Mantre: banda registra crise política dos últimos anos em contundente vídeo

“Lobo” apresenta nova sonoridade para banda sergipana

Feras vorazes surgem sobre imagens reais e que habitam o imaginário e as notícias brasileiras nos últimos anos no contundente clipe para o single “Lobo”, da banda sergipana Mantre. A música, a mais pesada da banda, foi lançada no ano passado, e ressurge em um vídeo dirigido por Nicholas Mendes.

“Lobo” veio da necessidade de expressar a indignação com o atual cenário político. A banda acredita que não há hora mais propícia para o lançamento do videoclipe, em especial com o momento que estamos enfrentando.

Assista a “Lobo”:

Influenciada pelo Rock Alternativo dos anos 90 e início dos anos 2000, a Mantre é formada por Diego Trindade (voz e baixo), Nonato Matos (bateria) e Lucas Black (guitarra). O trio passeia pela psicodelia e ostenta grooves da música moderna com riffs melódicos. Todo esse caldeirão ganhou vida no álbum “Introspecto”, lançado em 2016. Olhando agora para o mundo externo, a música composta após as últimas eleições é a primeira faixa do novo disco do power trio.

“Este clipe vem para selar a nova fase da Mantre, explorando temas não abordados no primeiro disco e fornecendo indícios de como será nosso próximo álbum, muito mais politizado e com mensagens mais claras, tratando de temas contemporâneos”, conclui Diego.

Mais informações:
https://www.facebook.com/bandamantre/
https://www.instagram.com/bandamantre/

Backdrop Falls: grupo participa de compilação do selo italiano Duff Records

Grupo cearense é uma das 22 bandas do projeto que será distribuído na Itália

Fortemente influenciada pelo Punk Rock e pelo Rock Alternativo e com letras reflexivas e com elementos um tanto quanto sombrios em determinados momentos, a Backdrop Falls aborda em suas músicas temas de cunho mais pessoal/introspectivo e narra experiências e sentimentos relacionados à vida cotidiana na sociedade atual.

A banda, que começou em 2016 como um projeto de estúdio iniciado pelo vocalista Matheus Collyer, e é atualmente formada por Matheus (voz/guitarra), Rafael Neutral (guitarra), Roger Capone (bateria) e Ilton Tiger (baixo), lançou seu primeiro álbum, “There’s no Such Place as Home”, no dia 22 de maio via Electric Funeral Records.

Junto ao projeto de lançamento do seu primeiro full, a banda se uniu ao selo brasileiro e a agência Collapse Agency para fazer a distribuição internacional do disco físico, fechando a distro com onze selos ao redor do mundo; Electric Funeral Records (Brazil), Geenger Records (Croatia), DUFF Records (Italy), 20 Chords Records (Spain), Infected Records (Portugal), Bomber Music (UK), Razor Records (Argentina), Audioslam (Chile), Mevzu Records (Turkey) e Dinamite Records (USA).

A convite do selo italiano Duff Records, no qual a banda faz parte do casting, a Backdrop Falls íntegra a nova compilação “Duff Records VOL 2”, projeto que conta com 22 bandas. A compilação será vendida em formato de CD na Itália e para envio fora do país é necessário entrar em contato direto com o selo.

Link para venda “Duff Records VOL 2”: http://duffrecords.it/drv2 ou através do email: info@duffrecords.it

Mais informações:
http://www.backdropfalls.com/
https://www.facebook.com/backdropfalls/
https://www.instagram.com/backdropfalls/

Hiënaz: banda lança videoclipe de “Selva Sideral”, faixa do disco “Ulular”

Banda paulistana de Stoner Rock aborda ansiedade urbana

Enquanto a pandemia da covid-19 mantém as bandas longe de shows e mesmo de estúdios, o melhor caminho é lançar material que já estava no gatilho. É o caso da Stoner Rock Hiënaz, que disponibiliza o videoclipe da música “Selva Sideral”, gravado e produzido antes da quarentena.

“Selva Sideral” é uma música de “Ulular”, o disco de estreia da Hiënaz, lançado de forma independente em 2019. É uma canção dinâmica, que mescla pontualmente as diversas referências da banda, que vão do Stoner ao Grunge e Rock Alternativo.

Assista ao videoclipe de “Selva Sideral”:

A letra é pertinente ao momento: aborda sobre ansiedade urbana, que no videoclipe é trabalhada em estruturas subjetivas, com cenas da banda ora tocando, ora contracenando com atores. O roteiro e direção do clipe é assinado pela banda junto a Victor Gorgatti e Victor Cutrale, da Domínio Media Craft.

“Foi uma experiência muito legal. A música conta uma história que não é exatamente linear e foi um desafio imenso filmar este roteiro de uma maneira que ficasse bom visualmente e ornasse com a atmosfera da música”, conta o guitarrista Pedro Kerr.

O clipe acompanha a jornada de uma pessoa em uma noite pela cidade. Ela passa por diversas situações e, não raramente, se sente angustiada com tudo o que acontece à sua volta – sejam momentos e locais da cidade, seja com pessoas à sua volta e seja com as próprias visões e projeções que ela faz na própria cabeça. “Uma jornada de altos e baixos, e a personagem sente essa montanha russa de emoções”, explica Kerr.

Paralelo ao clipe, da Hiënaz apresenta o novo baixista, Felipe Dhelomme, O músico (e também luthier), de 20 anos, tocava na banda de Heavy Metal Cachalote.

Ulular
O registro de estreia da Hiënaz contém 10 faixas cantadas em português, que condensam peso, groove, riffs marcantes e melodias com um punch bastante peculiar. 

Ouça “Ulular” pelo Spotify:

Ulular é conceitual. Retrata a jornada da juventude e sugere formas do adolescente encarar as responsabilidades da vida adulta, explorando temas como paranoia, estresse, libertação, em uma ordem cronológica pensada pela própria banda.

Musicalmente, as referências são Black Sabbath, Alice in Chains, Kyuss, Corrosion of Conformity, Stoned Jesus, Mastodon e Soundgarden, que buscam a verve stoner e do rock noventista.

Mais informações:
Facebook: https://www.facebook.com/hienazz
Instagram: www.instagram.com/_hienaz
Bandcamp: hienaz.bandcamp.com

Amsterdan: banda lança série de vídeo aulas das faixas de seu EP “Acústico”

A banda carioca Amsterdan iniciou na última terça (26) o lançamento de vídeo aulas da faixas do EP Acústico. Os vídeos serão lançados semanalmente através do IGTV, plataforma de vídeos do Instagram, com um tutorial guiado pelo guitarrista Ygor Kauling. A primeira aula lançada é da música “Cinza”.

Assista a vídeo aula de “Cinza”:

Com as aulas, a banda deseja criar uma aproximação com as pessoas que gostam das músicas e incentivar a atividade artística. Além de “Cinza”, serão lançadas aulas das faixas “Labirinto”, “Singular”, “Moinho” e “Natural”.

Siga o perfil da Amsterdan no Instagram para acompanhar os lançamentos: http://instagram.com/amsterdanrock

Amsterdan é uma banda de Rock Alternativo do Rio de Janeiro nascida em 2016. Traz em suas músicas a turbulência de sentimentos introspectivos com uma visão otimista de superação e mudança. A banda aposta na mistura de uma sonoridade dançante e carregada de energia e peso. Atualmente a banda está em processo de finalização do seu segundo material de estúdio, ainda sem título. O EP está sendo produzido por Paulo Vaz (Supercombo) e tem previsão de lançamento para o segundo semestre de 2020.

Mais informações:

http://www.amsterdanrock.com/

https://www.facebook.com/amsterdanrock/

http://nabeiradopalco.com.br

Radical Karma: grupo lança single “Em Colapso”

Radical_Karma_foto

Música é a prévia do novo EP, “Sintomas”, que chega ao streaming no dia 29 de maio

Viver em 2020, ao menos para gerações de pais e filhos, tem uma carga emocional cujo peso e responsabilidade não tem sido fácil de carregar. A música, então, é uma daquelas válvulas de escape que sugere o abraço, a palavra amiga e pede o sorriso no rosto. É disso que se trata “Em Colapso”, o novo single do quarteto paulistano de Rock Alternativo Radical Karma, que, no fundo, sugere: não entre em colapso! A música, disponível no streaming pela Flecha Discos e OneRpm, pode ser conferida aqui: https://ONErpm.lnk.to/EmColapso.

“Em Colapso” é última faixa do EP “Sintomas”, o sucessor do elogiadíssimo registro de estreia do Radical Karma, “Entre o Fim e o Começo” (2019). O novo EP terá novamente quatro músicas e chega às plataformas online no dia 29 de maio, também mais uma vez com arte gráfica da artista Camila Rosa.

O single reforça a verve noventista tão adorada pelos experientes e conhecidos integrantes do Radical Karma, Gabriel Zander, Fausto Oi, Mateus Brandão e Fernando Martins. A produção é de Phil Fargnoli.

Tem riffs e levadas que remetem ao Grunge, Emo e Indie Rock dos anos 90, sonoridades que os músicos da Radical Karma ouvem até hoje e os inspiram para criar, mas claro, com a personalidade de cada integrante. “Em Colapso” deixa isso evidente e, apenas como referência, é uma música que agradará em cheio fãs de Dashboard Confessional, Seaweed e Basement.

A letra, escrita por Zander, dialoga com a inusitada e complexa realidade mundial. Surgiu numa reunião de banda, de uma conversa sobre ansiedade, cobranças, sobrecarga no dia a dia, culpas. “A música é um ombro amigo, uma forma de incentivar as pessoas a contar com quem está próximo, a não desistir; enxergar o problema e falar sobre isso para tanto se ajudar e ser ajudado”, ele conta.

Radical Karma é formado por:
Gabriel Zander – Vocal
Mateus Brandão – Guitarra
Fausto Oi – Baixo
Fernando Martins – Bateria
 
Mais informações:

 

Explain Away: grupo lança disco maduro e com melodia impactante

explay

Banda lança material via Electric Funeral Records

Trio formado em 2014, mistura Punk, Grunge e Alternativo dos anos 90 com uma pegada própria e visceral. Letras realistas e reflexivas sobre as consequências do nada fácil cotidiano das grandes cidades e saúde mental, com um instrumental agressivo que correspondem aos temas tratados.
 
A banda acaba de lançar o disco de estúdio intitulado, “Collective Loneliness” em todas as plataformas de streaming via Electric Funeral Records. Contendo 9 faixas que demonstram isso do começo ao fim, e apresentações potentes e altas, resgatam o espírito do bom e velho underground independente com uma equação diferenciada de boas referências em cada acorde.
 
O álbum “Collective Loneliness”, apresenta um amadurecimento da banda e busca trazer questionamentos e reflexões sobre as consequências que a vida conturbada da cidade nos traz.  As metáforas carregam mensagens sobre ansiedade, pânico, desilusão, perda, estereótipos venenosos e uma soma de fatores urbanos que resultam em questionamentos sobre autoestima, sociedade e saúde mental. 

explay.al waypng

A primeira faixa do álbum, de nome homólogo da banda, já introduz à temática proposta seja na música ou na composição. Faixas como “Lack e End of the Line”, captam bem como a banda consegue mesclar todos os estilos que os influenciaram. Já “Empty Colors”, evidencia o melhor de cada componente da banda numa melodia impactante.
 
Confira “Collective Loneliness”:
 
Mais informações:
Phone: +55 21 996292220

Növa: banda piauiense comemora 15 anos! Veja registros do show no Palácio da Música…

Növa - Foto de Diego Iglesias (1)

Növa é um quarteto de Rock Alternativo formado por Rubens Lerneh e João José em 2004 no cidade de Teresina, capital do Piauí. A banda mistura o barulho das guitarras cheias de noise com a melodia de canções em inglês, bebendo na fonte do guitar rock tão presente no indie brasileiro daquela época, com pitadas de shoegaze. Logo na primeira demo lançada no mesmo ano da formação do projeto, a canção “Surfhoney” figurou de forma despretensiosa em uma coletânea do selo potiguar Solaris Records.

Desde então, o grupo tocou nos principais eventos de Teresina e parte do nordeste do Brasil. Alternando pouco na formação, a Növa lançou quatros trabalhos entre EPs, demos e álbum. São eles: o EP “Al Dente” (2008), um “SMD Növa” em 2013, o EP “Keep The Tracks” (2018). Em 2019 a banda soltou o single “Symetry”, que foi bem recebido pelo público local.

No final de 2019, a banda comemorou 15 anos de vida se apresentando no projeto Terça Maior, evento da prefeitura de Teresina e que acontece no Palácio da Música. Desta apresentação, o grupo lançou o álbum “Ao Vivo no Palácio da Música” no mês de janeiro deste ano. Com 10 faixas, a apresentação passeia por toda a história da Növa, além de apresentar algumas canções inéditas.

Você pode ouvir o álbum ao vivo nos streamings, clicando no link e escolhendo seu player favorito: https://sl.onerpm.com/9283694042

Agora, o quarteto solta três vídeos. O primeiro com uma música da primeira demo da banda, de 2004. Os outros dois com canções ainda não gravadas em estúdio, apresentadas em primeira mão neste registro ao vivo no Palácio da Música. Os vídeos foram gravados e editados por Cleiton Santos (@eumudo). O áudio foi gravado pela equipe técnica do Palácio da Música e mixado e masterizado no Dombily Records. Rubens, guitarrista e frontman da banda, fala um pouco das canções dos vídeos, confira:

“The Real Life” foi uma das primeiras composições da banda. Está na primeira demo e foi escolhida para ganhar uma nova roupagem nesse show de 15 anos.

“Dracula’s Song” é uma música nova. Já tínhamos todo conceito dela, como o riff do início e o uso de uma afinação diferente. Mas nunca chegamos a um formato definitivo. Com a chegada da Raylanne na banda, ela ganhou corpo com as ideias para a segunda guitarra, e o solo no final.

“Abstinence” é novíssima! Ela nunca havia sido ensaiada antes. Foi uma das últimas a entrar no set. Achamos que ela ficou uma música “forte” e perfeita para encerrar o show.

Para esse ano de 2020, a banda pretende lançar um novo álbum, com seis versões de estúdio de faixas presentes neste registro ao vivo, mais quatro canções inéditas. Eles também estão na coletânea “Snoozing All This Time”, com a música “Bubblegum Voice”, do grupo alagoano Snooze.

A Növa atualmente é formada por Rubens Lerneh (guitarra e voz), Fernando Castelo Branco (baixo), Raylanne Leal (guitarra) e Lucas Di Matos (bateria). Quinze anos se passaram e a banda segue entortando as guitarras com muito fuzz e noise!

Conheça a discografia da banda: https://noovaband.bandcamp.com/

Instagram: @noovanoise

contato: noovaband@gmail.com

 

Explain Away: grupo fecha com selo e anuncia lançamento de disco

Explain Away

Power-trio acaba de assinar com a Electric Funeral Records

Trio formado em 2014, mistura Punk, Grunge e Alternativo dos anos 90 com uma pegada própria e visceral. Letras realistas e reflexivas sobre as consequências do nada fácil cotidiano das grandes cidades e saúde mental, com um instrumental agressivo que correspondem aos temas tratados.
 
A banda lança o disco de estúdio intitulado, “Collective Loneliness”, com 9 faixas que demonstram isso do começo ao fim, e apresentações potentes e altas, resgatam o espírito do bom e velho underground independente com uma equação diferenciada de boas referências em cada acorde.
 
O lançamento do disco está previsto para o dia 6 de abril em todas as plataformas digitais via Electric Funeral Records.
 
Mais informações:
Phone: +55 21 996292220

Nothing But Sunshine: grupo lança um novo single do seu álbum de estréia

zw-HaBwg

Preparando-se para lançar seu álbum de estréia, a Nothing But Sunshine, de Helsinque, na Finlândia, acaba de lançar seu novo single “Parade”. Nothing But Sunshine é uma banda de sintetizador que tem raízes em Helsinque e Toronto, com membros de grupos alternativos finlandeses como Murmansk.

“Parade é uma das nossas primeiras músicas, e trabalhar nela foi realmente uma das coisas que deu início a toda a banda. No entanto, a música encontrou sua forma final apenas recentemente, bem a tempo deste lançamento. A música fala sobre tolerar incertezas, sobre como isso pode ser intolerável e sobre a ingênua sensação de liberdade que a imaginação pode, na melhor das hipóteses, proporcionar a você ”, descreve o vocalista e guitarrista Jaakko Suni.

Ouça o single “Parade” pelo streaming:
Spotify: https://spoti.fi/2J7TUe9
Apple Music: https://apple.co/2WnKGlN
Youtube: https://youtu.be/mAspVcPHHto
Amazon Music: https://amzn.to/2QrFsl3
Deezer: https://www.deezer.com/en/album/135633052
Tidal: https://listen.tidal.com/album/133891539

“Parade” prenuncia o lançamento do álbum de estréia da banda, ainda em 2020. Embora Nothing But Sunshine seja uma banda relativamente nova, seus lançamentos até agora levaram a turnês em vários países e a tocar a maioria de seus shows fora da Finlândia. Além de terminar o próximo álbum, durante o último ano a banda se apresentou na Rússia, nos países bálticos e, mais recentemente na Índia, no Saarang World Festival em janeiro de 2020. O lançamento de “Parade” foi precedido pelo single “Color In A Nightmare” e o EP “White Lies”.

“Parade” foi mixado por Mikko Gordon, conhecido por seu trabalho com Thom Yorke, Gaz Coombes, Pete Townshend e vários outros artistas. O single é lançado pela Secret Entertainment.

Nothing But Sunshine é formado por:
Jaakko Suni – Vocal/Guitarra
Kalle Pekkala – Guitarra
Jari Käkelä – Guitarra
Kalle Keski-Orvola – Baixo
Dylan Broda – Bateria
 
Mais informações:

Explain Away: grupo celebra o amor em single e fortalece a causa animal em clipe

explain

Marcando a nova fase do power-trio, o Explain Away lança o single e clipe da faixa “Cause We”, mostrando um caminho de composição, melodia e reflexão diferentes da intensidade e distorções do último material lançado, o disco “Collective Loneliness”.
 
A faixa trata de uma fraternal ao sentimento de estar lá para quem é importante e quem se importa reciprocamente, independente das condições mais adversas que a vida arma pelo caminho, especialmente em dias difíceis como os que temos vivido ultimamente. Um triunfo do amor incondicional sobre a desesperança.
 
A banda assina a co-produção do single, juntamente com Billy Comodoro na gravação, mixagem e masterização.   

O videoclipe da banda foi gravado em parceria com a ONG Aliança com a Vida, onde o grupo foca na adoção de animais, que são a fonte mais pura de amor incondicional que existe. O objetivo da peça audiovisual é mostrar não só o amor ao próximo, mas também com intuito de fortalecer a causa animal, trazendo relevância para esta causa e ajudar a ONG da melhor maneira possível.

Assista ao videoclipe de “Cause We”:

Confira “Cause We” pelo Spotify: 

https://spoti.fi/3cXR3C8

O grupo que foi formado em 2014, mistura Punk, Grunge e Alternativo dos anos 90 com uma pegada própria e visceral. Letras realistas e reflexivas sobre as consequências do nada fácil cotidiano das grandes cidades e saúde mental, com um instrumental agressivo que correspondem aos temas tratados. Lançaram seu primeiro trabalho de estúdio no final de 2017, intitulado “Collective Loneliness”, com 9 faixas que demonstram isso do começo ao fim, e apresentações potentes e altas, resgatam o espírito do bom e velho underground independente com uma equação diferenciada de boas referências em cada acorde. 
 
Explain Away é formado por:
Eduardo Sabaté – Vocal/Guitarra
Antonio Cattuzzo – Voz/Baixo
André Prates – Bateria
 
Mais informações: