Black Moon Riders: grupo lança o lyric vídeo de “Child of the Night”

A banda gaúcha de Heavy Metal, Black Moon Riders, acaba de lançar o lyric vídeo para a música “Child of the Night”. Produzido pela Strat Comunicação, o vídeo traz imagens de diversas épocas da banda, além de utilizar uma linguagem visual que faz jus ao peso e tema da canção.

“Child of the Night” é a faixa que abre o primeiro EP do grupo, lançado em 2019. A música conta com guitarras e arranjos de Magnus Wichmann (Rage In My Eyes) e produção vocal de Iuri Sanson (ex-Hibria). A mixagem e masterização ficou a cargo de Henrique Fioravanti, no FromHercords Studios. A canção traz como tema a loucura, paranoia e falta de controle sobre si mesmo, dando espaço para personalidades obscuras que assumem o comando sobre as ações da pessoa acometida por essas enfermidades.

Assista o lyric vídeo:

Átila Ferrarez, vocalista da Black Moon Riders, fala sobre o lançamento: “Eu convivi com parentes que enfrentaram o mal de Alzheimer, loucura e esquizofrenia. Então eu vi o lado obscuro que as doenças mentais podem liberar nas pessoas e coloquei isso na letra da Child. A linguagem que tentamos passar no vídeo é isso, flashs de situações enlouquecedoras, de paranoia, que às vezes vem à tona” – ressalta Átila.

Enquanto divulga seu lyric vídeo, a Black Moon Riders já trabalha em seu novo single, a música “We Are The Raiders”. A canção iniciará a divulgação do primeiro álbum completo da banda, que deverá ser lançado ainda em 2020. O novo material contará com a participação do baterista Andres Fontanela.

A Black Moon Riders é formada por Átila, o Vampiro (voz e conceito); Rômulo, o Feiticeiro (guitarra) e Rudimar, o Reverendo (baixo).

Ouça o Black Moon Riders pelo Spotify:

https://spoti.fi/30JDDo6

Mais informações:
https://www.facebook.com/blackmoonriders/
https://www.insanityrecords.com.br
https://www.fb.com/insanityrecordsoficial
https://www.twitter.com/InsanityRecordz
https://www.instagram.com/insanityrecordz
+55 51 98192-7057

Motorocker: grupo lança vídeo ao vivo de “Salve a Malária”

Celebrando o famoso “Dia Mundial do Rock”, o Motorocker presenteia seus fãs nesse 13 de julho, lançando oficialmente em seu canal de YouTube, o vídeo ao vivo da música, “Salve a Malária”.

O vídeo de “Salve a Malária”, foi reeditado e retirado da Live Motorocker em prol do Movimento #salveagraxacwb, realizado no último dia 25/06/20, no Tork’n’Roll, em Curitiba/PR.

Assista ao videoclipe de Salve a Malária ao Vivo:

Esse é o primeiro vídeo do show realizado pelo Motorocker, que será apresentado aos fãs no canal do grupo. Outros vídeos estão sendo preparados e editados com a intenção de levar até você, nesse momento de isolamento social, toda a energia dos músicos do Motorocker.

Equipe Live Motorocker:
Produção e Direção: Juan Neto
Produção executiva: Marcelus dos Santos e Juan Neto
Transmissão e mesa de corte: Irmãos Mario
Auxiliar de transmissão: Guilherme Palmas
Câmera móvel: Rodrigo Porto
Som: Anderson “Batata”
Luz: Maycon “Pulse”
Auxiliar de Som e Luz: “Papa”
Técnica: Cotô “Dreads”, Anderson “Batata” e Jana Elis
Arte Introdução: Paulo Ricardo

A live completa do Motorocker pode ser conferida abaixo:

Motorocker é formado por:
Marcelus dos Santos – Vocal
Luciano Pico – Guitarra
Eduardo Calegari – Guitarra
Silvio Krüger – Baixo
Juan Neto – Bateria

Mais Informações:
Facebook: https://www.facebook.com/BandaMotorocker
Instagram: https://www.instagram.com/Motorocker/
YouTube: https://www.youtube.com/channel/UC4UL0UK1QqCmiI-aofyyY8g
Site Oficial: http://motorocker.com.br
Roadie Metal Press: http://roadie-metal.com/press/motorocker/

Mercenárias: grupo ganhará biografia escrita por jovem autor

Foto: Rui Mendes

Uma das bandas mais transgressoras do Rock brasileiro, as Mercenárias terá vida retratada em uma biografia inédita escrita por Lucas Lima. “Somos Sucesso – A Biografia das Mercenárias” terá prefácio de Leo Moreira Sá, que foi baterista do grupo e ilustrações de Paloma Miguel, além de uma ampla seleção de fotos. O lançamento está programado para 2021. 

O projeto teve início em 2018, quando Lucas começou as pesquisas. Na ocasião, os esforços tiveram como resultado um trabalho de conclusão de curso, defendido em dezembro de 2019 na Faculdade Paulus de Comunicação, onde Lucas graduou-se em jornalismo. O projeto recebeu elogios do jornalista Rodrigo Carneiro, que estava na banca avaliadora. 

“Aceitei receber o arquivo em word de “Somos Sucesso – A Biografia das Mercenárias”. Fiquei aliviadíssimo após a leitura na tela: era um belo material, pronto para receber um tratamento de editora e ganhar as ruas”, publicou o jornalista em suas redes sociais. 

“Lucas Lima recupera neste livro o período mágico de vida das Mercenárias. Foram pouco mais de meia década com o recheio de loucas histórias que ele foi fuçar entrevistando as ex-integrantes e testemunhas sobreviventes daquela época. Tem questões como tráfico de drogas, suicídio, transexualidade, ligações com o mundo da moda, as origens nos corredores do curso de Comunicação da USP. Coisas que explicam muitas dúvidas de fãs angariados na década de 1980. Uma trajetória incrível que contextualiza uma das maiores bandas alternativas de nosso país”, diz o jornalista Abonico Smith. 

A obra conta a história do grupo paulistano desde a fundação, em 1982 até 1988, quando as Mercenárias foram demitidas da gravadora EMI-Odeon.

“Após a apresentação do projeto na Faculdade, fiz mais pesquisas, entrevistas e correções. Busquei jornalistas e pesquisadores para darem uma visão crítica também sobre a obra da banda, assim como conversei com todas as integrantes do grupo novamente”, diz Lucas. “Estou trabalhando agora com meu editor (divulgaremos em breve a editora que lançará o livro) no texto e dando mais detalhes nas cenas. Deixo em destaque que, como pesquisador, trabalho com vestígios e, portanto, não tenho como saber com total certeza sobre a verdade sobre alguns acontecimentos. Até por isso, quando necessário, a narrativa terá as diversas versões para os fatos”, completa. 

Site sobre o projeto

Foi criado na plataforma Medium um site, onde será divulgado, pouco a pouco, detalhes sobre o projeto. A cada mês será revelado um título de capítulo, junto com a ilustração que estará no início do mesmo, de autoria de Paloma Miguel. Confira em: medium.com/somossucesso

Sobre o autor

Lucas Lima é formado em jornalismo pela Faculdade Paulus de Comunicação e trabalha na área cultural desde 2016. É fundador do site Eufonia Brasileira (que hoje é uma coluna do site Palco Alternativo) e do Eufonia Brasileira Podcast. Já contribuiu para veículos como Tenho Mais Discos Que Amigos e Whiplash.

Mad Chicken: grupo cristaliza o Stoner Grunge entre inéditas e regravações

Quinteto mineiro lança registro de 11 faixas, o segundo pela Abraxas

A banda de Stoner Grunge Mad Chicken, de Arcos (Minas Gerais), lança pela Abraxas Records o segundo disco, “Homemade Demo Tape, Vol. II”. São 11 faixas, entre inéditas, versões alternativas de músicas de registros passados e um cover.

“Homemade Demo Tape – Vol. II” apresenta as novas “Medíocre” e “Awake”, que deixam explícito a verve noventista da Mad Chicken, com muitos riffs, melodias e sujeira nos timbres, tudo em doses exatas.

A banda, formada por Filipe Xavier (vocal), André Salviano (baixo), Daniel Santos (guitarra), Michel Custódio (guitarra) e Pedro Paim (bateria), também regravou oito faixas dos dois primeiros trabalhos, “Limestoner” (2017) e “Homemade Demo Tape” (2016). O cover de ‘Silver Water’, da River Act (Iguatama-MG), completa o disco.

Ouça “Homemade Demo Tape – Vol. II”, nas principais plataformas de streaming:
https://album.link/4bmvFHpBsPfmn

O álbum foi produzido pela Mad Chicken e gravado em home estúdio durante a pandemia, entre março e junho de 2020. A arte da capa foi produzida por Gustavo Henrique Gonçalves (Gatilho Mental).

“Homemade Demo Tape – Vol. II”, tem ainda participações especiais: Débora Rezende nos sintetizadores e Carlos Eduardo Lucas, com vocais, em “All I Know Is What I See”.

Saiba mais sobre a Mad Chicken nas redes sociais:
https://linktr.ee/MadChicken.

Mantre: banda registra crise política dos últimos anos em contundente vídeo

“Lobo” apresenta nova sonoridade para banda sergipana

Feras vorazes surgem sobre imagens reais e que habitam o imaginário e as notícias brasileiras nos últimos anos no contundente clipe para o single “Lobo”, da banda sergipana Mantre. A música, a mais pesada da banda, foi lançada no ano passado, e ressurge em um vídeo dirigido por Nicholas Mendes.

“Lobo” veio da necessidade de expressar a indignação com o atual cenário político. A banda acredita que não há hora mais propícia para o lançamento do videoclipe, em especial com o momento que estamos enfrentando.

Assista a “Lobo”:

Influenciada pelo Rock Alternativo dos anos 90 e início dos anos 2000, a Mantre é formada por Diego Trindade (voz e baixo), Nonato Matos (bateria) e Lucas Black (guitarra). O trio passeia pela psicodelia e ostenta grooves da música moderna com riffs melódicos. Todo esse caldeirão ganhou vida no álbum “Introspecto”, lançado em 2016. Olhando agora para o mundo externo, a música composta após as últimas eleições é a primeira faixa do novo disco do power trio.

“Este clipe vem para selar a nova fase da Mantre, explorando temas não abordados no primeiro disco e fornecendo indícios de como será nosso próximo álbum, muito mais politizado e com mensagens mais claras, tratando de temas contemporâneos”, conclui Diego.

Mais informações:
https://www.facebook.com/bandamantre/
https://www.instagram.com/bandamantre/

Casa das Máquinas: grupo lança single e revela nome do novo álbum

Casa das Máquinas iniciou sua carreira em 1973, em São Paulo, e é uma das bandas mais importantes para a história do Rock brasileiro e autoral. Com sonoridade que transita nos estilos Hard Rock e Rock Progressivo, o grupo influenciou várias gerações de músicos.

Testoni (voz e teclados) e Marinho (voz e bateria) estão na banda desde o início das atividades, e os integrantes Cadu Moreira (voz, guitarra e violão), Geraldo Vieira (voz e baixo) e Ivan Gonçalves (voz) completam o Casa das Máquinas.

Após 44 anos sem lançar novos trabalhos, Casa das Máquinas disponibilizou o single “A Rua”, e agora lança “Brilho nos Olhos” em todas as plataformas digitais, música que leva o nome do álbum completo que será lançado até o último semestre de 2020.

Confira o novo single da banda Casa das Máquinas, “Brilho nos Olhos”, em parceria com a Monstro Discos!, pelo endereço: https://ditto.fm/casadasmaquinas-brilhonosolhos

“Brilhos nos Olhos” surgiu de um bate-papo de Testoni com Ernst Kurt Clauss, direto da Irlanda. A melodia foi criada em parceria com Cadu Moreira.

Links relacionados:
Instagram: https://www.instagram.com/casadasmaquinasoficial
Facebook: https://www.facebook.com/bandacasadasmaquinas
YouTube: https://www.youtube.com/casadasmaquinasoficial
Spotify: http://tinyurl.com/spotifycasa

Motörbastards: ouça agora o novo álbum “We Are Bastards”

O novo álbum dos paranaenses do Motörbastards, intitulado “We Are Bastards”, está finalmente pronto e disponível.

O trabalho ingressou nas principais plataformas de streaming e download do mundo oficialmente no dia 12/06/2020 e já pode ser encontrado para audição gratuita acessando os links abaixo:

Spotify: http://open.spotify.com/album/3ffEIUH8O0jLeDqQAs46Zc
Deezer: http://www.deezer.com/album/153041072
iTunes: http://itunes.apple.com/us/album/id1517043050
Napster: https://br.napster.com/artist/motorbastards/album/we-are-bastards
Amazon Music: https://music.amazon.com.br/albums/B089R79B16
YouTube Music: https://music.youtube.com/playlist?list=OLAK5uy_m2LHLwG1QsznY7n2wlgtp7JNGN6UPwIBg
Napster: https://listen.tidal.com/album/144149242
Yandex Music: https://music.yandex.com/album/10981206

Em paralelo a este lançamento digital, o Motörbastards segue trabalhando na viabilização do formato físico deste material. Selos interessados em participar deste projeto, escreva para motorbastards@gmail.com ou pelo WhatsApp em (41) 99921-9155 (Carlos Motörbastards) e envia sua proposta.

Contato para assessoria de imprensa: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Links relacionados:
https://www.facebook.com/MOTORBASTARDS/
https://www.youtube.com/channel/UCr2RaBGgEhvM_lOjI910Uug
https://www.instagram.com/motorbastards/
https://sanguefrioproducoes.com/artistas/MOTORBASTARDS/63

Curinga Roque: banda estreia single “Siga em Frente”em todas as plataformas digitais

Se consolidando cada vez mais como um dos principais nomes do cenário nacional, o Curinga Rock anunciou o lançamento do single inédito, “Siga em Frente”, em todas as plataformas digitais de música.

Apresentada oficialmente nessa última sexta-feira, dia 29 de maio, a música também irá ganhar uma versão acústica, que será apresentada aos fãs em show que ocorrerá após o fim da quarentena. Você pode ouvir “Siga em Frente” no link abaixo.

Para se manter atualizado a respeito de tudo que ocorre na carreira do Curinga Roque, fique ligado nas redes sociais da banda.

Curinga Rock é formado por:
Lucas Castro: Vocal
Eduardo Dau: Guitarra
Anderson Maimone: Baixo
Ricardo Terra: Bateria

Mais informações:
Facebook: https://www.facebook.com/bandacuringaroque/
Instagram: https://www.instagram.com/curinga_roque/
Roadie Metal Press: http://roadie-metal.com/press/curinga-roque/

Backdrop Falls: grupo participa de compilação do selo italiano Duff Records

Grupo cearense é uma das 22 bandas do projeto que será distribuído na Itália

Fortemente influenciada pelo Punk Rock e pelo Rock Alternativo e com letras reflexivas e com elementos um tanto quanto sombrios em determinados momentos, a Backdrop Falls aborda em suas músicas temas de cunho mais pessoal/introspectivo e narra experiências e sentimentos relacionados à vida cotidiana na sociedade atual.

A banda, que começou em 2016 como um projeto de estúdio iniciado pelo vocalista Matheus Collyer, e é atualmente formada por Matheus (voz/guitarra), Rafael Neutral (guitarra), Roger Capone (bateria) e Ilton Tiger (baixo), lançou seu primeiro álbum, “There’s no Such Place as Home”, no dia 22 de maio via Electric Funeral Records.

Junto ao projeto de lançamento do seu primeiro full, a banda se uniu ao selo brasileiro e a agência Collapse Agency para fazer a distribuição internacional do disco físico, fechando a distro com onze selos ao redor do mundo; Electric Funeral Records (Brazil), Geenger Records (Croatia), DUFF Records (Italy), 20 Chords Records (Spain), Infected Records (Portugal), Bomber Music (UK), Razor Records (Argentina), Audioslam (Chile), Mevzu Records (Turkey) e Dinamite Records (USA).

A convite do selo italiano Duff Records, no qual a banda faz parte do casting, a Backdrop Falls íntegra a nova compilação “Duff Records VOL 2”, projeto que conta com 22 bandas. A compilação será vendida em formato de CD na Itália e para envio fora do país é necessário entrar em contato direto com o selo.

Link para venda “Duff Records VOL 2”: http://duffrecords.it/drv2 ou através do email: info@duffrecords.it

Mais informações:
http://www.backdropfalls.com/
https://www.facebook.com/backdropfalls/
https://www.instagram.com/backdropfalls/

Hiënaz: banda lança videoclipe de “Selva Sideral”, faixa do disco “Ulular”

Banda paulistana de Stoner Rock aborda ansiedade urbana

Enquanto a pandemia da covid-19 mantém as bandas longe de shows e mesmo de estúdios, o melhor caminho é lançar material que já estava no gatilho. É o caso da Stoner Rock Hiënaz, que disponibiliza o videoclipe da música “Selva Sideral”, gravado e produzido antes da quarentena.

“Selva Sideral” é uma música de “Ulular”, o disco de estreia da Hiënaz, lançado de forma independente em 2019. É uma canção dinâmica, que mescla pontualmente as diversas referências da banda, que vão do Stoner ao Grunge e Rock Alternativo.

Assista ao videoclipe de “Selva Sideral”:

A letra é pertinente ao momento: aborda sobre ansiedade urbana, que no videoclipe é trabalhada em estruturas subjetivas, com cenas da banda ora tocando, ora contracenando com atores. O roteiro e direção do clipe é assinado pela banda junto a Victor Gorgatti e Victor Cutrale, da Domínio Media Craft.

“Foi uma experiência muito legal. A música conta uma história que não é exatamente linear e foi um desafio imenso filmar este roteiro de uma maneira que ficasse bom visualmente e ornasse com a atmosfera da música”, conta o guitarrista Pedro Kerr.

O clipe acompanha a jornada de uma pessoa em uma noite pela cidade. Ela passa por diversas situações e, não raramente, se sente angustiada com tudo o que acontece à sua volta – sejam momentos e locais da cidade, seja com pessoas à sua volta e seja com as próprias visões e projeções que ela faz na própria cabeça. “Uma jornada de altos e baixos, e a personagem sente essa montanha russa de emoções”, explica Kerr.

Paralelo ao clipe, da Hiënaz apresenta o novo baixista, Felipe Dhelomme, O músico (e também luthier), de 20 anos, tocava na banda de Heavy Metal Cachalote.

Ulular
O registro de estreia da Hiënaz contém 10 faixas cantadas em português, que condensam peso, groove, riffs marcantes e melodias com um punch bastante peculiar. 

Ouça “Ulular” pelo Spotify:

Ulular é conceitual. Retrata a jornada da juventude e sugere formas do adolescente encarar as responsabilidades da vida adulta, explorando temas como paranoia, estresse, libertação, em uma ordem cronológica pensada pela própria banda.

Musicalmente, as referências são Black Sabbath, Alice in Chains, Kyuss, Corrosion of Conformity, Stoned Jesus, Mastodon e Soundgarden, que buscam a verve stoner e do rock noventista.

Mais informações:
Facebook: https://www.facebook.com/hienazz
Instagram: www.instagram.com/_hienaz
Bandcamp: hienaz.bandcamp.com