Corona Nimbus: grupo anuncia lançamento de full álbum em fevereiro

1234

Após o excelente lançamento dos singles “Path To Self” e “Beyond Chaos” com participação de Cris Botarelli (Far From Alaska), a banda promete lançar um intenso full álbum em fevereiro via o selo Electric Funeral Records.
 
O duo formado por Júlio Baros e Junior Vieira, xplora o conceito de dualidade expresso pelos integrantes, usando referências como o yin e yang, o velho e o novo, o pesado e o leve, calor do deserto e o frio das profundezas oceânicas, assim, trazendo à tona também através desses elementos, o lado mais íntimo, o desejo mais profundo e verdadeiro do ser humano.
 
Em seu primeiro disco autointitulado “Corona Nimbus” a banda de Teresina-PI, traz muito mais que boa música; são onze faixas de puro Rock, Metal, música alternativa e nuances de ritmos regionais e brasileiros, abordando a dualidade, o bem e o mal, a dádiva de se estar vivo, produzindo e se renovando a cada novo ciclo. A banda se materializa nas personalidades dos músicos que mostram em suas músicas a que vieram e que sabem bem o que estão fazendo!
 
Com excelente aceitação do público e midia especializada, Corona Nimbus, fez sua estréia em território nacional em grande estilo e já entra no páreo em 2020 como uma das grandes revelações da música nacional, e com um disco que com certeza irá integrar em listas de melhores do ano.
 
Confira o último trabalho lançado da banda “Beyond Chaos”:
 
Mais informações:
Phone: +55 21 996292220

Concrete Monkey: grupo anuncia lançamento de novo single

1234

O Concrete Monkey inicia o ano com lançamento de novo single para o mês de janeiro. A banda irá disponibilizar no dia 17, o terceiro e último single do álbum “High in Blue”,  previsto para ser distribuído em março. A faixa “Happy Loser” trará consigo a última parte da arte que integra o desenho da capa do álbum. 
 
Navegando entre o Grunge, Stoner, Sludge, Metal Alternativo e Hints de Psicodelia, o power-trio se lança no mercado com uma música carregada de criatividade e fluidez sonora que cativa com sua pegada freak e pesada. 
 
Concrete Monkey lançou no final de 2019 o single “Cursed Spit”  em todas as plataformas de streaming, faixa irá ganhar videoclipe ainda no primeiro trimestre de 2020.
 
Confira aqui o último single lançado “Cursed Spit”:

 

 

Concrete Monkey é formado por:
João Mantovani – Voz e Violão
Felipe Falci – Guitarra
Henrique Stella – Baixo
Vinicius Rodrigues – Bateria
 
Mais informações:
Phone: +55 21 996292220

Wolf Among Us: grupo toca ao lado dos italianos do Sangue em fevereiro

123456

Duo recebe banda internacional em Sorocaba

Após uma excelente turnê pelo Brasil, o duo Wolf Among Us abre 2020 tocando ao lado dos italianos do Sangue no dia 7 de fevereiro, em Sorocaba-SP, com a tour Slow Blood Caravan.
 
A banda que lançou seu primeiro EP “Soul Shard” em outubro de 2019 via os selos Abraxas (BRA) e Dinamate Records (USA/BRA) no formato no digital, CD e K7, em breve lançará novo clipe com imagens da última tour e música inéditas ainda no primeiro semestre de 2020.
 
O Stoner Rock é o ponto de partida da banda, mas sem deixar de explorar alternativas diversificadas usando bases que vão do Grunge ao Psicodélico, e algumas vezes até se encontram com a música pop.  

 

Visualização da imagem

Apoio: Abraxas | Doom Nation | Fuzzrious

O Stoner Rock é o ponto de partida da banda, mas sem deixar de explorar alternativas diversificadas usando bases que vão do grunge ao psicodélico, e algumas vezes até se encontram com a música pop.  
 
O último trabalho do Wolf Among Us contém seis músicas, entre elas uma intro, registro foi produzido pela própria banda. O trabalho traz como tema central conflitos existenciais, onde cada música representa um questionamento comportamental da sociedade moderna. Além do conhecimento tácito, o registro também se inspira em séries televisivas como Rick Morty e Black Mirror, trazendo conceitos niilistas e existencialistas nas músicas, que parecem sempre cair na dualidade entre procurar significado ou aceitar todo ou qualquer destino por entender que nada tem propósito, se entregando aos prazeres carnais.
 
Confira “Soul Shard”:
Mais informações:
Phone: +55 21 996292220

 

 

 

 

 

Desert Crows: sensação do Stoner nacional, grupo realiza turnê pelo Sul e Sudeste

Desert Crows

Vacation Tour passa por oito cidades para divulgar o elogiado debut “Age of Despair”

Seis meses após a primeira passagem por São Paulo, a banda de Stoner Rock Desert Crows, de Goiânia, anuncia mais uma turnê, dessa vez passando por Santa Catarina, além do retornando a São Paulo – capital, ABC e região metropolitana.

A tour acontece entre os dias 9 a 19 de janeiro. A rota do power trio é Joinville, Florianópolis, Balneário Camboriú, Blumenau, São Paulo, Santo André e Mogi das Cruzes.

A tour, que conta com o apoio da Cerveja Asturia, tio Bak e Monstro Discos, começa em Joinville (9/1), onde tocam no Texas Bar, junto aos conterrâneos da Horney Band.

Em Florianópolis, no dia seguinte (10/1), o role é no Taliesyn Rock Bar, no Bruxa Verde Fest. No sábado (11/1) tocam em Balneário Camboriú, no Mercado Pirata, e no domingo (12/1), em Blumenau.

Na semana seguinte, a Desert Crows viaja a São Paulo. Na capital, tocam dias 16 e 17 (Casa do Mancha e Whiplash Bar, respectivamente). Dia 18/1 é a vez de Santo André, no tradicional 74 Club, e encerram a turnê no dia 19/1 em Mogi das Cruzes, no Overdrive.

6ad156dd-9289-4881-831e-466eb41f336c

“Age of Despair” foi gravado no Estúdio Resistência e traz oito faixas de Stoner tradicional, com uma produção moderna, envolvidas por uma avalanche de riffs pesados e viajantes, com batidas certeiras e empolgantes.

O disco coleciona elogios da imprensa nacional. O renomado site Collectors Room opinou que se trata de “um dos grandes debuts gravados por uma banda brasileira nos últimos anos”, além de mencionar a “linda capa criada pelo ilustrador Cristiano Suarez” (sim, o mesmo do polêmico pôster da cancelada turnê do Dead Kennedys pelo país). O resenhista, o editor Ricardo Selling, ainda destacou três músicas: “‘Loose Me’ e seu DNA tipicamente Tony Iommi, o Doom chapado da cadenciada e longa ‘Sweet Liar Love’ e a música que dá nome ao disco, que derrama uma enxurrada de riffs na cabeça do ouvinte’.

Também passou boa impressão ao site Headbangers News, que apontou a pegada “muito Rock n Roll” do disco. “Os Desert Crows compuseram uma obra característica da juventude de seus integrantes, cheia de energia, distorções mais agressivas e riffs grudentos que vão pegar de jeito os headbangers que realmente amam o estilo”, comenta a resenha.

O álbum ainda apareceu em diversas lista de Melhores do Ano na imprensa nacional, inclusive citado como o melhor lançamento nacional de 2019 pelo crítico musical Regis Tadeu.

Ouça o álbum “Age of Despair”:

http://ditto.fm/desertcrowsageofdespair

Desert Crows é formado por:
Vitor Mercez – Vacal/Guitarra
Raul Martins – Baixo
Pedro Henrique – Bateria
Mais informações:

 

Electric Goat Combo: grupo lança ousado EP com referências de toda a carreira

electricgoat

O Electric Goat Combo, com 10 anos de atividades, lança mais um registro criativo e potente via Abraxas Records. O EP homônimo, que combina referências musicais exploradas ao longo da carreira, do Stoner ao Post Pock, já está nas plataformas de streaming. Confira: https://bit.ly/2Kkzmjg.

O EP contém músicas que o Electric Goat Combo experimentava desde 2016 e que seguem a caminhada natural da pesquisa e do método de composição inerente ao momento da banda, que é sair um pouco da principal característica do Stoner Rock (riffs e solos).

Nesse tempo, Zeh Antunes decidiu deixar o Brasil em 2017 e o material ficou parado. “Até que agora, em 2019, decidimos que deveríamos dar vida a isso. Optamos então por lançar o EP que marca mais uma mutação na banda: a minha saída e a entrada do Jonas que agora, soma à banda para seguir o mesmo caminho: continuar mudando”, conta Antunes.

O que já estava presente no EP Vertigo Blues (2010), ganhou mais espaço nesse novo EP. A presença dos tempos compostos, o uso do metalofone, a escolha dos timbres e os arranjos que tendem a mudar o clima da música, muitas vezes, de modo abrupto. Indo de algo melodioso para uma pegada esquizofrênica, por exemplo.

A música “Ed Gein Beats Philippe Stark”, por exemplo, sintetiza muito bem o que é o Electric Goat e o caminho que está trilhando. Nela encontram-se todos esses elementos que falamos: as mudanças abruptas, os tempos compostos, os climas distintos, o uso do metalofone… enfim, há elementos de Stoner, Prog, Post Rock”, comenta Zeh Antunes, que hoje vive em Portugal.

A maioria das músicas tem oito minutos, algumas são instrumentais e, mesmo as com vocais, o instrumental prevalece.

Electric Goat Combo – Surgido em 2009 no Rio de Janeiro, o Electric Goat Combo faz o que autodenomina Post-Stoner (mistura de Stoner Rock, Post-Rock e Jazz). Em suas composições, mantem sempre uma deriva psicodélica capaz de seguir em direção a outras paisagens, seja incorporando outros instrumentos, seja na prática do improviso ou mesmo acrescentando outros músicos à sua formação.

 

Black Moon Riders: grupo lança videoclipe de “Alice”

Black Moon Riders

A banda de Heavy Metal, Black Moon Riders, acaba de lançar seu primeiro videoclipe oficial, para a música “Alice”. Com produção de Strat Comunicação, maquiagem de Sil Gollmann e direção do vocalista Átila Ferrarez, a versão do grupo para o conto clássico de “Alice no país das Maravilhas” traz em sua letra, a protagonista cercada por drogas, amores perdidos e prazeres da carne. Uma sobrevivente no perigoso universo de Lewis Carroll. O vídeo ainda contou com a participação especial da atriz Su Scot, como Alice.

A canção é a terceira faixa do EP “Black Moon Riders”, lançado em março de 2019. A faixa contou com os arranjos do guitarrista Magnus Wichmann (Rage In My Eyes) e produção vocal de Iuri Sanson (ex-Hibria) e Victor Wichmann.

Átila Ferrarez fala sobre o clipe: “Eu estou bem satisfeito com a produção geral, deu muito trabalho, mais acho que o resultado foi muito satisfatório. Eu assumi a direção e contei com o suporte da nossa maquiadora e grande amiga, Sil Gollmann. Além de criar toda a maquiagem utilizada no clipe, ainda meu ajudou muito com o roteiro e na direção das cenas. Ainda contamos com efeitos do Leandro Boeira e com a nossa queridíssima, Su Scot, que encaixou perfeitamente no papel de Alice. Ela, com certeza, foi a cereja do nosso bolo. Além de tudo, ainda tivemos o apoio na divulgação dos nossos grandes ídolos, como Jacques Maciel, Dudu do Minuto du Rock, Rodrigo Marenna, Iuri Sanson e Magnus Wichmann. Foi uma união da cena que eu achei incrível. Não poderíamos estar mais felizes”. – destaca Átila.

Assista ao videoclipe de “Alice”:

Enquanto divulga o clipe, o grupo já trabalha em estúdio em um novo single, que contará com um convidado especial, ainda não divulgado, dividindo os vocais com Átila.

Formada em 2014, a Black Moon Riders é uma banda de Rock pesado que exorciza seus demônios com performances marcantes, figurinos autênticos e guitarras insanas. Seu nome remonta a uma antiga seita que espera a chegada da lua negra. Era em que reinará a magia, o rock e o prazer.

Mais informações:  
Facebook: https://www.facebook.com/blackmoonriders

Macumbazilla: grupo oferece “benção” de meia entrada nos ingressos do show do dia 13 de junho com os irmãos Cavalera, saiba como adquirir o seu

Macumbazilla

Pensando em seus fãs, o Macumbazilla conseguiu uma facilidade pertinente para aqueles que ainda não adquiriram seus ingressos para o show do dia 13 de junho, que, contará com os Irmãos Cavalera tocando “Beneath the Remains” e “Arise”, clássicos álbuns do Sepultura para o público que comparecer no “Usina 5” em Curitiba/PR.

Para obter o valioso desconto de meia entrada no ingresso, é muito simples. Acesse o link abaixo, escolha a opção “Cavalera 50% e digite em “código” a palavra “Macumbazilla”. Pronto, você irá comprar seu ingresso pela metade do preço.

Link para adquirir ingresso com desconto:

http://bit.ly/maxandiggorcavalera

Além do Macumbazilla e os Irmãos Cavalera, o show terá a banda Krucipha apresentando suas músicas para os fãs de Thrash com doses cavalares de Groove metal.

Serviço:
“Max & Iggor Cavalera’s Return to Beneath/Arise”
Atrações: Cavalera’s – Macumbazilla – Krucipha
Data: 13 de junho
Horário: 19h
Local: ReConcert (Usina 5 – Rua Constantino Bordignon, 5 – Prado Velho)
Ingressos: A partir de R$100 (meia) –  http://bit.ly/2UNV3zz
Classificação: 18 anos
*Menores a partir de 16 anos podem entrar acompanhados dos pais e/ou responsáveis legais*
Realização: Bar Crossroads e Planeta Brasil
Facebook: @barcrossroads
Instagram: @barcrossroads