Living Louder: banda lança clipe da nova música “Raw Meat”

LIVING LOUDER

Preparando-se para lançar seu novo álbum o power trio Living Louder,  liberou uma nova música no canal oficial do grupo no YouTube.

A música escolhida foi “Raw Meat”, que fará parte do novo disco e que segundo a banda está mais setentista do que nunca, o disco tem lançamento previsto para 2018.

Confira o videoclipe da música “Raw Meat”, abaixo:

O Living Louder, tem na sua formação Ricardo Cagliari (vocal e guitarra), Eduardo Assef (baixo) e Gustavo Gomes (bateria), acaba de lançar seu álbum de estréia homônimo, gravado no Estúdio Fusão do Thiago Bianchi.

O álbum de estreia auto-intitulado da banda, já está disponível em CD, download, streaming e em todas as plataformas digitais de streaming, como (Spotify, Deezer, iTunes, Apple Music, Amazon Music etc.)

Mais informações:.
Anúncios

Morcrof: banda faz show neste sábado no Caveira Velha Rock Bar

MORCROF 3 2017_logo

A conceituada banda Paulistana de Dark Metal Morcrof, participará do “Caveira Velha Infernal Fest” neste sábado, dia 02, a partir das 15 horas em Jandira (SP). O evento contará com grandes nomes do metal extremo brasileiro; além do Morcrof, presenças confirmadas de Funeratus (Mococa – SP), Guerreiros Headbangers (Osasco – SP), Chemical Disaster (Santos – SP), Red N Hell (Itapevi – SP) e Malediction 666 (Suzano – SP).

Evento

Confira vídeo de chamada para o evento:
 
Serviço:
Caveira Velha Infernal Festival
Shows: Funeratus (SP), Guerreiros HeadBangers (SP), Chemical Disaster (SP), Red N Hell (SP), Malediction 666 (SP) e Morcrof (SP).
Local: Caveira Velha Rock Bar (Rua Dona Elvira Simone Donega, 39, 06604-280 Jandira/SP)
Data: 02/12 (Sábado)
Horário: 15h
Ingresso: R$ 20 (antecipado) e R$ 30 (na porta)
Ponto de venda: Caveira Velha Rock Bar, Mineiro Rock Bar e Mutilation Records.
Evento oficial do festival no Facebook: https://www.facebook.com/events/889112367922157/
 
 
Links relacionados:

 

Tchandala: terceiro álbum da carreira, “Resilience”, está disponível para venda!

tchandala_resilience_web

Finalmente, após alguns contratempos com a fabricação do CD, o aguardado novo álbum de um dos principais nomes do Heavy Metal nordestino, o sergipano Tchandala, está disponível para venda em seu formato físico!

Batizado de “Resilience”, o trabalho mais um vez mostra todo o poder do Heavy Metal tradicional executado pelo grupo. Contando com 12 faixas, o tracklist ficou assim:

1. The Flame
2. Labyrinth
3. Valley of Greed
4. Lamento do Velho Chico
5. Tears of River
6. Echoes Through the Fourth Dimension
7. Flatland
8. Shadows
9. Father´s Spirit
10. Caesar
11. Resilience
12. Echoes Through the Fourth Dimension (Acoustic)

Outra atração do CD é a participação especial de alguns grandes músicos, começando pelo já lendário vocalista americano Tim “Ripper” Owens, ex-vocalista de bandas como Judas Priest e Iced Earth, o vocalista gaúcho Iuri Sanson do Hibria, o amigo de longa data Dan Loureiro ex-Confiteor e atualmente no Ynys Wydryn e a dupla mineira do Write Me a Letter, Clarice Pawlow e Renan Fontes.

“Resilience” foi gravado, mixado e masterizado no Revolusom Studio e produzido por Marcos Franco, Dan Loureiro e Tchandala. A capa foi feita pelo artista Marlon Delano.

Para comprar o álbum e outros materiais oficiais do Tchandala, basta entrar em contato com a banda pelo Facebook oficial www.facebook.com/tchandala ou pelo e-mail dbenjamim@gmail.com

Para conhecer um pouco do álbum, a banda liberou a faixa-título para audição:

Contato: dbenjamim@gmail.com

Links relacionados:
www.facebook.com/tchandala
www.metalmedia.com.br/tchandala

Khrophus: “Spreading The Madness Tour 2017” retorna ao Rio Grande do Sul neste fim de semana

Khrophus 3

Finalizando sua atual turnê, “Spreading The Madness Tour 2017”, em grande estilo, os catarinenses do Khrophus embarcam para mais uma viagem ao extremo Sul do Brasil, onde farão duas grandes apresentações.

A primeira delas acontecerá no “Podreira RS Metal Fest Open Air” em Viamão/RS, onde será uma das headliners, ao lado das bandas Climatic Terra e Leviaethan. O evento acontecerá entre os dias 01 e 03 de dezembro e o Khrophus se apresentará no segundo dia. Confira o cartaz completo:

Link do evento no Facebook para mais informações: https://www.facebook.com/events/1981470492139444/

Logo em seguida, a banda viaja até São Leopoldo/RS onde, no dia 03/12, retornam para mais uma apresentação no, já conhecido, “Storm Festival”. Ainda estarão presentes as bandas Lethal Sense, Infected Sphere e Brutal Morticínio. Veja:

Link do evento no Facebook para mais informações: https://www.facebook.com/events/163310641071677/

Contato para shows:
contato@sanguefrioproducoes.com
khrophus@hotmail.com

Contato para assessoria de imprensa: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Links relacionados:
https://www.facebook.com/Khrophus/
http://khrophus.com/site/
http://www.sanguefrioproducoes.com/bandas/Khrophus/30

Huey: banda lança novo single, Pei

Huey_2018 reduzida.jpg

Música estará no próximo disco, “Ma”, que será lançado no início de 2018

O amadurecimento profissional e os meses ocupados com minuciosos processos de composição e gravação de todas as músicas que irão compor o segundo disco, Ma, são agora compartilhados pelo Huey com o lançamento do primeiro single, “P​ei”, uma instigante e complexa faixa que acentua o rock instrumental da banda paulista. “Pei” já disponível para streaming e download gratuito em https://hueyband.bandcamp.com.
 
O single estreou com exclusividade na última segunda-feira, 27, no programa Heavy Pero No Mucho, o principal especializado em música alternativa do país que é comandado por Thiago Deejay na 89 Rádio Rock. Em breve, o Huey disponibilizará o videoclipe de “Pei” e o álbum Ma, previsto para sair nos primeiros meses de 2018, será lançado pela conceituada Sinewave Label.
 
“Pei” reforça a proposta do Huey em mesclar diferentes sonoridades, mas sempre explosivas e impactantes. Neste novo single, o instrumental é progressivo, tem groove e peso, contém passagens introspectivas e flerta até mesmo com batidas eletrônicas. Assim como todas as demais músicas de Ma, foi gravada no Family Mob, em São Paulo, por Steve Evetts e Hugo Silva, e masterizado por Alan Douches.
 
O guitarrista Vina explica a relação deste primeiro single com o conceito do álbum. “Ma é a representação de que o silêncio é tão importante quanto o que a gente quer transmitir. Dentro disso, a música ‘Pei’ pode ser, antes de qualquer coisa, uma expressão para aquilo que a gente muitas vezes não encontra palavras para significar. Vai além do verbete ou classificação comum. É mais forte e representa bem o momento que a gente está vivendo”.

 

Huey_Pei_IG.png

Huey Release da banda

Música com arranque. Tal qual um motor potente, o som do Huey, de São Paulo, parte do silêncio para o assombro, o agressivo e, por que não, o claustrofóbico. As várias facetas do barulho são rasgadas em asperezas, em curvas e em ruídos oferecidos sem censura, para que possamos generosamente vivenciar, passo a passo, um crescendo de peso que, sem aviso prévio, se desdobra em uma suavidade repentina, fraseada em uma guitarra. O alívio coroa, então, o sufoco. Mas não por muito tempo, já que estamos falando de uma sonoridade passional.

É que no Huey, não há espaço para véus. As camadas de som são expostas, orgânicas, e econômicas nos efeitos. A combustão provocada pelas três guitarras de Vina, Dane e Minoru, com o baixo de Vellozo e a bateria de Rato, não ocorre em quatro paredes, mas sim, diante de nossos olhos. Ao vivo, sem maquiagem, com a vulnerabilidade convertida em força.

Desde 2010, o Huey vem catalisando as paixões de seus integrantes em canções que nascem das experiências e sensações vividas em uma metrópole de intensidades cotidianas. Em termos de sonoridade, falamos de um metal instrumental construído sobre inspirações diárias e executado com catarse. Parece forjado em um calabouço, mas é o pleno exercício sonoro da liberdade. É alto, dramático e assertivo, sem meias palavras. Na verdade, à margem delas.

Na ausência do que poderia ser dito, aguarde braçadas violentas na bateria e graves imponentes no baixo. Das três guitarras, jamais espere timidez ou contenção: elas virão distorcidas, aceleradas e declaradamente expressivas. É esse o extrato sonoro verificado no disco “Ace” (2014); no EP “¡Qué no me chingues wey!”(2010), e no single Por Detrás de Los Ojos (2012).

No Huey estão presentes influências seminais da música contemporânea, mas sem compromisso com a temporalidade.  O quinteto costura, consciente e inconscientemente, os arrepios na espinha provocados pelos anos de Black Sabbath, Metallica, Led Zeppelin, Pelican, Russian Circles, Queens of the Stone Age, Deftones, Sonic Youth, Faith no More e Sepultura, apenas para citar alguns.

O tumulto aos ouvidos, portanto, está garantido. As palavras estão aqui, e vão embora após cumprirem sua pretensão descritiva. Elas deixam apenas uma pista: aumente o volume.

Huey – Formação:
Dane El 
Minoru
Rato 
Vellozo
Vina
 
Discografia:
 
Ma (LP, 2017) 
Produzido por Huey e Steve Evetts
Gravado no Family Mob Studios por Steve Evetts
Assistente de gravação – Hugo Silva
Mixado por Steve Evetts e masterizado por Alan Douches
Arte por Fábio Cristo
 
Ace (Sinewave, LP, 2014)
Produzido por Huey e Aaron Harris (Isis/Palms) 
Gravado no Palmquist Studios – Infrasonic Sound (Los Angeles/CA) por Aaron Harris 
Mixado por Aaron Harris e masterizado por Chris Common 
Arte por Danilo Kato
 
Valsa de Dois Toques (Sinewave, single, 2014)
Produzido por Huey e Aaron Harris (Isis/Palms) 
Gravado no Palmquist Studios – Infrasonic Sound (Los Angeles/CA) por Aaron Harris 
Mixado por Aaron Harris
Masterizado por Chris Common 
 
Por Detrás de Los Ojos (Sinewave, single, 2012)
Gravado no Estúdio 12 Dólares
 
¡Que no me chingues wey! (Sinewave, EP, 2010)
Gravado por Bernardo Pacheco no estúdio Fábrica de Sonhos
 
Mais informações:
(19) 99616 2999
 
 
 
 
 
 
 

 

Necromancer: “Forbidden Art” já pode ser encontrado nas principais plataformas de streaming

 

Necromancer 2.jpg

Em parceria com a Sangue Frio Records, a banda de Thrash Metal Necromancer acaba de anunciar mais uma novidade.

Trata-se do lançamento digital do debut álbum “Forbidden Art” de 2014, que depois de obter uma ótima repercussão na mídia especializada, chega às principais plataformas de streaming, confira:

Spotify: https://open.spotify.com/album/4mue6X4wFwPhszioCUs43K
Deezer: http://www.deezer.com/album/50234182
iTunes/Apple Music: https://itunes.apple.com/album/id1298693484
Napster: http://us.napster.com/artist/necromancer
Tidal/WiMp: https://listen.tidal.com/album/80293362
Groove: http://bit.ly/GrooveNecromancerForbiddenArt
Soundcloud: https://soundcloud.com/necromancerbr/sets/forbidden-art
Amazon Music: http://a.co/bc0u6p3
Google Play Music: http://bit.ly/GooglePlayMusicNecromancerForbiddenArt

Com nove faixas, “Forbidden Art” é o primeiro trabalho dos cariocas do Necromancer e já pode ser adquirido em seu formato físico pela loja da Sangue Frio Records acessando o link a seguir: http://sanguefrioproducoes.com/loja/inicio/43-necromancer-forbidden-art-7899685421292.html

Informações sobre shows:
contato@sanguefrioproducoes.com
necromancer.br@gmail.com

Contato para assessoria de imprensa: [../../contato]www.sanguefrioproducoes.com/contato

Links relacionados:
https://www.facebook.com/necromancerbr/
[../../artistas/Necromancer/53]http://www.sanguefrioproducoes.com/artistas/Necromancer/53 

 

Matakabra: lançado novo EP “Marginal” em formato digital

Matakabra (1)

A banda Matakabra, grande revelação do Death Metal moderno Pernambucano, lançou seu mais recente registro em formato digital. O EP intitulado “Marginal” mostra que os pernambucanos certamente ainda vão dar muito o que falar pois conseguiram ir além de manter a qualidade do já aclamado “Prole”.

“Esperamos que com esse EP mais portas se abram pra gente. Com o EP “Prole” conseguimos fazer muitos shows importantes, queremos ir além…” diz Rafael Coutinho, baixista da banda.

Para promover o novo EP a banda realizará o festival “MKT FEST”.

Sentimos que precisávamos contribuir com a cena underground, movimentar a cena, então resolvemos fazer esse festival em que faremos o lançamento do EP digital. Uma forma de ajudar a cena e a nós mesmos” revela a banda.

 Confira o cartaz oficial do “MKT FEST”:

O EP composto por 03 faixas incluindo uma intro, com músicas cantadas em português também será lançado em CD físico no início do ano que vem. As composições giram em torno das mazelas supremacistas que a cada dia vem ganhando força e voz, com ideologias totalitárias carregadas de ódio contra afrodescendentes.

MARGINAL EP COVER

 

Tracklist:
1. Ogum (Intro)
2. No Açoite
3. Mordaça
 
Produzido no melhor estilo “faça você mesmo”. Gravado, mixado e masterizado no J.A. Studio em Camaragibe/PE pelo engenheiro de som Joel Lima, “Marginal” teve a arte desenvolvida pelo artista Pedro Muniz.
 
Ouça o EP “Marginal” na íntegra:
 
 
Links relacionados: