Headhunter D.C.: grupo finaliza versão de “To Tame a Land” para tributo ao Iron Maiden

Headhunterdc

O Headhunter D.C. escolheu uma das músicas menos usuais do Iron Maiden em turnês. No detalhe, Sérgio ‘Baloff’ nas sessões de gravação no Massa Sonora Studio, em Salvador (BA) | Foto: Richard Meyer

Após participar da “Sabbath Brazil Sabbath – The Brazilian Tribute To Black Sabbath” (2018), da Secret Service Records com a canção “Electric Funeral”, o Headhunter D.C. mais uma vez participará de uma coletânea da gravadora. Dessa vez será lançada a “Somewhere in Brazil… The Brazilian Tribute to Iron Maiden”, e a banda baiana apresentará sua versão para “To Tame a Land” do álbum “Piece of Mind” (1983). “Eu já tinha essa versão na cabeça há vários anos, sempre quis gravá-la, então o convite para o tributo ajudou a colocar os planos em prática”, revelou o vocalista Sérgio “Baloff” à Brauna Music Press.

Sérgio também comentou como foi fazer uma versão extrema para uma música tão detalhista. “É uma música supercomplexa e seria um tanto complicado reproduzi-la em nossa afinação, mas como eu já tinha essa versão Death Metal na cabeça, incluindo os arranjos em nosso estilo, tudo correu bem naturalmente em todo o desenvolvimento e concepção da releitura”. Para a parte vocal, Baloff teve que trabalhar mais para se adequar ao instrumental. “Sim, criar uma vocalização gutural pra ela também foi outro aspecto complicado, pois não mexemos em sua estrutura original, todas as melodias do instrumental foram mantidas intactas”, disse.

Fã confesso de Iron Maiden, o vocalista do Headhunter D.C. ficou muito entusiasmado em participar de mais um projeto da Secret Service, sobretudo regravar um de seus hinos preferidos da “Donzela”. “Acabou sendo também uma realização pessoal para mim, pois sou fã dos primeiros álbuns do Maiden e ‘Piece of Mind’ é o melhor deles para mim. Sempre pensei que, se for para um dia gravar uma música dos mestres, que seja logo a melhor ‘lado B’ do mundo (risos), além de que, gostamos de desafios, então por que ser mais uma banda a gravar versões para ‘Aces High’ ou ‘The Trooper’?”, questiona.

A versão do Headhunter D.C. para “To Tame a Land” teve a participação de Fernando Costa do Insaintfication no baixo e foi finalizada em novembro de 2019. A Brauna Music Press teve acesso ao áudio da releitura e constatou que a versão Death Metal que a banda fez prima pela qualidade, respeito e dignidade de fazer tributo a um dos maiores nomes do Heavy Metal mundial. Em breve a Secret Service publicará o dia do lançamento.

Atualmente Headhunter DC é formada por:
Sérgio “Baloff” Borges – Vocal
George Lessa – Guitarra
Tony Assis – Guitarra
Zulbert Buery – Baixo
Daniel Brandão – Bateria
 
Acompanhe a banda pelo streaming:
 
Mais informações:

Attomica: escute versão que banda criou para a música “Dr Rock” do Motorhead

Attomica 02

No ano de 2015, chegava ao mercado brasileiro o álbum tributo ao Motorhead, “Going to Brazil”, organizado pela gravadora britânica “Secret Service Records”. O material lançado oficialmente em versão física e contendo 30 bandas brasileiras prestando homenagens ao Motorhead com versões recriadas sobre a imortal obra deixada por Lemmy e seu legado.

Uma das músicas presentes no tributo, acabou de ser liberada pela gravadora para audição completa no canal oficial da Secret Service. A música “Dr Rock” presente no álbum “Orgasmatron” (1986) e que, para o tributo “Going to Brazil”, obteve uma recriação feita pela lendária e gigante banda do Thrash Metal Nacional, o Attomica.

Ne versão criada para essa música, o Attomica procurou manter a estrutura original feitas pelo Motorhead, porém, incluindo elemento característicos do Attomica e seu Thrash Metal pesado. A música ficou incrível e a versão é uma das mais comentadas por aqueles que possuem o registro físico.

Confira a música “Dr Rock” pela versão do Attomica:

Formação:
André Rod – (Vocal/Baixo)
Marcelo Souza – (Guitarra)
Argos Danckas – (Bateria)
 
Mais informações:

Quintessente: banda será uma das atrações do tributo brasileiro ao Deep Purple, confira o teaser oficial e a versão criada para “Sail Away”

Quintessente 09

A gravadora britânica comandada por um brasileiro, “Secret Service”, anunciou em 2018 o encerramento de suas atividades, mas antes, apresentou ao público algumas ações, as últimas, que serão oficialmente lançadas no decorrer de 2019.

Um desses lançamentos será a coletânea física em tributo ao Deep Purple que terá apenas bandas brasileiras no cast e exclusivamente com vocais femininos. Uma das bandas confirmadas é o Quintessente do Rio de Janeiro, a banda de Progressive Death/Doom Metal, ficou responsável por criar uma versão da música “Sail Away” presente no clássico álbum “Burn” lançado oficialmente no ano de 1974 e com a formação que contava com David Coverdale (vocal), Ritchie Blackmore (guitarra), Glenn Hughes (vocal/baixo), Jon Lord (teclados) e Ian Paice (bateria).

Quintessente - Coletânea

A Secret Service é a responsável por lançar outras coletâneas tributos à grandes nomes do metal mundial. Em 2018 foram lançadas as coletâneas do Motorhead, AC/DC e Black Sabbath, ambas contando apenas com bandas brasileiras, para 2019, além do tributo ao Deep Purple que foi oficialmente divulgado, está sendo trabalhado uma edição especial ao Iron Maiden.

Abaixo você confere o teaser oficial, lançado no último dia 30, onde é possível saber sobre todas as bandas participantes e conferir um trechinho de cada uma das versões que estarão disponíveis na edição “Brazilian Tribute To Deep Purple”.

Diferente dos lançamentos anteriores, esse tributo voltado ao Deep Purple, conta com bandas que possuam mulheres como vocalista, no caso do Quintessente, Cristina Müller assumiu os vocais principais, enquanto André Carvalho foi o responsável por fazer a segunda voz da canção. O grupo não se privou em seguir à risca a música original, dando uma nova cara ao clássico “Sail Away” impondo sua personalidade e qualidade incontestáveis.

Quintessente é formado por:
André Carvalho – (Vocal)
Cristina Müller – (Teclado/Vocal)
Cristiano Dias – (Guitarra)
Luiz Fernando – (Baixo)
Léo Birigui – (Bateria)
 
Mais informações:

Uganga: assista o vídeo de “Damage Case” do Motörhead

Uganga_2016.jpg

“Regravar Damage Case foi uma honra indescritível! Todos no Uganga amam Motörhead, é umas das minhas maiores influências com certeza, e poder registrar um som da fase clássica com Lemmy, Phill Animal e Fast Eddie foi mais foda ainda! Pra coisa ficar melhor, no dia da gravação, no estúdio Rocklab em Goiânia, o álbum Overkill (de onde saiu Damage Case) estava completando 38 anos. Tudo alinhado! Agradeço ao pessoal da gravadora Secret Service por nos ter convidado para participar do tributo ao lado de tantas bandas legais. Ficamos bastante satisfeitos com nossa versão e esperamos que as pessoas também curtam pois colocamos nossa alma ali.”

As palavras acima são de Manu Joker, vocalista do Uganga – e que um dia também esteve atrás do kit de bateria do Sarcófago, nunca é demais lembrar.

Ele se refere a versão que o Uganga gravou para “Damage Case” do Motörhead que está no CD “Going To Brazil – The Brazillian Tribute To Motörhead” lançado pela gravadora britânica Secret Services Records e que além do Uganga traz outras bandas brasileiras relevantes em suas próprias versões para outros clássicos do Motörhead.

Gravar sua própria versão para “Damage Case” foi tão simbólico para o Uganga que o baixista Raphael “Ras” Franco editou um videoclipe que inclui cenas das gravações. O vídeo já está disponível no canal oficial do Uganga no Youtube:

O programa Underdose, que também é apresentado por Manu Joker, acabou de disponibilizar seu 40º episódio com outros detalhes das gravações desse tributo ao Motörhead. Para assistir, acesse:

Entre outras novidades, neste domingo, dia 01/10, o Uganga será uma das principais atrações do Festival Triangulice que acontece na praça Getúlio Vargas no centro de Araguari/MG. O festival será realizado em dois dias e vai reunir 10 bandas no total. No domingo, segundo dia de festival, além do Uganga também se apresentam Revolta Blues, André Salomão, Multus e a banda vencedora do concurso Triangulice. A entrada é franca e além dos shows o público poderá contar com praça de alimentação com food trucks, feira de adoção de animais, stands de marcas alternativas, entre outras atrações paralelas.

Ainda sobre mais novidades, dentro de poucas semanas o Uganga entra em estúdio para gravar seu novo álbum. Para as gravações a banda recebeu patrocínio do Waken Foundation, organização alemã sem fins lucrativos idealizada em 2008 pelos produtores do Wacken Open Air (W:O:A), com o objetivo de apoiar bandas de Hard Rock e Heavy Metal de todo mundo.

Hatefulmurder: banda é destaque no quadro “Faixa a Faixa” do programa Heavy Metal Online

Hatefulmurder

A banda de Metal Extremo, Hatefulmurder, é um dos destaques da ultima edição do programa Heavy Metal Online. No programa comandado por Clinger Carlos, os músicos comentam o conceito harmônico e lírico de cada faixa do recém-lançado “Red Eyes”.

O álbum “Red Eyes” foi lançado oficialmente dia 13/03 pela gravadora inglesa, “Secret Service Records”, no programa todos os integrantes da banda falam de forma dinâmica, faixa a faixa do disco, criação da arte, distribuição e preparação para a tour que irá ocorrer em 2017.

O material pode ser encontrado facilmente para compra no site oficial da “Secret Service”, (http://secretservicerecords.com.br/), pelo preço de R$20,00 mais frete.

Confira logo no início do programa o faixa a faixa com a banda “Hatefulmurder”:

Mais informações:

Hatefulmuder: confira o clipe de “Red Eyes” e saiba como adquirir o novo CD da banda

HateFull

Com o início da distribuição do novo álbum “Red Eyes”, a banda Hatefulmurder, informa que o material já está disponível para compra no mercado brasileiro.

O álbum pode facilmente ser encontrado no site da gravadora “Secret Service Records”, a mesma possui sua matriz em Londres, mas já atua com escritório e loja virtual em território nacional.

Confira o clipe da música “My Battle”, faixa que apresenta a nova vocalista da banda Angélica Burns.

Para adquirir sua cópia do disco “Red Eyes” acesse o link abaixo:
O preço para todo o Brasil é de R$20,00 mais o frete para sua região: http://secretservicerecords.com.br/

 

Hatefulmurder: banda lança oficialmente o novo álbum “Red Eyes” com distribuição da gravadora inglesa Secret Service Records

Hatefullmuder - Lançamento Secret Service.jpg

A gravadora inglesa Secret Service Records anuncia para a data de hoje (13/03) um dos principais lançamentos do ano, Hatefulmurder e seu novo álbum “Red Eyes”, que terá toda sua distribuição nacional e internacional feitas pela gravadora inglesa.

Reconhecidos mundialmente, os músicos da Hatefulmuder complementam o lançamento do álbum “Red Eyes” com várias novidades pertinentes, entre elas a estreia oficial da vocalista Angélica Burns, que oficialmente faz sua estreia em uma compilação do grupo.

A banda já disponibilizou alguns vídeos oficiais em seu canal do YouTube com a vocalista à frente, incluindo o clipe da faixa “My Battle” que pode ser conferido no link abaixo:

Também está disponível o lyric video da música “Tear Down”:

Com o lançamento oficial no Brasil no dia 13 de março, a gravadora Secret Service já anuncia o lançamento em toda a Europa no dia 20 de maio. O show de lançamento do álbum será dia 19 de março no Teatro Odisseia.

O próximo lançamento da gravadora Secret Service Records será o novo álbum da banda Torture Squad, que conjuntamente com a banda Hatefulmurder, farão juntas uma turnê nacional com 28 shows já confirmados, passando por 22 estados brasileiros.

Atualmente a gravadora Secret Service Records já está atuando com sede própria no Brasil, na cidade de São Paulo, dedicando tempo, atenção e recursos para as bandas brasileiras terem seus materiais lançados e distribuídos em todo o mundo.

HateFull.jpg

Faixas:
01 – Silence Will Fall
02 – Red Eyes
03 – Tear Down
04 – Riot
05 – The Meaning of Evil
06 – Time Enought At Last
07 – My Battle
08 – You’re Being Watched
09 – Creature of Sorrow
 
Acompanhe mais informações sobre os lançamentos da “Secret Service Records” nos links abaixo: