil), The 3rd Attempt (Noruega) , Killgasm (EUA) e o mais recente disco do projeto Metal Allegiance, um supergrupo formado por David Ellefson (Megadeth), Mike Portnoy (ex-Dream Theater) e Alex Skolnick (Testament), esse último trabalho em conjunto com Marcelo Vasco.

Veja a seguir o Track List e a capa do disco
 
Track List:
01- The Oculum of The Universe
02- Fire Horse
03- Helen of Troy
04- The Kings of Creation
05- Release the Anger
06- The Fall of Constantinople
07- Feed the Vultures
0 – Apophis
09- The Awakening

 

Land of Tears - capa 2018

A banda liberou o  lyric video para a faixa “The Oculum Of The Universe”, que estará presente em “The Kings Of Creation”.

A música conta com a participação especial do guitarrista brasileiro Ian Bemolator, ex integrante das bandas Dark Avenger eAlmah, e que hoje toca na banda polonesa Quo Vadis.

Ian foi o guitarrista da turnê europeia do Land Of Tears, realizada em 2016, que passou por Alemanha, Bélgica, Polônia e Holanda.

Veja aqui o lyric video para “The Oculum Of The Universe”

Links relacionados:

 

 

SuperSonic Brewer: retomando as atividades com várias novidades, novo álbum e agora assessorados pela Roadie Metal

SuperSonic Brewer - 01

Formado em 2004, um dos nomes mais representativos do Metal Nacional dá início aos trabalhos de divulgação de seu quarto registro oficial de estúdio e informar que uma nova jornada está prestes a começar em uma carreira tão representativa e importante para o estilo Thrash/Southern Metal.

A banda em destaque é o SuperSonic Brewer que em 2011 lançava seu primeiro registro o álbum “Broken Bones”, porém, foi em 2014 que a banda alcançou reconhecimento nacional e internacional com um dos principais álbuns lançados no ano. “Overthrow the Bastards” apresentava um grupo forte, coeso e mesclando músicas rápidas e pesadas com andamentos quebrados e cheios de groove. Rapidamente o álbum foi recebido com excelentes críticas de vários veículos de comunicação como um trabalho fundamental para o estilo no país. Um dos principais redatores do país, Marcos Garcia, menciona com clareza em um trecho o quanto o álbum é secular e diferente de tudo já feito no país. “O grupo faz um híbrido bem interessante entre uma pequena parte da sonoridade mais tradicional do gênero com muito da energia gordurosa e cheia de groove de bandas como PANTERA e MACHINE HEAD.” – Metal Samsara

SuperSonic Brewer - capa

Consolidados e destaque em vários veículos do país, o SuperSonic Brewer em 2015 lança o EP “3rd Chapter: One More Binge”, que apresenta releituras das melhores músicas do primeiro álbum, assim como algumas composições inéditas e covers que fazem parte do processo de influência musical dos músicos da banda.

Com tudo isso estando disponível nas principais plataformas de Streaming e também no canal oficial do YouTube da banda, o grupo agora visa retomar sua carreira e para isso, logo de imediato, está confirmado que um novo álbum de inéditas está em processo final de produção, faltando apenas alguns ajustes para oficializar data e maiores detalhes sobre esse lançamento.

Aproveitando esse momento de retomada da carreira, o primeiro anúncio oficial do SuperSonic Brewer, é a confirmação que esse novo trabalho terá como parceiro na divulgação e marketing, uma das principais assessorias de música pesada do Brasil. A Roadie Metal, A Voz do Rock, agora é a assessoria oficial do SuperSonic Brewer e como primeira informação oficial e gerenciada pela sua nova assessoria, o SSB, apresenta o Press de imprensa liberado no site da Roadie Metal com todas as informações do grupo reunidas em um só lugar.

Roadie Metal Press – SuperSonic Brewer: http://roadie-metal.com/press/supersonic-brewer/

Formação:
Vinicius Durli – (Vocal/Baixo)
Rodrigo Fiorini – (Guitarra)
Jovani Fracasso – (Guitarra)
Evandro da Silva – (Bateria)
 
Mais informações:

Behavior: saída de baixista e novo vídeo clipe

Behavior

Os metalheads baianos do Behavior confirmam a saída do baixista Marcelo Almeida e a produção de um novo vídeo clipe, assinado pelo ex-membro da banda. O músico postou uma nota no Facebook onde agradece os antigos companheiros.

“A decisão foi toda minha, saio muito bem de uma banda que há quase 10 anos sempre teve grande importância em minha vida, ficam as boas lembranças, shows memoráveis e muitas experiências”.

O Behavior, através do baterista Ricardo Agatte, agradece todo o empenho e os anos de dedicação do baixista. “Marcelo foi fundamental, ele saí com crédito, além de ser um ótimo amigo e agora produtor do nosso novo vídeo clipe”.

O clipe está em fase de pré-produção, na película a banda vai mostrar imagens do show de lançamento do disco “Morbid Obssession” gravadas no primeiro semestre deste ano ” no Teatro Solar Boa Vista em Salvador.

Behavior - Morbid Obsession - 2018

Links relacionados:
Instagram: @behaviordm