Mantre: banda registra crise política dos últimos anos em contundente vídeo

“Lobo” apresenta nova sonoridade para banda sergipana

Feras vorazes surgem sobre imagens reais e que habitam o imaginário e as notícias brasileiras nos últimos anos no contundente clipe para o single “Lobo”, da banda sergipana Mantre. A música, a mais pesada da banda, foi lançada no ano passado, e ressurge em um vídeo dirigido por Nicholas Mendes.

“Lobo” veio da necessidade de expressar a indignação com o atual cenário político. A banda acredita que não há hora mais propícia para o lançamento do videoclipe, em especial com o momento que estamos enfrentando.

Assista a “Lobo”:

Influenciada pelo Rock Alternativo dos anos 90 e início dos anos 2000, a Mantre é formada por Diego Trindade (voz e baixo), Nonato Matos (bateria) e Lucas Black (guitarra). O trio passeia pela psicodelia e ostenta grooves da música moderna com riffs melódicos. Todo esse caldeirão ganhou vida no álbum “Introspecto”, lançado em 2016. Olhando agora para o mundo externo, a música composta após as últimas eleições é a primeira faixa do novo disco do power trio.

“Este clipe vem para selar a nova fase da Mantre, explorando temas não abordados no primeiro disco e fornecendo indícios de como será nosso próximo álbum, muito mais politizado e com mensagens mais claras, tratando de temas contemporâneos”, conclui Diego.

Mais informações:
https://www.facebook.com/bandamantre/
https://www.instagram.com/bandamantre/

Casa das Máquinas: grupo lança single e revela nome do novo álbum

Casa das Máquinas iniciou sua carreira em 1973, em São Paulo, e é uma das bandas mais importantes para a história do Rock brasileiro e autoral. Com sonoridade que transita nos estilos Hard Rock e Rock Progressivo, o grupo influenciou várias gerações de músicos.

Testoni (voz e teclados) e Marinho (voz e bateria) estão na banda desde o início das atividades, e os integrantes Cadu Moreira (voz, guitarra e violão), Geraldo Vieira (voz e baixo) e Ivan Gonçalves (voz) completam o Casa das Máquinas.

Após 44 anos sem lançar novos trabalhos, Casa das Máquinas disponibilizou o single “A Rua”, e agora lança “Brilho nos Olhos” em todas as plataformas digitais, música que leva o nome do álbum completo que será lançado até o último semestre de 2020.

Confira o novo single da banda Casa das Máquinas, “Brilho nos Olhos”, em parceria com a Monstro Discos!, pelo endereço: https://ditto.fm/casadasmaquinas-brilhonosolhos

“Brilhos nos Olhos” surgiu de um bate-papo de Testoni com Ernst Kurt Clauss, direto da Irlanda. A melodia foi criada em parceria com Cadu Moreira.

Links relacionados:
Instagram: https://www.instagram.com/casadasmaquinasoficial
Facebook: https://www.facebook.com/bandacasadasmaquinas
YouTube: https://www.youtube.com/casadasmaquinasoficial
Spotify: http://tinyurl.com/spotifycasa

Motörbastards: ouça agora o novo álbum “We Are Bastards”

O novo álbum dos paranaenses do Motörbastards, intitulado “We Are Bastards”, está finalmente pronto e disponível.

O trabalho ingressou nas principais plataformas de streaming e download do mundo oficialmente no dia 12/06/2020 e já pode ser encontrado para audição gratuita acessando os links abaixo:

Spotify: http://open.spotify.com/album/3ffEIUH8O0jLeDqQAs46Zc
Deezer: http://www.deezer.com/album/153041072
iTunes: http://itunes.apple.com/us/album/id1517043050
Napster: https://br.napster.com/artist/motorbastards/album/we-are-bastards
Amazon Music: https://music.amazon.com.br/albums/B089R79B16
YouTube Music: https://music.youtube.com/playlist?list=OLAK5uy_m2LHLwG1QsznY7n2wlgtp7JNGN6UPwIBg
Napster: https://listen.tidal.com/album/144149242
Yandex Music: https://music.yandex.com/album/10981206

Em paralelo a este lançamento digital, o Motörbastards segue trabalhando na viabilização do formato físico deste material. Selos interessados em participar deste projeto, escreva para motorbastards@gmail.com ou pelo WhatsApp em (41) 99921-9155 (Carlos Motörbastards) e envia sua proposta.

Contato para assessoria de imprensa: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Links relacionados:
https://www.facebook.com/MOTORBASTARDS/
https://www.youtube.com/channel/UCr2RaBGgEhvM_lOjI910Uug
https://www.instagram.com/motorbastards/
https://sanguefrioproducoes.com/artistas/MOTORBASTARDS/63

Curinga Roque: banda estreia single “Siga em Frente”em todas as plataformas digitais

Se consolidando cada vez mais como um dos principais nomes do cenário nacional, o Curinga Rock anunciou o lançamento do single inédito, “Siga em Frente”, em todas as plataformas digitais de música.

Apresentada oficialmente nessa última sexta-feira, dia 29 de maio, a música também irá ganhar uma versão acústica, que será apresentada aos fãs em show que ocorrerá após o fim da quarentena. Você pode ouvir “Siga em Frente” no link abaixo.

Para se manter atualizado a respeito de tudo que ocorre na carreira do Curinga Roque, fique ligado nas redes sociais da banda.

Curinga Rock é formado por:
Lucas Castro: Vocal
Eduardo Dau: Guitarra
Anderson Maimone: Baixo
Ricardo Terra: Bateria

Mais informações:
Facebook: https://www.facebook.com/bandacuringaroque/
Instagram: https://www.instagram.com/curinga_roque/
Roadie Metal Press: http://roadie-metal.com/press/curinga-roque/

Backdrop Falls: grupo participa de compilação do selo italiano Duff Records

Grupo cearense é uma das 22 bandas do projeto que será distribuído na Itália

Fortemente influenciada pelo Punk Rock e pelo Rock Alternativo e com letras reflexivas e com elementos um tanto quanto sombrios em determinados momentos, a Backdrop Falls aborda em suas músicas temas de cunho mais pessoal/introspectivo e narra experiências e sentimentos relacionados à vida cotidiana na sociedade atual.

A banda, que começou em 2016 como um projeto de estúdio iniciado pelo vocalista Matheus Collyer, e é atualmente formada por Matheus (voz/guitarra), Rafael Neutral (guitarra), Roger Capone (bateria) e Ilton Tiger (baixo), lançou seu primeiro álbum, “There’s no Such Place as Home”, no dia 22 de maio via Electric Funeral Records.

Junto ao projeto de lançamento do seu primeiro full, a banda se uniu ao selo brasileiro e a agência Collapse Agency para fazer a distribuição internacional do disco físico, fechando a distro com onze selos ao redor do mundo; Electric Funeral Records (Brazil), Geenger Records (Croatia), DUFF Records (Italy), 20 Chords Records (Spain), Infected Records (Portugal), Bomber Music (UK), Razor Records (Argentina), Audioslam (Chile), Mevzu Records (Turkey) e Dinamite Records (USA).

A convite do selo italiano Duff Records, no qual a banda faz parte do casting, a Backdrop Falls íntegra a nova compilação “Duff Records VOL 2”, projeto que conta com 22 bandas. A compilação será vendida em formato de CD na Itália e para envio fora do país é necessário entrar em contato direto com o selo.

Link para venda “Duff Records VOL 2”: http://duffrecords.it/drv2 ou através do email: info@duffrecords.it

Mais informações:
http://www.backdropfalls.com/
https://www.facebook.com/backdropfalls/
https://www.instagram.com/backdropfalls/

Hiënaz: banda lança videoclipe de “Selva Sideral”, faixa do disco “Ulular”

Banda paulistana de Stoner Rock aborda ansiedade urbana

Enquanto a pandemia da covid-19 mantém as bandas longe de shows e mesmo de estúdios, o melhor caminho é lançar material que já estava no gatilho. É o caso da Stoner Rock Hiënaz, que disponibiliza o videoclipe da música “Selva Sideral”, gravado e produzido antes da quarentena.

“Selva Sideral” é uma música de “Ulular”, o disco de estreia da Hiënaz, lançado de forma independente em 2019. É uma canção dinâmica, que mescla pontualmente as diversas referências da banda, que vão do Stoner ao Grunge e Rock Alternativo.

Assista ao videoclipe de “Selva Sideral”:

A letra é pertinente ao momento: aborda sobre ansiedade urbana, que no videoclipe é trabalhada em estruturas subjetivas, com cenas da banda ora tocando, ora contracenando com atores. O roteiro e direção do clipe é assinado pela banda junto a Victor Gorgatti e Victor Cutrale, da Domínio Media Craft.

“Foi uma experiência muito legal. A música conta uma história que não é exatamente linear e foi um desafio imenso filmar este roteiro de uma maneira que ficasse bom visualmente e ornasse com a atmosfera da música”, conta o guitarrista Pedro Kerr.

O clipe acompanha a jornada de uma pessoa em uma noite pela cidade. Ela passa por diversas situações e, não raramente, se sente angustiada com tudo o que acontece à sua volta – sejam momentos e locais da cidade, seja com pessoas à sua volta e seja com as próprias visões e projeções que ela faz na própria cabeça. “Uma jornada de altos e baixos, e a personagem sente essa montanha russa de emoções”, explica Kerr.

Paralelo ao clipe, da Hiënaz apresenta o novo baixista, Felipe Dhelomme, O músico (e também luthier), de 20 anos, tocava na banda de Heavy Metal Cachalote.

Ulular
O registro de estreia da Hiënaz contém 10 faixas cantadas em português, que condensam peso, groove, riffs marcantes e melodias com um punch bastante peculiar. 

Ouça “Ulular” pelo Spotify:

Ulular é conceitual. Retrata a jornada da juventude e sugere formas do adolescente encarar as responsabilidades da vida adulta, explorando temas como paranoia, estresse, libertação, em uma ordem cronológica pensada pela própria banda.

Musicalmente, as referências são Black Sabbath, Alice in Chains, Kyuss, Corrosion of Conformity, Stoned Jesus, Mastodon e Soundgarden, que buscam a verve stoner e do rock noventista.

Mais informações:
Facebook: https://www.facebook.com/hienazz
Instagram: www.instagram.com/_hienaz
Bandcamp: hienaz.bandcamp.com

Amsterdan: banda lança série de vídeo aulas das faixas de seu EP “Acústico”

A banda carioca Amsterdan iniciou na última terça (26) o lançamento de vídeo aulas da faixas do EP Acústico. Os vídeos serão lançados semanalmente através do IGTV, plataforma de vídeos do Instagram, com um tutorial guiado pelo guitarrista Ygor Kauling. A primeira aula lançada é da música “Cinza”.

Assista a vídeo aula de “Cinza”:

Com as aulas, a banda deseja criar uma aproximação com as pessoas que gostam das músicas e incentivar a atividade artística. Além de “Cinza”, serão lançadas aulas das faixas “Labirinto”, “Singular”, “Moinho” e “Natural”.

Siga o perfil da Amsterdan no Instagram para acompanhar os lançamentos: http://instagram.com/amsterdanrock

Amsterdan é uma banda de Rock Alternativo do Rio de Janeiro nascida em 2016. Traz em suas músicas a turbulência de sentimentos introspectivos com uma visão otimista de superação e mudança. A banda aposta na mistura de uma sonoridade dançante e carregada de energia e peso. Atualmente a banda está em processo de finalização do seu segundo material de estúdio, ainda sem título. O EP está sendo produzido por Paulo Vaz (Supercombo) e tem previsão de lançamento para o segundo semestre de 2020.

Mais informações:

http://www.amsterdanrock.com/

https://www.facebook.com/amsterdanrock/

http://nabeiradopalco.com.br

End of Pipe: grupo anuncia lançamento de full lenght via Electric Funeral Records

end of piper

Após os lançamentos dos singles “Memories” e “Get Alive”, o End of Pipe se preparar para lançar o álbum “Mass Hysteria“, quarto disco de estúdio e primeiro full lenght da banda, marcando seu aniversário de 14 anos anos e consolidando a formação como um power trio. O lançamento será via Electric Funeral Records no Brasil e chega às lojas a partir do dia 01 de junho de 2020 em CD e em todas as plataformas digitais.

Produzido por Uirá Medeiros e gravado no Undercave Studio (São José/SC) por Marlon Ramos, “Mass Hysteria” foi mixado e masterizado em Chicago (EUA) por Mark Michalik, que já assinou álbuns de grupos como Much The Same, Counterpunch, The Swellers e We Are the Union, conta com 10 músicas, incluindo os singles já citados, e reúne participações especiais de músicos emblemáticos como, Mark Vecchiarelli (Shades Apart), Frank Lacatena (Slap of Reality/The Sophomore Effort), Scott Hallquist (Ten Foot Pole/DC Fallout), Émilie Pnkmondon (50 Shades of Punk Rock/Excuse me mister) e Felix (Hardlife/Marreta/Kamikazes Refuse).

end of pipe

Para conhecer mais e ficar por dentro das atualizações e do som do End Of Pipe, curta e siga a banda:
Facebook: https://www.facebook.com/endofpipe/

Speaker Destroyer Machine: grupo exalta anos 90 em “Mitomaniac”

mito

A safra musical da década de 1990, para o quarteto carioca Speaker Destroyer Machine, apresentou bandas de sonoridades marcantes e autênticas o bastante para, até hoje, serem consideradas referências. A diversidade daquele período é a fonte de inspiração para a Máquina Destruidora de Auto Falantes, cujo single de estreia, “Mitomaniac”, condensa aquela característica aura, com peso, riffs e sujeira.

“Mitomaniac foi gravada por Marcelo Perrone e mixada/masterizada pelo renomado Jorge Guerreiro no Dead Bird Estúdio em Nova Friburgo. Musicalmente, é uma homenagem às bandas dos anos 90 que influenciam a SxDxMx, como Helmet, Melvins, Snapcase e Godflesh.

É uma música lamacenta, com a peculiar sujeira do Rock noventista, algo entre o Grunge e o Stoner, com nuances de Noise e de Metal, mais pitadas de experimentalismo. “Procuramos nesse som imprimir toda nossa ideia enquanto banda através de um som minimalista, primal, com um riff marcante que se repete do início ao fim”, conta a banda.

Ouça “Mitomaniac” pelo Spotify:

 

A Speaker Destroyer Machine é de Nova Friburgo e “Mitomaniac” é o cartão de visitas de um trabalho que Chumiga (vocal, Perrone (guitarra), Mugiba (baixo) e Helinho (bateria) começaram, a propósito, nos ano 90. São pessoas que de fato vivenciaram aquele período tão importante para o Rock, no que diz respeito à quebra de paradigmas, regras harmônicas e, ainda, bastante ligado à contracultura.

A letra trata da patologia conhecida como Mitomania, a qual o indivíduo não consegue dizer a verdade em nenhuma situação do cotidiano e isso acaba tornando um sofrimento extremo tanto interno/pessoal como para os que convivem com o mitomaníaco. “Lidamos com várias pessoas com essa doença ao redor, no dia a dia e a letra é uma forma de alerta e também de um basta”, explica a SxDxMx.

O single é a prévia de um EP – de quatro músicas – que a Speaker Destroyer Machine soltará em breve (já com a pré-produção concluída). Será lançamento no streaming, em formato físico e em 7 polegadas. Outro plano emergencial do quarteto carioca é, ao término da pandemia, voltar aos palcos e tocar o máximo possível pelo Brasil.

Links relacionados:
Canal do SxDxMx: youtube.com/SDM
Dead Bird Estúdio: www.youtube.com/estudioDeadBird

Pedrada at Home: festival online está com inscrições abertas para bandas de Rock

download

“Pedrada At Home” nasceu em março de 2020, inspirado nos festivais online surgidos para difundir a música durante a quarentena, período no qual tantos shows foram adiados e até cancelados. Estamos em casa, público e artistas, mas dispomos das novas tecnologias para ajudar a diminuir esse nosso isolamento mais do que necessário.
 
O “Pedrada At Home” permite que bandas e artistas solo autorais do Brasil inteiro e de todas as vertentes do Rock – Blues, Hard, Pop, Folk, Indie, Progressivo, Metal… -, direto de suas residências e em formato intimista, usem do mundo digital para interagir com seus fãs, atingir um público mais amplo e oxigenar a própria criatividade, ao conectar-se a outros projetos.
 
Ou seja, desde a primeira edição, o Pedrada ultrapassa paredes e distâncias em nome da arte e do entretenimento, neste momento em que a proximidade se tornou tão preciosa, e a cultura serve como alento.
 
Os shows acontecem sábado e domingo, das 18h às 22h. A cada dia, ocorrem 12 apresentações, totalizando 24 trabalhos selecionados e 8h de transmissão por edição. O formato é de entrevista ao vivo de cerca de 5 min com, pelo menos, um dos integrantes, seguidos de 15 minutos de show em média, totalizando aproximados 20 minutos de participação. Lembrando que o evento é essencialmente voltado a repertório autoral.
 
No somatório das duas primeiras edições, tivemos mais de 120 inscritos, e a equipe responsável pela curadoria teve bastante trabalho, devido à quantidade de ótimos projetos envolvidos. Entre os participantes do Pedrada #1, podemos citar Johnny Monster, Drenna, Laura Zennet, Jonnata Doll & Os Garotos Solventes, Nebulosa, Taboo, Manni Moritz, Lowd e Melyra.
 
Já no Pedrada #2, tivemos Deia Cassali, Bit Beat, Arnaldo Brandão, Astro Venga, Carcinosi, Thamiris Mello, Leela, Facção Caipira, Nove Zero Nove, entre vários outros. Vale conferir o line up completo das edições anteriores e os registros em vídeo no nosso canal no Youtube, como esquenta para a próxima Pedrada, que acontecerá nos dias 06 e 07 de junho.
 
Desde a edição #2, investimos em um novo formato: a entrevista segue ao vivo, gerando proximidade com o público, e a apresentação passa a ser pré gravada, a fim de garantir melhor qualidade no momento da transmissão. Vale ressaltar que nossa fórmula também permite aos músicos organizarem-se melhor, cada um gravando em seu tempo, e participarem com mais interação na hora do evento.
 
Rock e conteúdo andam juntos. Por isso, durante a semana que antecede o festival, o Pedrada sempre oferece uma programação de palestras ao vivo sobre assuntos relevantes à música e cultura, com convidados referência em cada tema: gestão de carreira (Alexandre Artioli), direitos autorais (Dra. Deborah Sztajnberg), rock como cidadania (Léu Oliveira), redes sociais e o mercado atual (Clemente Magalhães), as FMs e o rock (Bruno Azevedo), direcionamento artístico (Felipe Rodarte), o papel feminino na música (Julianne Lima) e plataformas de streaming (Sheila Guimarães). Informação diversificada, de qualidade e gratuita.
 
Importante também destacar que, no decorrer da programação, realizamos campanha de doações junto ao público a favor da ONG Cine & Rock, que promove a inclusão social de crianças e adolescentes através de ações culturais e esportivas. 100% do valor recolhido é direcionado ao projeto.
 
Tão logo encerra a etapa de curadoria, são divulgadas a programação de palestras, bem como as atrações musicais da respectiva edição. Fundamental enfatizar que as bandas selecionadas possuem prazo para enviar material promocional, como release, fotos e links, e a gravação do show, para assegurar a participação.
 
De forma voluntária, o time que coloca toda essa engrenagem para funcionar é formado por produtores e equipe técnica de diferentes estados, como RJ, SP e RS, de larga experiência com produção musical e eventos dos mais diferentes portes e formatos. E as mulheres são maioria no Pedrada.
 
“Pedrada At Home” tem as seguintes missões: oferecer oportunidade e visibilidade a novos talentos junto ao público e à mídia; promover uma experiência sonora e visual cada vez mais completa e instigante, com interação e engajamento entre quem pensa a música, quem vive dela e quem a consome; fortalecer a cena autoral e independente; facilitar o intercâmbio entre artistas; apoiar causas sociais.
 
Acreditamos, sobretudo, que o Rock precisa unir-se. Para isso, precisamos trabalhar juntos, produtores e artistas, para construir um espaço consistente no mercado e ter um maior alcance, tanto entre amantes do estilo quanto os sedentos por novidades.
 
O momento exige, a paixão pela música nos move. Por isso, o objetivo é seguir adiante com o projeto At Home, com profissionalismo e energia. E quem sabe, quando a quarentena tiver passado, levar o Pedrada aos palcos da vida. Mas isso já é tema para um próximo capítulo. Afinal, já que o Rock não para, o nosso tempo é agora!
 
Acompanhe a programação e todos os detalhes em nossas redes oficiais:
Instagram: @pedradaathome
 
Formulário de inscrições da 3ª edição: https://bit.ly/pedrada3