Superchiadeira: grupo lança lyric vídeo e anuncia novo EP

Superchiadeira

A banda paulistana Superchiadeira traz duas novidades: o lyric vídeo da música “Máquina”, faixa do EP homônimo (2015, o primeiro registro), e o anúncio do lançamento do próximo registro, “Elétrica”, que chega às plataformas de streaming em abril pela Abraxas Records.

A produção audiovisual de “Máquina” é dinâmica e com a aura roqueira da canção, um tributo à energia que emana da guitarra e como o músico se relaciona com o instrumento, quando tocado à exaustão.

A produção é de Marcelo Kaskadura. O lyric vídeo também traz outros elementos ligados ao ofício do Rock, como carros, libido e máquinas.

“É o músico quem toca mas é o instrumento que o domina. Conforme o guitarrista vai tocando, sua energia aumenta e ele ‘acelera’ na intensidade. Ele também ‘acelera’ no pedal de wah wah, como se fosse o acelerador de um carro”, afirma o Superchiadeira.

Confira o lyric vídeo de “Máquina”:

O EP “Elétrica” conta com cinco musicais, o novo registro do Superchiadeira chegará em abril nas plataformas de streaming. O EP foi gravado em São Paulo no estúdio Mr. Som, captado e mixado pelos lendários Pompeu e Heros da banda Korzus.

Superchiadeira é uma banda de Rock Pesado de São Paulo/SP, com um som criado a partir do Blues, Rock Psicodélico setentista e uma pitada moderna de Stoner Rock, o trio formado por Akira (guitarra e vocal), Guima (baixo) e Rico (bateria) apresenta sua musica energética e pesada com composições guiadas pela guitarra e pelo groove.

As influências começam com Blues Rock de Hendrix, Black Sabbath até o Stoner Rock mais moderno do The Atomic Bitchwax, Nebula e Fu Manchu.

Links relacionados:
www.facebook.com/SuperchiadeiraFuzz
www.instagram.com/superchiadeira
https://twitter.com/superchiadeira

 

Villagers of Ioannina City: com seu Rock pesado e experimental, grupo lança novo lyric vídeo “Father Sun”

city

“Feche os olhos e sincronize”

Vindos da região norte da Grécia, os olímpicos de Rock experimental, Villagers Of Ioannina City, abrem o buraco alucinatório para a mais nova oferta atmosférica cativante – “Father Sun”. A faixa é acompanhada por um vídeo lírico emocionante que acaba de ser lançado pela Napalm Records.

“Father Sun” representa fortemente a mensagem essencial da Villagers Of Ioannina City – para proteger e desfrutar da mãe terra, dos rios sagrados e do sol dourado. A simbiose artística de formas e luz sublinha o lyric vídeo e a marca sonora da banda é sem igual.

O Villagers Of Ioannina City, comentou sobre “Father Sun”:
“Por muito tempo, a mãe Terra envia mensagens de que estamos completamente na trilha errada. Vamos ver esses dias estranhos como uma oportunidade para reconsiderar e imaginar qual deve ser nosso estilo de vida e o que realmente importa. É vital se reconectar com a Terra e começar a pensar globalmente. Devemos definir como prioridade a prosperidade de todos os seres humanos com respeito e em perfeita harmonia com a natureza. É mais claro agora do que nunca que estamos verdadeiramente conectados e que as ações de uma pessoa afetam todos nós. rapidamente como um vírus ou algo ruim se espalha sem conhecer fronteiras ou nações, o amor, a bondade, as boas vibrações e a paz podem se espalhar entre nós.Lavar o medo, perceber e abraçar a nossa unidade com tudo, agir de acordo e isso será o começo da mudança que você está esperando.”

Abrindo com conjurando melodias de gaita de foles sonoramente ascendentes, que lentamente se transformam em fortes riffs de guitarra, um turbilhão sonoro fora do transe instrumental e Alex ecoando uma forte cor vocal o levará direto à sua mistura musical explosiva. A síntese protuberante de ritmos, elementos folclóricos e paisagens sonoras em chamas coalescem com a atmosfera vibrante, porém explosiva.

O Villagers Of Ioannina City, prova que o Rock Pesado Psicodélico é um dos gêneros mais versáteis dos tempos modernos e irradiam com sua mistura única de Rock Pós, Kraut e Stoner, temperado por uma dose palpável de elementos folclóricos. Um mantra psicodélico para a nova era!

Confira o lyric vídeo de “Father Sun”:

A região de Epiro é famosa por sua paisagem de montanhas gigantescas e rios sagrados – e agora Rock Pesado experimental. O Villagers Of Ioannina City é profundamente influenciado pela natureza grega e pelos fenômenos cósmicos e infundem sua marca única de Rock Psicodélico pesado com instrumentos folclóricos, como gaitas de foles, flautas e didgeridoos. Seu segundo álbum, “Age of Aquarius”, lançado originalmente em setembro de 2019 – agora será reeditado pela Napalm Records. Epiro pode se tornar o improvável epicentro do universo do Rock Pesado: um mantra para a nova era!

Fornecendo mais provas da cena do Rock grego em expansão, está o documentário musical deste ano, “Greek Rock Revolution”. Onde o Villagers Of Ioannina City e seis outras bandas discutem sua música e a inspiração eterna para o movimento musical grego – uma situação social instável que aumenta a expressão artística.

Villagers Of Ioannina City é formado por: 
Alex – Vocal/Guitarra
Akis – Baixo
Aris – Bateria
Kostantis – Clarinete/Sopro
Kostas – Gaita de Fole

Links relacionados:
Facebook: https://www.facebook.com/villagersofioanninacity/
Instagram: https://www.instagram.com/villagersofioanninacity/

Riders of Death Valley: grupo eleva nível do pesado psicodélico no EP de estreia

Riders

Álbum, disponível no streaming, contém quatro faixas repletas de influencias.

Três longos anos de compromissos entre composição e gravações culminaram no lançamento do EP homônimo que a Riders of Death Valley solta nas principais plataformas de streaming, via Abraxas Records. Confira: https://sl.onerpm.com/2513517835.

Riders of Death Valley é Rock Pesado, com altas doses de fuzz e psicodelia. As quatro faixas deste registro destacam uma banda coesa e competente, dona de riffs potentes e melodias marcantes.

arteoneprm

O EP é um esforço coletivo de Patrick Antunes (bateria), Enrico Herrera (baixo), Eric Pfister (guitarra e vocal) e Murilo de Souza (guitarra), que estão há dois anos juntos. Cada canção reúne influências e ideias de cada integrante.

Mais informações:

 

Akasha Rock Fest: festival reúne novos nomes da cena independente na Lapa

Codinome Winchester por Sarah Outeiro 3

Codinome Winchester (MS), Little Room, Radio Front e EMET se apresentarão no La Esquina

A edição de abril do Akasha Rock Fest ocupa o La Esquina, na Lapa, no dia 14/04 (domingo) a partir das 17h30. As bandas Codinome Winchester (MS), Little Room, Radio Front e EMET se apresentarão no evento que contará também com exposições, flash tatoo e body piercing. Os ingressos variam entre R$ 10 e R$ 15.

A sul-matogrossense Codinome Winchester é sucesso nas plataformas de música digital com seu Rock Lisérgico e Psicodélico. O repertório do show trará canções do novo álbum “Reunião Entre Céu e Inferno”. A banda é Fillipe Saldanha (voz), Arthur Maximilliano (guitarra e teremim), Guilherme Napa (bateria), Luciano Armstrong (guitarra, backing vocal e sintetizador) e Thiago Souto (baixo).

Formada pelos irmãos Ana Júlia e Gabriel Braga, a banda de Indie Pop e Garage Rock Little Room vai apresentar as faixas do seu homônimo EP de estreia e composições inéditas que formarão um futuro lançamento do grupo.

A Radio Front sobe ao palco com Felipe Nova (voz), Bruno Moreira (guitarra), Yuri Correa (guitarra) e Leonardo Bourseau (bateria) e as canções de vibe Grunge e Stoner. A banda mostra o primeiro disco de inéditas, “Into the Rain”, que mistura diversos elementos do Rock Alternativo noventista. Com um estilo que mescla o Hard Rock e o Grunge, o quinteto carioca EMET (que significa “verdade”, em hebraico) apresenta canções autorais, como o single recém-lançado “Look In Your Eyes”.

Alaska

Serviço:
Akasha Rock Fest
Data: 14/04/2018 (domingo)
Horário: 17h30h
Local: La Esquina
Endereço: Avenida Mem de Sá, 61 – Rio de Janeiro/RJ
Ingressos: R$ 10 | R$ 15
Classificação etária: 18 anos (acima de 16, acompanhado de responsável)

Ustad Band: lança álbum “Freewild” em todas as plataformas de Streaming através do selo digital Roadie Metal

Ustad Band

Rico em elementos distintos, o Ustad Band, foge da premissa de ser uma banda rotulada, isso se deve ao fato do projeto encabeçado por Lucas de Castro, incluir elementos de World Music, Progressivos, Eletrônicos, Psicodélicos, Rock and Roll e Metal, em sua sonoridade, tudo isso aliado a doses altíssimas da cultura indiana.

O projeto oriundo da cidade de Goiânia possui ambientações pesadas e calmas, sons de sintetizadores modernos, percussão e vocalizações tribais, que remetem aos monges tibetanos das montanhas. Apresentando letras positivas e com poderosos mantras indianos cantados em Sânscrito e no idioma Hindi, o som proposto pelo Ustad Band é algo que irá surpreender à todos os fãs de boa música.

O primeiro álbum lançado pelo Ustad Band, “Freewild”, acaba de ser disponibilizado oficialmente em várias plataformas de Streaming do mundo, através de uma parceria com o selo digital da Roadie Metal, agora os fãs e apreciadores de sons diferenciados, podem conferir esse grande registro em sua totalidade pelo Spotify, Itunes, Deezer, Tidal, Amazon e mais de 40 canais de distribuição digital.

Confira “Feewild” em sua plataforma favorita:

 
Tracklist:
01 – Kya Bhat He Ustad
02 – Muito Prazer
03 – Epic Mantra
04 – Dopamine
05 – Action Rush
06 – Freewild
07 – O Mago Brasileiro
08 – Brain Storm
09 – Adrenaline Jam
 
Ficha Técnica:
Ustad Lucas Khan-Guitars, Tablas ,Synth, Voz, Produção
Ustad Fellipe Roso- Drums, Percussion
Ustad Isaque Silva-Bass ,Synth ,Voz
Ustad Oscar Jayme-Percussao
Ustad Ulisses-Voz Complementar
Feat.Guilherme Tai- Synth MonoTribe- Musica FreeWild, Kya Bhat he Ustad
Feat. Jefferson Leite- Gaita-Musica FreeWild
Feat. Dandara Teodoro-Guitarra Base-Musica Dopamine
Arte Grafica- Albert Aurélio
 
Mais informações:

Psilocibina: banda lança vídeo ao vivo da música “LSD”

Psilocibina

Registro audiovisual é apresentado pela produtora Útero após uma live session no Estúdio Mata, em Niterói

Prestes a lançar o primeiro álbum, que será  prensado em vinil pelo selo alemão Electric Magic, em parceria com a Abraxas Records, o power trio de música psicodélica Psilocibina apresentou “LSD” na segunda edição do Sessões Mata. A live, que conta com a participação especial da performer Cexe e de José Vitor do Santos na percussão, pode ser conferida aqui:

Uma das primeiras composições da banda, “LSD” intercala passagens aceleradas e grooves derretidos, preenchida com solos de guitarra complexos e riffs marcantes. Neste registro, é possível perceber em detalhes como a Psilocibina dilui e experimenta a psicodelia, tanto no Rock como no Jazz, com direta influência dos ritmos tradicionais brasileiros. Além de “LSD”, outras duas faixas inéditas da Psilocibina, também capturadas ao vivo no Sessões Mata, serão lançadas nas próximas semanas, “Galho Pt. 1” e “Galho Pt.2”.

O Sessões Mata é uma parceria entre o Estúdio Mata e a produtora audiovisual Útero. Localizado no bucólico bairro de São Francisco, em Niterói(RJ), o espaço idealizado pelo produtor musical Matheus Ullmann funciona como um polo criativo e é cenário de diversas manifestações artísticas.

Neste contexto, o Sessões surgiu como um projeto colaborativo para integrar os habitantes desse espaço, criando uma série de vídeos de shows ao vivo dentro do próprio estúdio com um pequeno público. A ideia é reinventar o espaço a cada edição: com cenografia, iluminação, participações especiais e toda a magia de uma sessão ao vivo.

Mais informações:

Necro: “Adiante” é lançado em vinil

Necro Adiante capa.jpg

Para deleite dos amantes da bolacha, finalmente um dos discos mais aclamados da nova safra do Rock Psicodélico e Progressivo brasileiro é lançado em vinil: “Adiante”, do power trio maceioense Necro, ganha a forma de 12″ em uma edição nacional prensada pela Polysom em uma parceria entre a banda e os selos Abraxas e Baratos Afins.  Garanta já o seu: https://tinyurl.com/adianteLP.

O estoque será limitado e a Abraxas abrirá pré-venda para aqueles que querem garantir desde já o seu exemplar desta obra que já entrou para a história da música nacional. Confira os kits especiais que preparamos para os nossos clientes, todos eles com um poster da banda de brinde!

– LP “Adiante” + poster: R$ 75
– LP “Adiante” + poster + camiseta com a arte do novo EP “Pra Tomar Chá”: R$ 110
– Kit Iniciado: LP “Adiante” + poster + camiseta com a arte do novo EP ‘Pra Tomar Chá’ + 3 CDs sortidos lançados pela Abraxas Records: R$ 160
 
“Adiante” é o cultuado disco da banda alagoana Necro, lançado em dezembro de 2016 pela Abraxas Records, e que já conta com uma edição em CD. O álbum alçou a banda a um novo patamar no cenário musical brasileiro e, apesar de ter sido lançado no final de 2016, obteve destaque nas listas de melhores daquele ano e críticas mais que positivas da imprensa especializada, nacional e internacional, além de render ao grupo apresentações nos principais palcos do país.
 
* Todos os valores acima serão acrescidos do frete. Navegue pelo nosso site para conhecer os outros produtos da Abraxas. Nas compras acima de R$ 200, o frete é grátis!
** Envio a partir de 01/07/2018.
*** Caso opte pelo Kit Iniciado, os CDs serão enviados aleatoriamente, sendo sempre 1 international e 2 nacionais. Infelizmente não poderemos atender a pedidos por CDs específicos, porém caso já possua algum de nosso catálogo, pode informar ao finalizar a compra que não enviaremos um item repetido para a sua coleção.
 
Mundialmente Aclamado – “Adiante”, a segunda música do terceiro álbum da banda alagoana Necro, não só é a faixa-título como também pode ser entendida como um substrato de sua temática geral. Se por um lado o som do power trio remonta ao hard rock e à psicodelia dos anos 1970, dessa vez menos sombrio e mais calcado no blues-rock e o progressivo, as letras falam sobre pensar à frente.” – Eduardo Ribeiro (Noisey).
 
“Não se trata apenas do melhor disco dos alagoanos, mas é também como uma via de escapismo lisérgico, ‘na transversal, equilibrado no meio-fio do que é real’, tão necessário num ano tão complicado para que, enfim, sigamos adiante.” – Fernando Yokota (Whiplash.net).
 
“Almost immediately, Adiante feels like a moment of arrival. (…) It’s the three-piece’s first record entirely in Portuguese, and it would seem to solidify the approach to classic heavy rock and boogie that the prior two outings and their 2015 split with Witching Altar hinted toward. (…) It’s a difficult balance to strike, but likewise, their take on familiar boogie rock tenets is presented with an entirely clearheaded take, and the results should catch the ears of even those jaded with ’70s worship or who think there’s nowhere left to go with a shuffling groove but in the same circles over and again.” – J J Koczan (The Obelisk – EUA).
 
“El álbum consta de 7 piezas que juguetean libremente entre el rock progresivo, la psicodelia setentera y una amplia gama de sonidos afrobrasileños. Una fluida experimentación sonora que no pone límites que predispongan al oyente. Acá está latente la música original en toda su expresión” – Roberto Fuentes (La Habitación 235 – Espanha).
 
“Este é um álbum de natureza imensamente charmosa e provocante que nos namora do primeiro ao derradeiro tema. Entrem em ebulição ao emocionante e voluptuoso som de Necro e comunguem um dos mais inflamantes discos do ano.” – Nuno Teixeira (El Coyote – Portugal).
 
Mais informações: