Uganga: grupo faz três shows no Chile em divulgação ao seu novo disco “Servus”

Uganga_Capa_Servus

Grupo se apresenta em Santiago, Puerto Montt e La Serena a partir deste sábado

O novo e quinto álbum de estúdio do Uganga, “Servus” foi lançado no último dia 29 de Março em formato CD-Digipack e também distribuído para todas as principais plataformas digitais.

O disco foi financiado por dois relevantes prêmios, o Wacken Foundation, organização alemã sem fins lucrativos idealizada pelos produtores do Wacken Open Air, e pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC) de Uberlândia, Triângulo Mineiro, de onde a banda é originária.

Mesmo com pouco mais de 30 dias apenas de seu lançamento, “Servus” já tem sido apontado não só como o melhor trabalho do grupo até aqui, mas um dos lançamento mais importantes do ano!

“Com certeza vai ser um dos melhores álbuns do ano.” (Alquimia Rock); “Tecnicamente impecável”(Mondo Pop); “Certamente frequentará várias listas de melhores de 2019” (Combate Rock – UOL). É o que dizem as primeiras resenhas sobre o disco.

A turnê em divulgação a “Servus” teve início no próprio dia de lançamento do disco (29 de Março), quando Manu Joker Henriques (vocal), Thiago Soraggi (guitarra), Christian Franco (guitarra), Lucas “Carcaça” Simon (guitarra), Raphael “Ras” Franco (baixo) e Marco Henriques (bateria) apresentaram um pocket-show exclusivo só com músicas de “Servus” para imprensa e convidados no “Espaço Som” em São Paulo/SP. Logo depois o grupo fez um show ao lado do Rattus (Finlândia) em Uberlândia/MG e foi headliner do festival Tijucaös em Ituiutaba/MG. Eis que agora chegou a hora do grupo levar seu novo show para fora do país.

O Uganga, que já realizou duas turnês pela Europa, em 2010 e 2013, embarca agora nessa semana para o Chile onde realizará três shows: 18/05 em Santiago (Ex Mundo Magico), 20/05 em Puerto Montt (Kroovy Club) e 24/05 em La Serena (Sociedad de Artesanos). Nos três shows o Uganga dividirá o palco com outro grande nome brasileiro, o Attomica, além de grupos chilenos.

Santiago

“Finalmente chegou! Sempre tivemos muita vontade de ir pro Chile. Temos amigos e contato com músicos e produtores de lá e com certeza não haveria hora melhor pra rolar essa tour. Estamos com o disco recém lançado, com um novo integrante que se encaixou muito bem no grupo e estamos indo pra quebrar tudo em terras chilenas. Fiquem ligados que vamos postar o dia a dia do rolê em nosso Instagram.”, declarou o baterista Marco Henriques.

Mais informações sobre os shows do Uganga no Chile podem ser obtidos através da página oficial da produtora Mono Mandinga: http://monomandinga.com/

Para ouvir “Servus” nas plataformas digitais, acesse:
Spotify: https://spoti.fi/2FHmUHi
Deezer: https://bit.ly/2FJFVZO
Google Play: http://bit.ly/2uF1UM8
iTunes: https://apple.co/2WFuVmZ
Amazon: https://amzn.to/2UceKAX
Youtube: http://bit.ly/2YDaMjr

Assista também o videoclipe da faixa título no Youtube:

A versão física em digipack de “Servus” está a venda pela Incêndio Shop http://bit.ly/2JXLI3i e também pela Die Hard http://bit.ly/2OE55wL

Mais Informações: 
www.uganga.com.br
www.facebook.com/ugangaband
www.youtube.com/ugangamg
www.twitter.com/uganga
www.instagram.com/uganga
www.wacken-foundation.com

Uganga: “Servus” novo disco do grupo já disponível

Uganga_Capa_Servus

Produzido com recursos da fundação alemã “Wacken Foundation” e da “PMIC” Uberlândia, “Servus” foi lançado no último dia 29 de Março durante evento para jornalistas e convidados no “Espaço Som” em São Paulo

O Uganga é um dos grupos mais expressivos e relevantes do Rock Pesado brasileiro. Acumula mais de 25 anos de carreira, lançou quatros álbuns de estúdio e um disco ao vivo gravado na Alemanha. Já realizou shows por quase todas as regiões do Brasil, participou dos mais importantes festivais e fez duas turnês europeias que juntas somam 28 shows em 13 países.

Boa parte dessas produções do Uganga, sejam projetos de gravação ou circulação (turnês), têm recebido incentivo através de políticas públicas de cultura, comprovando a relevância do trabalho da banda, seja em seu sentido artístico ou sócio-cultural.

“Servus”, o quinto álbum de estúdio do grupo mineiro, não foge à regra. O disco foi financiado por dois relevantes prêmios, o Wacken Foundation, organização alemã sem fins lucrativos idealizada em 2008 pelos produtores do Wacken Open Air – o maior festival de Heavy Metal do planeta – e que apoia projetos de Hard Rock e Heavy Metal de todas as partes do globo, tendo nomes como o de Alice Cooper entre os doadores, e também pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC) de Uberlândia, Triângulo Mineiro, de onde a banda é originária.

“A parceria com o Wacken Foundation foi mais uma vitória da banda e equipe à custa de muito suor, estrada, planejamento e amor à camisa” – declarou o vocalista Manu Joker. “Trata-se do maior festival do planeta! Por sermos uma banda latino-americana tocando em um país como o Brasil e todas as suas dificuldades, essa ajuda financeira torna-se ainda mais bem-vinda. Mas só de ter o logo do Wacken no trabalho já nos deixou honrados. Se pessoas ligadas ao Wacken se interessaram por nós, então nosso trabalho está valendo a pena”.

“Servus” definitivamente vale a pena! O quinto disco de estúdio do Uganga foi gravado no estúdio Rock Lab em Goiânia/GO onde a banda registrou seu álbum anterior, o aclamado “Opressor”. Gustavo Vazquez e o próprio vocalista Manu Joker assinam a produção desse trabalho que significa a coalisão da identidade sonora que o grupo lapidou nos álbuns “Vol. 3” e “Opressor” com o aspecto mais experimental dos dois primeiros trabalhos, “Atitude Lótus” e “Na Trilha do Homem de Bem”.

“Se com os dois álbuns anteriores definimos a nossa sonoridade, Servus é um olhar adiante, para o futuro”, afirma Manu. “Mas também consigo ver elementos de todos os nossos outros discos nas novas músicas. Em Servus a banda se arriscou por caminhos onde ainda não foi. Não se trata de estudar o mercado ou seguir tendência. Música é algo muito sagrado para perder tempo com isso. Há mais de duas décadas fazemos peso e groove pois amamos esses dois mundos. Navegar por caminhos aparentemente distintos como o som extremo ou algo diametralmente oposto, nunca nos assustou”. 

“Servus” foi lançado no último dia 29 de Março em formato CD-Digipack e também distribuído para todas as principais plataformas digitais. Um evento fechado apenas para imprensa e convidados foi realizado no mesmo dia no “Espaço Som” em São Paulo. Manu Joker, Thiago Soraggi, Christian Franco, Lucas “Carcaça”, Raphael “Ras” Franco e Marco Henriques apresentaram um pocket-show exclusivo com músicas de “Servus” e outras novidades. No mesmo fim de semana o grupo gravou participações para diversos programas e no domingo esteve no Pegadas de Andreas Kisser na 89FM.

“Servus” reúne 13 faixas: “Anno Domini” (Intro), “Servus”, “Medo”, “O Abismo”, “Dawn”, “Imerso”, “7 Dedos”, “Couro Cru”, “Hienas”, “Lobotomia”, “Fim de Festa”, “E.L.A.” e “Depois de Hoje…”. O desenho da capa de “Servus” foi desenvolvido pelo artista pernambucano Wendell Araújo que já trabalhou com outras bandas de destaque como Ratos de Porão e Cólera.

Assista o videoclipe da faixa título no Youtube:

“Servus” está disponível em todas as plataformas digitais:
Spotify: https://spoti.fi/2FHmUHi
Deezer: https://bit.ly/2FJFVZO
Google Play: http://bit.ly/2uF1UM8
iTunes: https://apple.co/2WFuVmZ
Amazon: https://amzn.to/2UceKAX
Youtube: http://bit.ly/2YDaMjr

A versão física em digipack está a venda pela Incêndio Shop http://bit.ly/2JXLI3i e também pela Die Hard http://bit.ly/2OE55wL

Mais Informações: 
www.uganga.com.br
www.facebook.com/ugangaband
www.youtube.com/ugangamg
www.twitter.com/uganga
www.instagram.com/uganga
www.wacken-foundation.com

Uganga: banda vai divulgar nome de novo guitarrista em show nesta sexta

Uganga_2018_Wacken Foundation

A apresentação, em Araguari/MG, ainda marca o pré-lançamento do novo álbum “Servus”

“Servus”, novo disco do Uganga, está quase pronto. Com produção de Gustavo Vazquez e do vocalista Manu “Joker”, o quinto álbum de estúdio do grupo mineiro, sucessor do aclamado “Opressor” (2014), está sendo financiado por dois relevantes prêmios, o Wacken Foundation, organização alemã sem fins lucrativos idealizada em 2008 pelos produtores do Wacken Open Air – o maior festival de Heavy Metal do mundo – e que apoia projetos de Hard Rock e Heavy Metal de todas as partes do mundo, tendo nomes como o de Alice Cooper entre os doadores, e também pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC) de Uberlândia, Triângulo Mineiro, de onde a banda é originária.

“Servus” vai reunir 13 faixas: “Anno Domini” (Intro), “Servus”, “Medo”, “O Abismo”, “Dawn”, “Imerso”, “7 Dedos”, “Couro Cru”, “Hienas”, “Lobotomia”, “Fim de Festa”, “E.L.A. (Elo)” e “Depois de Ontem…”.

O desenho da capa de “Servus” foi desenvolvida pelo artista pernambucano Wendell Araújo que já trabalhou com outras bandas de destaque como Ratos de Porão e Cólera.

Uganga_Capa_Servus

“Servus” vai ser lançado em Fevereiro, mas nesta próxima sexta-feira, dia 21 de Dezembro, o grupo faz um show de pré-lançamento do álbum no Vitrola Ambiente Cultural em Araguari, no Triângulo Mineiro.

O vocalista Manu “Joker”, os guitarristas Christian Franco, Thiago Soraggi e Murcego Gonzales, o baixista Raphael “Ras” Franco e o baterista Marco Henriques vão tocar pela primeira vez ao vivo algumas faixas que estarão no álbum. Não obstante, esse será o show de despedida de Murcego Gonzales que está deixando a banda por razões pessoais.

“Infelizmente estou me desligando do Uganga. No momento não conseguirei conciliar a demanda do grupo com algumas questões particulares e por isso a minha opção de não seguir adiante. Nesses 25 anos de amizade, e quase cinco anos como integrante fixo, tive o prazer de participar da trajetória dessa grande banda viajando, compondo e registrando trabalhos dos quais tenho imenso orgulho. São alguns fatores que me levaram a essa decisão, e o mais importante deles é a vinda do meu filho agora em Março de 2019. Eu sempre tive o desejo de ser pai e quero curtir toda essa fase com calma. Felizmente a correria do Uganga tem sido muito grande, tendendo a aumentar, e conciliar esses momentos agora seria muito difícil. Além disso, há tempos venho adiando um tratamento de coluna no qual precisarei ficar mais quieto, e estrada, palcos, vans não são o melhor lugar para esse descanso (risos). Música sempre fará parte da minha vida, seguirei com meu trabalho junto ao Canábicos, adequando nossas atividades à fase que estou vivendo, e sendo sempre um integrante da família Uganga. Novas parcerias virão! Temos um grande álbum prestes à sair e tenho certeza que 2019 será um grande ano para todos nós.”, declarou Murcego Gonzalez em comunicado oficial.

O substituto de Murcego Gonzalez já foi escolhido, com a ajuda do próprio Murcego, e será revelado no palco, ao vivo, no show desta sexta-feira. Previsto para iniciar às 22h, o evento desta sexta ainda contará com apresentações do grupo de rap Terra MC e do músico Luiz Salgado, que também é um dos convidados especiais em “Servus”, do Uganga.

O Vitrola Ambiente Cultural fica na Rua Rui Barbosa, 130 no centro de Araguari. Os ingressos estarão sendo vendidos no local na hora do show por R$ 10,00.

Uganga_Show Vitrola 2018

Entre outras novidades, a atual edição do programa Underdose (#47) trouxe uma bela cobertura dos shows mais recentes realizados pelo Uganga, entre eles a apresentação da banda no festival Abril Pro Rock em Recife/PE e também o show que o grupo fez ao lado do Corrosion Of Conformity em São Paulo. Para assistir essa edição do programa Underdose, acesse:

Não se esqueça de se inscrever no canal do Underdose no Youtube para ficar ligado quando novas edições do programa forem postadas.

Mais Informações: 
www.uganga.com.br
www.facebook.com/ugangaband
www.youtube.com/ugangamg
www.twitter.com/uganga
www.instagram.com/uganga
www.wacken-foundation.com

Primator: novo álbum será patrocinado pelo Wacken Foundation

Primator_Wacken Foundation

“Poderosa, criativa, técnica e cheia de conteúdo” (Dossiê do Rock); “Transpira autenticidade” (Blog Na Mira); “Mais um álbum para a lista de grandes lançamentos nacionais” (A Música Continua a Mesma); “Extremamente bem feito!” (Música e Cinema); “Muito bom!” (Arte Metal); “Uma das melhores bandas de Heavy Metal que nós escutamos na atualidade” (Resenha do Rock).

Essas foram algumas declarações que a banda paulistana de Heavy Metal tradicional Primator conquistou na imprensa especializada com seu disco de estreia, “Involution”. O álbum também foi eleito um dos “Melhores Álbuns Nacionais de 2015” pelo Heavynroll, Mundo Metal e Roadie Metal e chegou a ser indicado para o Prêmio Dynamite na categoria “Melhor Álbum de Heavy Metal”.

Essa positiva repercussão ao trabalho de estreia foi determinante para a mais importante conquista da banda até aqui: o Primator é a nova banda brasileira a ser patrocinada pelo programa Wacken Foundation!

O Wacken Foundation é uma organização alemã sem fins lucrativos criada para apoiar projetos de hard rock e heavy metal de todas as partes do mundo. A organização foi idealizada em 2008 pelos produtores do Wacken Open Air (W:O:A), o maior festival de hard rock e heavy metal do planeta, e tem a missão de manter ativa a produção criativa nesse segmento e estimular novas bandas e projetos. Desde 2010 o Wacken Foundation passou a fazer contribuições em Euros para projetos de gravações de discos, turnês e até mesmo festivais. Os projetos podem ser enviados durante todo o ano e uma comissão de curadores avaliam os mais relevantes que virão a receber o apoio. A vocalista alemã Doro Pesch figura entre a equipe de curadores. Entre os doadores estão nomes como o de Alice Cooper que fez recentemente uma doação de US$ 10 mil à fundação.

Prevendo o início das gravações de seu novo disco de estúdio, o Primator apresentou um projeto ao Wacken Foundation e foi contemplado com uma soma em Euros que vai ajudar a financiar a produção. O grupo paulistano é a terceira banda brasileira a ser patrocinada pelo Wacken Foundation. Antes, apenas o Uganga e a banda itSELF foram contempladas.

“Ainda juntando os cacos após a perda repentina do Mario Linhares, que produzia o novo disco e apadrinhava a Primator, recebemos uma notícia diretamente da Alemanha que o encheria de orgulho. Com muita honra e alegria, teremos o aporte do Wacken Foundation para produção e gravação do novo trabalho! Reconhecimento este que certamente nos motiva a continuar nessa batalha diária, dessa vez atrelados ao nome do maior evento de heavy metal do mundo! Sinal de que estamos no caminho certo e que o Brasil ainda figura positivamente como um celeiro de talentos na cena mundial”, comentou o vocalista do Primator, Rodrigo Sinopoli.

Para o gestor/manager do Primator, Eliton Tomasi, programas como o Wacken Foundation são essenciais para a nova realidade da comunidade metal de todo o mundo.

“Não é novidade que o mercado para esse tipo de música tornou-se mínimo nos últimos anos”, comenta Tomasi. “As poucas gravadoras europeias e americanas que ainda investem nesse segmento de som pesado têm se limitado às bandas já consagradas. Isso faz com que a produção criativa fique estagnada, sem renovação. E a falta de novas bandas, com novas ideias, contribuem para um engessamento do movimento como um todo, seja a partir de sua concepção estética-artística ou no que se refere a formação de público, razão pela qual não há muito mais jovens em shows de metal por todo o mundo. Os organizadores do Wacken Open Air demonstram cultivar um pensamento responsável com relação a esse movimento cultural que é o heavy metal, e a idealização do Wacken Foundation é uma louvável alternativa para manter o hard rock e o heavy metal pulsante e criativo, seja a curto ou a longo prazo. Além de sua conveniência econômica, o Wacken Foundation tem um valor simbólico muito significativo por ser um exemplo da força que o pensamento e trabalho colaborativo podem vir a ter frente a filosofia competitiva e mercantilista que predominam na contemporaneidade metaleira”.

O novo disco do Primator que receberá o patrocínio do Wacken Foundation ainda não tem título definido, embora boa parte das músicas já esteja composta. Mais novidades sobre o novo trabalho e a parceria com o Wacken Foundation serão anunciadas em breve.

Entre outras novidades, o novo disco do Primator terá a contribuição criativa do novo guitarrista, Felipe Fatarelli.
“Com o processo de composição para o novo álbum em andamento, o Lucas Almeida deixou a Primator para se dedicar ao seu projeto cover com a Destroyer Kiss. Após várias audições, temos orgulho em integrar à banda, nosso amigo de longa data, o talentoso Felipe Fatarelli, que se encaixa perfeitamente à nova proposta sonora em que estamos trabalhando”, comentou Rodrigo sobre a entrada do músico.

Felipe também fez questão de sublinhar sua expectativa em fazer parte do time agora.
“A minha entrada na Primator deu-se por um convite feito pelo vocalista Rodrigo Sinopoli, meu amigo pessoal e pessoa pela qual detenho admiração pelo trabalho que tem realizado. Entretanto, não foi apenas um convite, passei por uma audição na qual outros dois bons guitarristas participaram também. E após as três audições que a banda fez, fui selecionado! Tenho grande expectativa quanto ao trabalho que vamos realizar juntos. Mostrar meu potencial quanto guitarrista e compositor buscando uma característica única para o som da banda. Trabalharei com afinco e dedicação.”

Mais Informações:
www.bandaprimator.com.br
www.facebook.com/bandaprimator
www.soundcloud.com/bandaprimator
www.twitter.com/primatormetal