R.I.V.: escute “Delicious Nham! Nham” que acaba de ser liberada no YouTube

RIV - Capa novo álbum

O R.I.V. acaba de liberar em seu canal de YouTube, o single “Delicious Nham! Nham!” para audição completa. A música é uma das faixas presentes no álbum “Progressive-Core”, que foi lançado oficialmente no ano de 2018.

Gradativamente as músicas estão sendo disponibilizadas no canal de YouTube do grupo. É possível conferir o registro na íntegra em todas as plataformas digitais.

Confira:

R.I.V. é formado por:
Helbert de Sá – Vocal/Guitarra
Ana Lima – Baixo
Ricardo Parreiras – Bateria
 
Mais Informações:

 

R.I.V.: lança APP exclusivo sobre a banda no “Play Store” do google, baixe agora

RIV - Capa novo álbum

Um dos álbuns mais pesados e bem trabalhados que foi lançado em 2018, é o “Prog-core” da banda mineira R.I.V.,que em 2019 celebra 30 anos de história e é considerado um dos pioneiros no país em mesclar Thrash Metal com Hardcore em profusão máxima.

Além de possuir em mãos um registro poderoso por sua diversidade musical e agressividade, o R.I.V.,apresenta aos seus fãs o aplicativo oficial da banda que acaba de ser lançado oficialmente na “play store” do google para celulares e tablets com processador Android ou IOS.

O APP do R.I.V. é completo e apresenta aos usuários informações da bio do grupo, link de todas as redes sociais, link das plataformas digitais de onde escutar o disco “Prog-core”, vídeos e atualizações pertinentes sobre as atividades do grupo. Para baixar e conferir essa novidade, acesse o link abaixo:

https://play.google.com/store/apps/details?id=com.makermusic.rivotb

R.I.V. é formada por:
Helbert de Sá – (Voz/Guitarra
Ana Lima – (Baixo)
Ricardo Parreiras – (Bateria)
 
Mais informações:

R.I.V.: vocalista desabafa sobre não poder ver seu próprio filho em música “No… P.A.S.”

RIV - Elbert

A banda R.I.V. deve ser a primeira banda de Rock/Metal no mundo a fazer uma música expondo este tema polêmico muito comum na Sociedade Moderna que é a Alienação Parental.

Para o vocalista/guitarrista Helbert de Sá criador da música e letra. Ele deixa claro: “Esta música expõe um pouco do que passo na minha vida pessoal“.

Tecnicamente, a música possui uma base palhetada de guitarra pouco convencional invertida com tempos alternados. Só ouvindo mesmo para entender. Conta ainda com uma bateria, que parece um rolo compressor destruindo tudo, mostrando toda criatividade de Ricardo Parreiras com andamentos bem variados, possui um “cowbell” martelando na cabeça do ouvinte e feito de propósito.  Para Ana Lima: “música é excelente qualidade, com ritmo quebrado interessante, variações inteligentes na música”.

Afinal o que é Alienação Parental ?

A Alienação Parental é o processo e o resultado da manipulação psicológica de uma criança em mostrar medo, desrespeito ou hostilidade injustificados em relação ao pai ou mãe e/ou a outros membros da família. Trata-se de uma forma distinta e generalizada de abuso psicológico e violência familiar – tanto para a criança quanto para os familiares rejeitados – que ocorre quase exclusivamente em associação com a separação ou o divórcio (especialmente quando há ações legais) e que prejudica ambos os princípios fundamentais tanto da Declaração Universal dos Direitos Humanos quanto da Convenção internacional sobre os direitos da criança.

Mais comumente, a causa principal é um dos pais que deseja excluir o outro da vida de seu filho, mas outros membros da família ou amigos, bem como profissionais envolvidos com a família (incluindo psicólogos, advogados e juízes) podem contribuir no processo.

Muitas vezes leva ao distanciamento em longo prazo, ou mesmo permanente, de uma criança de um dos pais e outros membros da família e, como uma experiência particularmente adversa na infância, resulta em riscos significativamente aumentados de doenças mentais e físicas para as crianças.

A síndrome da alienação parental (SAP) em inglês (PAS) também é chamada de:

  • Síndrome da implantação das falsas memórias;
  • Síndrome de Medeia;
  • Síndrome dos Órfãos de Pais Vivos;
  • Síndrome da Mãe Maldosa Associada ao Divórcio;
  • Reprogramação da criança ou adolescente;
  • Padrectomia.

No Brasil há uma lei que dispõe o assunto é a lei 12.318/2010

Helbert de Sá quebrou o silêncio e criou uma música em homenagem a seu filho Nathan na qual ele não o vê faz mais de três anos e meio.

“Não adianta fizeram a cabeça dele, e hoje ele me odeia, e acredito que somente depois dele ter 18 anos vou poder reencontrá-lo, e ter a oportunidade de explicar o que aconteceu, mas as férias, aniversários, dia dos pais, Natais e Ano novo. Tudo foi perdido e nada será recuperado pois o tempo já passou“.

 “Muitos devem estar lendo este artigo e acreditando que desisti fácil, mas a justiça não resolve, nem a polícia e nem os Direitos Humanos. Já chorei, tive decepções por mais de seis anos e a justiça nada resolve. Quando exponho este tema tem pessoas que acreditam que é machismo, mas não é verdade, 95% dos casos são feitos pelas mães e 5% pelos pais. Se você que estiver lendo isto e consegue ver seus filhos nos encontros e visitas e não tem problemas levante as mãos para o céu e procure mostrar para seus filhos respeito mútuo entre os pais isto é o mais importante de tudo”.

Hoje o país possui mais de 20 milhões de filhos de pais separados e com certeza 30% sofrem algum tipo de Síndrome da Alienação Parental.

riv

A arte da música é apresentada no mosaico no encarte do CD. Mostra uma criança sendo pressionada na sua cabeça por lados e uma dela com um medido de pressão mostrando o que ela suporta, no outro dá um escape do gás que passa por sua cabeça.

Em contrapartida em sua boca possui uma torneira que controla o quer ele deve dizer a sociedade de quem da família ela gosta.

R.I.V. é formada por:
Helbert Sá – (Vocal/Guitarra)
Ana Lima – (Baixo)
Ricardo Parreiras – (Bateria)
 
Mais informações:
Site Oficial: www.riv.com.br

R.I.V.: escute agora o novo álbum “Prog-Core” pelo Spotify

RIV - Capa novo álbum

Acaba de ser lançado oficialmente o primeiro álbum do grupo “R.I.V”. Mesclando Thrash Metal, Progressive Metal, Death Metal e Core, o grupo brasileiro é um dos únicos no mundo a executar esse estilo musical. Agressividade e peso são as principais características do R.I.V. que em 12 faixas conseguiu sintetizar toda sua energia e destruição sonora em seu mais novo lançamento, o álbum “Prog-Core”.

O álbum está disponível em todas as plataformas de Streaming do mundo, sendo facilmente encontrado no Spotify, Deezer, Itunes, Google Play, Bandcamp e Amazon. O R.I.V. ficou inativo por mais de 20 anos, retornando em 2016, quando lançaram uma demo de apresentação. Agora com formação estabilizada o grupo libera em formato físico e digital o álbum de estreia “Prog-Core”.

Confira o álbum no Spotify:

 

Tracklist oficial de “R.I.V. – Prog-core”:
01. War Flames
02. Headache
03. No… P.A.S.
04. Rainbow Warrior’s Mayday
05. Progressive Core
06. Testicle Man
07. Caligula 2332 D.C.
08. Freaks In Action
09. Animal
10. Delicious Nham! Nham!
11. Ashes
12. Spiral
 
R.I.V. é formada por:
Helbert Sá – (Vocal/Guitarra)
Ana Lima – (Baixo)
Ricardo Bicalho – (Bateria)
 
Mais informações:

R.I.V: confira a track-list oficial do novo álbum “Prog-Core”

RIV - 02

Muito próximos de anunciar oficialmente o lançamento de seu novo registro de estúdio, o R.I.V., power trio mineiro que executa uma sonoridade que mescla vários elementos do Metal extremo, acaba de anunciar a track-list oficial do álbum “Prog-Core” e detalhes sobre a produção do disco.

“Prog-Core” terá 12 faixas que apresentam uma linha única criada no país, mesclando Thrash, Death, Progressive e Core, o novo álbum do R.I.V foi gravado no renomado estúdio “Eminence” da tradicional banda de Thrash Metal mineiro que dá nome ao próprio estúdio. O vocalista Helbert Sá é o responsável pela produção e máster de todas as faixas do disco. O músico está finalizando pequenos ajustes para dar início ao processo de prensagem física e liberação do conteúdo nas plataformas de Streaming do mundo.

RIV - Capa novo álbum

Abaixo você irá conferir uma prévia do que está sendo gravado pelo grupo, com aproximadamente 1 min de duração, o áudio apresenta uma brutalidade, peso e fúria, descomunais para qualquer outro trabalho já realizado no país.

Track-List oficial de “R.I.V. – Prog-core”
01 – War Flames
02 – Headache
03 – No… P.A.S.
04 – Rainbow Warrior’s Mayday
05 – Progressive Core
06 – Testicle Man
07 – Caligula 2332 D.C.
08 – Freaks In Action
09 – Animal
10 – Delicious Nham! Nham!
11 – Ashes
12 – Spiral
 
R.I.V. é formada por:
Helbert Sá – (Vocal/Guitarra)
Ana Lima – (Baixo)
Ricardo Bicalho – (Bateria)
 
Mais informações:

 

R.I.V.: criadores do “Progressive Core” anunciam produção do novo álbum

RIV - 01

R.I.V. são uma abreviação para a palavra “Rhythms In Violence”, nome real de uma banda percussora de um estilo único e inovador, mesclando Metalcore e Progressivo desde 1989, a R.I.V. anuncia novidades para 2018.

A banda que possui um EP “Welcome to Prog-Core”, lançado em 2016 que possui quatro faixas e War Flames lançado em 1989, já está trabalhando pesado no próximo álbum, o primeiro full da carreira, o disco será lançado no início de 2018 e promete estar à frente do que já foi criado na música pesada brasileira.

O nome do novo álbum da banda R.I.V. será, “Progressive Core”, as baterias foram gravadas no estúdio “Eminence” e teve como engenheiro de som Allan Wallace da banda “Eminence”, foi informado que as guitarras também já foram gravadas, faltando apenas os vocais de Helbert de Sá e o baixo de “Ana Lima” para finalizar a parte de gravações.

RiV - Progressive Core.jpg

O disco “Progressive Core” terá sete faixas, sendo músicas novas e inéditas, regravações do EP Welcome To Pro-Core e War Flames, em breve a capa e tracklist oficial serão divulgadas pelo grupo nas redes sociais.

Um dos nomes que teve real importância no nascimento do Metal Extremo mineiro está voltando com força total, a banda R.I.V. originaria de Belo Horizonte, fez parte da contrução de um estilo na década de 80, ao lado de nomes como Sepultura e Sarcofago, incluindo apresentações ao lado desses nomes no fim de 80 início dos aos 90.

R.I.V. é formada por:
Helbert Sá – Vocal/Guitarra
Ana Lima – Baixo
Ricardo Parreiras – Bateria
 
Mais Informações:

R.I.V.: banda apresenta nova baixista “Ana Lima”

RIV - 01

Formada em 1989, a banda R.I.V (Rhythms in Violence), sofreu um hiato que durou mais de 20 anos, até o recomeço de uma trajetória bem-sucedida e pioneira no metal nacional.

Criadores de um estilo universal dentro da música pesada, a banda “R.I.V”, fundiu o estilo “Metalcore” com “Progressivo, isso em meados dos anos 80, algo até então, jamais feito por qualquer outro grupo, chamando a atenção de grandes nomes do cenário à sua época, inclusive possibilitando a banda de se apresentar ao lado de grandes nomes emergentes como o Sepultura.

Em 2016 os músicos Helbert Sá (Voz/Guitarra) e Ricardo Bicalho (Bateria), deram início ao processo de composições, reativando oficialmente a banda, no mesmo ano o grupo libera o EP “Welcome To Prog-Core”, que recebeu críticas positivas da imprensa brasileira, destacando a sonoridade criada pelo grupo, como algo diferenciado no Metal Mundial.

Atualmente a banda almeja grandes novidades para o ano de 2018, entre elas um novo álbum, vídeo clipe, tour nacional e um trabalho diferenciado de mídias sociais, ao passo de tudo isso, o grupo anuncia a ingressão da nova baixista a banda, “Ana Lima” que possui 21 anos e é considerada um prodígio em seu instrumento, a musicista toca baixo desde os 11 anos de idade, aprimorando sua técnica e estilo com o passar dos anos.

Riv - Baixista

Helbert Sá, vocalista e fundador da R.I.V, comentou como “Ana Lima” se encaixou muito bem na banda: “Ana foi um achado único além de tocar muito, deu muita opinião construtiva nas gravações em estúdio”.

Ana Lima já está à frente de toda a criação e construção harmônica do novo disco, o grupo informou que muito em breve algumas informações relativas ao novo trabalho serão reveladas gradativamente nas redes sociais do grupo e também na grande imprensa brasileira.

R.I.V. é formada por:
Helbert Sá – (Voz/Guitarra);
Ana Lima – (Baixo);
Ricardo Bicalho – (Bateria).
 
Mais informações: