Atrocitus: novo single “Alienado” é oficialmente lançado

Foi lançado oficialmente nesse último 7 de setembro, o novo single do Atrocitus, a inédita “Alienado”. A canção, que como a capa já deixa claro, tece duras críticas a realidade na qual o Brasil se encontra atolado, já se encontra disponível para audição nas principais plataformas de streaming, podendo ser ouvida no Spotify a partir do link abaixo.

Em paralelo a isso, o Atrocitus vem trabalhando na produção de seu novo EP, ainda sem data de lançamento definida, e divulgando o EP “Man(un)kind”, lançado no final do ano passado. Você pode conferir esse trabalho no Spotify, a partir do link abaixo.

Para saber de todas as novidades da Atrocitus, acompanhe as redes sociais da banda.

Atrocitus é formado por:
W. Huan (Weverson Huan) – Vocal/Baixo
Pettrus (Petherson Trudes) – Vocal/Guitarra
Tom Cardoso (Welyton Cardoso) – Guitarra Principal
Ian Schmoeller – Bateria

Mais informações:
Facebook: https://web.facebook.com/atrocitus.cwb
Instagram: https://www.instagram.com/atrocitus_cwb
YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCndrMhC91lkxD7myNI-xbPA

Frenetic Trio: banda lança lyric vídeo da inédita “Wrecking and Rolling”

Foto: Franco Torrezan

Lenda do Psychobilly Metal nacional prepara novo disco após 16 anos

O Frenetic Trio está de volta com material inédito após 16 anos do lendário primeiro – e único – álbum homônimo, que logo tornou a banda de Londrina (Paraná) a referência máxima do Psychobilly Pesado nacional. O single do inédito EP “Undead Insurrection” (que será lançado dia 4 de maio) é a aterrorizante “Wrecking and Rolling”, disponível em lyric vídeo. A produção é de Vinicius Nogueira, da VNN Studio e também guitarrista do Almighty Devildogs.

“Wrecking and Rolling” assim como as demais três faixas do EP reafirmam e, ao mesmo tempo, revigoram o autêntico Death Metal Psychobilly do Frenetic Trio. A temática continua sombria, influenciada pelo universo de mortos vivos e criaturas de filmes clássicos de terror da década de 1960.

Assista no canal do YouTube da VNN Studio:

O baterista Neri Orleone (The Mullet Monster Mafia e um dos idealizadores do Psycho Carnival, em Curitiba, já uma instituição da cena psycho latina americana), comenta sobre o single, o EP e a relevância de manter vivo o legado do Frenetic Trio:

“Após o retorno aos palcos em 2018 num show épico no Psycho Carnival, além de outros shows pelo Paraná e São Paulo, era hora de mostrar que o Frenetic Trio, além de referência, é também uma banda que dá passos adiante. Assim começamos a produzir e gravar este EP no Casarão Music Studios, com Franco Torrezan, em Piracicaba”.

Orleone está na banda desde 2019, quando assumiu as baquetas exatamente num Psycho Carnival ao lado dos membros originais Frenetic Z (guitarra/voz) e Theo (baixo). O Frenetic Trio é pioneiro em fazer Pychobilly Pesado, com vocais guturais, distorções e a crueza em meio às composições, como no passado fizeram Motörhead, Celtic Frost e Bolt Thrower.

A banda surgiu em 2002 em Londrina e fez fama com o debute de 2005, lançado à época no Brasil, Estados Unidos e Europa, seguido de uma turnê pelo Velho Continente. O disco, com a chancela de clássico, ganhou no final do ano passado a primeira versão em vinil, um 10 polegadas na cor vermelha em edição limitada pela gravadora paulista Neves Records.

Mais informações:
Facebook: facebook.com/frenetictrio
Instagram: instagram.com/frenetic.trio
Bandcamp: frenetictrio.bandcamp.com

Before We Fall: banda húngara de Modern Metal, lançou um novo single e videoclipe do seu próximo EP!

Foto: David Bodnar Photography

A banda húngara de Modern Metal sediada em Budapeste, Before We Fall, lançou um novo single e um videoclipe para a música “Healed by Fear”, faixa tirada do EP homônimo, que está definido para ser lançado em 30 de abril de 2021, pela gravadora finlandesa Inverse Records. O EP foi gravado pela Stray Heart Records, mixado e masterizado no No Silence Studios.

A banda comentou:
“Nosso novo EP ‘Healed by Fear’ contém 3 músicas, cada uma girando em torno do tópico de encontrar um caminho para dentro de nosso eu verdadeiro. Para o título música fizemos um videoclipe, onde a intenção original era criar uma atmosfera fria e misteriosa com a qual podemos alcançar um estado de espírito em que podemos revelar e superar nosso verdadeiro eu, medos e emoções mais sombrias. Fear ‘é o nosso 2º videoclipe, do aspecto visual também tentamos criar algo diferente do que fizemos no primeiro “Nada vai ser igual”.

Assista ao videoclipe de Healed by Fear:

Ouça o single pelo streaming:
Youtube: https://youtu.be/XOaaFKC93R8
Bandcamp: https://beforewefall.bandcamp.com
Spotify: http://spoti.fi/3vR8ttv
Deezer: https://www.deezer.com / us / album / 214909152
Tidal: https://listen.tidal.com/album/177166206
Apple Music: https://apple.co/3sgWKCp

Pré-salve o EP “Healed by Fear” em sua lista de reprodução do Spotify:
https://bit.ly/3tqpGrA

Arte da Capa: Drenus’ Art

Tracklist:
01 – Healed by Fear
02 – Close to the End
03 – For the Fallen Ones

Before We Fall é formado por:
Róth Henrik – Vocal/Guitarra
Tagscherer István – Guitarra
Somodi Dániel – Baixo
Vadász József – Bateria

Mais informações:
Facebook: https://www.facebook.com/bwfmusic
Instagram: https://www.instagram.com/beforewefall_official
Bandcamp: https://beforewefall.bandcamp.com
Spotify: http://spoti.fi/3sbghUK

Rawtism: banda australiana de Thrash Metal, lança videoclipe para a música “Go Rawtistic” e anuncia EP de estreia para junho

A banda australiana de Thrash Metal Rawtism, está pronta para lançar seu EP de estreia, intitulado “Raw And Off Its Head” em 12 de junho de 2021. Como um aperitivo do que está por vir, a banda lança um videoclipe para a música “Go Rawtistic”.

Sobre a faixa o grupo comentou:

‘Go Rawtistic’ é uma música famosa por causar aquele mosh pit. Escrita por Keefy. ‘Go Rawtistic’ é sobre esse intenso transe thrash que os fãs sentem quando ouvem Thrash Metal ao vivo e ficam furiosos com a multidão. O som é pesado, rápido e direto, o que é perfeito para um mosh. Rawtistic é obviamente um jogo de palavras com o nome da banda Rawtism.”

Assista ao videoclipe de “Go Rawtistic”:

Gravado por Rory O’Donnell, no Bendigo Hotel Collingwood e Mr Boogie Man Bar em Abbotsford, Austrália. O videoclipe foi editado por Trevor Brown e masterizado por Andy Fernando.

O EP “Raw And Off Its Head” a ser lançado em breve, foi gravado nas casas dos membros Rorz’s e Naimo’s, em Melbourne. A gravação começou em dezembro de 2019 e terminou no final de 2020, devido a atrasos durante as restrições do COVID.

O EP foi masterizado por Andy Fernando, no Singing Bird Studios, em Frankston. O título do EP “Raw And Off Its Head”, permite que os fãs saibam o que está por vir. Uma experiência crua e acelerada, tão intensa que você poderia enlouquecer. A arte da capa é obra de Daniel K Fraser e apresenta uma cena grisalha, retratando um homem de cabelo comprido gritando enquanto seu cérebro é violentamente arrancado de seu crânio por uma mão esquelética cromada de dentro de sua cabeça. Representa essa sensação intensa quando você ouve algum Thrash Metal pesado e rápido.

Tracklist
01 – Go Rawtistic
02 – Thrashers Endurance
03 – You’ll Get What’s Coming
04 – Stay Metal
05 – B.Y.H.A.S.T.F.U
06 – Sultans Of Swing

Formado em Melbourne em junho de 2019 pelo vocalista e guitarrista Keefy, o baterista Rorz e o baixista Renj, o Rawtism, entrou em cena em novembro de 2019 com um som que incorpora sua paixão pelo Metal e Rock e determinação para dar um grande show. Em janeiro de 2020, Naimo, assumiu as funções no baixo e eles se tornaram muito mais sólidos desde então, com presença de palco e um arsenal de som.

A banda faz uma mistura de influências em seu som. Principalmente dos anos 80 americanos,
bandas de Thrash Metal como Metallica, Megadeth, Slayer, Exodus e Overkill. Outros, incluindo Kreator, Sodom, Motorhead, Mortal Sin, Hobb’s Angel of Death, AC / DC, Thin Lizzy e Rush.

Em seu show a banda traz uma gama de intensos riffs, solos empolgantes, batidas rápidas e agitadas de bateria, longas linhas de baixo e um vocal berrado aos gritos de cascalho. Além da presença de palco, dinâmica e espirituosa. Suas canções abordam assuntos que são relacionados ao fã de metal em geral, desde se ferrar, até ir a um show de ressaca depois de um show anterior.

Rawtism é formado por:
Keith Hechinger – Vocal/Guitarra
Naim Ibrahim – Baixo/Backing Vocals
Rory O’Donnell – Bateria/Backing Vocals

Mais informações:
Facebook: https://www.facebook.com/Rawtism/
Instagram: https://www.instagram.com/rawtismagram/
YouTube: https://www.youtube.com/channel/UC2evJUsEN5Ys6cIyjGEEqpA
Bandcamp: https://rawtism.bandcamp.com/

Sin Avenue: banda lança novo EP “Against all odds”

Consolidando a atual formação, a banda Sin Avenue acaba de lançar seu novo trabalho. O EP “Against all odds” é composto por três músicas, incluindo a regravação da balada “Alone”, presente no trabalho anterior. As gravações ocorreram no Estúdio Hurricane e no Estúdio Cobaia, em Porto Alegre.

Para este trabalho, as linhas de guitarra, baixo e bateria foram gravadas no Estúdio Hurricane, sob supervisão de Sebastian Carsin. Em seguida foram registradas linhas adicionais de baixo e violão, além dos vocais, no Estúdio Cobaia. A edição final, mixagem e masterização ficaram a cargo de Eduardo Nichele, que assina a coprodução, em parceria com a banda.

“It Came in a Dream” abre o EP e segue a linha Hard n’ Heavy, mais rápida, pesada e animada. Os vocais mais agressivos intercalam com notas altas no pré-refrão, até chegar ao refrão que já gruda na primeira audição. Nesta faixa, o baterista Lupercus Wilges e o baixista Markês Bianchi deixam claro que foram escolhas certeiras para seus respectivos postos.

“The Mirror Of Soul” já demonstra que o grupo busca incorporar referências novas ao som. Com início lento e vozes dobradas, apresenta atmosfera densa. Aos poucos vai ganhando doses de peso em sua composição. Ainda conta com belos arranjos e mudanças de andamento que surpreendem do meio para o fim da faixa. A letra foi escrita pelo poeta José Couto.

O trabalho encerra com a versão acústica e definitiva para a power ballad “Alone”. Suave, intimista e com jeito de clássico. O novo formato caiu muito bem para a canção. Com o instrumental mais calmo, CJ Rebel Son trouxe em seu vocal, uma interpretação marcante, com muita emoção. Vale destacar também o trabalho de percussão de Lupercus, que dá um toque a mais na faixa.

Confira o EP “Against all odds”:

O novo EP é um passo a mais na carreira da Sin Avenue, que poderiam seguir sem problemas o mesmo caminho do primeiro lançamento, bastante elogiado pela crítica e público. Mas a banda preferiu seguir em frente, com coragem para buscar outras possibilidades, com novas formas de fazer música, sem perder a essência.

Enquanto divulga o novo trabalho, o power trio já trabalha na pré-produção do seu primeiro álbum completo. Além de preparar o lançamento de um lyric vídeo para a música “It Came in a Dream”.

Mais informações:
https://www.facebook.com/sinavenuehardnheavy

Surt: lança “Inside”, EP representa novo momento criativo e de sonoridade ampliada da banda

A banda de de Rock recifense, Surt, acaba de lançar seu novo EP intitulado “Inside” em todas as plataformas de streaming pelo selo latino americano Electric Funeral Records. 

O novo trabalho é um manifesto que aborda temas e inquietações relacionados a um desejo de liberdade, de quebra das amarras sociais e também a ânsia de expressar sentimentos e pensamentos destemidamente. O single “Insecure”, lançado em Novembro de 2020, traz na letra o relato de uma experiência de “gaslighting”, termo em inglês utilizado para designar uma forma de abuso psicológico sofrido por mulheres, no qual o homem distorce, omite ou cria informações, fazendo com que a mulher duvide de si mesma, de seus sentimentos, da sua capacidade e às vezes até da sua sanidade. Aliado às temáticas das músicas, o instrumental do novo EP torna nítido a presença de novas influências na sonoridade da banda. Elementos como guitarras oitavadas, riffs dançantes, synths e backing vocals expressivos são alguns dos destaques que representam o novo momento criativo. A Surt expressa através do seu novo lançamento uma busca pela versatilidade dentro do seu estilo, e pretende continuar expandindo as possibilidades criativas e sonoras em seus próximos trabalhos.

O grupo formado por Dimitria Lins (vocal), Matheus Araújo (guitarra), Alisson Dênis (baixo), André Coelho (guitarra) e Raone Ferreira (bateria) é moldado por diferentes vertentes do Rock, como Stoner e Garage Rock.

O segundo EP da banda foi gravado no Estúdio Pólvora (Recife), com produção de Matheus Araújo (Surt) e Mathias Severien (Desalma), gravação e mixagem feita também por Mathias. 

Confira “Inside”: https://ps.onerpm.com/2351537787 

Mais informações:
Facebook: https://www.facebook.com/surtmusicoficial
Instagram: https://www.instagram.com/surtmusic/
YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCC0KdAbqy8E42_hqB0Xhrow
Spotify: https://open.spotify.com/artist/6wepTS6nasAtM9qSBJGcv4?

External: grupo lança seu novo EP “Stillness” e videoclipe da música “Motion in Stillness”

A banda finlandesa de Metal Hipermoderno External lançou seu novo EP “Stillness”. Cada música foi lançada individualmente uma vez por mês a partir de setembro e agora terminando com “Motion In Stillness”, que também é acompanhada por um videoclipe.

Assista ao videoclipe de “Motion In Stillness”:

A banda comentou:

“Stillness” nasceu na incerta primavera de 2020. Deveríamos trabalhar em nosso segundo álbum, mas quando a pandemia atingiu, todos nós ficamos em quarentena em nossas casas. Durante esse tempo, completamente do nada, esse conjunto de canções se manifestou. Musicalmente, é bem diferente de tudo que fizemos antes. As músicas acabaram tomando uma direção mais alternativa, abraçando muitas das nossas influências fora do metal, como o jazz de terceiro nível e a cena do jazz britânico, música clássica contemporânea como Ólafur Arnalds e visionários nórdicos como o lendário Björk. ”

“Quatro das músicas já foram lançadas como singles, e agora a última,“ Motion in Stillness ”, junta todo o quebra-cabeça. Acompanhada de um videoclipe, a música funciona como uma peça central temática do EP, representando o cerne e a alma da música que nasceu no silêncio e no isolamento. Abrange a capacidade das pessoas de encontrar beleza em coisas menores, ou seja, da falta de sentido e de fontes de luz no escuro, mesmo (e especialmente) durante tempos estranhos como estes”.

“Cada faixa do EP é personificada por uma bela pintura de Teemu Mikaél. Sua visão artística definitivamente deu uma nova vida às músicas. ”

Ouça o EP “Stillness” na integra:

Spotify: http://spoti.fi/3n7tDxS
Apple: https://apple.co/3rN3kAJ
Amazon: https://amzn.to/3rQ6x2j
Deezer: https://www.deezer.com/us/album/190076862
Tidal: https://listen.tidal.com/album/164298357

O videoclipe “Motion in Stillness”, foi dirigido e editado por Aleksi Yli-Somero e Roger Lundberg. Mixado e masterizado por Samu Oittinen no Fantom Studio. A arte da capa é assinada por Teemu Mikaél.

External é formado por:
Aleksi Haukkaluoma – Vocal/Guitarra
Roger Lundberg – Guitarra
Samuel Järvinen – Baixo
Julius Lehtonen – Bateria

Mais informações:
Facebook: https://www.facebook.com/externaltheband/
Instagram: https://www.instagram.com/externaltheband/

Chaos Fear: grupo lança novo vídeo e EP!

Fotos: Jean Santiago

Após sua première no Roadie Crew Online Festival (6º Edição), realizado no último dia 11 de setembro, foi lançado hoje o videoclipe para a faixa Cold”, uma das mais emblemáticas presentes no mais recente álbum dos paulistanos do Chaosfear, “Be The Light In Dark Days”, lançado em junho desse ano. Junto com o vídeo, a banda resolveu também disponibilizar em todas as plataformas tradicionais de streaming um EP de mesmo nome contendo, além da faixa título, versões viscerais e cruas de ensaio para VergiftenImage Of Disorder e Path 21, todas gravadas esse ano no Orra Meu Estúdios, em São Paulo/SP.

“Cold” vem recebendo muitos elogios tanto da mídia especializada nacional e mundial, como também pelos fãs, e seus acessos em streaming vem alcançando números bem expressivos de acessos, provando que é um dos pontos altos de todo o novo trabalho.

Assista ao videoclipe de “Cold”:

Concepção e produção do vídeo por Jean Santiago (Santart – www.santart.com.br)

Confira o EP “Cold” pelo Spotify:

O mais recente álbum completo de estúdio do Chaosfear, “Be The Light In Dark Days”, foi lançado em junho e conta com 7 faixas densas e melancólicas, alternando passagens ora sombrias e cadenciadas, ora velozes e cheias de ‘punch’, com uma produção robusta e moderna, dando ênfase ao mais puro peso do Thrash Metal contemporâneo. As palhetadas abafadas, riffs em profusão, agressividade e brutalidade ímpar se elevaram de tal forma que a zona de conforto dentro da banda já não era uma opção.

Tracklist:
1 – Be The Light In Dark Days
2 – From No Past
3 – The Hand That Wrecks The World
4 – Mindshut
5 – Cold
6 – The Alliance
7 – A New Life Ahead

Produzido por: Marco Nunes
Mixado por: Marco Nunes e Chaosfear
Masterizado por: Paulo Anhaia
Músicas e letras por: Chaosfear
Capa por: Jean Santiago

Assista ao videoclipe de “Be The Light In Dark Days”:

Confira o single “The Toxic Waltz” (Exodus) com a participação de Steve ‘Zetro’ Souza: 

Ouça Chaosfear pelo streaming:

Spotify:https://open.spotify.com/artist/3V3WFlj68xP2Zf1TqYI7dB
Deezer:https://www.deezer.com/br/artist/116022
iTunes:https://itunes.apple.com/us/artist/chaosfear/252364461
Amazon:https://music.amazon.com.br/artists/B0015LQGWY/chaosfear
YouTubeMusic: https://bit.ly/3cNc94Q
YouTube:https://www.youtube.com/channel/UC9o3bESzAsVdQLzjpgT_lZQ

A banda ainda está à procura de uma gravadora/distribuidora parceira para o lançamento de “Be The Light In Dark Days” em formato físico.

Chaosfear é formado por:
Fernado Boccomino – Vocal/Guitarra
Eduardo Boccomino – Guitarra Solo
Marco Nunes – Baixo/Teclados/Backing Vocal
Fabio Moysés – Bateria/Backing Vocal

Mais informações:
Facebook: https://www.facebook.com/chaosfear
Instagram: https://www.instagram.com/chaosfearband

Little Quake: lança EP acústico em meio a odisseia de se fazer música em tempos de pandemia

Material acaba de ser lançado pelo selo Dinamite Records

2020 tem sido um ano extraordinário. A pandemia impactou vidas diretamente ao redor do globo. Para aqueles que atuam no setor artístico não foi diferente. Com a impossibilidade de encontros presenciais e aglomerações inviabilizou-se a execução de eventos, espetáculos, shows, amostras, ou seja, acabou momentaneamente com boa parte das atividades geradoras de renda dentro do segmento. 

Artistas tiveram de se habituar à nova realidade, mesmo que passageira (assim esperamos), resultando em uma enxurrada de material digital, sendo esta uma das poucas alternativas de manterem contato com seu público através de sua arte. Em meados de julho, aproximadamente quatro meses após o estado de São Paulo ter anunciado a chegada da pandemia e reconhecido seus impactos, a Little Quake resolveu desengavetar um projeto adormecido e colocá-lo em prática. O plano era revisitar canções presentes nos dois lançamentos prévios da banda e regravá-los em arranjos acústicos, em casa, sem grande estrutura e sem muita produção.  

“Após um ano em São Paulo, conhecendo muitos músicos e profissionais da área, bares e casas de shows, eventos de rua e tudo mais que acontece nessa cidade doida, eis que um vírus corta de súbito qualquer possibilidade das pessoas se aglomeraram. Para não enlouquecer resolvemos fazer algumas versões acústicas de músicas antes muito barulhentas.” – Wysrah Moraes (baixo/b. vocal).

Uma semana em casa, com violões, duas câmeras e um gravador de dois canais teve como resultado “Another Half”, um EP acústico composto por quatro faixas (“Black sea”, “Stone Lucid”, “You” e “Tube life”) em novos arranjos e com uma roupagem totalmente diferente se comparadas às versões de estúdio. 

“Uma vez que boa parte das composições da banda surgiu em um violão antes de serem desenvolvidas até chegarem ao que a galera conhece, achamos que seria justo apresentar este formato pra quem curte nosso som e contar um pouco mais sobre quem somos e como enxergamos nossa música e processo criativo.”  – Dudu Machado (bateria/vocal).

Confira “Another Half”:

As filmagens, que ficaram por conta dos integrantes da banda e de Marina Scripilliti, mostram a atmosfera de descontração, quase despretensiosa, na qual o projeto se desenvolveu. A mixagem e masterização ficaram à cargo de Lucas Roma, produtor gaúcho parceiro de longa data da banda, o qual elevou o áudio para um outro nível e ao mesmo tempo manteve o aspecto lo-fi característico da captação do EP. Por fim, a edição do vídeo foi trabalho de Felipe Yurgel, que conseguiu transmitir através de uma linha narrativa sólida, de uma estética visual bem definida e de detalhes pontuais, exatamente a mesma sensação vivida durante o processo de gravação. 

O material, está disponível nas principais plataformas de streaming via Dinamite Records e também em formato de vídeo no canal do YouTube oficial da banda e em seu perfil do Instagram.

Mais informações:
https://www.facebook.com/littlequake/

Manger Cadavre?: grupo anuncia nova formação e pré-venda de EP em vinil 7″

Não era segredo que a banda de Hardcore do interior paulista Manger Cadavre? apresentaria sua formação definitiva ainda em 2020. Com a saída do guitarrista Marcelo Augusto e o baixista Jonas Santos, a banda seguia fazendo os shows agendados de 2020 com os substitutos Estevam Romera (Desalmado) e Guilherme Elias (Surra) se revezando no baixo, e com Rodrigo Buitoni (Crânula) na guitarra.

Pegos pela interrupção dos shows devido a pandemia do Covid-19, a banda pode se organizar, colocar as pendências em dia, como o lançamento o compacto 7” do EP “Senhores da Moral”, e encontrar membros que se identificassem com a proposta da banda. O lançamento já está disponível para pré-venda com os selos que estão trabalhando a banda.

No mês de setembro, com a reabertura dos estúdios na fase amarela (contando com todos os protocolos para impedir a propagação do vírus, como higienização, uso de máscaras e testagem dos funcionários), a banda se reuniu para realizar os primeiros ensaios-teste com os novos membros.

“Como eles tiveram muitos meses para tirar as músicas do nosso set, a sensação é que eles já faziam parte da banda. São amigos do rolê, então essa integração foi bem fácil e já foi possível pensar em composição do novo álbum”, comenta Nata.

Paulo Alexandre, assume a guitarra, incorporando riffs e bases pesadas do Death Metal ao Hardcore da banda, seguindo a tendência já apresentada no split “Inflamar”.  Além de ser considerado um dos melhores guitarristas da cidade, Paulo conta com a experiência dos dez anos com a banda de Crossover Orgasmo de Porco.

Já os graves ficam a encargo de Bruno Henrique, membro mais jovem da banda que acrescenta em muito com sua dedicação e energia. Ele também é baixista da banda de Grindcore joseense Berro Mote.

A Manger Cadavre? segue como uma banda produtiva. Mesmo com o processo de composição de um novo álbum com a formação fixa, eles pretendem lançar um EP com os membros temporários. Com composição de Guilherme Elias e Estevam Romera, a ideia é que os sons também saiam em compacto 7”.

“O Estevam e o Gui se dedicaram bastante nesses semestre que ficaram na banda, e, além de serem nossos amigos, são excelentes músicos. Aprendemos muito com eles e gostaríamos de registrar a passagem deles na banda. Por isso a ideia de gravarmos um EP com duas músicas.”, complementa Marcelo Kruszynski.

Sobre shows e turnês, tudo ainda é incerto, mas a banda adianta que a ideia continua sendo a mesma: tocar o máximo possível dentro das limitações de cada membro, afinal, eles precisam trabalhar também, mas a ideia da turnê europeia continua viva.

Manger Cadavre? é formado atualmente por:
Nata – Vocal
Paulo Alexandre – Guitarra
Bruno Henrique – Baixo
Marcelo Kruszynski – Bateria

Links relacionados:
Facebook: https://www.facebook.com/mangercadavre/
Instagram: https://www.instagram.com/mangercadavre/
Twitter: https://twitter.com/mangercadavre
Spotify: https://open.spotify.com/artist/42UX0at0vQSy2NZ9B0f3Lo?si=7wh2VLKcRIKTl08hZaWxdQ
YouTube: https://www.youtube.com/mangercadavre