The Pretenders: “Juro que essa música não é sobre Trump ou Bolsonaro”, diz Chrissie Hynde sobre novo single do grupo

Pretenders por Matt Holyoak

“Hate for Sale” dá nome ao novo disco da lendária banda

Membros do Hall da Fama do Rock n’ Roll e com mais de quatro décadas de estrada, a lendária banda anglo-americana The Pretenders volta ao Punk em  “Hate For Sale”, faixa que dá nome ao primeiro disco do grupo em quatro anos e que será lançado no dia 17 de julho. O novo single está disponível em todas as plataformas de streaming de música via BMG Brasil.

Apesar do nome da faixa, a banda garante que a inspiração não foi política. “Juro que essa música não é sobre Donald Trump, Boris Johnson ou Bolsonaro. Nenhuma das minhas músicas fala diretamente de política, em geral elas falam sobre ex-relacionamentos mesmo”, se diverte a guitarrista e vocalista Chrissie Hynde sobre o single.

Pretenders - Hate For Sale

Ouça o single “Hate for Sale”:

https://pretenders.lnk.to/saleIN

Produzido pelo premiado Stephen Street (The Smiths, Blur, The Cranberries e responsável por clássicos do Pretenders), “Hate For Sale” é o décimo primeiro álbum da banda e o primeiro a ser escrito em colaboração de Hynde com o guitarrista James Walbourne.

“Nós amamos punk e a faixa ‘Hate For Sale’ surgiu como um tributo para uma das bandas do gênero que mais nos inspiraram, o The Damned”, completa Hynde.

Primeiro álbum com a formação ao vivo do grupo, “Hate For Sale” já está disponível em pré-venda em https://pretenders.lnk.to/HateForSalePR. O single da faixa-título, além da já revelada “The Buzz” estão em todos os serviços de música digital.

Links relacionados:

2Crazy: duo assina com selo e anuncia lançamento de EP com inéditas

2play - IMG_20190513_153025_787 (1)

Duo sergipano lança material inédito

O duo formado em Aracaju por Yhuri (baixo e vocal) e Rodrigo (bateria), apresentam diversas influências que vão desde o Rock Clássico, ao Metal, Punk e Grunge.

A banda se prepara para lançar seu segundo EP “The War Inside”, no dia 25 de março em todas as plataformas de streaming via Electric Funeral Records.

Diariamente notícias, vídeos e fotos são veiculadas na mídia tradicional e na rede mundial de computadores, mostrando uma guerra no campo político e social, diante dos nossos olhos. Essa guerra exterior adentra em nosso ser e nos joga em uma épica batalha interna com nós mesmos.

O novo trabalho tem uma abordagem mais introspectiva, onde as letras e todo o conceito do EP, tratam da luta interior do ser humano. Contendo 3 faixas; “You Lose”, “Dangerous Game” e “Kill the False Power”, o 2Crazy libera tudo que está guardado e que nos consume por dentro.

Links relacionados:
Phone: +55 21 996292220

Desgracera HC: novo álbum “Não Passará” já está disponível em todas plataformas digitais. Confira!!

Desgraceira HC-jpg

Foi liberado hoje (31 de dezembro de 2019) o seu álbum intitulado “Não Passará” em todas as plataformas digitais. Este trabalho é uma das melhores coisas que foram lançadas na última década em Caxias do Sul e vale muito a pena dar uma conferida. A banda Desgracera HC é com toda certeza um dos nomes referência no cenário Punk / Hardcore no Rio Grande do sul.
 
Em 2019, a banda chegou a seu auge fazendo apresentações regulares, em média 2 a 3 Shows por mês em toda a região Metropolitana e da Serra Gaúcha. A banda apostou suas fichas na produção da Sub Discos e criou um projeto de produção sobre aos cuidados do Anderson Severo (Tchaina).
 
A produção artística da capa foi um trabalho em conjunto da banda e do produtor. A Capa representa o a insatisfação com o cenário político atual e incoerente que não apenas o Brasil, mas o mundo vem passando e o posicionamento e ponto de vista da banda.
 
A foto foi registrada em 1979, quando Rachel Clemens Coelho, 4 anos de idade, se negou a cumprimentar o então presidente do Brasil, general João Baptista Figueiredo. A imagem, feita pelo repórter fotográfico Guinaldo Nicolaevsky, se tornou um ícone da resistência aos governos militares e ficou famosa no mundo todo.
 
Era uma visita oficial de Figueiredo à cidade de Belo Horizonte, para lançamento do automóvel a álcool, quando uma menininha de uniforme escolar se negou a dar a mão ao último presidente do longo período de ditadura. Rachel morreu em abril de 2014, aos 40 anos de idade.
 
Para aplicativos de streaming foi criada uma capa um pouco diferente, mas com o mesmo conceito, punhos cerrados. O punho cerrado erguido no ar é um símbolo de enfrentamento e resistência, usado principalmente por movimentos de esquerda. Foi apropriado por causas diversas em diferentes períodos, estampa logos de organizações políticas e está nos gestos de quem protesta nas ruas.

Ouça o Disco na Integra:
 
Tracklist:
01 – Abertura
02 – Brasilia
03 – Punk-Gourmet
04 – Prensadão Paraguaio
05 – Sistema K
06 – En la Noche
07 – Igreja
08 – Se Fuderam
09 – Não passara
10 – Perifas Rock
11 – Porão do Kaos
12 – Vida Desgracera.
 
Desgracera HC é formado por:
Fabiano Karlos Medeiros (Buda) – Vocal
Eduardo Cruz (Pitutinho) – Guitarra
Higor Funghetto (Castor) – Baixo
Johnatan Dagostini – Bateria
 
Contatos:
 
Links relacionados:

Escape the Fate: grupo comemora 10 anos do clássico “This War is Ours” em São Paulo

escapa_the_fate_banda

Influente banda norte-americana de Punk/Post-Hardcore toca dia 26 de outubro no The House

Ícone do Post Hardcore/Emo mundial, os norte-americanos do Escape the Fate está de volta ao Brasil, desta vez coma turnê especial de 10 anos do disco “This War is Ours”, um dos mais cultuados lançamentos deste quarteto de Las Vegas e o primeiro com o atual vocalista Craig Mabbitt. O último show da nova turnê pela América Latina é em São Paulo, dia 26 de outubro, no The House. Os ingressos já estão no 2º lote.

Nesta atual turnê, “This War is Ours” é tocado na íntegra. O setlist das apresentações, no entanto, também conta com sucessos de outras fases do Escape the Fate, além de músicas do mais recente lançamento, o dinâmico e melódico “I Am Human” (2018). Algumas resenhas de sites especializados inclusive afirma que este último disco tem diversos momentos que remete à fase Emocore do início de carreira da banda.

O Escape the Fate está desde dezembro do ano passado na estrada com a turnê alusiva aos 10 anos do “This War is Ours”. Desde então, já rodaram a Europa, tocaram na Austrália e realizaram inúmeros shows pelos Estados Unidos, com muitos sold outs.

Em meio à turnê, Craig comentou que o Escape the Fate chega aos 15 anos de carreira em constante evolução e bastante confortável em tanto fazer um tributo ao passado como olhar para novos horizontes. “Estamos envelhecendo e nossas músicas mudam conosco, mas também redescobrimos o que nos torna uma banda”. O frontman também destaca que não se sente tão empolgado desde quando entrou na banda, justamente nas gravações do “This War is Ours”.

Além de Craig, completam o Escape the Fate Kevin “Thrasher” Gruft (guitarra), TJ Bell (baixo) e Robert Ortiz (bateria).

Haverá ainda um Meet & Greet com o Escape the Fate no dia do show da capital paulista. O ingresso custa R$ 150,00 (1º lote) e não vale como ingresso para a apresentação. Venda online: https://pixelticket.com.br/eventos/4040/escape-the-fate-em-sao-paulo-sp. Mais informações serão anunciadas em breve.

ETF flyer

Serviço: 
Escape the Fate dia 26 de outubro em São Paulo
Evento: https://www.facebook.com/events/432684434006449
Data: 26 de outubro de 2019
Horário: a partir das 19 horas
Local: The House (rua Rodolfo Miranda, 110 – Metrô Armênia, SP/SP)
Ingresso: R$ 120,00 (2º lote, pista: meia e promocional); R$ 240 (2º lote, pista inteira); Meet & Greet: R$ 150 (1º lote, não vale como ingresso); Mezanino: ESGOTADO.
Venda online: https://pixelticket.com.br/eventos/4040/escape-the-fate-em-sao-paulo-sp
Venda física: Locomotiva Discos (rua Barão de Itapetininga, 37 – Centro, SP)
Classificação etária: 14 anos
Realização: Gig Music, Hangar 110 e The House

Garotos Podres, Flicts e Faca Preta: três gerações do Punk se encontram em 06 de outubro em São Paulo

garotos_faca_flicts

Garotos Podres, Flicts e Faca Preta apresentarão sets especiais no primeiro fim de semana de outubro, no Fabrique Club

Dia 6 de outubro, três gerações do Punk nacional se reúnem no Fabrique Club (São Paulo) para um show especial. Garotos Podres, Flicts e Faca Preta formam uma trinca interessante de sonoridade e temática de mensagens, sugerindo uma continuação da cena Punk paulista com grande importância e influência sobre os fãs e outras bandas do gênero.

O evento, com realização da Powerline, começa às 18 horas e os ingressos em 2º lote custam apenas R$ 40 online (http://bit.ly/2mNZ5bc).

Formada em 82 no ABC paulista, o Garotos Podres foi diretamente influenciado pelas bandas Punks do final dos anos 70 e começo dos anos 80. O sucesso do primeiro disco, “Mais Podres do que Nunca”, lançado em plena ditadura militar, popularizou a banda e a cena Punk no Brasil e, mesmo com letras modificadas e censuradas, resultou em shows por todo o país e abriu as portas do mainstream para outras bandas da cena. Em 1993 o quarto trabalho dos Garotos, “Canções para Ninar”, consolidou a banda internacionalmente, com shows na Europa e nos Estados Unidos.

O Flicts, formado em 1996, ou seja, 14 anos depois da fundação do Garotos Podres, levanta as mesmas bandeiras e com uma sonoridade parecida, passeando entre o StreetPunk, oi! e Punk. Em 2019, a banda completa 23 anos com alguns álbuns emblemáticos na bagagem e músicas que já se tornaram hinos na cena Punk nacional, como “Desmascarar Sua Bandeira”, “Latino America” e “Pauliceia”.

O Faca Preta, por sua vez, foi formado 17 anos depois do Flicts, em 2013. Trazendo um fôlego StreetPunk para a cena, o quinteto lançou um EP 7’ pela HBB, que tem a já clássica “Lutando de Braços Cruzados”, e prepara seu primeiro disco completo para ser lançado ainda em 2019.

Serviço:
Garotos Podres, Flicts e Faca Preta dia 6/10 no Fabrique
Evento: https://www.facebook.com/events/2366802466971474/
Data: 6 de outubro de 2019
Horário: a partir das 18 horas
Local: Fabrique Club (rua Barra Funda, 1071, Barra Funda – SP/SP)
Ingresso: R$ 40 (meia/promocional, 2º lote)
Venda online: http://bit.ly/2mNZ5bc
Venda física na Locomotiva Discos, somente em dinheiro e sem taxa
Classificação etária: 16 anos
Realização: Powerline Music & Books

 

Kancer S.A.: grupo equatoriano se apresenta no palco do Hangar em Curitiba

kancer sa - cartaz curitiba

A banda Kancer S.A. (Hardcore/Punk) vem a Curitiba para única apresentação nesta quarta-feira (14), no Hangar – A Casa do Ócio. Farão a abertura os grupos locais Cães de Terminal, Böriz Kasööy & E.G.M.

O grupo oriundo de Quito, Equador, está no Brasil para uma extensa turnê, onde fará apresentações em clubes e espaços alternativos. Na capital paranaense eles tocam em um dos mais lendários espaços culturais da cidade, cujo nome e história remete ainda aos anos 90, o Hangar.

Três bandas locais completarão a escalação, apresentando um pouco do que Curitiba tem de melhor no Underground. Os ingressos para o show custam R$ 15 antecipados e R$ 20 na hora, nas bilheterias da casa.

Serviço:
Kancer S.A. (Equador) em Curitiba
Abertura: Cães de Terminal, Böriz Kasööy, E.G.M.
Data: 14 de agosto de 2019 (quarta-feira)
Local: Hangar – A Casa do Ócio
Endereço: Al. Dr. Muricy, 1091 – Largo da Ordem
Horário: 20h
Ingressos: R$ 15 antecipado e R$ 20 na hora
 
Mais informações:
Hangar – A Casa do Ócio: www.facebook.com/hangarcasadoocio
 
Assessoria de imprensa:
(41) 99597-9099