Red Light DC: grupo mete o pé na porta com novo single “Fly Away”

Red Light DC - Credito de Marcia Oliveira (2)

O primeiro single da nova fase da Red Light DC é “Fly Away”. Com mais peso nos vocais e na guitarra, a música nasceu da vontade de extravasar. As influências de Alice in Chains e Soundgarden são latentes na música que sucede o álbum “Love, Alcohol And Other Drugs” (2018), com produção de Celo Oliveira.

“Esse novo trabalho traz influências mais pesadas, liberando toda energia, como uma aula de luta após um dia estressante”, define Renalvo Junior, guitarrista da Red Light DC. Enquanto a música busca a libertação, o lyric vídeo evoca a tensão e a dor da depressão.

Red Light DC - Fly Away.JPG

Ouça o single “Fly Away” no streaming: https://song.link/s/3jarXjcLs3k4M7EGNoOiFy

“A depressão é uma doença que atinge uma grande quantidade de pessoas. E os motivos podem ser estresse, relacionamentos destrutivos, pressão relacionadas ao dia a dia ou algum trauma. A depressão é algo tenso e cinzento. Na banda temos pessoas próximas com depressão, casos que já chegaram ao suicídio, e queríamos falar sobre esse assunto”, lamenta Ricardo Bruno, baixista.

Assista o lyric video “Fly Away”:

Para desestressar, para curtir, para pensar. O Rock da Red Light DC é sem rótulos, sem seguir nenhuma vertente.  Duas guitarras, uma bateria, um baixo e uma voz potente. Assim foi criada a Red Light DC, banda paulista que traz no currículo o disco “Love, Alcohol And Other Drugs” (2018). O trabalho de estreia também contou com o single “Scream”, lançado como lyric video e o videoclipe do single “Burn”.

“A Red Light DC traz canções que retratam o mundo visto pelo amor e pelo ódio, pelas ressacas e por pessoas que vivem na margem das grandes cidades”, explica Regis Lima, guitarrista.

A Red Light DC é formada por Ton Araujo (voz) e Alex Oliveira (bateria), além de Renalvo, Regis e Ricardo. A ficha técnica do single “Fly Away”, traz Jean Michel Designations Artwork (capa); Regis Lima (produção, mixagem e masterização); e Maria Catia (lyric video).

Mais informações:

Anúncios

Feed My Soul: lançado o novo EP “Black”

Feed my Soul - banda

Após seis anos a Feed My Soul lança seu segundo trabalho, o EP intitulado “Black” que afasta a banda do Post-Grunge, marcante no primeiro álbum e a aproxima do Metal.

Com composições mais diretas, pesadas e com riffs marcantes, a banda começa a experimentar elementos que não haviam aparecido no primeiro álbum como guturais, linhas de Rap e Blues que colocam textura neste trabalho e funcionam de forma muito natural.

As letras continuam a trazer reflexões espirituais, barreiras e conflitos que encontramos no dia a dia, sempre com uma visão pessoal. O EP fecha com uma composição que coloca na balança a responsabilidade sobre nossas atitudes.

Feed My Soul - capa-ep

A banda pretende com este EP abrir lastro para o lançamento de um segundo trabalho que acontecerá ainda em 2019.

Ouça o EP “Black” pelo Spotify:

 

Feed My Soul é formado por:
Danilo Soares – (Guitarra/Voz)
Victor Thomasi – (Guitarra/Voz)
Victor Guimaraes – (Baixo)
Stephano Pierini – (Bateria)
 
Mais informações: