Diabulus in Musica: grupo lança novo lyric vídeo para “The Misfit’s Swing”

Diabulus in Musica

No fundo de sua mente tola, você me idolatra, adora meu charme.

Viaje no tempo e dance ao ritmo de “The Misfit’s Swing”, o segundo single do próximo álbum do Diabulus In Musica, “Euphonic Entropy”, lançado no dia 14 de fevereiro pela Napalm Records! Um hino para aqueles abandonados e incompreendidos, “The Misfit’s Swing” – foi musicalmente inspirado pela febre do swing dos anos 30. Leva o ouvinte à mente do pária titular, que rejeita as normas conformistas e tenta abraçar sua própria singularidade. Apesar das lutas que os desajustados enfrentam todos os dias, eles ainda lutam pela liberdade de compromissos e olhares de julgamento, com o objetivo de apreciar essas diferenças pessoais e realizar a auto-estima.

Essa descoberta emocional, retratada tanto em nível textual quanto instrumental, se desenrola também no espaço do lyric vídeo que o acompanha. Assim como no caso da dança em si, o charme melódico audiovisual de “The Misfit’s Swing” mora no passado, com paletas de cores sépia e interiores vintage. Referindo-se suavemente à capa e à atmosfera musical sublime do próximo lançamento, o lyric vídeo é, ao mesmo tempo, um presente e uma homenagem aos fãs. Não apenas inclui a filmagem deles dançando “The Misfit’s Swing”, mas, assim como a música em si, aborda ainda o sentimento reconfortante de coletividade entre indivíduos isolados do mundo exterior.

Assista ao lyric vídeo de “The Misfit’s Swing”:

Com seu segundo single, Diabulus In Musica, convence os ouvintes de que sua vida entre outras pessoas pode se parecer com uma dança em muitos aspectos – e que não há melhor maneira de fazer isso com confiança do que com os sons de “The Misfit’s Swing”

A vocalista Zuberoa Aznárez comentou:
“Aí vem” The Misfit’s Swing “, a música para todos vocês, pessoas únicas! Quem nunca sentiu que não se encaixa no resto da sociedade pelo menos uma vez na vida? Muitos de nós certamente foram os Infelizmente, vivemos em um mundo em que a falta de respeito e o medo das opiniões de outras pessoas nos limitam como indivíduos (pessoalmente, artisticamente …), então … Dance por enquanto, para viva e deixe viver! Um agradecimento especial a todos os fãs adoráveis ​​e corajosos que participaram deste lyric vídeo! ”

Tracklist:
01. A Lucid Chaos
02. Race to Equilibrium
03. Nuevo Rumbo
04. The Misfit’s Swing
05. In Quest of Sense
06. Otoi
07. Blurred Dreams
08. On the Edge
09. Our Last Gloomy Dance
10. One Step Higher
11. Blind Muse
12. In the Vortex

Às vezes, a própria vida pode ser a inspiração mais bonita para um artista. A vocalista do Diabulus In Musica, Zuberoa Aznárez e seu marido, o tecladista Gorka Elso, decidiram encher seu novo álbum, “Euphonic Entropy”, com todas as emoções maravilhosas e caóticas que uma nova vida traz. O quinto álbum totalmente produzido por Diabulus In Musica, reflete as mudanças e a beleza da vida dos dois líderes da banda após o nascimento de seu segundo filho e derrete tudo em um Metal Sinfônico estrondoso e altamente apaixonado. O álbum está repleto de baladas poderosas, belas melodias e emoções. Músicas como o contagiante e ultra-melódico “Otoi” (com letras em idioma basco) encantam os sentidos do ouvinte. O inebriante “Misfits Swing” e o harmônico e alto “One Step Higher” garantem uma aventura multifacetada e emocionante!

Diabulus In Musica é formado por:
Zuberoa Aznárez – Vocal
Alexey Kolygin – Guitarra
Gorka Elso – Teclados
David Carrcia – Bateria
 
Mais informações:

 

Arkana Fen: projeto estreia lyric vídeo, “Immortal Penitence”

Ellie - Arkana Fen

Uma das obras mais promissoras apresentadas ultimamente, é o trabalho do Arkana Fen. Projeto que envolve músicos do Brasil, Austrália e México, onde linhas de Symphonic Metal, Progressive Metal e Heavy Metal, são mesclados de forma simétrica e precisa por músicos talentosíssimos e de grande potencial.

A banda que liberou dois EPs no ano passado, acaba de disponibilizar o lyric vídeo de “Immortal Penitence”, presente no registro, “Six of Swords”, disponível em todas as plataformas digitais.

O vídeo pode ser conferido diretamente no canal de YouTube do grupo e abaixo, onde deixamos ele para você conferir.

Arkan Fen é formado por:
Ellie Kamphuis – Vocal
Eric Murdarak – Guitarra
Icaro Ravelo – Bateria/Teclados 
 
Mais informações:

Lyria: grupo lança vídeo ao vivo de música inédita

lyria-xmas-online-concert-phoenix-rebirth-thumbnail

Gravações fazem parte do show online especial de Natal

O fim de 2019 contou com um agrado para os fãs do Lyria: a transmissão online do show especial de Natal. Gravado no home studio da banda carioca, a apresentação contou com músicas dos discos “Immersion” (2018) e “Catharsis” (2014), entre elas “The Phoenix Rebirth”, uma das faixas do trabalho de estreia, e “Let Me Be Me”, do segundo álbum. Os vídeos ao vivo são uma amostra da experiência dos shows online, que conta com interação entre banda e fãs durante toda a transmissão.

Assista “The Phoenix Rebirth”:

“Queríamos trazer uma boa mensagem para o ano de 2020. Então escolhemos uma música de cada álbum para ilustrar isso. The Phoenix Rebirth fala sobre o renascimento da fênix, que tanto sofreu mas conseguiu se reerguer e ficar ainda mais poderosa e Let me Be Me que fala sobre bullying e sobre ser você mesmo. Nada melhor do que começar um ano superando seus problemas e sabendo de sua força interior.”, mentaliza Aline Happ, vocalista e principal compositora do Lyria.

Assista “Let Me Be Me”:

Uma das bandas mais respeitadas de Metal Sinfônico do país, o Lyria teve um ano de 2019 bem produtivo! A “Immersion Tour” passou por diversas cidades do Brasil em 2019, como Curitiba, Belo Horizonte, Juiz de Fora, Sorocaba, São Paulo, Campos dos Goytacazes e Rio de Janeiro; Lançamento de clipes, como o The Rain, o mais recente, que conta com mais de 158 mil visualizações, além da oportunidade de conhecer fãs do mundo inteiro, por meio do contato online diário. É com tantas conquistas que a banda chega ao ano de 2020 repleta de planos para turnês e lançamentos de clipes, além de dar início à produção do novo álbum.

Criada em 2012 por Aline Happ, a banda de metal carioca é uma das mais conhecidas do país, chegando a contar com 94 mil curtidas no Facebook. O segundo álbum, “Immersion”, foi lançado graças a um financiamento coletivo, arrecadando mais de 13 mil dólares (cerca de 54 mil reais). Feitos extraordinários para uma banda de metal brasileira.

Além de Aline, o Lyria conta com Rod Wolf (guitarra), Thiago Zig (baixo) e Thiago Mateu (bateria). Com refrãos marcantes, arranjos bem trabalhados e temas de superação, o Lyria reúne fãs de todos os cantos do globo, principalmente na Europa, Estados Unidos e Brasil.

Mais informações:

 

Angelique: single “A Dream of Osiris”, é oficialmente lançado nas plataformas de streaming

Angelique 04

O single de estreia da banda Angelique, “A Dream of Osiris”, apresenta ao mundo um grupo de extrema qualidade, técnica e conceitos atemporais inclusas tanto nas harmonias quanto na parte lírica.

Com arranjos épicos e sinfônicos e uma divisão de vocais feitas por três cantores, o grupo formado por sete músicos, prepara para 2020 o lançamento de um full, onde alma, doçura, peso e atmosfera melódicas, serão o enredo desse registro que promete ser único e histórico na música pesada brasileira.

Inicialmente a Angelique liberou sua faixa de estreia exclusivamente aos usuários de YouTube. Agora é chegada a hora de informar que a música já pode ser conferida em todas as plataformas de streaming.

Usuários de Spotify (link abaixo), Deezer, Itunes, Google Play, Napster, Tidal, Music Amazon, Amazon, Akazoo e várias outras, podem facilmente encontrar a música, A Dream of Osiris:

 

Angelique é formado por:
Camila Oliveira – Vocal
Lincoln Lopes – Vocal
Beltane Tristesse – Vocal
Jonathan Dimithri – Guitarra
Bruno da Silva – Baixo
John Vasques – Teclado/Piano
Guilherme Ramos – Bateria
 
Links relacionados:
 

 

 

Lyria: grupo destaque do Metal brasileiro, lança videoclipe sobre autismo

Lyria - The Rain (2)

Uma das músicas mais populares do Lyria, “The Rain”, acaba de ganhar um clipe. Inspirada na história de um fã australiano, diagnosticado no espectro do autismo, a canção fala sobre superação e sobre amor. O clipe foi gravado na Casa Santa Ignez, no Rio, e mostra uma série de “easter eggs” relativos ao transtorno, como uma forma de chamar a atenção para a causa. A faixa faz parte do disco “Immersion”, lançado em 2018.

“Gostamos de falar sobre temas emocionais, que merecem atenção e que causam identificação com os ouvintes. ‘The Rain’ é uma das músicas mais queridas do público e fala sobre autismo, sensações, vida e superação.”, revela Aline Happ, vocalista do Lyria.

A canção foi inspirada em um poema escrito por Warren Mayocchi que, junto da letra de “The Rain”, pode ser encontrado no livro “Human: Finding Myself in the Autism Spectrum”. O fã se encontra no espectro do autismo e a canção retrata a superação dos obstáculos enfrentados por sua condição. A música aborda a sensação de isolamento, a dificuldade em se abrir e como o amor pode se tornar uma fonte de segurança e de confiança em si próprio.

O vídeo para “The Rain” é repleto de simbolismos. A começar pelo figurino, os vestidos na cor azul e as capas nas cores azul e vermelho arroxeado remetem à luta pela causa. A própria capa pode ser entendida como um véu que esconde a pessoa e que traz uma sensação de proteção. A chuva caindo remete a uma experiência sensorial única e ao sentimento de liberdade.

Assista “The Rain”:

Ao retirar o capuz e curtir a chuva, é possível ver a entrega às novas sensações. A passagem pela porta mostra a transição entre a infância e a idade adulta. Também nota-se as pernas da criança posicionadas, de forma bem característica, em W. O quebra-cabeça remete à preferência dos autistas por jogos individuais e lógicos, além de ser um dos símbolos do autismo.

O clipe também mostra o encontro da protagonista com sua versão na infância, trazendo um contraponto entre a fascinação infantil e a realidade da vida adulta, entre a liberdade em estar sozinho e o conforto de aprender a se relacionar. A falta de contato visual da criança com o espectador muda quando a criança se torna adulta, superando algumas barreiras para olhar nos olhos de quem a assiste. O adulto se reconecta com a criança de forma a relembrar a sua verdadeira essência, e agora, trazendo o aprendizado de não ter mais que esconder seu verdadeiro eu e nem de tornar-se recluso.

A música “The Rain” foi composta pelo Lyria, enquanto a letra é uma parceria de Aline e Patrick Happ. A Aline mais jovem do vídeo é a atriz Laura Naylor, a maquiagem feita por Aline Happ, que também participou no figurino, junto de Regina Sampaio. O vídeo é de Vinicius Hozara (CS Music Videos). O Lyria agradece à Casa Santa Ignez pelo apoio, confiança e pela disponibilidade do local. E agradecimentos especiais também aos apoiadores do projeto, mencionados por nome na descrição do vídeo, no YouTube.

Lyria é formado por:
Aline Happ – Vocal
Thiago Zig – Baixo
Rod Wolf – Guitarra
Thiago Mateu – Bateria
 
Mais informações:
 

Eve Desire: grupo tocará com grandes nomes do metal mundial em Içara

Poster - Eve Desire + Noturnall

Os nomes mais importantes do metal mundial tocam em Içara, no Colher de Chá, no dia 16 de novembro (sábado). A banda Noturnall, o baterista Mike Portnoy, o vocalista Edu Falaschi, realizam apresentação única em Santa Catarina, com a Redemption Tour. Também tocam na mesma noite a Eve Desire, que tocará as músicas do disco de estreia, Prelude do Singularity. Os ingressos do 1º lote custam entre 80 e 300 reais.

Um dos músicos mais importantes do metal mundial, o baterista Mike Portnoy (Dream Theater, Winery Dogs, Adrenaline Mob, Avenged Sevenfold), se une no palco com os brasileiros da Noturnall, em uma noite de celebração do metal. No repertório, os clássicos do Dream Theater e do Adrenaline Mob. O vocalista Edu Falaschi é o convidado especial da noite, com sua potente voz.

Comemorando o lançamento do disco de estreia, “Prelude to Singularity”, a Eve Desire tocará pela primeira vez em Santa Catarina. Desde 2012 na estrada, o grupo começou como cover de Nightwish e sob o nome de “Ever Dream”, realizaram mais de 100 shows no período de um ano. De lá pra cá, os músicos decidiram pela carreira autoral e lançaram as músicas “Vitruvia” e “Quantica”. No repertório do show, as canções inéditas do debut, reproduzidas com maestria por Arya Medeiros Cappia (voz), Wagner Cappia (teclado), Rafael Hernandes (bateria) e Vini Ramadoni (baixo).

Confira abaixo os horários das apresentações:
 
17h – Abertura da casa
19h – Eve Desire
20h – Noturnall
21h – Mike Portnoy
 
Noturnall, Mike Portnoy, Edu Falaschi e Eve Desire
Data: 16/11/2019 (sábado)
Horário: 17h (abertura da casa)
Local: Colher de Chá
Endereço: Rodovia Jorge Zanatta, s/nº – Pres. Vargas
– Içara/SC
Ingressos: R$80 (meia), R$90 (solidário), R$160 (inteira), R$200 (camarote solidário), R$300 (camarote inteira).
Classificação etária: 18 anos

Lyria Fest: em sua segunda edição emocionou bandas e fãs

Lyria - Credito Happ Photography (1)

Um forte clima de sintonia entre as bandas e o bom e velho Rock and Roll no palco. Assim foi o Lyria Fest II, que aconteceu no dia 29 de junho, na Arena Jovelina Pérola Negra, em Pavuna, no Rio. Liderado pela banda Lyria, o festival convidou as bandas D.W.O, ManUNkinD e Facing Fear para uma noite que contou com um público ativo, feliz e que interagia com todas as bandas, do início ao fim de cada apresentação.

Desde 2012 na estrada, foi baseado nas próprias experiências que o Lyria percebeu que muita gente não sabe o que é metal, muitas vezes associando o gênero ao barulho, ou algo negativo. Uma das metas do grupo carioca sempre foi levar o Rock e o Metal para o maior número de pessoas, na busca de desmitificar o gênero e fazer com que o metal se torne cada vez mais popular.

“Criar um festival nos pareceu uma maneira excelente para dar ainda mais forma a este sonho. Ao mesmo tempo em que você abre espaço para diferentes bandas, você entrega ao público uma grande variedade musical. Assim surgiu o Lyria Fest, reunindo bandas de qualidade por um preço acessível”, conta Aline Happ, vocalista do Lyria e uma das principais responsáveis pelo evento.

A região escolhida, Pavuna, e o local, a Arena Jovelina Pérola Negra, não poderiam ser mais certos para atingir o objetivo de popularização do gênero. Com excelente infra-estrutura para as bandas e para o público – uma das maiores preocupações do Lyria – a região também carece de eventos deste estilo, tornando o Lyria Fest uma novidade para os frequentadores.

“Foi emocionante participar do evento, é gostoso se deparar com uma grande produção, equipamentos de qualidade e um mega palco. Fora que dividir o palco com grandes bandas no cenário do rock brasileiro é um privilégio. Nos sentimos em casa desde quando chegamos à Arena.”, elogia Dany D.W.O, vocalista da banda D.W.O, que abriu as apresentações do Lyria Fest.

Outro ponto importante do Lyria Fest é a opção por não definir um único estilo entre as bandas participantes. Aline Happ explica que a ideia é fomentar uma nova cena do Rock e do Metal, e para isso diferentes vertentes podem e devem coexistir. “Desta forma, o público pode expandir ainda mais sua visão e conhecer diferentes artistas”, explica.

Sem divisões tolas, o Lyria Fest fez questão de abrir uma seleção de bandas para todo o país. Entre as selecionadas, estava a ManUNkinD, formada em 2018. “Recebemos com muita alegria e surpresa o convite para o evento. Para a ManUNkinD é uma honra enorme. Queremos deixar registrado que a receptividade da Lyria e a estrutura oferecida foram excelentes, parecia que o Lyria, Facing Fear, ManUNkinD e DWO eram amigos de longa data.”, ressalta Renato Croce, baixista da ManUNkinD.

Quem também teceu elogios à organização e à iniciativa foi Raphael Dantas, guitarrista da Facing Fear: “Em meio a toda estrutura e organização fornecida pela produção, não há como contestar o quanto é importante essa iniciativa do Lyria Fest. O Facing Fear será eternamente grato pelo convite. Nos deu a chance de concretizarmos grande parte do nosso espetáculo, que estávamos elaborando por meses. E espero que tenha sempre esse festival, para dar oportunidade às bandas novas de qualidade a trabalharem com profissionais.”.

Crescendo a cada edição, desta vez o Lyria Fest contou com patrocinadores e apoiadores, que mostram que o mercado está receptivo a apoiar iniciativas deste porte.

“Após duas edições muito bem sucedidas, a sensação que fica é de dever cumprido e a ideia é expandir cada vez mais o festival. Inclusive, temos recebido propostas para levar o Lyria Fest a outras regiões. Então, é com bastante felicidade e orgulho que podemos dizer que uma terceira edição já está prevista.”, finaliza Aline Happ.

Lyria é formado por:
Aline Happ – (Vocal)
Thiago Zig – (Baixo)
Rod Wolf – (Guitarra)
Thiago Mateu – (Bateria)
 
Mais informações: