Rückwater: banda de Stoner Rock finlandesa lançou o primeiro single do seu álbum de estreia, “Supernova”

Demonstrando seu som áspero no EP anterior “Bonehead”, o grupo finlandês de Stoner Rock Rückwater está prestes a lançar seu álbum de estreia, “Supernova”. O álbum será lançado em 23 de julho de 2020 pela Inverse Records. E Fornece uma mistura de músicas de Rock Pesado a músicas mais suaves. O som do power trio tem riffs pesados ​​combinados com dois cantores principais e um baterista dinâmico. 

O baterista  Jarno MacKone comentou:

“‘Rat in a Jar’ é sobre uma mente humana que não pode deixar de lado o passado e fica presa em um estado de limbo. Musicalmente, a música é baseada no ritmo do groove e oferece alguns ganchos simples e cativantes”.

Assista ao primeiro single “Rat in a Jar”:

Ouça o “Rat in a Jar” pelo streaming:
Youtube: https://youtu.be/tzT54GY9q5w
Spotify:  https://spoti.fi/30oUihY
Bandcamp: https://ruckwater.bandcamp.com
Deezer:  https: // www. deezer.com/us/album/151385172
Tidal:  https://listen.tidal.com/album/143150708
Apple Music:  https://apple.co/2zecijW

Confira abaixo a arte da capa criada pelo Design Gráfico Pate Vuorio,
da AALTO.WORKS e a lista de faixas de “Supernova”:

Tracklist:
01 – Rat in a Jar
02 – Cruel Thing
03 – Supernova
04 – Once More With Feeling
05 – Broken Stone
06 – Foreverplay
07 – Blindfold
08 – Paragon of B.S
09 – Rocket Fuel
10 – 3/1

Rückwater é formado por:
Jussi Vehman – Vocal/Baixo
Markku MacKone – Vocal/Guitarra
Jarno MacKone – Bateria

Links relacionados:
https://www.facebook.com/ruckwater
https://www.instagram.com/ruckwater
https://ruckwater.bandcamp.com

Hiënaz: banda lança videoclipe de “Selva Sideral”, faixa do disco “Ulular”

Banda paulistana de Stoner Rock aborda ansiedade urbana

Enquanto a pandemia da covid-19 mantém as bandas longe de shows e mesmo de estúdios, o melhor caminho é lançar material que já estava no gatilho. É o caso da Stoner Rock Hiënaz, que disponibiliza o videoclipe da música “Selva Sideral”, gravado e produzido antes da quarentena.

“Selva Sideral” é uma música de “Ulular”, o disco de estreia da Hiënaz, lançado de forma independente em 2019. É uma canção dinâmica, que mescla pontualmente as diversas referências da banda, que vão do Stoner ao Grunge e Rock Alternativo.

Assista ao videoclipe de “Selva Sideral”:

A letra é pertinente ao momento: aborda sobre ansiedade urbana, que no videoclipe é trabalhada em estruturas subjetivas, com cenas da banda ora tocando, ora contracenando com atores. O roteiro e direção do clipe é assinado pela banda junto a Victor Gorgatti e Victor Cutrale, da Domínio Media Craft.

“Foi uma experiência muito legal. A música conta uma história que não é exatamente linear e foi um desafio imenso filmar este roteiro de uma maneira que ficasse bom visualmente e ornasse com a atmosfera da música”, conta o guitarrista Pedro Kerr.

O clipe acompanha a jornada de uma pessoa em uma noite pela cidade. Ela passa por diversas situações e, não raramente, se sente angustiada com tudo o que acontece à sua volta – sejam momentos e locais da cidade, seja com pessoas à sua volta e seja com as próprias visões e projeções que ela faz na própria cabeça. “Uma jornada de altos e baixos, e a personagem sente essa montanha russa de emoções”, explica Kerr.

Paralelo ao clipe, da Hiënaz apresenta o novo baixista, Felipe Dhelomme, O músico (e também luthier), de 20 anos, tocava na banda de Heavy Metal Cachalote.

Ulular
O registro de estreia da Hiënaz contém 10 faixas cantadas em português, que condensam peso, groove, riffs marcantes e melodias com um punch bastante peculiar. 

Ouça “Ulular” pelo Spotify:

Ulular é conceitual. Retrata a jornada da juventude e sugere formas do adolescente encarar as responsabilidades da vida adulta, explorando temas como paranoia, estresse, libertação, em uma ordem cronológica pensada pela própria banda.

Musicalmente, as referências são Black Sabbath, Alice in Chains, Kyuss, Corrosion of Conformity, Stoned Jesus, Mastodon e Soundgarden, que buscam a verve stoner e do rock noventista.

Mais informações:
Facebook: https://www.facebook.com/hienazz
Instagram: www.instagram.com/_hienaz
Bandcamp: hienaz.bandcamp.com

Speaker Destroyer Machine: grupo exalta anos 90 em “Mitomaniac”

mito

A safra musical da década de 1990, para o quarteto carioca Speaker Destroyer Machine, apresentou bandas de sonoridades marcantes e autênticas o bastante para, até hoje, serem consideradas referências. A diversidade daquele período é a fonte de inspiração para a Máquina Destruidora de Auto Falantes, cujo single de estreia, “Mitomaniac”, condensa aquela característica aura, com peso, riffs e sujeira.

“Mitomaniac foi gravada por Marcelo Perrone e mixada/masterizada pelo renomado Jorge Guerreiro no Dead Bird Estúdio em Nova Friburgo. Musicalmente, é uma homenagem às bandas dos anos 90 que influenciam a SxDxMx, como Helmet, Melvins, Snapcase e Godflesh.

É uma música lamacenta, com a peculiar sujeira do Rock noventista, algo entre o Grunge e o Stoner, com nuances de Noise e de Metal, mais pitadas de experimentalismo. “Procuramos nesse som imprimir toda nossa ideia enquanto banda através de um som minimalista, primal, com um riff marcante que se repete do início ao fim”, conta a banda.

Ouça “Mitomaniac” pelo Spotify:

 

A Speaker Destroyer Machine é de Nova Friburgo e “Mitomaniac” é o cartão de visitas de um trabalho que Chumiga (vocal, Perrone (guitarra), Mugiba (baixo) e Helinho (bateria) começaram, a propósito, nos ano 90. São pessoas que de fato vivenciaram aquele período tão importante para o Rock, no que diz respeito à quebra de paradigmas, regras harmônicas e, ainda, bastante ligado à contracultura.

A letra trata da patologia conhecida como Mitomania, a qual o indivíduo não consegue dizer a verdade em nenhuma situação do cotidiano e isso acaba tornando um sofrimento extremo tanto interno/pessoal como para os que convivem com o mitomaníaco. “Lidamos com várias pessoas com essa doença ao redor, no dia a dia e a letra é uma forma de alerta e também de um basta”, explica a SxDxMx.

O single é a prévia de um EP – de quatro músicas – que a Speaker Destroyer Machine soltará em breve (já com a pré-produção concluída). Será lançamento no streaming, em formato físico e em 7 polegadas. Outro plano emergencial do quarteto carioca é, ao término da pandemia, voltar aos palcos e tocar o máximo possível pelo Brasil.

Links relacionados:
Canal do SxDxMx: youtube.com/SDM
Dead Bird Estúdio: www.youtube.com/estudioDeadBird

Weedevil: exalta o Stoner e o Doom em EP que leva nome da banda

wandevil

Registro, com cinco músicas, é o novo lançamento da Abraxas Records

Formada em 2019 por Flávio Cavichiolli (baterista do Pin Ups, ex-Forgotten Boys), a Weedevil acaba de lançar o EP homônimo com cinco faixas, entre dois singles que saíram ano passado – “Icarus e Morning Star” – e três inéditas. O registro chega às plataformas de streaming pela Abraxas Records. Ouça aqui: https://album.link/ZVXwScCchMnRf.

O EP carrega todas as influências pesadas e esfumaçadas que a Weedevil agregou neste início de carreira – a estreia nos palcos foi em dezembro de 2019, em São Paulo, como banda de abertura para a clássica Stoner sueca Asteroid.

Ao longo das cinco faixas, a Weedevil destila um robusto Stoner Rock com passagens Doom e muito Heavy Metal anos 80. A grande referência da banda é Black Sabbath. Uma particularidade do EP é o uso de pequenos discursos sampleados, um de Charles Manson (na abertura do disco), e outro de Alester Crowley, na inédita “Burn like hell”.

Outro EP está previsto ainda para 2020. Segundo Cavichiolli, a ideia era lançar um full álbum com 10 músicas, mas, por conta da pandemia, o material foi segregado. É apenas questão de tempo para os fãs de Stoner/Doom ter mais um registro da Weedevil, que surgiu na cena com força de vontade e criatividade ímpar.

Weedevil é formado por:
Fabrina Valverde – Vocal
Caio Caraski – Guitarra
Dani Plothow – Baixo
Flávio Cavichioli – Bateria
 
Mais informações:

Roadie Metal: completa seis anos de existência dia 10 de maio e anuncia lançamento de duas coletâneas para data comemorativa só com artistas assessorados pelo veículo

Roadie Metal 06 anos

O mês de maio é um dos mais importantes para o veículo de comunicação da Roadie Metal. Os motivos são vários, mas o mais importante a se ressaltar, é que, no dia 10 deste mês se completa 06 anos de existência do que hoje, é um dos maiores veículos de comunicação de música pesada do Brasil.

E mais uma vez, a Roadie Metal, quer celebrar essa data conjuntamente aos seus mais de 130 mil seguidores do Facebook e 13 mil seguidores do Instagram, oferecendo um presente para todos aqueles que sempre acessam nossos conteúdos e nos prestigiam com seu tempo, dedicação e interesse em nossos materiais escritos diariamente com carinho, fidelidade e dedicação ao nosso leitor.

Capa!! Years Heavy

O que a Roadie Metal tem a lhe oferecer no dia 10 de maio, é o lançamento de duas coletâneas em todas as plataformas digitais, que irá envolver todos os atuais clientes assessorados por nós. Ao todo cuidamos da comunicação de mais de 70 artistas brasileiros, sendo do Metal e Rock, com afinco e muita dedicação, consolidando a marca da empresa, como uma das mais importantes do ramo de assessoria do meio underground.

Então prepare-se, domingo, 10 de maio, as coletânea Roadie Metal – Six Years Heavy e Roadie Metal – Six Years Death, estarão totalmente disponibilizadas à você, nosso seguidor, para acessar e escutar grandes obras feitas por excelentes músicos do país. O material será disponibilizado no Spotify, Deezer, Apple Music, Music Amazon, Google Play, Napster, Tidal e várias outras plataformas.

Roadie Metal - Six Years Death

A coletânea Roadie Metal – Six Years Death, irá envolver 35 bandas com estilos variados, mas com essência calcada em gêneros mais extremos. Os fãs de Death, Black, Thrash, Hardcore, Crossover, Metalcore, Nu Metal, Pagan Metal, terão a chance de conhecer obras inéditas e clássicos de grandes artistas.

Já a coletânea, Roadie Metal – Six Years Heavy, envolve os artistas mais tradicionais, ou seja, se você é adepto de linhas de Heavy Metal, Stoner, Rock and Roll, Industrial, Classic Rock, Hard Rock, Grunge, Agressive Metal, essa será a compilação certa para tu conhecer 36 bandas incríveis.

Ainda essa semana iremos divulgar a tracklist oficial de cada uma das compilações. Fique ligado em nossas redes sociais e salve a data, 10 de maio de 2020, 06 anos de Roadie Metal e duas compilações peso pesadas de nossos clientes assessorados!

Mais informações:
Roadie Metal Assessoria: http://roadie-metal.com/press

Mábura: grupo lança live session da inédita e atmosférica “Kayshara”

12345

Single, lançado pela Abraxas Records no streaming,
tem influências do Heavy Psych e Stoner

Gravada no extinto estúdio Barbatana, no Rio de Janeiro, o novo single “Kayshara” da banda Mábura acaba de sair nas principais plataformas de streaming pela Abraxas Records. Densa, atmosférica e com riffs monumentais, “Kayshara” (Barbatana Sessions) pode ser ouvida aqui: https://song.link/4j0XbC9nFNmnD.

Ouça “Kayshara” pelo streaming:

“Kayshara” (Barbatana Sessions) é uma faixa instrumental, com influências de Heavy Psych e Stoner, com uma sonoridade mais progressiva, sem perder o peso, se comparada a produção da banda no registro de estreia, “Felix” (2019).

Mabura

Enquanto enfrenta o período de isolamento social, a banda está focada na produção do EP, já intitulado “Heni”. A previsão é de lançar o material nos próximos meses, também via Abraxas Records.

Em atividade desde meados de 2017 e integrada pelo carioca Francisco Patetucho (guitarra, pads e FX) e pelos niteroienses Lucas Ferraro (Bateria) e Glauber Nogueira (Baixo), a Mábura se concebeu pela interação entre uma cozinha pesada e intensa influenciada especialmente pelo Doom metal, com melodias, atmosferas e riffs densos e psicodélicos influenciados pelo Stoner Rock, Blues e Heavy Psych.

O ponto em comum entre todo o power trio são os expurgos pessoais nas músicas, jams e improvisos gerados por rotinas excruciantes de uma cidade completamente caótica e periclitante.

Mais informações:
instagram.com/mabura_doom
facebook.com/maburadoom
https://mabura.bandcamp.com/
twitter.com/Mabura_Doom

 

Chipper: grupo lança seu álbum de estreia “Self Patrón”. Confira!!

chipper

O grupo de Heavy Rock, Chipper, formado em Thessaloniki, Grécia, no ano de 2017, por Nick Antoniadis (vocais, guitarra), Nick Karamanidis (vocais, guitarra), Chris Nalbantidis (baixo) e John Charalabidis (bateria). Tem suas influências musicais que variam entre o  Hard Rock, Heavy Rock e o Stoner, com atitude Rock n ‘Roll.

O grupo já se apresentou na maioria dos principais locais de sua cidade natal, apoiando renomadas bandas de Rock e Punk. Em fevereiro de 2020, eles tocaram com a Deaf Radio e Bonzai, duas das bandas gregas mais promissoras do momento. 

Durante esse período eles lançaram seu álbum de estréia, intitulado “Self Patron”. O álbum é composto por oito faixas e foi gravado no Valve Studio. Através da bateria forte, guitarras “sujas” e vozes cada vez mais alternadas, Chipper molda sua inquietação musical e identidade criativa, como foi formada nos últimos anos.

Ouça o álbum “Self Patron”, pelo Spotify:

 

Tracklist:
01 – Self Patron
02 – Lonesome Killer
03 – Burning
04 – Expresso
05 – R.A.T.S
06 – Silverstone
07 – Brains on the Railings
08 – Chipper
 
Links relacionados:

 

Wolf Among Us: grupo fecha ciclo de EP com lançamento do clipe de “Hardcore”

wolf

Duo lança material com imagens de turnê

Após o excelente lançamento do seu primeiro EP “Soul Shard” pelos selos Abraxas e Dinamite Records, a banda Wolf Among Us, liberou no dia 18 de Março o Clipe oficial da musica “Hardcore”. Todas as imagens foram capitadas nos últimos 10 dias da tour, quando a banda fez sua passagem nos estados do Paraná e de Santa Catarina. O clipe fecha o ciclo dos trabalhos em torno ao EP “Soul Shard”, que contou com 4 singles, 30 shows, 21 cidades e 4 estados durante o ano de 2019. 
 
Intitulado “Soul Shard”, o trabalho traz como tema central conflitos existenciais, onde cada música representa um questionamento comportamental da sociedade moderna. Além do conhecimento tácito, o trabalho também se inspira em séries televisivas como Rick Morty e Black Mirror, trazendo conceitos niilistas e existencialistas nas músicas, que parecem sempre cair na dualidade entre procurar significado ou aceitar todo ou qualquer destino por entender que nada tem propósito, se entregando aos prazeres carnais.   
 
O power-duo se prepara para entrar em estúdio e focar em um novo material, prometendo 3 novos singles para o final do primeiro semestre de 2020. 
 
Assista ao videoclipe de “Hardcore”:

Ouça o EP “Soul Shard”, pelo Spotyfy:

 

Mais informações:

Superchiadeira: grupo lança lyric vídeo e anuncia novo EP

Superchiadeira

A banda paulistana Superchiadeira traz duas novidades: o lyric vídeo da música “Máquina”, faixa do EP homônimo (2015, o primeiro registro), e o anúncio do lançamento do próximo registro, “Elétrica”, que chega às plataformas de streaming em abril pela Abraxas Records.

A produção audiovisual de “Máquina” é dinâmica e com a aura roqueira da canção, um tributo à energia que emana da guitarra e como o músico se relaciona com o instrumento, quando tocado à exaustão.

A produção é de Marcelo Kaskadura. O lyric vídeo também traz outros elementos ligados ao ofício do Rock, como carros, libido e máquinas.

“É o músico quem toca mas é o instrumento que o domina. Conforme o guitarrista vai tocando, sua energia aumenta e ele ‘acelera’ na intensidade. Ele também ‘acelera’ no pedal de wah wah, como se fosse o acelerador de um carro”, afirma o Superchiadeira.

Confira o lyric vídeo de “Máquina”:

O EP “Elétrica” conta com cinco musicais, o novo registro do Superchiadeira chegará em abril nas plataformas de streaming. O EP foi gravado em São Paulo no estúdio Mr. Som, captado e mixado pelos lendários Pompeu e Heros da banda Korzus.

Superchiadeira é uma banda de Rock Pesado de São Paulo/SP, com um som criado a partir do Blues, Rock Psicodélico setentista e uma pitada moderna de Stoner Rock, o trio formado por Akira (guitarra e vocal), Guima (baixo) e Rico (bateria) apresenta sua musica energética e pesada com composições guiadas pela guitarra e pelo groove.

As influências começam com Blues Rock de Hendrix, Black Sabbath até o Stoner Rock mais moderno do The Atomic Bitchwax, Nebula e Fu Manchu.

Links relacionados:
www.facebook.com/SuperchiadeiraFuzz
www.instagram.com/superchiadeira
https://twitter.com/superchiadeira

 

Villagers of Ioannina City: com seu Rock pesado e experimental, grupo lança novo lyric vídeo “Father Sun”

city

“Feche os olhos e sincronize”

Vindos da região norte da Grécia, os olímpicos de Rock experimental, Villagers Of Ioannina City, abrem o buraco alucinatório para a mais nova oferta atmosférica cativante – “Father Sun”. A faixa é acompanhada por um vídeo lírico emocionante que acaba de ser lançado pela Napalm Records.

“Father Sun” representa fortemente a mensagem essencial da Villagers Of Ioannina City – para proteger e desfrutar da mãe terra, dos rios sagrados e do sol dourado. A simbiose artística de formas e luz sublinha o lyric vídeo e a marca sonora da banda é sem igual.

O Villagers Of Ioannina City, comentou sobre “Father Sun”:
“Por muito tempo, a mãe Terra envia mensagens de que estamos completamente na trilha errada. Vamos ver esses dias estranhos como uma oportunidade para reconsiderar e imaginar qual deve ser nosso estilo de vida e o que realmente importa. É vital se reconectar com a Terra e começar a pensar globalmente. Devemos definir como prioridade a prosperidade de todos os seres humanos com respeito e em perfeita harmonia com a natureza. É mais claro agora do que nunca que estamos verdadeiramente conectados e que as ações de uma pessoa afetam todos nós. rapidamente como um vírus ou algo ruim se espalha sem conhecer fronteiras ou nações, o amor, a bondade, as boas vibrações e a paz podem se espalhar entre nós.Lavar o medo, perceber e abraçar a nossa unidade com tudo, agir de acordo e isso será o começo da mudança que você está esperando.”

Abrindo com conjurando melodias de gaita de foles sonoramente ascendentes, que lentamente se transformam em fortes riffs de guitarra, um turbilhão sonoro fora do transe instrumental e Alex ecoando uma forte cor vocal o levará direto à sua mistura musical explosiva. A síntese protuberante de ritmos, elementos folclóricos e paisagens sonoras em chamas coalescem com a atmosfera vibrante, porém explosiva.

O Villagers Of Ioannina City, prova que o Rock Pesado Psicodélico é um dos gêneros mais versáteis dos tempos modernos e irradiam com sua mistura única de Rock Pós, Kraut e Stoner, temperado por uma dose palpável de elementos folclóricos. Um mantra psicodélico para a nova era!

Confira o lyric vídeo de “Father Sun”:

A região de Epiro é famosa por sua paisagem de montanhas gigantescas e rios sagrados – e agora Rock Pesado experimental. O Villagers Of Ioannina City é profundamente influenciado pela natureza grega e pelos fenômenos cósmicos e infundem sua marca única de Rock Psicodélico pesado com instrumentos folclóricos, como gaitas de foles, flautas e didgeridoos. Seu segundo álbum, “Age of Aquarius”, lançado originalmente em setembro de 2019 – agora será reeditado pela Napalm Records. Epiro pode se tornar o improvável epicentro do universo do Rock Pesado: um mantra para a nova era!

Fornecendo mais provas da cena do Rock grego em expansão, está o documentário musical deste ano, “Greek Rock Revolution”. Onde o Villagers Of Ioannina City e seis outras bandas discutem sua música e a inspiração eterna para o movimento musical grego – uma situação social instável que aumenta a expressão artística.

Villagers Of Ioannina City é formado por: 
Alex – Vocal/Guitarra
Akis – Baixo
Aris – Bateria
Kostantis – Clarinete/Sopro
Kostas – Gaita de Fole

Links relacionados:
Facebook: https://www.facebook.com/villagersofioanninacity/
Instagram: https://www.instagram.com/villagersofioanninacity/