Vocifer: grupo lança oficialmente, “Biouna”, álbum conceitual que marca a estreia da banda no cenário nacional

Vocifer

Um dos estados brasileiros mais cativantes por sua cultura, rica em folclóricas histórias regionais, o Tocantins, apresenta ao mundo, uma banda de Heavy Metal que promete estremecer o estilo no Brasil e mundo, com seu álbum de estreia que acaba de ser lançado oficialmente.

Formada por músicos conceituados do estado, a Vocifer chega com um belíssimo cartão de apresentação. O álbum, “Boiuna”, oficialmente lançado neste 15 de janeiro, carrega consigo elementos tradicionais em linha melódicas muito bem compostas e um diferencial de tudo que é escrito liricamente por bandas do país.

CAPA-VOCIFER-final

Todo o enredo das 10 composições do disco, “Boiuna”, retratam a história da cobra gigante, que carrega o nome do disco e aterroriza o imaginário do povo ribeirinho. Vale lembrar que o estado do Tocantins, é banhado pelo Rio que carrega o nome do estado e possui diversos povoados as margens do rio.

O álbum inicialmente está liberado para usuários de toda e qualquer plataforma digital. O disco pode ser conferido no Spotify (link abaixo), Deezer, ITunes, Google Play, Napster, Tidal e várias outras. Acesse, confira e se encante com essa grande obra brasileira.

 

O disco foi gravado no estúdio Fusão com a supervisão, produção e masterização de Thiago Bianchi. Um dos maiores profissionais do Metal Nacional.

Tracklist:
01 – Release the Night
02 – Lady Moon
03 – The Curse of River’s Lord – Pt.1
04 – The Curse of River’s Lord – Pt.2
05 – Primal Clash
06 – Up on the Hills
07 – Lord of the Rain
08 – War of Vendetta
09 – Hummingbird
10 – Used to be
 
Formação:
João Noleto – Vocal
Pedro Scheid – Guitarra
Gustavo Oliveira – Guitarra
Lucas Lago – Baixo
Raphael Carvalho – Bateria
 
Links relacionados:

Corona Nimbus: grupo anuncia lançamento de full álbum em fevereiro

1234

Após o excelente lançamento dos singles “Path To Self” e “Beyond Chaos” com participação de Cris Botarelli (Far From Alaska), a banda promete lançar um intenso full álbum em fevereiro via o selo Electric Funeral Records.
 
O duo formado por Júlio Baros e Junior Vieira, xplora o conceito de dualidade expresso pelos integrantes, usando referências como o yin e yang, o velho e o novo, o pesado e o leve, calor do deserto e o frio das profundezas oceânicas, assim, trazendo à tona também através desses elementos, o lado mais íntimo, o desejo mais profundo e verdadeiro do ser humano.
 
Em seu primeiro disco autointitulado “Corona Nimbus” a banda de Teresina-PI, traz muito mais que boa música; são onze faixas de puro Rock, Metal, música alternativa e nuances de ritmos regionais e brasileiros, abordando a dualidade, o bem e o mal, a dádiva de se estar vivo, produzindo e se renovando a cada novo ciclo. A banda se materializa nas personalidades dos músicos que mostram em suas músicas a que vieram e que sabem bem o que estão fazendo!
 
Com excelente aceitação do público e midia especializada, Corona Nimbus, fez sua estréia em território nacional em grande estilo e já entra no páreo em 2020 como uma das grandes revelações da música nacional, e com um disco que com certeza irá integrar em listas de melhores do ano.
 
Confira o último trabalho lançado da banda “Beyond Chaos”:
 
Mais informações:
Phone: +55 21 996292220

Amorphia: grupo relança álbum de estreia “Arms to Death” pela Awakening Records

Amhorfia

O ataque de estréia da máquina de guerra indiana Amorphia, “Arms to Death”, é 100% da agressão bestial da velha escola. 

Este ataque impiedoso de puro Thrash Metal recebeu críticas brilhantes em todo o mundo. “Arms to Death” é um assalto auditivo de 8 músicas que descrevem profecias necromânticas, diferentes tipos de guerra e efeito da guerra sobre o mundo.

Se você é fã de Sodom, Accuser e Kreator, este álbum será algo para você. “Arms to Death”, foi lançado em 23 de novembro de 2019 via Awakening Records.

Tracklist:
01 – Intro
02 – Necromancers
03 – Army of Evil
04 – Toxic Death
05 – Camp 22
06 – Nuclear Warfare
07 – Arms to Death
08 – Airborne
09 – The Lieber Code
10 – Master of Death
 
Amorphia é formado por:
Vasu Chandran – Vocal/Guitarra
Faizan Mecci – Baixo/Vocal 
Vivek Prasad – Bateria

Facing Fear: ‘Ana Jansen’ figura no “Top 200 Albums Latinos”

Facing_Fear

Figurado em listas de melhores de 2019, o primeiro álbum da Facing Fear, “Ana Jansen”, lançado pela Classic Metal Records, conquistou reconhecimento de redatores de alguns dos sites e blogs mais respeitados do Brasil, como se confere abaixo.

Underground Extremo: http://bit.ly/39ZhrtV

Arrepio Produções: http://bit.ly/2scgSf4

Esteriotipo: http://bit.ly/2FPAXeB

Arte Metal: http://bit.ly/2TapbmD

Whiplash: http://bit.ly/39ZX1Ru

“Ana Jansen” também é um dos nomes destacados para “Melhores de 2019 Nacional” da Roadie Crew, com votação em seu site a ser encerrada no dia 07/02. Vote pelo link: https://roadiecrew.com/melhores-de-2019

Além destes canais nacionais, o debut da banda carioca conquistou posição em um dos mais importantes “termômetros” da cena latina, o site Headbangers Latinoamérica. Anualmente o veículo publica uma lista de duzentos álbuns com o nome “Top 200 Albums Latinos”, seguindo critérios da redação e com participação de seus leitores. “Ana Jansen” não faltou nesta lista e alcançou a posição #118. A relação completa você confere em: http://headbangerslatinoamerica.com/top-200-albums-latinos-del-2019-mundo-bienvenido-a-latinoamerica

Ouça “Ana Jansen” pelo streaming:
 
Acesse o canal da Facing Fear no YouTube: http://bit.ly/35AtiuY
 
Para levar a Facing Fear à sua cidade, contate:
(85)9.9690.7536
 
Links relacionados:
 
Assessoria Brauna Music Press:

Babylonfall: grupo lança o primeiro videoclipe do seu álbum de estréia!

12345

A nova banda finlandesa de Death Metal Melódico Babylonfall, está pronta para lançar o seu álbum de estreia intitulado “Collapse”, em 24 de abril de 2020 pela Inverse Records. A banda lançou seu primeiro videoclipe parra a faixa “Stars And Constellations”.

Assista:

O álbum consiste em dez faixas versáteis de metal, que mostram uma ampla gama de influências. O primeiro single “Stars And Constellations” mora mais no lado sentimental do álbum, enquanto o segundo single “Murder Of Crows”, que será lançado em 5 de março, é mais uma música tradicional do Melodeath. Os temas líricos do álbum lidam com o “colapso” em nível pessoal e social. Também há temas de ficção científica como um bônus adicional.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

 

Tracklist:
01. Murder Of Crows
02. Awakening
03. Blood Will Be My Crown
04. Silence
05. We Become One
06. Celestials
07. Stars And Constellations
08. Wrath
09. Burning Daylight
10. Distant Call Of Innocence

“Collapse” foi forjado durante o final de 2018 e o início de 2019 no Deep Noise Studios em Kouvola, Finlândia. Foi gravado e mixado por Saku Moilanen. A masterização foi realizada no Fascination Street Studios, na Suécia, por Tony Lindgren.

Ouça o single pelo streaming:
 
Babylonfall é formado por:
Okko Solanterä – Vocal
Esa Viren – Guitarra
Ossi Viren – Guitarra
Matti Huopainen – Baixo
Mikko Huopainen – Bateria
 
Links relacionados:

Plano D: grupo lança oficialmente disco de estreia, “Dusted Rusted Broken”

Plano D - Streaming

Acaba de ser oficialmente liberado em todas as plataformas digitais, o álbum de estreia de uma das maiores promessas do Thrash/Death brasileiro, o Plano D.

Carregando o nome de “Dusted Rusted Broken”, o registro conta com 10 faixas autorais e cantadas em inglês. Carregado com riffs precisos e melodias que grudam na mente, as músicas do registro apresentam uma banda coesa e que sabe exatamente o que está fazendo.

O álbum se encontra disponível para usuários de Spotify (link abaixo), Deezer, ITunes, Google Play, Napster, Tidal, Amazon, Music Amazon e várias outras plataformas.

 

O vocalista e guitarrista, Paulo Henrique, fala o que foi criado em Dusted Rusted Broken: “Nosso foco principal é ser simples e direto, sem muita frescura. Enquanto todo mundo está querendo se diferenciar pelo excesso de técnica, diferencial de mistura de sons, a gente sempre optou e pensa em seguir pela linha de fazer um “feijão com arroz” bem feito do que uma “lasanha” cheia de camadas, preparos e temperos, sem gosto”.

Tracklist:
01 – How?
02 – Enjoy Yourself
03 – Soulless Place
04 – I Am
05 – Crows
06 – Devout
07 – No Right
08 – Still Loud
09 – Struggle (feat. Jordan Bernt Peterson)
10 – Hollowed Note
 
Plano D é formado por:
Paulo Henrique – Vocal/Guitarra
Eduardo Ramos – Baixo
Thiago Caurio – Bateria
 
Links relacionados:

Desert Crows: sensação do Stoner nacional, grupo realiza turnê pelo Sul e Sudeste

Desert Crows

Vacation Tour passa por oito cidades para divulgar o elogiado debut “Age of Despair”

Seis meses após a primeira passagem por São Paulo, a banda de Stoner Rock Desert Crows, de Goiânia, anuncia mais uma turnê, dessa vez passando por Santa Catarina, além do retornando a São Paulo – capital, ABC e região metropolitana.

A tour acontece entre os dias 9 a 19 de janeiro. A rota do power trio é Joinville, Florianópolis, Balneário Camboriú, Blumenau, São Paulo, Santo André e Mogi das Cruzes.

A tour, que conta com o apoio da Cerveja Asturia, tio Bak e Monstro Discos, começa em Joinville (9/1), onde tocam no Texas Bar, junto aos conterrâneos da Horney Band.

Em Florianópolis, no dia seguinte (10/1), o role é no Taliesyn Rock Bar, no Bruxa Verde Fest. No sábado (11/1) tocam em Balneário Camboriú, no Mercado Pirata, e no domingo (12/1), em Blumenau.

Na semana seguinte, a Desert Crows viaja a São Paulo. Na capital, tocam dias 16 e 17 (Casa do Mancha e Whiplash Bar, respectivamente). Dia 18/1 é a vez de Santo André, no tradicional 74 Club, e encerram a turnê no dia 19/1 em Mogi das Cruzes, no Overdrive.

6ad156dd-9289-4881-831e-466eb41f336c

“Age of Despair” foi gravado no Estúdio Resistência e traz oito faixas de Stoner tradicional, com uma produção moderna, envolvidas por uma avalanche de riffs pesados e viajantes, com batidas certeiras e empolgantes.

O disco coleciona elogios da imprensa nacional. O renomado site Collectors Room opinou que se trata de “um dos grandes debuts gravados por uma banda brasileira nos últimos anos”, além de mencionar a “linda capa criada pelo ilustrador Cristiano Suarez” (sim, o mesmo do polêmico pôster da cancelada turnê do Dead Kennedys pelo país). O resenhista, o editor Ricardo Selling, ainda destacou três músicas: “‘Loose Me’ e seu DNA tipicamente Tony Iommi, o Doom chapado da cadenciada e longa ‘Sweet Liar Love’ e a música que dá nome ao disco, que derrama uma enxurrada de riffs na cabeça do ouvinte’.

Também passou boa impressão ao site Headbangers News, que apontou a pegada “muito Rock n Roll” do disco. “Os Desert Crows compuseram uma obra característica da juventude de seus integrantes, cheia de energia, distorções mais agressivas e riffs grudentos que vão pegar de jeito os headbangers que realmente amam o estilo”, comenta a resenha.

O álbum ainda apareceu em diversas lista de Melhores do Ano na imprensa nacional, inclusive citado como o melhor lançamento nacional de 2019 pelo crítico musical Regis Tadeu.

Ouça o álbum “Age of Despair”:

http://ditto.fm/desertcrowsageofdespair

Desert Crows é formado por:
Vitor Mercez – Vacal/Guitarra
Raul Martins – Baixo
Pedro Henrique – Bateria
Mais informações: